OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Evolução em Portugal

História em Portugal
1859 - A SSVP entra em Portugal pela mão do Padre Sena de Freitas, Padre Miel, Conde de Aljezur e outros e funda-se a primeira Conferência em Lisboa.
1875 - É fundada a 2ª Conferência no Funchal - Madeira.
1877 - É fundada a 3ª Conferência, em Braga.
1879 - É fundada a 4ª Conferência, no Porto.
1887 - É fundada a 1ª Conferência Feminina, no Porto.
1908 - É fundado o Conselho Superior Masculino Português e, posteriormente, funda-se o Conselho Superior Feminino Português.
1976 - É fundado o Conselho Nacional de Portugal, que resultou da fusâo dos Conselhos Superiores Masculino e Feminino Portugueses
Lista de Conselhos Centrais em Portugal
Conselho Central do Algarve
Conselho Central de Aveiro
Conselho Central de Beja
Conselho Central de Braga
Conselho Central de Bragança
Conselho Central de Coimbra
Conselho Central de Évora
Conselho Central do Funchal - Madeira
Conselho Central da Guarda
Conselho Central de Lamego
Conselho Central de Leiria
Conselho Central de Lisboa
Conselho Central de Portalegre e Castelo Branco
Conselho Central do Porto (Feminino)
Conselho Central do Porto (Masculino)
Conselho Central de S. Miguel - Açores
Conselho Central de Santarém
Conselho Central de Setúbal
Conselho Central da Terceira- Açores
Conselho Central de Viana do Castelo
Conselho Central de Vila Real
Conselho Central de Viseu
Conselho Central do Porto - Feminino
O Conselho Central do Porto (Feminino) é constituido por 144 Conferências, distribuidas pelos vários Conselhos de Zona, num total de 1757 Vicentinos (342 Homens e 1415 mulheres)
Locais ou Paróquias onde existem Conferências:
Agregadas directamente ao Conselho Central do Porto (Feminino)
Guilhabreu - (Conferência de S. Martinho)
Vizela - (Conferência de Santo Adrião)
Santa Eulália - (Conferência de Nossa Senhora de Fátima)
Regide - (Conferência de Santa Comba).
Conselho da Zona de Alpendurada
Alpendurada - (Conferência de São João Baptista) e
Alpendurada - (Conferência de Santa Clara)
Ariz - (Conferência de Santa Filomena)
Eja - (Conferência de Santa Maria)
Favões - (Conferência de São Paio)
Magrelos - (Conferência do Divino Salvador)
Marco de Canavezes - (Conferência de Nossa Senhora da Conceição)
S. Lourenço do Douro - (Conferência de São Lourenço)
Várzea do Douro - (Conferência de São Martinho)
Vila Boa do Bispo - (Conferência de Jesus, Maria e José)
Conselho de Zona de Amarante
Amarante - (Conferência de São Gonçalo)
Jazante - (Conferência de Santa Maria)
Madalena - (Conferência de Santa Maria Madalena)
Conselho de Zona de Vila Nova de Gaia
Arcozelo - (Conferência de Nossa Senhora dos Remédios)
Avintes - (Conferência de Nossa Senhora das Necessidades)
Candal - (Conferência de Santa Isabel)
Canelas - (Conferência de São João Baptista)
Espinho - (Conferência de São Joaquim)
Granja - (Conferência de Nossa Senhora das Dores)
Gulpilhares - (Conferência de São Brás)
Lever - (Conferência de Nossa Senhora de Fátima)
Madalena - (Conferência de Nossa Senhora da Hora)
Mafamude - (Conferência de São Cristóvão)
Santo Ovídeo - (Conferência de Santo Ovídeo)
Valadares - (Conferência de Santo António)
Vilar do Paraíso - (Conferência de São Martinho)
Conselho de Zona da Gandra
Baltar - (Conferência de São José)
Campo - (Conferência de São Miguel)
Gandra - (Conferência de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro)
Lordelo - (Conferência do Divino Salvador)
Mouriz - (Conferência de São José)
Parada de Todeia - (Conferência de São Martinho)
Recarei - (Conferênca de Nossa Senhora do Bom Despacho)
Sobrado - (Conferência de Santo André)
Valongo - (Conferência de São Mamede)
Vandoma - (Conferência de Santa Eulália)
Vila Cova - (Conferência de Sao João Evangelista)
Vilela - (Conferência da Sagrada Família)
Sobrado - Valongo - (C0nferência de Edith Stein)
Conselho de Zona de Gondomar
Baguim do Monte - (Conferência do Sagrado Coração de Maria)
Fânzeres - (Conferência de Nossa Senhora de Fátima) e
Fânzeres - (Conferência de Nossa Senhora Auxiliadora
S. Cosme - (Conferência de São Cosme)
Cimo da Serra - (Conferência de São José)
Rio Tinto - (Conferência da Sagrada Família)
Conselho de Zona da Maia
Avioso - (Conferência de Santa Maria)
Corim - (Conferência de Santo António)
Ermesinde - (Conferência de São Lourenço)
Gemunde - Conferência de São Cosme e São Damião)
Pedrouços - (Conferência da Rainha Santa Isabel)
Vermoim - (Conferência do Menino Jesus) e
Vermoim (Conferência de Santa Teresinha do Menino Jesus)
Conselho de Zona de Matosinhos
Leça da Palmeira - (Conferência de São João de Brito)
Leça do Bailio - (Conferência de Santa Maria)
Matosinhos - (Conferência da Imaculada Conceição)
S. Mamede de Infesta - (Conferência de São Mamede)
Santa Cruz do Bispo - (Conferência de Nossa Senhora de Fátima)
Conselho de Zona de Penafiel
Abragão - (Conferência de Nossa Senhora da Saúde)
Bitarães - (Conferência de Nossa Senhora dos Chãos)
Caide de Rei - (Conferência de Nossa Senhora da Conceição)
Cête - (Conferência de Nossa Senhora de Fátima)
Gondalães - (Conferência de Nossa Senhora da Esperança)
Guilhufe - (Conferência de São João Evangelista)
Irivo - (Conferência do Mártir São Vicente)
Paço de Sousa - (Conferência de Jesus, Maria e José)
Paredes - (Conferência de Santa Maria Madalena) e
Paredes - (Conferência de Santa Teresinha do Menino Jesus)
Penafiel - (Conferência de Nossa Senhora de Fátima)
S. Martinho de Recesinhos - (Conferência de Nossa Senhora de Fátima)
Vila Boa de Quires - (Conferência de Santa Teresinha)
Vila Cova - (Conferência de Nossa Senhora do Rosário)
Conselho de Zona de Penafiel Sul
Boelhe - (Conferência de Santa Teresinha do Menino Jesus)
Entre-os-Rios - (Conferência de Santa Teresa d'Ávila)
Fonte Arcada - (Conferência de São Tiago)
Lagares - (Conferência de São Martinho de Tours)
Oldrões - (Conferência de Santo Estevão)
Rio de Moinhos - (Conferência de S. Martinho)
S. Vicente do Pinheiro - (Conferência de Nossa Senhora da Conceição)
Valpedre - (Conferência de Nossa Senhora de Fátima)
Conselho de Zona Porto Nascente
Antas - (Conferência de Nossa Senhora de Fátima)
Bonfim - (Conferência do Sagrado Coração de Maria)
Campanhã - (Conferência de Nossa Senhora de Campanhã)
Carvalhido - (Conferência da Sagrada Família)
Cedofeita - (Conferência de Nossa Senhora do Carmo)
Esmoriz - (Conferência de Santa Maria)
Monte Pedral - (Conferência de Santa Beatriz da Silva)
Paranhos - (Conferência do Sagrado Coração de Jesus e Irmã do Divino Coração)
Porto - (Conferência de Nossa Senhora do Sim)
Porto - (Conferência de Santa Catarina)
Porto - (Conferência de Santa Teresinha)
Porto - (Conferência de Santa Teresinha do Menino Jesus)
Conselho de Zona de Porto Poente
Aldoar - (Conferência de Santa Rita)
Alfândega - S. Nicolau - (Conferência de São Nicolau)
Amial - (Conferência de Santa Cecília)
Clérigos - (Conferência de Nossa Senhora da Assunção)
Foz do Douro - (Conferência de São José)
Gomes da Costa - (Conferência de Cristo Rei)
Lordelo do Ouro - (Conferência de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro)
Nevogilde - (Conferência de São Miguel)
Ramalde-jovens - (Conferência de São João Bosco)
Santíssimo Sacramento - (Conferência de Santa Teresinha do Menino Jesus)
Senhora do Porto - (Conferência da Senhora do Porto)
Viso - (Conferência de S. Paulo)
Conselho de Zona de S. Joâo da Madeira
Arouca - (Conferência de Santa Mafalda) e
Arouca - (Conferência de Santa Eulália)
Arrifana - (Conferência da Rainha Santa Isabel) e
Arrifana - (Conferência de Santa Maria)
Cucujães - (Conferência de Nossa Senhora de Fátima) e
Cucujães - (Conferência de Nossa Senhora do Carmo)
Loureiro - (Conferência de Santa Filomena)
Oliveira de Azemeis - (Conferência de Santa Maria de Ul)
Pinheiro da Bemposta - (Conferência de S. Paio)
Romariz - (Conferência de Nossa Senhora dos Remédios)
S. João da Madeira - (Conferência de São José)
S. Pedro de Castelões - (Conferência de São Pedro)
S. Tiago de Riba Ul - (Conferência de São Tiago)
Ul - (Conferência de São Brás)
Vale de Cambra - (Conferência de Santo António)
Conselho de Zona de Santa Maria da Feira
Caldas de S. Jorge - (Conferência de São Jorge)
Escapães - (Conferência de São Martinho)
Fornos - (Conferência de Nossa Senhora da Saúde)
Pereira - (Conferência de São Vicente Diácono e São Vicente Pereira)
Sanfins - (Conferência de Nossa Senhora da Ajuda)
Sanguedo - (Conferência de Santa Eulália)
Santa Maria da Feira - (Conferência da Imaculada Conceição)
Souto - (Conferência de São Miguel)
Conselho de Zona de Santo Tirso
Água Longa - (Conferência de São Julião)
Negrelos - (Conferência de São Tomé de Negrelos)
Refojos - (Conferência de São Mamede)
S. Mamede de Negrelos - (Conferência de São Mamede)
Santo Tirso - (Conferência de São Martinho do Campo)
Trofa - (Conferência de São Martinho do Bougado)
Meus amigos, é meia noite de 22 de Dezembro (ou melhor 0 horas de 23 de Dezembro), por agora, termino e continuarei amanhã (ou hoje) se Deus quiser.
LOUVADO SEJA DEUS E SUA MÃE MARIA SANTÍSSIMA
António Fonseca

Conselho Geral Internacional - SSVP e Evolução no Mundo

Também escrito por Gilberto Custódio no site da SSVP, permito-me transcrever a localização do Conselho Geral Internacional da Sociedade de S. Vicente de Paulo, no Mundo.
O Conselho Geral Internacional
é o orgão da
Sociedade de São Vicente de Paulo
responsável pela organização a nível Mundial.
A sua sede é em Paris.
Á F R I C A - Grupo I
Benin - Burkina Faso - Costa do Marfim - Guiné - Mali - Senegal
Á F R I C A - Grupo II
Burundi - Camarões (francófono) - Madagáscar - Maurício - República do Congo - República Centro Africana - República Democrática do Congo
Á F R I C A - Grupo III
Camarões (anglófono) - Gâmbia - Ghana - Libéria - Nigéria - Serra Leoa
Á F R I C A Grupo IV
África do Sul - Botswana - Lesoto - Namíbia - Suazilândia - Zimbabwe
Á F R I C A - Grupo V
Angola - Cabo Verde - Guiné-Bissau - Moçambique - São Tomé e Príncipe
Á F R I C A - Grupo VI
Etiópia - Malawi - Quénia - Sudão - Tanzânia - Uganda - Zâmbia
A M É R I C A - América Central e América do Sul (Grupo I)
Costa Rica - Cuba - El Salvador - Guatemala - Haiti - Honduras - México - Nicarágua - Panamá - República Dominicana
A M É R I C A - América Central e América do Sul (Grupo II)
Colômbia - Equador - Perú - Venezuela
A M É R I C A - América Central e América do Sul (Grupo III)
Argentina (mista) - Argentina (ramo feminino) - Brasil - Chile - Paraguai - Uruguai (mista) - Uruguai (ramo feminino)
A M É R I C A - América do Norte e Caribe (Grupo I)
Canadá - Estados Unidos
A M É R I C A - América do Norte e Caribe (Grupo II)
Antigua - Bahamas - Barbados - Belize - Dominica - Granada - Guiana - Jamaica - Santa Lucia -
São Vicente e Granadinas - Trinidad Tobago
Á S I A / O C E Â N I A - Ásia / Oceânia (Grupo I)
Bangladesh - Índia - Paquistão - Sri Lanka
Á S I A / O C E Â N I A - Ásia / Oceânia (Grupo II)
Filipinas - Indonésia - Malásia - Myanmar - Singapura - Tailândia - Vietname
Á S I A / O C E Â N I A - Ásia / Oceânia (Grupo III)
Coreia do Sul - Hong Kong - Japao - Taiwan
Á S I A / O C E Â N I A - Ásia / Oceânia (Grupo IV)
Austrália - Ilhas Carolinas - Ilhas Fiji - Ilhas Salomão - Nova Zelândia - Papua-Nova Guiné - Samoa - Vanuatu
E U R O P A - Europa Central e do Norte (Grupo I)
Escócia - Inglaterra - Irlanda
E U R O P A - Europa Central e do Norte (Grupo II)
Alemanha - Áustria - Países Baixos - Suiça - Tirol do Sul (Itália)
E U R O P A - Europa Central e do Norte (Grupo III)
Hungria - Lituânia - Polónia - República da Eslováquia - República Checa - Roménia - Rússia - Ucrânia
E U R O P A - Europa Central e Mediterrâneo (Grupo I)
Bélgica - Espanha - França - Gibraltar - Itália - Luxemburgo - Malta - Mónaco - Portugal - Turquia
E U R O P A - Europa Central e Mediterrâneo - (Grupo II)
Albânia - Bósnia-Herzegovina - Croácia - Eslovénia - Kosovo - Sérvia e Montenegro
E U R O P A - Europa Central e Mediterrâneo (Grupo III)
Argélia - Bahrein - Egipto - Israel - Jordânia - Líbano - Marrocos - Palestina - Síria
EVOLUÇÃO NO MUNDO
História a Nível Mundial
1833 - 1ª Conferência (Saint-Ètiene du Mont) em Paris
1834 - Elaboração da 1ª Regra
1841 - Fundam-se 25 Conferências em Paris e 30 no resto de França
1842 - A S.S.V.P. entra em Itália
1843 - A S.S.V.P. entra na Bélgica, Escócia e Irlanda
1844 - A S.S.V.P. entra na Inglaterra
1845 - A S.S.V.P. chega aos E.U.A e México
1846 - A S.S.V.P. chega à Alemanha. Países Baixos, Suécia e Turquia
1847 - A S.S.V.P. entra na Suiça e Canadá
1850 - A S.S.V.P. entra na Áustria e em Espanha
1856 - Surge a 1ª Conferência Feminina em Bolonha, fundada por Celestina Scarabelli.
1859 - A S.S.V.P. entra em PORTUGAL, pela mão do Padre Sena de Freitas, Padre Miel, Conde de Aljezur e outros, e funda-se a primeira Conferência em Lisboa.
Todos estes elementos foram colhidos através do site www.ssvp-portugal.org por António Fonseca

A Regra Vicentina - Síntese

Antes de efectuar uma incursão pelos ítens de A Regra Vicentina fazendo a efectiva transcrição de todos os seus pontos, permito-me indicar a ordem desses pontos: posteriormente farei o resto da transcrição que é um pouco longa e não dá para se poder fazer de uma vez só, como decerto compreenderão. Assim:
A Regra Vicentina
Preliminares
....ler mais ... em oportunidade próxima
Princípios Fundamentais da SSVP
... ler mais ... em oportunidade próxima
Regra da Confederação Internacional da SSVP
... ler mais ... em oportunidade próxima
Estatutos da Confederação Internacional da SSVP
... ler mais ... em oportunidade próxima
Regulamento Nacional
O Regulamento Nacional constitui com a Regra e com os Estatutos da Confederação Internacional da Sociedade de S. Vicente de Paulo um só e único todo.
A Regra é superior aos Estatutos da Confederação Internacional e ao Regulamento Nacional e prevalece sobre eles, dando-lhes forma. A Regra constitui a primeira parte deste único todo.
De igual modo, os Estatutos da Confederação Internacional da Sociedade de S. Vicente de Paulo constituem a segunda parte, subordinando-se à Regra, mas prevalecendo sobre a terceira parte, o Regulamento Nacional.
Este corresponde à terceira parte do todo e foi elaborado de acordo com as condições básicas previstas para a sua redacção, de modo a ficar fiel e subordinado à Regra e aos Estatutos da Confederação Internacional da Sociedade de S. Vicente de Paulo, constituindo, com essas duas primeiras partes, um só corpo, segundo o que está previsto no Artº 1.7 dos Estatutos da Confederação Internacional.
Para que seja válido, o Regulamento Nacional deverá ser submetido à consideração da Comissão Permanente do Conselho Geral e obter desta a sua aprovação.
... ler mais ... em próxima oportunidade.
Orações
... ler mais ... em próxima oportunidade
www.sswvp-portugal.org Escrito por Gilberto Custódio Transcrição de António Fonseca