OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

sexta-feira, 3 de julho de 2009

TOMÁS (TOMÉ) - SANTO - 3 JULHO

Apóstolo, Julho 3

Tomás (ou Tomé) significa "gémeos". A antiga tradição diz que São Tomás apóstolo foi martirizado na Índia em 3 de Julho, no ano 72. Parece que nos últimos anos da sua vida foi evangelizar na Pérsia e na Índia e lá sofreu o martírio. Este apóstolo aparece na Bíblia em três episódios. A primeira acontece quando Jesus vai pela última vez a Jerusalém, onde, como ele anunciou, vai ser atormentado e morrer. Neste momento os discípulos sentem um medo impressionante pelos eventos graves que podem acontecer e dizem a Jesus: "Os judeus querem matar-Vos e Vós quereis lá ir?"Em seguida, quando intervém Tomé, chamado DIDYMUS (nesta época, era habitual em Israel, as pessoas terem dois nomes - em hebraico e em grego). Por exemplo (Pedro em grego e Cefás em Hebraico). Tomé é nome hebraico. Em grego DIDYMUS, que significa que é dito: o gémeo. São João em (JO 11,16) "Tomé, chamado DIDYMUS, disse aos outros: "Vamos com ele e com Ele morramos". Aqui o apóstolo demonstra seu valor admirável. Um escritor chegou a dizer que este Tomé revelou não só a sua fé mas tinha certeza de uma coisa: aconteça o que acontecer, por muito grave e terrível que seja, não deixarei a Jesus. A valentia não significa não ter medo. Se não experimentarmos medo, seria muito fácil qualquer um ser herói. O verdadeiro valor mostra quando você sabe que pode acontecer o pior, está cheio de receios e terrores, no entanto corre o risco de fazer o que precisa de ser feito. E esse foi o que fez nesse dia Tomé. Ninguém tem que sentir vergonha de medo nem respeito, mas deve sim totalmente envergonhar-se de que devido ao medo façamos o que a consciência nos diz que temos de fazer, São Tomé serve-nos como exemplo. A segunda intervenção: aconteceu na última Ceia. Jesus disse os Apóstolos: "Aonde vou, sabem o caminho". E Tomé respondeu-lhe: "Senhor: não sei onde estarás, como sabemos o caminho?" (JO 14, 15). Os apóstolos não foram capazes de compreender porque este caminho era para a Cruz. Nessa altura não conseguiram compreender isso, tão doloroso era. E entre os Apóstolos ninguém poderia dizer isso que isso significava a sua morte. Esse homem foi Tomé. Ele foi muito sincero e tomou as coisas muito a sério. Tinha de ter a certeza. Assim, manifestou a Jesus, suas perguntas e sua incapacidade de compreender o que ele estava a dizer-lhes.

Bispo, Julho 3

Eremita, Julho 3

Patriarca de Constantinopla, Julho 3
Recolha de
António Fonseca