OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

LOURENÇO, Santo (e outros) – 10 de Agosto

Amadeo de Silva e Meneses, Santo
Sacerdote, 10 Agosto de 1479

Sacerdote
Agosto 10

Incluído na história e santoral pacense. Irmão de Santa Beatriz Silva e Meneses.
Nasceu c. 1431 e lhe impõem por nome Juan. Filho do Alcalde de Campomayor e Uguela Ruiz Gomez de Silva e de Isabel de Meneses. Formou parte de uma família cristã de onze filhos.
Aos dezoito anos ingressou no mosteiro Jerónimo de la Puebla de Guadalupe. Monge exemplar que desempenhou os cargos mais humildes. Os desejos de martírio o levaram a Granada; mas volta a Guadalupe.
Em 11 de Dezembro de 1452 obtêm a obediência do Prior, Gonzalo de Ilescas, para poder mudar-se para Assis, onde troca o hábito branco pelo pardo. Propunha a reforma, chamada "Amadeista" em tempos de Sixto V. Celebra sua primeira Missa em 25 de Março de 1479 e em 10 de Agosto morreu em Roma.

Lorenzo, Santo
Mártir, 10 de Agosto de 258

Mártir
Agosto 10

Etimologicamente significa “coroado de louros”. Vem da língua latina.
Estamos hoje ante um santo singular. Nasceu em Jaca. Se marchou a Roma guiado por sua inquietude espiritual. O Papa Sixto II o nomeou pronto diácono para que se encarregasse dos pobres da cidade.
Coando em 257 publicou o imperador Valeriano um édito de perseguição aos cristãos e o culto que davam ao novo Deus, às vezes nos mesmos cemitérios, o prenderam ao mesmo tempo que ao próprio Papa  aos demais diáconos que tinham missões especiais.
Não obstante, Lorenzo vai a morrer um pouco mais tarde pela única razão de que o imperador o mandou fazer uma colecta de todos os bens que possuíssem os cristãos em Roma.
Lorenzo, após uns dias, se apresentou ante o imperador rodeado de pobres, paralíticos, coxos, mendigos, enfermos e cegos. E com sua cara sorridente, lhe disse:"Estes são os tesouros da Igreja".
Quando ia até à morte tinha pena porque não se considerava digno de morrer por Cristo. Sixto II o animava. O imperador, irritado por sua alegria em compartilhar os sofrimentos de Cristo, ainda que se visse indigno, mandou que o queimassem numas parrillas ardendo.
Incluso nesses momentos teve o humor que sempre o havia caracterizado. Assim se conta que quando estava queimado por uma parte do corpo, se dirigiu aos verdugos e lhes disse:"Já estou bem queimado deste lado, dá-me a volta".
Se não se tem um grande amor a Cristo, é impossível que um ser humano se comporte desta maneira ante uma dor tão horrível.
São Lorenzo é um dos mártires mais célebres em todo o cristianismo.
Se pode dizer que durante toda a Idade Média, juntamente com S. Paulo e S. Pedro foi o padroeiro de Roma, em que há nada menos que 34 igrejas levantadas em seu nome. E não somente em Roma. Também em todos os países há templos que levam sua honra.
¡Felicidades a quem leve este nome!
Comentários al P. Felipe Santos:
fsantossdb@hotmail.com

Filomena, Santa
Mártir, 10 de Agosto

Agosto 10

Etimologicamente significa “rouxinol, amada de Deus”. Vem da língua grega.
Nunca é uma perda de tempo dedicar-se aos outros, sobretudo aos pobres e necessitados.
O culto a esta santa é do mais simples cabo um inventário nas Catacumbas romanas.
Um dia, os arqueólogos, em suas cuidadas escavações, encontraram uma inscrição que levava a inscrição da mártir, uma palma, e um nome em grego que se referia, de forma ampla, a Filomena.
Se concluiu que esta tumba, este lugar numa pedra havia recebido o corpo de uma mártir, sem nenhuma dúvida, e era a de Filomena.
Em seguida se escreveu sua vida à luz de “La Actas” que narram a vida de outros mártires.
O culto se estendeu rapidamente. O santo Cura de Ars rezava a esta santa que havia voltado a ser actual.
Mas passado um pouco mais de tempo, se encontrou, mediante o trabalho dos peritos, outra parte da placa que dizia:"Fhilomena theou", quer dizer, "Amada de Deus".
Certamente havia uma mártir, mas não era seu nome. Como em muitos outros casos, existiam os nomes de Bárbara. Christian, Renato, Cristóbal...
E tudo segue adiante. Se tratava de uma cristã já baptizada. A portadora de Cristo, “a amada de Deus até à morte”.
Ainda que a Igreja em sua reforma do Santoral a tirou do mesmo em 1961, a mártir da Catacumba existiu e se ouviu ao santo Cura de Ars, ¿porquê não nos vai a escutar-nos a nós?
¡Felicidades a quem leve este nome!

Amadeo Gomes, Santo
Biografia, 10 de Agosto

Agosto 10

Etimologicamente significa “que ama a Deus”. Vem da língua latina.
Jesus estava en mim, aí onde ninguém se parece a ninguém. E sem embargo não sentia nada dele. Tão a miúdo o buscava noutra parte. Enquanto fugia das fontes assentadas por ele no profundo de meu ser, por muito que corresse através da terra, vendo longe, muito longe, me perdia por caminhos sem saída. Uma alegria em Deus se fazia impossível.
Amadeo pertencia a uma família nobre de Portugal, já que seu pai, naqueles tempos, era o governador da cidade, e sua mãe, uma mulher piedosa e cheia de virtudes.
Ao baptizá-lo, lhe puseram por nome João. Era um menino raquítico e com muito má saúde.
Seus pais estavam sempre preocupados por ele. Num momento determinado se curou de todos seus males e se fez um rapaz forte.
Se casou muito jovem, aos 18 anos. A chamada da pátria fez que abandonasse a sua mulher para marchar a Castela a lutar contra os mouros, ao mando do rei D. João.
Caiu enfermo e prometeu ao Senhor que si se curava, se entregaria a ele na vida religiosa.
Efectivamente curou. Tomou o hábito da vida religiosa e se pôs por nome Amadeo.
Esteve durante dez anos em Guadalupe, e daqui o destinaram a Granada.
Os mouros o consideravam como um espia. O colheram prisioneiro e lhe fizeram sofrer muito. A de todo, conseguiu sua liberdade.
De volta a Guadalupe, teve revelações divinas. Deixou aos monges Jerónimos para fazer-se franciscano.
Se marchou para Assis, onde se construiu uma pequena ermida. Morreu santamente en el año 1482.
¡Felicidades a quem leve este nome!

 

 

http://es.catholic.net/santoral

Recolha, transcrição e tradução de António Fonseca

Trabalho completado com a aplicação de Windows Live Writer