OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

Imagens e Frases de Natal Religioso

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Nossa Senhora do Rosário - 7 de Outubro

Nossa Senhora do Rosário
Une-te ao Santo Rosário onde quer que estejas, Outubro 7

Nuestra Señora del Rosario

Nuestra Senhora do Rosário

Festa

Martirológio Romano: Memória da santíssima Virgem Maria do Rosário. Neste dia se pede a ajuda da santa Mãe de Deus por meio do Rosário ou coroa mariana, meditando os mistérios de Cristo sob a guia daquela que esteve especialmente unida à encarnação, paixão e ressurreição do Filho de Deus.
A oração do Santo Rosário é uma das devoções mais firmemente arraigada no povo cristão. Popularizou e estendeu esta devoção o papa São Pío V no dia aniversário da vitória obtida pelos cristãos na batalha de Lepanto (1571), vitória atribuída à Mãe de Deus, invocada pela oração do Rosário. Mais - hoje a Igreja não nos convida tanto a rememorar um sucesso longínquo quanto a descobrir a importância de Maria dentro do mistério da salvação e a saudá-la como Mãe de Deus, repetindo sem cessar: Avé Maria. A celebração deste dia é um convite a meditar os mistérios de Cristo, em companhia da Virgem Maria, que esteve associada de um modo especialíssimo à encarnação, à paixão e à glória da ressurreição do Filho de Deus.

Une-te ao Santo Rosário onde quer que estejas.

¿Que é o Santo Rosário?

Até agora se tem considerado como a melhor definição do Rosário, a que deu o Sumo Pontífice São Pío V em sua "Bula" de 1569: "O Rosário ou saltério da Santíssima Virgem, é um modo piedosíssimo de oração, ao alcance de todos, que consiste em ir repetindo a saudação que o anjo deu a Maria; interpolando um Pai Nosso entre cada dez Avé Marias e tratando de ir meditando entretanto na Vida de Nosso Senhor". O Rosário constava de 15 Pai Nossos e 150 Avé Marias, em recordação dos 150 Salmos. Agora são 20 Pai Nossos e 200 Avé Marias, ao incluir os mistérios da luz (luminosos). 
A palavra Rosário significa "Coroa de Rosas". Nossa Senhora revelou a várias pessoas que cada vez que dizem a Avé Maria lhe estão dando a Ela uma formosa rosa e que cada Rosário completo lhe faz uma coroa de rosas. A rosa é a rainha das flores, e assim o Rosário é a rosa de todas as devoções, e por isso a mais importante de todas.
O Rosário está composto de dois elementos: oração mental e oração verbal.
No Santo Rosaria a oração mental não é outra coisa que a meditação sobre os principais mistérios ou factos da vida, morte e glória de Jesus Cristo e de sua Santíssima Mãe. Estes vinte mistérios se hão dividido em quatro grupos: Gozosos, Luminosos, Dolorosos e Gloriosos. 
A oração verbal consiste em recitar quinze dezenas (Rosário completo) ou cinco dezenas de Avé Marias, cada dezena encabeçada por um Pai Nosso, enquanto meditamos sobre os mistérios do Rosário. 
A Santa Igreja recebeu o Rosário em sua forma actual no ano 1214 de uma forma milagrosa: quando Nossa Senhora apareceu a Santo Domingo e lho entregou como uma arma poderosa para a conversão dos hereges e outros pecadores desses tempos. Desde então sua devoção se propagou rapidamente ao redor do mundo com incríveis e milagrosos resultados.
Entre as várias formas e modos de honrar a Mãe de Deus, optando pelas que são melhores em si mesmas e mais agradáveis a Ela, é a reza do Santo Rosário a que ocupa o lugar proeminente. Vale a pena recordar que entre as variadas aparições da Santíssima Virgem, sempre Ela há insistido na Oração do Rosário. É assim como, por exemplo, em 13 de Maio de 1917 numa aldeia de Portugal chamada Cova de Iria, a Santíssima Virgem insiste com veemência na oração do Rosário aos três pastorinhos, numa de suas muitas aparições a estes três videntes.
Sendo um sacramental, o Santo Rosário contém os principais mistérios de nossa religião Católica, que nutre e sustenta a fé, eleva a mente até às verdades divinamente reveladas, nos convida a conquista da eterna pátria, acrescenta a piedade dos fieis, promove as virtudes  e as robustece. O Rosário é alto em dignidade e eficácia, poderia dizer-se que é a oração mais fácil para os simples e humildes de coração, é a oração mais especial que dirigimos a nossa Mãe para que interceda por nos ante o trono de Deus. 
O Santo Rosário prolonga a vida litúrgica da Igreja mas não a substitui, ao contrário enriquece e dá vigor à mesma liturgia. É por isso, que o Santo Rosário se demarca como uma prece dentro da religiosidade popular que contém um grande tesouro de valores que responde com sabedoria cristã às grandes interrogações da existência. 
O povo latino americano é profundamente Mariano, reconhece com uma grande sabedoria popular católica, que chegamos a Jesus Salvador através de Maria Santíssima sua Mãe e desde os mesmos tempos do descobrimento e da conquista de América, se gerou uma grande devoção pela Virgem Maria; N'Ela, nossos povos sempre têm visto o rosto maternal de quem nos trouxe a salvação e com a primeira manifestação explicita da Rainha do Céu em terra americana, com rosto e figura de mulher mestiça, no México, se acrescentou ainda maior o amor e a devoção a ela em todos os países hispano falantes, reconhecendo-a como nossa própria Mãe, cheia de amor, de misericórdia e de piedade para com seus filhos. Sentimento que vai em relação directa com a origem mesmo da Maternidade Divina: Maria é Mãe de Deus Redentor é também verdadeiramente a Mãe de todos os membros de Cristo, porque Ela colaborou com seu amor a que nascessem na Igreja, os crentes, membros daquela cabeça que é Cristo. 
O passar do tempo, os costumes modernos, e a inovação de formas de oração, não podem deixar a um lado a reza do Santa Rosário. De facto, os Santos Padres e os Santos têm tido uma profunda devoção a este sacramental, nós como católicos e como amantes da Rainha do Céu temos de ser ferventes devotos do Rosário. É digno de recordar que a família que reza unida permanece unida, Que a recitação piedosa e consciente do Santo Rosário nos traga a paz à alma e nos una mais estreitamente a Maria para viver autenticamente nosso cristianismo.

Faz click aqui se queres conhecer mais sobre a história do Santo Rosário.

In: http://Catholic.net

Lembrança do autor deste blogue.

Na Igreja da Comunidade de São Paulo, do Viso, venera-se desde 13 de Maio de 2009, após a entronização da sua imagem (diferente de todas as outras que se conhecem, pois que é uma visão muito pessoal da sua escultora Ana Carvalho) a Nossa Senhora do Rosário, sob esta invocação.

100_3046-1

(António Fonseca)

Marcos I, Santo
XXXIV Papa, Outubro 7

Marcos I, Santo

Marcos I, Santo

XXXIV Papa

Martirológio Romano: Em Roma, S. Marcos, papa, que fundou o título «in Palacinis» e edificou uma basílica no cemitério de Balbina, na via Ardeatina, onde foi sepultado (336).

Foi o primeiro Papa eleito depois de que Constantino deu carta de cidadania à Igreja.
O santo não se deixou levar pela bonança das novas circunstâncias, mas redobrou seu zelo naquela era de paz, sabedor de que o demónio jamais concede uma trégua aos cristãos. São Marcos, que havia trabalhado pela Igreja durante o pontificado de São Silvestre, foi elevado à sede apostólica em 18 de Janeiro de 336. Só cingiu a tiara pontifícia durante 8 meses e vinte dias, já que morreu em 7 de Outubro do mesmo ano.

Santos - 7 de Outubro

Nossa Senhora do Rosário
Une-te ao Santo Rosário onde quer que estejas, Outubro 7

Sérgio e Baco, Santos
Mártires, Outubro 7

Sergio y Baco, Santos

Sérgio e Baco, Santos

Mártires na Síria

Martirológio Romano: Em Betsaloe, da província de Augusta Eufratesia, na Síria, santos Sérgio e Baco, mártires (s. III/IV).
Etimologia: Sérgio = aquele que é o guardião, vem do latim; e

Baco = aquele que grita estrepitosamente, vem do grego.

São Sérgio e São Baco foram durante princípios do século IV importantes militares do imperador Maximiano, que os tinha em grande estima pela valentia militar desempenhada em seus cargos: Sérgio como primicerius (chefe-comandante da escola dos gentis) e Baco como secundarius.
Provavelmente devido ao alto cargo desempenhado e à confiança pessoal com o imperador, se desatou uma forte inveja entre seus subalternos, que descobriram seu cristianismo ante ele. Maximiano se negou a crer e os chamou para perguntar-lhes pessoalmente, posto que o cristianismo era condenado com tortura e a morte. Ante a declaração de fé cristã de Sérgio e Baco, o imperador lhes deu uma última oportunidade: se fizessem uma oferenda aos ídolos, não só seriam perdoados mas além disso seriam restituídos em seus cargos com ainda mais privilégios. Sérgio e Baco se negaram.
Quando chegaram ao palácio, Maximiano os chamou e disse ("as bodas da semelhança", John Boswell): ´Sois os mais malvados dos homens, pois em troca da amizade que vos dispensei, convencido que observáveis o devido respeito aos deuses, desavergonhadamente me haveis oferecido o que se opõe à lei de obediência e sujeição. Mas ¿porque haveríeis de blasfemar também aos deuses, através dos quais a espécie goza de tão abundante paz? ¿Não vos precatais de que o Cristo que adorais era o filho de um carpinteiro, nascido de mãe adúltera, a quem os denominados judeus executaram mediante crucifixão, porque, conduzindo-os a erro mediante a magia e proclamando-se Deus, se havia convertido em causa de dissensões e múltiplos problemas entre eles? A grande raça de nossos deuses nasceu toda ela de matrimónio legal, o do altíssimo Zeus, o mais santo, que através de seu matrimónio e união com a bendita Hera lhes deu nascimento. Imagino que também havereis ouvido falar dos heróicos e doze principais trabalhos do divino deus Hércules, nascido de Zeus´.
Baco foi golpeado até à morte. A Sérgio se obrigou a correr 18 milhas com calçados que tinham cravos por dentro, atravessando os pés do santo. Logo foi decapitado (ano 303).
Posteriormente foram construídas igrejas em Constantinopla (agora mesquita), Acre e Roma. Sua festa se celebra em 7 de Outubro e se podem ver em várias representações artísticas sempre juntos, algumas vezes cavalgando como soldados ou em pinturas com seu uniforme militar e Jesus atrás deles.

Taide (ou Thais) de Egipto, Santa
Penitente, Outubro 7

Taide (o Thais) de Egipto, Santa

Taide (ou Thais) de Egipto, Santa

Penitente

Etimologia: Taide = habitante de Tebas. Vem da língua egípcia.
Em ocasiões se pensa que chegar a ser santo pressupõe uma existência de oração, enclausuramento ou martírio; se bem que em muitos casos assim haja sido, em outros não: já que acérrimos pecadores recalcitrantes hão logrado a santidade, e assim o demonstra a vida de Thais. Era egípcia.
Se desconhecem a data e o lugar de seu nascimento, e os detalhes de sua família e infância. Sua biografia se remonta a sua juventude, quando, por sua beleza se dedicou ao ofício da prostituição e viveu com riquezas e luxos; sem embargo, se diz que não era feliz.
O facto que mudou a sua vida pecadora foi conhecer a um eremita dedicado à oração e a penitência, na solidão do deserto da Tebaida, e este eremita, com o tempo, seria conhecido como San Pafnucio (11 de Setembro); aconselhando-a, logrou o sincero arrependimento de Thais, que abandonou sua conduta dissipada.
O venerável varão lhe disse que como penitência, para que demonstrasse que estava sinceramente arrependida, permaneceria o resto de seus dias na cela de um mosteiro feminino, em contínua oração e penitência extrema.
Tempo depois, por sua piedade, Thais professou na vida religiosa, na qual foi exemplo de santidade e fidelidade ao Criador até sua morte naquele lugar.
Seu culto se perde na memória dos tempos. Iconografia: com bordada túnica, em atitude orante; a seu lado uma caravela, alusiva à penitência.
Intercessora de pecadores arrependidos que levaram uma vida desordenada.

Justina de Pádua, Santa
Virgem e mártir, Outubro 7

Justina de Padua, Santa

Justina de Pádua, Santa

Mártir

Martirológio Romano: Em Pádua, nos confins de Veneza, santa Justina, virgem e mártir (s. III/IV).
Etimologia: Justina = que observa o direito, vem do latim
São Venâncio Fortunato, bispo de Poitiers a princípios do século VII, considera a Santa Justina como uma das virgens mais ilustres cuja santidade e triunfo hão sido consagrados pela Igreja e afirma que seu nome faz tão famosa a Pádua como o de Santa Eufémia a Calcedónia e o de Santa Eulália a Mérida.
O mesmo autor, no poema que dedicou à vida de São Martinho, exorta aos peregrinos que vão a Pádua a beijar o sepulcro da bem-aventurada Justina.
A princípios do século VI, se construiu em Pádua uma igreja em honra da santa e aparentemente que suas relíquias foram descobertas aí em 1117. Pela mesma época viu a luz uma versão não comprovável das actas do martírio da santa. Segundo esse documento, Justina foi baptizada por São Prosdósimo, "um discípulo do bem-aventurado Pedro", o qual comunicou ao autor os dados que possuía sobre a santa. Prosdósimo, segundo o relato a que nos referimos, foi o primeiro bispo de Pádua e sofreu o martírio durante a perseguição de Nero. Santa Justina foi decapitada por haver permanecido fiel à fé. O relato acrescenta muitos detalhes de cuja verdade não existe prova alguma. 
A "reforma" beneditina de Santa Justina, que data do século XV e é conhecida actualmente em Itália com o nome de congregação de Monte Cassino, tomou seu nome do da abadia de Pádua em que foi fundada.

NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO - (e outros Santos) - 7 de Outubro

Nossa Senhora do Rosário
Une-te ao Santo Rosário onde quer que estejas, Outubro 7

Nuestra Señora del Rosario

Nuestra Senhora do Rosário

Festa

Martirológio Romano: Memória da santíssima Virgem Maria do Rosário. Neste dia se pede a ajuda da santa Mãe de Deus por meio do Rosário ou coroa mariana, meditando os mistérios de Cristo sob a guia daquela que esteve especialmente unida à encarnação, paixão e ressurreição do Filho de Deus.
A oração do Santo Rosário é uma das devoções mais firmemente arraigada no povo cristão. Popularizou e estendeu esta devoção o papa São Pío V no dia aniversário da vitória obtida pelos cristãos na batalha de Lepanto (1571), vitória atribuída à Mãe de Deus, invocada pela oração do Rosário. Mais - hoje a Igreja não nos convida tanto a rememorar um sucesso longínquo quanto a descobrir a importância de Maria dentro do mistério da salvação e a saudá-la como Mãe de Deus, repetindo sem cessar: Avé Maria. A celebração deste dia é um convite a meditar os mistérios de Cristo, em companhia da Virgem Maria, que esteve associada de um modo especialíssimo à encarnação, à paixão e à glória da ressurreição do Filho de Deus.

Une-te ao Santo Rosário onde quer que estejas.

¿Que é o Santo Rosário?

Até agora se tem considerado como a melhor definição do Rosário, a que deu o Sumo Pontífice São Pío V em sua "Bula" de 1569: "O Rosário ou saltério da Santíssima Virgem, é um modo piedosíssimo de oração, ao alcance de todos, que consiste em ir repetindo a saudação que o anjo deu a Maria; interpolando um Pai Nosso entre cada dez Avé Marias e tratando de ir meditando entretanto na Vida de Nosso Senhor". O Rosário constava de 15 Pai Nossos e 150 Avé Marias, em recordação dos 150 Salmos. Agora são 20 Pai Nossos e 200 Avé Marias, ao incluir os mistérios da luz (luminosos). 
A palavra Rosário significa "Coroa de Rosas". Nossa Senhora revelou a várias pessoas que cada vez que dizem a Avé Maria lhe estão dando a Ela uma formosa rosa e que cada Rosário completo lhe faz uma coroa de rosas. A rosa é a rainha das flores, e assim o Rosário é a rosa de todas as devoções, e por isso a mais importante de todas.
O Rosário está composto de dois elementos: oração mental e oração verbal.
No Santo Rosaria a oração mental não é outra coisa que a meditação sobre os principais mistérios ou factos da vida, morte e glória de Jesus Cristo e de sua Santíssima Mãe. Estes vinte mistérios se hão dividido em quatro grupos: Gozosos, Luminosos, Dolorosos e Gloriosos. 
A oração verbal consiste em recitar quinze dezenas (Rosário completo) ou cinco dezenas de Avé Marias, cada dezena encabeçada por um Pai Nosso, enquanto meditamos sobre os mistérios do Rosário. 
A Santa Igreja recebeu o Rosário em sua forma actual no ano 1214 de uma forma milagrosa: quando Nossa Senhora apareceu a Santo Domingo e lho entregou como uma arma poderosa para a conversão dos hereges e outros pecadores desses tempos. Desde então sua devoção se propagou rapidamente ao redor do mundo com incríveis e milagrosos resultados.
Entre as várias formas e modos de honrar a Mãe de Deus, optando pelas que são melhores em si mesmas e mais agradáveis a Ela, é a reza do Santo Rosário a que ocupa o lugar proeminente. Vale a pena recordar que entre as variadas aparições da Santíssima Virgem, sempre Ela há insistido na Oração do Rosário. É assim como, por exemplo, em 13 de Maio de 1917 numa aldeia de Portugal chamada Cova de Iria, a Santíssima Virgem insiste com veemência na oração do Rosário aos três pastorinhos, numa de suas muitas aparições a estes três videntes.
Sendo um sacramental, o Santo Rosário contém os principais mistérios de nossa religião Católica, que nutre e sustenta a fé, eleva a mente até às verdades divinamente reveladas, nos convida a conquista da eterna pátria, acrescenta a piedade dos fieis, promove as virtudes  e as robustece. O Rosário é alto em dignidade e eficácia, poderia dizer-se que é a oração mais fácil para os simples e humildes de coração, é a oração mais especial que dirigimos a nossa Mãe para que interceda por nos ante o trono de Deus. 
O Santo Rosário prolonga a vida litúrgica da Igreja mas não a substitui, ao contrário enriquece e dá vigor à mesma liturgia. É por isso, que o Santo Rosário se demarca como uma prece dentro da religiosidade popular que contém um grande tesouro de valores que responde com sabedoria cristã às grandes interrogações da existência. 
O povo latino americano é profundamente Mariano, reconhece com uma grande sabedoria popular católica, que chegamos a Jesus Salvador através de Maria Santíssima sua Mãe e desde os mesmos tempos do descobrimento e da conquista de América, se gerou uma grande devoção pela Virgem Maria; N'Ela, nossos povos sempre têm visto o rosto maternal de quem nos trouxe a salvação e com a primeira manifestação explicita da Rainha do Céu em terra americana, com rosto e figura de mulher mestiça, no México, se acrescentou ainda maior o amor e a devoção a ela em todos os países hispano falantes, reconhecendo-a como nossa própria Mãe, cheia de amor, de misericórdia e de piedade para com seus filhos. Sentimento que vai em relação directa com a origem mesmo da Maternidade Divina: Maria é Mãe de Deus Redentor é também verdadeiramente a Mãe de todos os membros de Cristo, porque Ela colaborou com seu amor a que nascessem na Igreja, os crentes, membros daquela cabeça que é Cristo. 
O passar do tempo, os costumes modernos, e a inovação de formas de oração, não podem deixar a um lado a reza do Santa Rosário. De facto, os Santos Padres e os Santos têm tido uma profunda devoção a este sacramental, nós como católicos e como amantes da Rainha do Céu temos de ser ferventes devotos do Rosário. É digno de recordar que a família que reza unida permanece unida, Que a recitação piedosa e consciente do Santo Rosário nos traga a paz à alma e nos una mais estreitamente a Maria para viver autenticamente nosso cristianismo.

Faz click aqui se queres conhecer mais sobre a história do Santo Rosário.

Lembrança do autor deste blogue.

Na Igreja da Comunidade de São Paulo, do Viso, venera-se desde 13 de Maio de 2009, após a entronização da sua imagem (diferente de todas as outras que se conhecem, pois que é uma visão muito pessoal da sua escultora Ana Carvalho) a Nossa Senhora do Rosário, sob esta invocação.

pormenor2 pormenor1 vista-frente

(três imagens de pormenor mais a imagem final)

100_3046-1

(António Fonseca)

Marcos I, Santo
XXXIV Papa, Outubro 7

Sérgio e Baco, Santos
Mártires, Outubro 7

Taide (ou Thais) de Egipto, Santa
Penitente, Outubro 7

Justina de Pádua, Santa
Virgem e mártir, Outubro 7

 

Outros Santos e Beatos de 7 de Outubro
Completando o santoral deste dia, Outubro 7

São Marcelo, mártir
Em Cápua, da Campânia, são Marcelo, mártir (s. III/IV).

 

SAN AUGUSTO 
DE BOURGESSanto Augusto, abade
Em Bourges, cidade de Aquitânia, santo Augusto, presbítero e abade, o qual uma enfermidade o tinha mãos e pés anquilosados, de maneira que se aguentava sobre os joelhos e cotos, e foi milagrosamente curado por intercessão de são Martinho. Reuniu a muitos monges e se dedicou à pregação contínua (c. 560).

São Paládio, bispo
Na cidade de Saintes, também em Aquitânia, são Paládio, bispo, que erigiu uma basílica sobre o sepulcro de santo Eutrópio e fomentou o culto dos santos na sua cidade episcopal (c. 596).

Beato Martín o Cid, abade

No mosteiro de Bellafuente (depois Valparaíso), no reino de León, beato Martín, apelidado Cid, que fundou este cenóbio e o agregou à Ordem Cisterciense (1152).

Beato Juan Hunot, presbítero e mártir
No braço de mar frente a Rochefort, em França, beato Juan Hunot, presbítero e mártir, que, por sua condição de sacerdote, durante a perseguição contra a Igreja foi encarcerado numa velha nave, demonstrando durante o  cativeiro sua fidelidade para com Deus (1794).
Beato José 
Llosá

Beato José Llosá Balaguer, religioso e mártir

VideoBar

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

SITI CATTOLICI ITALIANI