OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Nº 1169–28 DE OUTUBRO DE 2010–SANTOS DO DIA

 

SÃO SIMÃO e SÃO JUDAS

Apóstolos

Judas Tadeo y Simón Santos

Judas Tadeo y Simón Santos

Estamos mal informados sobre estes dois apóstolos. Na lista dos Doze, Simão vem no undécimo lugar em Marcos e Mateus, e no décimo em Lucas; Judas, no undécimo em Lucas e no décimo em Marcos e Mateus; dão a este o cognome de Tadeu. O lugar no fim da lista leva a pensar nos trabalhadores contratados às cinco horas da tarde (Mt 20, 6) ou nos convidados modestos (Lc 14, 10). Pode-se conjecturar que os nossos dois santos não eram os mais importantes do ilustre colégio: talvez vindos em último lugar, talvez mais novos? SIMÃO tinha o cognome de Cananeu, palavra hebraica que significa «zeloso». Isto recorda a afirmação de Elias: «Ardi de zelo por Javé» (I Rs 19, 10). Nicéforo Calisto (século XIV) diz que ele pregou na África e na Grã-Bretanha; coisa semelhante afirmam os autores gregos, mas são fontes sem autoridade. São Fortunato, bispo de Poitiers no fim do século VI, indica estarem enterrados Simão e Judas na Pérsia. Isto vem das histórias apócrifas dos apóstolos; segundo elas, foram martirizados em Suanir, na Pérsia. É o que refere o martirológio jeronimita. Outros dizem que Simão foi sepultado perto do Mar Negro; na Caucásia foi elevada em sua honra uma igreja entre o VI e o VIII séculos. Beda, pelo ano de 735, colocou os dois Santos no martirológio a 28 de Outubro; assim, ainda hoje os celebramos. Na antiga basílica de S. Pedro do Vaticano havia uma capela de dois santos, Simão e Judas, e nela se conservava o Santíssimo Sacramento. JUDAS, um dos Doze, era chamado também Tadeu ou Lebeu, que São Jerónimo interpreta como homem de senso prudente. Na Ceia pergunta a Jesus: «Senhor, como é que Te vais manifestar a nós e não ao mundo» E o Senhor respondeu: «Se alguém Me ama, guardará a minha Palavra; Meu Pai amá-lo-á e viremos a ele e fare,mios nele morada» (Jo 14, 22-23). Feliz Judas Tadeu que foi o primeiro a saber qual a condição para alojarmos a Deus mais completamente, mais interiormente que Zaqueu (Lc 19)! Honremos a Palavra Divina, e teremos de morada o divino hóspede. Este Judas não era o irmão de Tiago menor e primo de Nosso Senhor (Mt 13, 55; Mc 6, 3)? Era esse «Judas de Tiago», undécimo apóstolo para Lucas (6, 15-16) e último (quando faltava o Iscariotes) nos Atos 1, 13? Judas apóstolo era o mesmo que o «irmão» (primo) de Jesus, e primo de Tiago, bispo de Jerusalém? A identificação é discutível. É verosímil que fosse de Nazaré, filho de Coplas (ou Cleófas) e de Maria, irmão de Tiago, de José e de Simão, e com algumas irmãs. Temos uma epístola de Judas «irmão de Tiago», que foi classificada como uma das epístolas católicas. Parece ter em vista convertidos, e combate seitas corrompidas na doutrina e nos costumes. Começa com estas palavras: «Judas, servo de Jesus Cristo, e irmão de Tiago, aos chamados e amados por Deus Pai, e conservados para Jesus Cristo: misericórdia, paz e amor vos sejam concedidos abundantemente». Orígenes achava esta epistolazinha «cheia de forças e de graça do céu». É lícito pensar que foi Judas um desses «irmãos do Senhor» que partiam em missões com a sua «irmã» (cfr. 1 Cor 9, 5). Mas não sabemos para onde orientou os seus passos. Segundo São Jerónimo, Judas terá pregado em Osroene (região de Edessa), sendo rei Agbar. terá evangelizado a Mesopotâmia, segundo Nicéforo Calisto. São Paulino de Nola tinha-o como apóstolo da Líbia. Fortunato de Poitiers julgava-o enterrado na Pérsia; os martirológios latinos conservaram esta notícia, utilizando uma narração que o reúne com Simão. Eusébio de Cesareia narra que dois netos de Judas cultivavam uma propriedadezinha, mas que, sendo perseguidos como cristãos no tempo de Domiciano (96), acalmaram os perseguidores mostrando-lhes as mãos calosas e expondo-lhes a esperança que tinham num rei inofensivo – um rei do céu que só apareceria no fim do mundo. Estes dois netos foram muito honrados na Igreja e viveram até aos tempos de Trajano. Os sinaxários gregos falam dum Judas irmão de Tiago em Maio e em Junho, e dum Judas o «zeloso» em Maio. Concluamos com um autor do século XVIII: «O mais seguro em tudo isto está em confessarmos que ignoramos de facto, e em submetermos a nossa curiosidade à sabedoria de Deus, que nos esconde os seus maiores Santos, para nos ensinar a gostarmos de ficar ocultos e desconhecidos diante dos homens, para sermos melhor conhecidos por Ele». Conta-se que Nosso Senhor, em revelações particulares, teria declarado que atenderá os pedidos daqueles que, nas suas maiores aflições, recorrerem a São Judas Tadeu. Santa Brígida refere que Jesus lhe disse que recorresse a este apóstolo, pois ele lhe valeria nas suas necessidades. Tantos e tão extraordinários são os favores que S. Judas Tadeu concede aos seus devotos, que se tornou conhecido com o título de Patrono dos Aflitos e Padroeiro das causas desesperadas. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt. Ver também www.es.catholic e www.santiebeati.it

SANTO MALCHION

Presbítero (por 270)

Malchion é nome de origem semítica, que se deve aproximar de Malco, do nosso Rei ou Reis, e do grego Basílio. As formas Malachion ou Melchior estão menos testemunhadas, tratando-se da personagem que nos ocupa. Eusébio de Cesareia, essa fonte admirável para a antiguidade cristã, diz-nos que Malchion foi em Antioquia homem eloquente, um dos mestres do ensino sofistico nas escolas helénicas; devido à sua incomparável pureza na fé em Cristo, fora honrado com o sacerdócio para serviço desta Igreja. Num concílio realizado em Antioquia contra Paulo de Samosata, bispo herético, Malchion foi o único capaz de convencer de erro esse homem dissimulado e enganador. Eusébio acrescenta que os taquígrafos notaram a discussão e que ela lhe chegou por este processo; assim teve conhecimento dela também São Jerónimo. Este assim nos fala no seu De viris illustribus: «Malchion, padre muito eloquente da Igreja de Antioquia, ensinou retórica nesta cidade com o maior êxito. Discutiu, diante de secretários que tomavam notas, contra Paulo de Samosata, bispo de Antioquia… (Malchion) floresceu no tempo de Cláudio (II) e Aureliano» (pelo ano de 270). Um primeiro concílio não conseguira surpreender Paulo de Samosata e mostrá-lo em contradição com o ensino tradicional; foi para uma segunda sessão, em 268, que os prelados recorreram à dialéctica de Malchion. Devido à sua formação filosófica, ela era contundente e concreta. Conseguiu descobrir os defeitos de Paulo quanto à união do Verbo com o composto humano. Segundo Paulo, esta união era acidental, puramente moral. Malchion, pelo contrário, afirmava com toda a razão a unidade substancial do Deus-Homem. A seguir Malchion entrou na sombra. É mencionado nos sinaxários no dia 28 de Outubro, com Firmiliano, bispo de Cesareia: mas foram os dois que venceram Paulo de Samosata. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt.

Cirila, Santa
Outubro 28 Mártir,

Mártir
 

Etimologicamente significa “entrega ao Senhor” ou “senhora”. Vem da língua grega e persa.
Há crentes neste terceiro milénio que se envergonham de anunciar o Evangelho. Vai-se a casa de alguém e se fala de tudo menos de Deus. Se por acaso sai o tema da Igreja é sempre para a criticar. E haveria que lhes dizer: ¿Não faz nada novo e bom?
A jovem Cirila, ao contrário de nome masculino de que há vários santos, foi uma crente do século III, martirizada por amor a Cristo, por confessar sua fé incondicional ao que dá sentido à vida.
duas Cirilas no calendário. Uma delas celebra sua onomástica em 5 de Junho.
Era uma cristã de Cirene, Líbia. Durante a perseguição de Maximino, no ano 300, a obrigaram a oferecer o incenso aos deuses pagãos.
Ao negar-se rotundamente, ela mesma apanhou o fogo e, em lugar de acender o incenso, cortou o punho e se queimou.
Isto foi tão só o começo de uma série de torturas horríveis.
A segunda jovem que leva este nome é a que se comemora hoje. Era uma santa do século III. A martirizaram com sua mãe pelo simples facto de ser cristãs.
Há uma lenda que teve uma ampla difusão. Nela se conta que os pais pagãos quiseram casá-la. Ela respondeu – como tantas outras virgens – que seu esposo era muito mais rico e nobre.
Se tratava daquele Jesus Cristo que muitos pagãos não conheciam. Foi graças a Cirila que foram aderindo à sua vida e doutrina.
Ter-lhe-ia sido muito fácil queimar incenso aos deuses. Total, ¿que mais dá conta de salvar a pele?
Mas esse gesto poderia supor, ante os sacerdotes e autoridades, a apostasia de sua fé.
¡Felicidades a quem leve este nome!

Fidel de Como, Santo
Outubro 28 Mártir,

Etimologicamente significa “fiel”. Vem da língua latina.
Disse Miqueas: “Estou alerta aguardando ao Senhor, meu Deus e salvador. Se me sinto em trevas, o Senhor é minha luz”.
Há em Como uma bela igreja românica, com abside e cúpula, dedicada a este
santo.
Fidel
foi mártir nos primeiros séculos. E ainda que sua fama seja muito grande, as noticias existentes acerca de sua vida, não são muito abundantes que digamos.
Provavelmente foi um missionário cristão, enviado pelo bispo de Milão às margens do lago, que todavía estava habitado por pagãos.
Este bispo milanês era são Materno, do século III.
Fidel pregou o Evangelho aos pagãos que adoravam a seus numerosos deuses.
Há outra tradição que diz que era das Legiões imperiais.
Se fez um desertor ao se converter ao cristianismo. Eram os tempos em que Diocleciano publicou os primeiros éditos contra os seguidores de
Jesus Cristo.
Prenderam-no em Como, foi julgado e condenado à morte.
Depois de sua morte, surgiram numerosas histórias acerca de sua vida, obra e milagres.
Há narrações que falam de que a tumba de são Fidel está em Como, em algum de seus extremos.
O certo é que antes do ano mil, as relíquias de são Fidel se levaram a Como à igreja de santa Eufémia. Em 1572 são Carlos Borromeu levou os restos a Milão.
¡Felicidades a quem leve este nome!

Francisco Díaz del Rincón, Santo
Outubro 28 Mártir dominicano,

Francisco Díaz del Rincón, Santo

Francisco Díaz del Rincón, Santo

É o mais jovem do grupo de mártires dominicanos na China.
Nasceu en Écija, Sevilha, em 2 de outubro de 1713, e nesta cidade se fez religioso em 1730, no
Convento de São Paulo.
Impulsionado por um fervente espírito missionário em 1735 já estava nas Filipinas e recebe o sacerdócio em Manila. Chegou à China em 1738. Poucos anos depois, em 1746, foi preso e, depois de grandes sofrimentos, morre enforcado em 28 de outubro de 1748, sendo depois queimado seu corpo.
Era religioso de grande piedade e espírito penitencial. Foi beatificado por Leão XIII em 14 de maio de 1893 e canonizado por João Paulo II em 1 de Outubro de 2000.
Para ver mais sobre os 120 mártires em China faz "click" AQUI

Francisco Serrano, Santo
Outubro 28 bispo e mártir,

Francisco Serrano, Santo

Francisco Serrano, Santo

Nasceu em Hueneja (Granada) em 4 de dezembro 1695. Aos 18 anos tomou o hábito da Ordem dos Pregadores no Convento de Santa Cruz a Real de Granada.
Em 1725 chega às Filipinas e em 1738 à China, onde foi missionário durante mais de 20 anos.
Já na prisão, lhe chega a nomeação de bispo titular de Tipasa e coadjutor do Vigário Apostólico de Fukien, Pedro Sans, mas não pôde receber a consagração episcopal.
Morre por asfixia, e logo seu cadáver foi queimado, em 25 de outubro de 1748. Se conservaram algumas relíquias suas. Teve grande austeridade, devoção ao rosário e fervor missionário. Foi beatificado por Leão XIII em 14 de maio de 1893 e canonizado por João Paulo II em 1 de Outubro de 2000.
Para ver mais sobre os 120 mártires na China faz "click" AQUI

Joaquín Royo Pérez, Santo
Outubro 28 Sacerdote dominicano,

Joaquín Royo Pérez, Santo

Joaquín Royo Pérez, Santo

Nasceu em Hinojosa (Teruel) em setembro de 1691 e recebeu o hábito dominicano em Valência.
Aos 21 anos, todavía não era sacerdote, viaja para Manila, Filipinas, em 1712 e em 1715 entra na China, onde exerceu o apostolado durante 33 anos.
Para evitar maiores vexações aos cristãos por parte dos perseguidores que o buscavam, por conselho do bispo Pedro Sans, se entregou em suas mãos em 1746.
Morre em 28 de outubro 1748, como os outros companheiros, asfixiado e depois seu corpo queimado.
Era de uma extraordinária piedade e de grande eficácia apostólica. Foi beatificado Leão XIII em 14 de maio de 1893 e canonizado por João Paulo II em 1 de outubro de 2000.
Para ver mais sobre os 120 mártires na China faz "click"
AQUI

João Alcober Figueiroa, Santo
Outubro 28 Presbítero dominicano e mártir,

Juan Alcober Figueroa, Santo

Juan Alcober Figueiroa, Santo

Nascido em Granada em 21 de dezembro de 1694. Vestiu o hábito dominicano no Convento de Santa Cruz a Real de sua cidade.
Partiu para Manila, Filipinas, em 1725, onde passou 3 anos. Em 1728 chegou à China onde pregou o Evangelho durante 20 anos.
Em 1741 é vigário provincial da missão. Preso em 1746 morre enforcado em 28 de outubro de 1748, sendo depois seu cadáver queimado.
Se distinguiu especialmente por sua eficácia apostólica. Foi beatificado por Leão XIII em 14 de maio de 1893 e canonizado por João Paulo II em 1 de outubro de 2000.
Para ver mais sobre os 120 mártires na China faz "click"
AQUI

José Ruiz Bruixola, Beato
Outubro 28 Pároco mártir,

José Ruiz Bruixola, Beato

José Ruiz Bruixola, Beato

Pároco de São Nicolás en Valencia.
Estudou no  Seminário de Valência. Ordenado em 1882, foi coadjutor de Quart de Poblet e depois esteve em várias paróquias da capital. Destacou-se por suas atenções aos pobres e enfermos. Amigo de dom José Bau, formou com ele uma escola de espiritualidade para o clero. Martirizado aos 79 anos.
É um dos mártires da Guerra Civil espanhola. Para ver mais sobre os 233 mártires em Espanha faz "click"
AQUI

Rodrigo Aguilar Alemán, Santo
Outubro 28 Mártir mexicano,

Rodrigo Aguilar Alemán, Santo

Rodrigo Aguilar Alemán, Santo

Nasceu em Sayula, Jalisco (Diocese de Cidade Guzmán), em 13 de março de 1875. Pároco de União de Tula, Jalisco (Diocese de Autlán). Sacerdote poeta de fina sensibilidade.
Consagrou seu sacerdócio à Virgem Santíssima de Guadalupe. Com todo seu coração implorou: «Senhor, dá-nos a graça de padecer em teu nome, de selar nossa fé com nosso sangue e coroar nosso sacerdócio com o martírio ¡Fiat voluntas tua!» Por isso, quando teve que abandonar sua paróquia e ocultar-se na povoação de Ejutla, Jalisco, e quando chegaram as tropas federais para prendê-lo, seu rosto resplandecia de paz e gozo, e se despediu dizendo: «Nos vemos no céu».
Na madrugada de 28 de outubro de 1927 foi conduzido à praça de Ejutla. Atiraram a corda a um ramo grosso de uma árvore de mango, fizeram um laço e o colocaram ao pescoço do sacerdote.
Logo quiseram pôr à prova sua fortaleza e com altanaria lhe perguntaram: «¿Quem vive?» A valente resposta foi: «¡Cristo Rei e Santa María de Guadalupe!» Então a corda foi tirada com força e o senhor cura Aguilar ficou suspenso. Desceu de novo e repetiu-se-lhe a pergunta: «¿Quem vive?» Por segunda vez disse com voz firme: «¡Cristo Rei e Santa María de Guadalupe!» Novamente o mesmo suplicio e por terceira vez, o «¿Quem vive?» O mártir agonizante, arrastando a língua repetiu: «Cristo Rei e Santa María de Guadalupe».
Foi canonizado em 21 de Maio do ano 2000 por João Paulo II
Para ler mais sobre sua obra e vida faz "clik"
AQUI
Texto reproduzido com autorização de Vatican.va

Salvador Damián, Beato
Outubro 28 Mártir,

Salvador Damián, Beato

Salvador Damián, Beato

Veterinário de profissão, pai de seis filhos e viúvo.
Desenvolveu sua profissão honestidade; de missa e comunhão diária, pertenceu a várias associações religiosas sendo sempre coerente com a fé católica.
É um dos mártires da Guerra Civil espanhola. Para ver mais sobre os 233 mártires em Espanha faz "click"
AQUI

21900 > San Giuda Taddeo Apostolo  - Festa MR
21850 > San Simone Apostolo  - Festa MR
21875 > Santi Simone e Giuda Apostoli  - Festa MR

94766 > Beato Bononato de Prexano
90410 > Santa Cirilla di Roma Vergine e martire 
91810 > San Cirillo Venerato a Cellio 
91237 > San Diomede il Giovane 
75500 > Sant' Elio di Lione Vescovo 
75485 > San Farone di Meaux Vescovo  MR
90408 > San Fedele di Como Martire  MR
75550 > San Ferruccio di Magonza Martire  MR
92172 > San Francesco Diaz del Rincón Domenicano, martire  MR
92173 > San Francesco Serrano Vescovo e martire  MR
75470 > San Genesio di Thiers  MR
92888 > San Germano di Talloires Abate  MR
75475 > San Gioacchino Royo Perez Martire in Cina  MR
92171 > San Giovanni Alcober Domenicano, martire  MR
75490 > San Giovanni Dat Martire  MR
21900 > San Giuda Taddeo Apostolo - Festa MR
93439 > Beato Giuseppe Ruiz Bruixola Sacerdote e martire  MR
94708 > San Leodardo 
90113 > San Rodrigo Aguilar Aleman Martire Messicano  MR
93048 > Beato Salvatore Damiano (Salvador Damian) Enguix Garès Martire MR
75480 > San Salvio di Amiens Vescovo  MR
21850 > San Simone Apostolo  - Festa MR
21875 > Santi Simone e Giuda Apostoli  - Festa MR
75460 > Santi Vincenzo, Sabina e Cristeta Martiri  MR

 

Recolha através dos sites:
www.santiebeati.it; www.es.catholic e www.jesuitas.pt
António Fonseca