OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Nº 1170-29 DE OUTUBRO DE 2010–SANTOS DO DIA

SANTO NARCISO

Bispo (por 212)

Narciso de Jerusalén, Santo

Narciso de Jerusalém, Santo

Outubro 29

Narciso não devia ter menos de oitenta anos quando foi eleito bispo de Jerusalém. Sabe-se que presidiu com Teófilo de Cesareia a um concílio onde foi aprovada a determinação de se celebrar sempre a Páscoa num Domingo. Eusébio narra que em certo dia de festa, em que faltou o óleo necessário para as unções litúrgicas, Narciso mandou vir água dum poço vizinho, e com  a sua bênção a transformou em óleo. Conta também as circunstâncias que levaram Narciso a demitir-se das suas funções.«Para se justificarem de um crime, três celerados acusaram o bispo de certo acto infame. “Que me queimem vivo, disse o primeiro, se eu minto”. “E a mim, que me devore a lepra”, disse o segundo. “E que eu fique cego” acrescentou o terceiro. O desgosto de ser assim caluniado despertou em Narciso a sua antiga paixão pelo recolhimento e, por isso, sem dizer para onde ia, saiu de Jerusalém. Considerando-o definitivamente desaparecido, deram-lhe por sucessor a Dio, ao qual por sua vez sucederam Germânio e Górdio. Todavia, os três caluniadores não tardaram a sofrer os castigos que em má hora tinham invocado,  pois o primeiro pereceu num incêndio com todos os seus, o segundo morreu roído pela lepra e o terceiro cegou à força de tanto chorar o seu pecado. Alguns anos depois, Narciso reapareceu na cidade episcopal. Nunca tinha sido posta em dúvida a santidade do seu procedimento: por isso, foi com transportes de alegria que Jerusalém recebeu o seu antigo pastor. Segundo diz Eusébio, continuou ele a governar a diocese até à idade de cento e dezanove anos, ajudado por um coadjutor chamado Alexandre. Faleceu cerca do ano de 212. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt. Ver também www.es.catholic. ( ¡Graças, São Narciso, porque me dás exemplo de paciência ante a cruz!. Visita a Web de San Narciso. Ver ainda www.santiebeati.it

SANTA ERMELINDA

(antes do fim do século VI)

Segundo um historiador dos princípios deste século, a nossa Vida de Santa Ermelinda faz parte dum conjunto de biografias muito romanceadas a que ele chama o ciclo dos falsos Carolíngios ou da família de Carlos Magno. A nossa Vida foi composta no século XI, quando a história local e as belas genealogias estavam na ordem do dia. Ermelinda aparece ligada à família dos Pepinos (o Velho, o Breve, etc.,). Ermelinda é nome germânico, que significa serpente de arminho. Em pequena aprendia o saltério, como a Paulina e a Pacátula de S. Jerónimo. Apreciava muito a palavra de Deus. Na adolescência, cortou o cabelo e, contra a vontade dos pais ricos, que a desejavam casar, dedicou-se toda ao Senhor e à vida pobre. Deixando a propriedade que estes lhe deram, entregou-se à vida de reclusa. Esteve primeiro em Beauvechain, na arquidiocese de Malinas. À igreja ia  muitas vezes, sempre descalça. Os senhores do local, dois irmãos, jovens e desbragados, apaixonaram-se por ela. Um deles subornou com dinheiro o guarda do templo para que a jovem fosse raptada quando vinha rezar de noite. Mas um anjo, nessa noite, veio dizer à Santa: «Retira-te, retira-te… » Ela obedeceu a tremer, e partiu levada pelo Espírito. E de novo lhe apareceu o Anjo, indicando-lhe Meldert, perto de Tirlemont, como local da sua ambição. De facto, aí viveu ela o resto dos seus dias, austera e meditativa. Morreu aos 48 anos, antes do fim do século VI, e foi sepultada no mesmo Meldert. Levantaram-lhe uma capela que teve muito culto. Em 1236 foi roubado o cofre com as sua relíquias. Mas substituíram-no por outro. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt

BEATO MIGUEL RUA

Religioso (1837-1910)

No dia 29 de Outubro de 1972, o Santo Padre Paulo VI elevou às honras dos altares com o título de Beato o primeiro sucessor de S. João Bosco no governo da Congregação Salesiana, o Padre Miguel Rua. Nasceu numa família de operários, a 9 de Junho de 1837, na cidade italiana de Turim, onde morreria também, com 73 anos de idade, em 1910. Aos 10 anos entra para o Patronato (em italiano Oratório) fundado e dirigido por um sacerdote alegre, sempre rodeado de rapazes, S. João Bosco. Logo que o santo o viu, fez-lhe um traço na mão. Queria dizer – como Miguel entendeu mais tarde – que tudo daí para diante fariam a meias. Realmente S. João Bosco e o Beato Miguel Rua passaram a realizar todas as obras em conjunto: governo da Congregação, visitas, trabalhos, fundações. Aos 17 anos recebe com alguns outros o convite do Padre João Bosco para fundarem um novo Instituto Religioso. Chamar-se-iam Salesianos, pois São Francisco de Sales seria o seu Patrono. A 25 de Março de 1855, de noite, no escritório de S. João Bosco, Miguel Rua faz os seus votos por um ano. Ele e o Fundador, sós. Nenhuma cerimónia. Naquele momento nascia a Congregação salesiana. Miguel Rua era o primeiro a dar o passo. Não tinha ainda completado 18 anos. A 30 de Junho de 1860, sua primeira missa, assistido por S. João Bosco. Daí para diante, os dois fundam grandes empresas: igrejas e patronatos, imprensa, expedições missionárias, Obra dos Cooperadores,, etc.. A 31 de Janeiro de 1888, morre S. João Bosco dando as suas instruções ao seu sucessor: Trabalho e oração… amor ao Papa… devoção a Maria Auxiliadora. O Fundador tinha dito: «O primeiro fim da nossa Sociedade é a santificação dos nossos membros». No dia em que lhe sucede, dirá o Padre Miguel Rua: «Uma só coisa vos peço: fazei-vos santos». Ele deu o exemplo. Homem santo, é chamado «a regra viva» e «a cópia fiel do fundador». S. João Bosco chegou a dizer a seu respeito: «Se ele não faz milagres, é porque não quer». A Obra Salesiana cresce espetacularmente durante os 22 anos de governo do Padre Miguel Rua. À morte de S. João Bosco havia 768 salesianos e 64 casas. O Padre Miguel Rua deixará 4 000 salesianos e 341 casas espalhadas por 30 nações. A sua morte, em 6 de Abril de 1910, foi um triunfo. Mais de 100 000 pessoas desfilaram diante dos seus restos mortais. O cortejo fúnebre parecia um rio de gente, vários quilómetros. Diante da sua campa viam-se sempre muitos devotos a agradecer ou pedir graças. Foi o Beato Miguel Rua que, acedendo aos reiterados e instantes pedidos do «santo Padre Cruz, mandou três sacerdotes salesianos para Braga, a fim de tomarem conta do Colégio de São Caetano. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt

• Caetano (Gaetano) Errico, Santo
Outubro 29 Sacerdote e Fundador,

Cayetano (Gaetano) Errico, Santo

Caetano (Gaetano) Errico, Santo

 

Presbítero e Fundador
da Congregação dos Missionários dos Sagrados Corações

Martirológio Romano: Em Secondigliano, perto de Nápoles, na Campânia, são Caetano Errico, presbítero, que fomentou os retiros espirituais e a devoção à Eucaristia, para ganhar almas para Cristo, fundando também a Congregação dos Missionários dos Sagrados Corações de Jesus e de María.
Etimologia: Caetano = Aquele que nasceu em Caieta, porto de Campânia, atualmente Gaeta; é de origem latino
Nació en Secondigliano (Nápoles), el 19 octubre de 1791. Era impedido por la ley de su tiempo, de ingresar a un Instituto Religioso, pero se adhirió al Clero de Nápoles, frecuentando así el Seminario Arquidiocesano de Esterno, siendo ordenado sacerdote el 23 de septiembre de 1815.
Se dedicó mucho al trabajo sobre la promoción social con los más pobres y abandonas, luego, más adelante, sin dejar de lado esta labor, se dedicó con gran fervor a la evangelización y con bastante particularidad al ejercicio del Sacramento de la Reconciliación.
Su acción apostólica fue muchas veces obstaculizada y combatida, dado que luchaba por abolir los residuos que quedaban del jansenismo y marginar toda acción anti-cristiana de las sectas. Fue fuertemente apaleado, fue atentado y amenazado de estar preso y de muerte.
En 1833 funda una Congregación misionera, dedicada a la "consagración de las acciones, estudios, experiencias y la vida toda, para así poder hacer conocer a todos los pueblos el ardiente amor del Sagrado Corazón hacia ellos y encender en sus corazones el fuego del divino amor".
Esta Congregación es aprobada definitivamente por el Papa Pío IX en 1846. Fue el gran Apóstol de la devoción al Santísimo Corazón de Jesús y de María al sur de Italia, propagando tal devoción ante mediante la "Pía Unión de los Santísimos Corazones" y el "Culto Perpetuo al Santísimo Corazón" instituidos por él. Constantemente se dedicaba a la oración, pasando frecuentemente la noche en adoración al Santísimo Sacramento.
Dotado de dones sobrenaturales (bilocación, éxtasis y escrutinio del corazón) fue aclamado y amado por el pueblo, consultado y estimado por Cardenales y Pontífices. El Cardenal Riario Sforza, Arzobispo de Nápoles, al enterarse de su muerte, el 29 de octubre de 1860, exclamó: "Se ha partido la columna más fuerte de mi diócesis". El 4 de octubre de 1974 se le fueron reconocidas su Virtudes en Grado Heroico, por el Papa Pablo VI.
Su hijos espirituales trabajan anunciando el Evangelio en Italia, América del Sur, América del Norte y en la India.
El Padre Gaetano Errico fue beatificado el 14 de abril de 2002 por S.S. Juan Pablo II, y canonizado el 12 de octubre de 2008 por S.S. Benedicto XVI.

• Honorato de Vercelli, Santo
Outubro 29 bispo

Honorato de Vercelli, Santo

Honorato de Vercelli, Santo

O bispo Honorato de Vercelli tem unido seu nome ao de seu contemporâneo Santo Ambrósio.
Em muitas pinturas é representado dando l comunhão ao moribundo bispo geral de Milão, sinal de uma forte união episcopal.
Viveu em finais do século III e inicio do século IV, era difícil com a comunidade dividida por cismas e heresias.
Em Vercelli logo depois da morte do bispo Limenio, a eleição de Honorato como bispo teve muita oposição. Santo Ambrósio teve que usar toda sua autoridade para o consagrar pessoalmente.
Os atos demostraram que sua confiança estava bem fundada, como o recorda uma placa na Catedral de Vercelli.
Honorato foi um digno discípulo de Eusébio e um pregador incansável da doutrina católica contra as influências arianas.

75570 > Sant' Abramo Anacoreta  MR
94772 > Beato Bernardo de Olivella Arcivescovo di Tarragona
91545 > Beata Chiara Luce Badano Giovane focolarina
75580 > San Colman di Kilmacduagh Vescovo  MR
75585 > San Dodone di Wallers-en-Fagne Abate  MR
75600 > Sant' Ermelinda Vergine nel Brabante 
75560 > San Feliciano Martire  MR
90612 > San Gaetano Errico Sacerdote  MR
90411 > San Narciso di Gerusalemme Vescovo  MR
92418 > Sant' Onorato di Vercelli Vescovo  MR
75610 > Santo Stefano Minicillo Vescovo e confessore 29 ottobre
75575 > San Teuderio (Teodario) Abate  MR
75565 > San Zenobio di Sidone Martire  MR

Recolha através dos sites:
www.santiebeati.it; www.es.catholic e www.jesuitas.pt
António Fonseca