OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Nº 1000-2 - (195) - 3 DE AGOSTO DE 2011 - SANTOS DE CADA DIA - 3º ANO


Nº 1000
SANTA LÍDIA
Santa Lidia di Tiatira 2
(60)
Era uma “prosélita”, quer dizer, uma pagã convertida ao judaísmo. Veio da Grécia asiática e instalou-se para o seu comércio em Filipos, porto do Mar Egeu. Fez-se cristã pelo ano de 55, quando S. Paulo evangelizava essa região. S. Lucas, que andava com o Apóstolo, contou este episódio: «Embarcámos em Tróade e fomos diretamente a Samotrácia; no dia seguinte, fomos a Neópolis e, de lá, a Filipos, cidade de primeira categoria deste distrito da Macedónia, e colónia. Estivemos aí durante alguns dias. No dia de sábado saímos às portas, em direção à margem do rio, onde era costume haver oração. Depois de nos sentarmos, começamos a falar às mulheres que lá se encontravam reunidas. Uma das mulheres, chamada Lídia, negociante de púrpura da cidade de Tiatira e temente a Deus, pôs-se a escutar. O Senhor abriu-lhe o coração para aderir ao que Paulo dizia. depois de ser batizada, bem como os de sua casa, fez este pedido: «Se me considerais fiel ao Senhor, vinde ficar a minha casa». E obrigou-nos a isso» (Act 16, 11-15). As formalidades da canonização levam frequentemente muitos anos. Foram porém curtíssimas ao tratar-se de santa Lídia. Foi Barónio (1607) que, em 1586, com a sua própria autoridade, a introduziu no Martirológio Romano, cuja revisão lhe estava entregue. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt  Áudio da RadioVaticana:
SANTOS NICODEMOS e GAMALIEL
San NicodemoSan Nicodemo2
S. Nicodemos foi fariseu e passava por doutor em Israel. Parece ter sido também senador em Jerusalém, porque a ele se dá o título de judeu principal ou chefe judeu. os fariseus eram geralmente os maiores inimigos do Evangelho, por sua soberba. Nicodemos constituía uma honrosa exceção, porque acreditava em Jesus. Ao princípio, parece que o comprazimento que sentia por sua sabedoria e doutrina, sentimento de que é tão difícil ao homem o despojar-se, fora obstáculo à sua conversão, para o humilhar, explicou-lhe Jesus o mistério da regeneração pelo baptismo, que Nicodemos não tinha podido compreender, ainda que declarado pelos profetas. S. Nicodemos, longe de se escandalizar com isso, recebeu a instrução com  docilidade, deixando assim operar a graça que o trouxe à verdadeira virtude. Ia, pois, muitas vezes procurar a Jesus: defendeu-O contra os fariseus; assistiu a seu enterro e embalsamou-Lhe o sagrado corpo com ricos aromas. tendo sido expulso e excomungado da Sinagoga, por crer em Cristo, retirou-se com Gamaliel para uma casa de campo deste, onde morreu, como testificam Santo Agostinho e Fócio acerca das atas do encontro das relíquias de Santo Estêvão. S. Gamaliel é também honrado neste dia. era da seita dos fariseus e um doutor dos de maior reputação. S. Paulo recomendava-se a si próprio aos judeus, dizendo que tinha sido discípulo seu. Pensando os judeus em tirar a vida ao Apóstolo, Gamaliel desviou o golpe, manifestando de modo indireto que a religião cristã é obra de Deus. Posto não ter por esse tempo abraçado ainda a fé, a sua conversão é todavia anterior à de S. Paulo, como nota S. João Crisóstomo. Tendo enterrado Santo Estêvão em sua mesma herdade, vinte milhas distante de Jerusalém, foi ele próprio enterrado também naquela sepultura, e as suas relíquias foram descobertas no ano de 415. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt
SÃO PEDRO DE ANÂGNI
San Pietro di Anagni
Bispo (1033-1105)
Expulso de Roma pelos exércitos imperiais, o papa Alexandre II refugiou-se em Anâgni. tendo falecido neste mesmo ano de 1062 o bispo desta diocese, o papa levou o cabido a eleger um beneditino, chamado Pedro. Nascido por 1033, pertencia à nobre família dos príncipes de Salerno, o que lhe valeu o apelido De principibus. sendo ainda muito novo, tinha entrado num mosteiro dependente de Monte Cassino e impregnara-se do espírito da sua Ordem. Em 1071, enviou-o Alexandre II para junto do imperador de Constantinopla, na qualidade de apocrisiário ou embaixador. mas voltando à sua diocese, começou em 1074 a construção da nova catedral. Pedro tomou parte na primeira cruzada. Depois, regressando, pôde terminar quase completamente a nova sé. Morreu a 3 de Agosto de 1105. Pascal II canonizou-o na catedral de Ségni, a 6 de Julho de 1110. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt
WWW.ES.CATHOLIC.NET/SANTORAL
Agustín Kazotic, Beato
Obispo, 3 de agosto,
Asprenato, Santo
Obispo, 3 de agosto
Pedro de Anagni, Santo
Obispo, 3 de agosto


90791 > Beato Agostino Kazotic Domenicano 3 agosto
Beati Alfonso Lopez Lopez Beati Alfonso Lopez Lopez2
bEATI Michele Remon SalvadorBeati  Michele Remon Salvador2
90841 > Sant' Aspreno di Napoli Vescovo
Sant' Aspreno di NapoliSant' Aspreno di Napoli2Sant' Aspreno di Napoli3
65390 > Sant' Eufronio di Autun Vescovo
Sant' Eufronio di Autun
92916 > Beato Francesco (Francisco) Bandrés Sanchez Sacerdote salesiano e martire
Beato Francesco (Francisco) Bandrés Sanchez
94560 > Beato Fulgenzio da Quesada Mercedario
 
Beato Fulgenzio da Quesada

92872 > Sante Licinia, Leonzia, Ampelia e Flavia Vergini di Vercelli
Sante Licinia, Leonzia, Ampelia e Flavia
94561 > Beato Luigi de Ortofin Mercedario
Beato Luigi de Ortofin
92491 > San Martino Eremita
San Martino
93385 > San Pietro di Anagni Vescovo
San Pietro di AnagniSan Pietro di Anagni2
93448 > Beato Salvatore Ferrandis Seguì Sacerdote e martire
Beato Salvatore Ferrandis Seguì
SITES: WWW.ES.CATHOLIC.NET/SANTORAL; WWW.SANTIEBEATI.IT; E WWW.JESUITAS.PT
Compilação de
António Fonseca

Nº 1000 - 3 DE AGOSTO DE 2011–UMA EXPLICAÇÃO NECESSÁRIA…(quanto a mim)


Caros Amigos
Desta vez, é verdade, completam-se hoje 1000 dias que iniciei este blogue – primeiramente como CONFERÊNCIA VICENTINA DE S. PAULO, “desde 7 de Novembro de 2008”; depois em Setembro de 2010, em virtude de ter acabado a referida Conferência por falta de elementos colaboradores, considerei que não havia razão para manter aquele nome e mudei-o para COMUNIDADE DE SÃO PAULO DO VISO.
Essa decisão, porém, motivou o surgimento de algumas vozes discordantes – nomeadamente de algumas pessoas “esquisitas” e (…que até nem liam o blogue…)  –  pois alegavam que Eu não teria “autoridade” ou “categoria” para utilizar esse nome que não me pertencia, apesar de residir aqui no bairro há mais de 40 anos… para um blogue  e, por isso, para não ferir susceptibilidades nem estar disposto a arranjar problemas, resolvi mudar o nome para o (provisório) e, agora definitivo SÃO PAULO (e Vidas de Santos), também no referido mês de Setembro.
Em 13 de Maio de 2010, aqui nesta página, editei o seguinte texto: 
1 000
Caros Amigos:
Com esta edição especial, curiosamente, - ou talvez não – hoje dia 13 de Maio, completo a 1 000 (milésima) “postagem” no meu blogue. E digo, curiosamente porque ainda há algum tempo atrás, ou melhor, no princípio deste ano (2010) ainda estava na casa das 700 e tal publicações
Evidentemente, como é lógico, este número 1 000 não significa de modo algum que tenham passado mil dias após o início deste blogue, mas sim apenas cerca de 890 dias (mais ou menos…) faltando ainda por conseguinte, mais de cem dias, ou seja, mais de três meses para atingir o referido número. No entanto, o que conta de facto é que já escrevi mil mensagens, sendo apenas isso que está em causa.
É certo que houve muitos dias em que fiz diversas publicações simultâneas, mas não pensava de todo em completar o número 1 000 hoje, precisamente. Apenas nos últimos dias, é que verifiquei que tal poderia acontecer e então resolvi processar as publicações cronometricamente falando, de modo a que calhasse efetivamente nesta data. Acho que é uma data bonita, marcante até pela visita que o Papa Bento XVI está efetuando neste momento a Portugal, – e neste dia, em Fátima – e amanhã no Porto, depois de ter estado em Lisboa anteontem e ontem respectivamente. Estou muito feliz com esta coincidência e já agora, obrigado a todos os meus leitores, por me aturarem diariamente.
Louvado seja Deus e sua Mãe Maria Santíssima por todos os séculos dos séculos. Ámen.
Depois em 1 de Janeiro de 2011, no que seria o nº 1234 (ainda não tinha dado pelo erro de numeração…) editei o texto abaixo:
Nº 1234
Caros Amigos:
A numeração do meu blogue, é alterada hoje de modelo, ou seja, em vez de continuar a numerar continuamente desde o nº 1000 (pois anteriormente não o fazia), passo a fazer a numeração como se se tratasse de um jornal, ou explicando melhor, - a começar no dia 1 de Janeiro para terminar em 31 de Dezembrose Deus quiser e me deixar chegar até lá. No entanto manterei em segundo plano o tipo de numeração que vinha efetuando – não no título, mas sim em subtítulo – antes do texto diário. António Fonseca.
Em 16 de Março do corrente ano, verificando finalmente o erro crasso que havia cometido, sem querer… voltei a editar nova Nota, repondo a verdade dos factos, como segue:
Nº 860
NOTA DO AUTOR
Conforme avisei no meu post de 14-Março-2011 a numeração que venho colocando não é aquela que corresponde ao número de dias. De facto após uma consulta aturada ao meu arquivo, verifiquei o seguinte. Até hoje, o número de dias decorridos, desde 7 de Novembro de 2008 é de 860. O número de postagens assinaladas automaticamente no arquivo é de 1452 (contando com as que vão sendo anexadas diariamente – por vezes 2 ou mais… – ); porém, esta indicação é um bocado aleatória, porquanto, de vez em quando, por motivos técnicos ou outros, acabo por deletar um ou outro dos posts…e, portanto não deve considerar-se este número. Sucede assim que – apesar de há 306 números atrás, ter efectuado uma análise “laudatória"… digamos assim… sobre o facto de eu ter alcançado o nº 1000, - 13 de Maio de 2010 - (que transcrevi já por 2 vezes, creio eu), é irreal, pois embora tenha sido atingido esse número de postagens, não é esse o número de dias decorridos, pelo que peço as minhas desculpas.Obrigado pela atenção e desculpem –me. António Fonseca
3 de Agosto de 2011
Continuação: Apesar disso, há alguns dias e, após a interrupção forçada do meu computador por ter avariado a “motherboard” – ia efetuando novo erro inadvertidamente, porque de repente – não sei como… – pois pensei que a data de início teria sido 7/11/2009 e não 7/11/2008 e, lá tive que fazer novas contas, tendo até chegado a editar uma NOTA que felizmente, só chegou ao conhecimento de 10 pessoas (as que recebem diariamente e automaticamente a edição) na qual dizia que o blogue estava no seu 2º ano e não no como realmente está. Porém, logo de seguida, ao ler o cabeçalho do blogue, reparei no LAPSO e deletei de imediato a publicação que havia feito.
AGORA SIM, (3 de AGOSTO de 2011)  É A DATA COMEMORATIVA DO Nº 1000 (ou mil dias) EM QUE INICIEI ESTA ACTIVIDADE.
Isto, apesar de ser a postagem nº 1742, conforme os dados estatísticos – mas como disse já por várias vezes – não é isso que conta, mas sim a quantidade dos dias em que mantenho o blogue. Embora possa ser considerada desnecessária, fica aqui feita a explicação dos factos. Obrigado pela vossa compreensão e sigamos para o nº 2000, assim o queira Deus Nosso Senhor Jesus Cristo. Ámen.
António Fonseca