OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

Imagens e Frases de Natal Religioso

sábado, 6 de agosto de 2011

Nº 1003-2 - A Religião de Jesus – A TRANSFIGURAÇÃO DO SENHOR–6/8/2011

 

Nº 1003-2

Do livro A Religião de Jesus, de José Mª CastilloComentário ao Evangelho do diaCiclo A (2010-2011)Edição de Desclée De Brouwer – Henao, 6 – 48009 Bilbaowww.edesclee.cominfo@edesclee.com:

tradução de espanhol para português, por António Fonseca

Estrela O texto dos Evangelhos, que inicialmente estavam a ser transcritos e traduzidos de espanhol para português, diretamente através do livro acima citado, são agora copiados mediante a 12ª edição do Novo Testamento, da Difusora Bíblica dos Missionários Capuchinhos, (de 1982, salvo erro..). No que se refere às Notas de Comentários continuam a ser traduzidas como anteriormente. AF.

6 de Agosto

A TRANSFIGURAÇÃO DO SENHOR

Mt 17, 1-9

Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, elevou-os em particular, a um alto monte. Transfigurou-Se diante deles: O Seu rosto resplandeceu como o Sol, e as Suas vestes tornaram-se brancas como a luz. Nisto, apareceram, Moisés e Elias a conversar com Ele. Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: «Senhor, é bom estarmos aqui; se quiseres, farei aqui três tendas: Uma para ti, uma para Moisés e outra para Elias». Ainda ele estava a falar, quando uma nuvem luminosa os cobriu com a sua sombra, e uma voz dizia da nuvem: Este é o Meu Filho muito Amado, no Qual pus todo o Meu enlevo; escutai-O». Ao ouvirem isto, os discípulos caíram por terra, muito assustados. Aproximando-Se deles, Jesus tocou-lhes, dizendo: «Levantai-vos e não tenhais medo». E, erguendo os olhos, apenas viram Jesus e mais ninguém. Enquanto desciam do monte, Jesus ordenou-lhes: «Não conteis a ninguém o que acabastes de ver, até que o Filho do Homem, ressuscite dos mortos». Isto, ficou-lhes gravado e discutiam entre si o que queria Ele dizer com a frase «ressuscite dos mortos».

1. Imediatamente depois do anúncio da paixão e o fracasso da morte na cruz (Mt 16, 21-28), o evangelho de Mateus relata a teofania da transfiguração. Aquilo foi, com efeito, uma «teofania», no sentido mais literal da palavra, que expressa (mediante o verbo phainô, no passivo, phainomai = “manifestar-se”, “revelar-se”) o acontecimento em que Deus mesmo se manifesta, se dá a conhecer. As «teofanias» nas tradições religiosas, realizam-se mediante a manifestação ostentatória do mysterium tremendum (R. Otto), que se experimenta como medo e pavor. Por isso se diz que os três discípulos estavam assustados. Além disso, a nuvem indica a presença de Deus (Ex 13, 21 s; 19, 16-20; 1 Re 8, 10-13).

2. O que resulta sobrecorrente, neste estranho relato, é que o Deus de Jesus se manifesta no homem que acaba de anunciar seu final como excluído, amachucado e humilhado, como um cadáver pendurado de um pau, sobre o qual pesava a maldição que caía aos “estrangeiros” e “rebeldes(Josefo, GJ. 2.306, 308; 5.449-53; Filón, In Flaccum 72, 84), os delinquentes violentos (Marcial, De Spect. 9) e aos escravos (Cícero In Verr. 2.5.162; Juvenal, Sát. 6.219-224; Tácito, Ant. 13.32.1).

3. A Transfiguração não é a exaltação do fracasso ou do fracassado. É a afirmação assombrosa de que Deus mais alto e excelso se revela se encontra no ser humano mais humilhado e humanamente mais desprezável. Aqui radica a revolução total que nos apresenta o Evangelho. A revolução que não assimilamos. E menos ainda, integramos em nossas vidas, que sempre protegemos mediante comportamentos “bem vistos”, mediante “piedades e fervores”, através de nossas pobres “condutas intocáveis”, que bem podem ser a “ilusão” dos “iludidos”. No final, os três discípulos apenas encontram a “Jesus sozinho”. É a única realidade que fica em pé toda a vida.

Compilação por

António Fonseca

http://bibliaonline.com.br/acf

http://bibliaonline.com.br/acf; http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt

NOTA FINAL:

Desejo esclarecer que os comentários aos textos do Evangelho, aqui expressos, são de inteira responsabilidade do autor do livro A RELIGIÃO DE JESUS e, creio eu… apenas retratam a sua opinião – e não a minha ou de qualquer dos meus leitores, que eventualmente possam não estar de acordo com ela. Eu apenas me limito a traduzir de espanhol para português os Comentários e NEM EU NEM NINGUÉM ESTÁ OBRIGADO A ESTAR DE ACORDO.

Desculpem e obrigado. AF.

http://bibliaonline.com.br/acf; http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt

http://bibliaonline.com.br/acf; http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt