OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

domingo, 23 de outubro de 2011

Notícias de Blogs católicos - 23-10-2011 - TELEFONE DE ESPERANÇA PORTUGAL –Fratres in Unum -

LEITURA ORANTE


Mt 22,34-40 - Ame o Senhor, ame aos outros

Posted: 22 Oct 2011 07:01 PM PDT

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando com todos que navegam pela internet, a Oração deste Dia Mundial das Missões:

Oração Missionária 2011 Deus Pai,
Criador do céu e da terra,
Enviai, por meio do vosso Filho,
O Espírito que renova todas as coisas,
Para que, no respeito e cuidado com a natureza,
Possamos recriar novos céus e nova terra,
E a Boa-Nova, que brilhou na Criação,
Seja conhecida até os confins do universo. /Amém.

1. Leitura (Verdade)

O que diz o texto do dia?

Leio atentamente, na Bíblia, o texto Mt 22,34-40 e observo a síntese que Jesus faz dos mandamentos.

Os fariseus se reuniram quando souberam que Jesus tinha feito os saduceus calarem a boca. E um deles, que era mestre da Lei, querendo conseguir alguma prova contra Jesus, perguntou:

- Mestre, qual é o mais importante de todos os mandamentos da Lei? Jesus respondeu:

- "Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma e com toda a mente." Este é o maior mandamento e o mais importante. E o segundo mais importante é parecido com o primeiro: "Ame os outros como você ama a você mesmo." Toda a Lei de Moisés e os ensinamentos dos Profetas se baseiam nesses dois mandamentos.

Os fariseus contavam com 613 preceitos na Lei, 365 proibições e 248 mandamentos. Deviam decorá-los e praticá-los.
O mestre da Lei quer por Jesus à prova. Pergunta-lhe qual é o mandamento mais importante.

Jesus responde que é preciso integrá-los todos em dois amores, a Deus e ao próximo. Diz que os dois são igualmente importantes e inseparáveis: quem ama a Deus deve amar o filho de Deus, ou seja, o próximo. Tudo o mais é consequência. E diz mais: o amor ao próximo deve ser igual ao amor a si mesmo.
Outros textos nos ajudam a entender estes mandamentos: Jo 13,34-35, 1Jo 4,7-8, Col 3,14, 1Jo 4,20-21, Mc 12,35-36.

2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim, hoje?

Como vivo estes dois mandamentos? Amo as outras pessoas como a mim mesmo? O papa Bento XVI publicou, em 2006, a sua primeira encíclica intitulada “Deus caritas est”, Deus é amor. No parágrafo 16, diz que há um “nexo indivisível entre o amor a Deus e o amor ao próximo: um exige tão estreitamente o outro que a afirmação do amor a Deus se torna uma mentira, se o homem se fechar ao próximo ou, inclusive, o odiar.” O papa diz mais: “Só a minha disponibilidade para ir ao encontro do próximo e demonstrar-lhe amor é que me torna sensível também diante de Deus. Só o serviço ao próximo é que abre os meus olhos para aquilo que Deus faz por mim e para o modo como Ele me ama. Os Santos — pensemos, por exemplo, na Bem-aventurada Teresa de Calcutá — hauriram a sua capacidade de amar o próximo, de modo sempre renovado, do seu encontro com o Senhor eucarístico e, vice-versa, este encontro ganhou o seu realismo e profundidade precisamente no serviço deles aos outros. Amor a Deus e amor ao próximo são inseparáveis, constituem um único mandamento” (Deus caritas est, 18). É assim que amo meu irmão? É assim que amo a Deus?

3.Oração (Vida)

O que o texto me leva a dizer a Deus?

Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo, com a canção: Hino ao amor

Hino ao amor, Pe. Zezinho, scj, Paulinas COMEP

Depois, rezo:

Senhor, para que eu aprenda a viver o mandamento do amor,

que eu pense com a tua inteligência, com a tua sabedoria.

Que eu ame com o teu coração.

Que eu veja com os teus olhos.

Que eu fale com a tua língua.

Que eu ouça com os teus ouvidos.

Que as minhas mãos sejam as tuas.

Que os meus pés estejam sobre as tuas pegadas.

Que eu reze com as tuas orações.

Que eu celebre como tu te imolaste.

Que eu esteja em ti e tu em mim. Amém.

4.Contemplação (Vida e Missão)

Qual meu novo olhar a partir da Palavra?

Meu novo olhar é de renovada relação de amor com Deus e o próximo.

Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.

- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.

-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.

- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. Patrícia Silva, fsp
------------------------
Hoje, Dia Mundial das Missões - 2011.
Tema: "Missões na Ecologia"

Leia mensagem deste dia em http://paulinascomunica.blogspot.com/
Veja mais sobre o tema e sugestões de reflexão em DVDs,
no blog: http://comunicacatequese.blogspot.com/
RSS - Se você quiser receber em seu endereço electrónico o Evangelho do Dia com a Leitura Orante, faça a assinatura. Basta colocar, no blog http://leituraorantedapalavra.blogspot.com/, no início da página, à direita, o seu e-mail. Depois, clique em Enviar.

«««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««

New post on Fratres in Unum.com


Frase da semana.

by G. M. Ferretti

Pe. Carusi

Pe. Carusi

Releiamos o fragmento de S.S. Bento XVI [sobre Assis-III], refletindo sobre ele, e veremos que o que emerge não é a valoração de um bem, mas antes de um dano que, crendo ser impossível impedir, se propõe a reduzir. Um "tradicionalismo" servil, ultra-ratzingeriano (temeroso e complexado), que em vez de se limitar às justas explicações, se sente obrigado a compartilhar e a aprovar Assis III, embora não se trate de um ato magisterial, nem de uma lei da Igreja, se encontraria "à esquerda" não só de um Monsenhor Gherardini e de suas reservas sobre o abuso da noção da "hermenêutica da continuidade" , mas também "à esquerda" do próprio Papa Ratzinger. Prestaria com isso um bom serviço ao Santo Padre, uma vez que se encontram em posições de maior liberdade que ele? Que razão de ser lhe restaria?

Do artigo-cutucão do Padre Stefano Carusi, do IBP, que causou a ira de seu confrade de instituto, Padre Guillaume de Tanöuarn.

G. M. Ferretti | outubro 23, 2011 at 9:00 am | Categorias: Atualidades, IBP | Categories: Igreja | URL: http://wp.me/pgELf-4ec

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Transcrição por

António Fonseca

23 de Outubro de 2011 - Igreja da Comunidade de S. Paulo do Viso

Localização da sede deste Blogue na cidade do Porto - Portugal

map-1da5402692bd

 

Hoje, dia 23 de Outubro de 2011, DIA DAS MISSÕES e MÊS DO ROSÁRIO, a missa dominical das 10 horas, foi celebrada pela primeira vez, pelo MISSIONÁRIO Padre REX STEVE, de nacionalidade República Centro-Africana, que presentemente faz parte dos Missionários do Espírito Santo (Espiritanos), que tem sede na Rua do Pinheiro Manso, 62, no Porto.

Isto porque,  o Padre Mário Salgueirinho devido à grave doença de que padece (como informei na passada Quinta-feira…) está impedido de efetuar essa celebração que, habitualmente e já há longos anos vinha fazendo, primeiro em colaboração com  o falecido Padre António Inácio Gomes e desde 2005 com o Padre Dr. Manuel Correia Fernandes atual Pároco desta Comunidade e da Senhora do Porto.

Aliás desde que se verifica a sua ausência, já vieram aqui celebrar dois outros padres, um há 3 semanas (Padre José… creio) e na última semana outro padre que foi Missionário em Cabo Verde e presentemente se encontra em Alfena, ambos com carácter provisório e de emergência (ou oportunidade), tendo as restantes sido celebradas com grande sacrifício, pelo nosso Pároco.

Pelo menos, para já, estamos com o problema resolvido e, esperamos que dentro em breve seja oficializada pelo Bispo da Diocese a indicação deste Padre, (ou outro…) para coadjuvar devidamente as funções  paroquiais Nos dois locais de culto.

De qualquer modo, sinto-me no dever de desejar as Boas Vindas ao Padre REX STEVE, e que esteja cá por muitos anos e bons a cumprir a sua Missão, conforme disse Jesus Cristo: «IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI TODOS OS POVOS…» 

Entretanto não nos esqueçamos nas nossas orações do Padre Salgueirinho.

 

Post em 23-10-2011 – 12 horas –

António Fonseca

N� 1081-2 - A RELIGI�O DE JESUS, de José� M� Castillo - 30� DOMINGO DO TEMPO COMUM - 23 DE OUTUBRO DE 2011

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

map-1da5402692bd

http://confernciavicentinadesopaulo.blogspot.com

Nº 1081-2

 

Do livro , A RELIGIÃO DE JESUS, de José Mª CastilloComentário ao Evangelho do diaCiclo A (2010-2011)Edição de Desclée De Brouwer – Henao, 6 – 48009 Bilbaowww.edesclee.cominfo@edesclee.com:

tradução de espanhol para português, por António Fonseca

Estrela O texto dos Evangelhos, que inicialmente estavam a ser transcritos e traduzidos de espanhol para português, diretamente através do livro acima citado, são agora copiados mediante a 12ª edição do Novo Testamento, da Difusora Bíblica dos Missionários Capuchinhos, (de 1982, salvo erro..). No que se refere às Notas de Comentários continuam a ser traduzidas como anteriormente. AF.

 

23 de Outubro de 2011

30º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Mt 22, 34-40

«Constando-lhes que Jesus reduzira os saduceus ao silêncio, os fariseus reuniram-se em grupo, e um deles, legista perguntou-Lhe para O embaraçar. “Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?” Jesus disse-lhes: «AMARÁS AO SENHOR, TEU DEUS, COM TODO O TEU CORAÇÃO, COM TODA A TUA ALMA E COM TODA A TUA MENTE». Este é o maior e o primeiro mandamento. O segundo é-lhe semelhante: «AMARÁS AO TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO». Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os Profetas».

1. Os fariseus aproximaram-se de Jesus para o colocar em apuros mediante uma pergunta que supunha malícia. Hoje, a nós, resulta-nos difícil entender a malícia que levava consigo a pergunta que fizeram os fariseus. Isto se compreende se tivermos em conta que os rabinos estabeleceram uma distinção entre mandamentos ”grandes” e “pequenos” da Torah (a Lei de Deus), que continha 248 preceitos e 365 proibições. Mas além disso havia quem destacasse que também os pequenos preceitos eram de muito peso (cfr. 4 Mac. 5, 20s) – (U. Luz). Havia pois, entre os entendidos da Lei fortes controvérsias sobre qual era o preceito “maior”. Pronunciar-se sobre este assunto era enfrentar-se com grupos influentes de então.

 

2. Jesus responde citando Deut 6, 5, texto fundamental, que era recitado cada dia como parte do Shemá Israel. E que abarcava o amor sexual, a família, os amigos, as relações de lealdade política, até a relação com Deus. Mas tudo isto, de forma que o amor a Deus era dedicar toda a vida a cumprir os mandamentos divinos. (A. Nissen). Era pois, um amor entendido e vivido no âmbito do religioso e em forma de submissão e obediência.

 

3. Mas Jesus não se limita a responder à literalidade da pergunta. Porque, sem ser perguntado sobre o particular, junto ao amor a Deus, Jesus põe o amor ao próximo. Fá-lo citando Lev 19, 18. E além disso acrescentando, mediante o adjetivo homoios, se indica que o mandamento do amor ao próximo é de igual valor ou de igual qualidade que o mandamento do amor a Deus. (G. Haufe, D. A. Carson, J. Schneider). Isto é de um valor insuspeito. Porque dá à religião e à ética uma volta inteiramente nova na história das tradições religiosas da humanidade. Jesus, une o “divino” com o “humano”. E faz inseparável um do outro. De forma que é uma ilusão e um engano pensar que alguém que está em boa relação com Deus, se relacione mal com  outrem, ou com quem quer que seja. Melhor, ao unir “o divino” com “o humano”, Jesus secundariza a religião e põe o religioso no âmbito do laico. Assim, Jesus simplifica desassombradamente a religião. E vem a dizer: o maior na vida é ser respeitoso, tolerante e boa pessoa, bom cidadão e pessoa de bem. E tudo isto sempre.

Compilação por

António Fonseca

http://bibliaonline.com.br/acf; http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt

NOTA FINAL:

Desejo esclarecer que os comentários aos textos do Evangelho, aqui expressos, são de inteira responsabilidade do autor do livro A RELIGIÃO DE JESUS e, creio eu… apenas retratam a sua opinião – e não a minha ou de qualquer dos meus leitores, que eventualmente possam não estar de acordo com ela. Eu apenas me limito a traduzir de espanhol para português os Comentários e NEM EU NEM NINGUÉM ESTÁ OBRIGADO A ESTAR DE ACORDO. Desculpem e obrigado. AF.

http://bibliaonline.com.br/acf; http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt