OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Viver Santamente

Viver Santamente


Atacam a Igreja Católica por todos os motivos (sem motivo)

Posted: 02 Feb 2012 10:32 AM PST

Já fizeram uma contagem dos assuntos que faz a Igreja Católica levar pedradas de todos os lados? São tantos assuntos e tantas pedradas, dói só de falar. O que mais aperta os nervos é saber que 'católicos' convenientes entram na trincheira dos inimigos ajudando-os a atacar sua 'amada Igreja'. Estas pessoas se acham mais sabedores que os Sacerdotes, Religiosos, Cardeais, Bispos, Papa e todo Magistério juntos. Parecem saber ainda mais que Jesus. Chega-se a ter pessoas que nunca leram a Bíblia ou nunca ouviram atenciosamente (para quem não sabe ler) e se posam como sábios, teólogos, profetas e alfinetam o Vaticano se posicionando como um esplendoroso sabedor dos assuntos. Seria mais proveitoso a estes ficarem calados.

Abortos (morte de inocente)
Tem gente e pessoas que querem por todos os lados defender a morte das crianças no ventre materno. Estes acham que a Igreja é uma bruxa que não deixa as mãezinhas matar suas criancinhas em paz.
Castidade (sexo apenas no casamento)
Ligado ao aborto, esta palavra meio sumida mas ainda pregada pelos filhos da Igreja, protege da ação de males como a gravidez indesejada, pois a maioria dos que são levados ao aborto são aqueles que ainda não casaram e cometem atos pecaminosos contra a pureza. Nisto até o Governo quer calar a Igreja, como se Ela fosse a horrorosa insensível que não deixa a prostituição se alavancar. Querem portanto que a Igreja permita a depravação dos jovens, quanto mais novos mais sexo.
Homossexualismo (todos já sabem né)
Estão xingando a Igreja por ser contra o 'amor' de dois marmanjões ou duas damocas. Não sabem que isto faz parte do não nascimento de crianças e do projeto que finda a humanidade. Não sabem que é dentro do gaysismo que reina o desamor, falta de pudor, drogas, morte, pedofilia, problemas psicológicos, ódio.... uma nação homossexual não poderá se subsistir. Querem além de tudo pregar isto como obrigação ditatorial a todos, não permitindo a Igreja falar a seus filhos sobre o perigo disto tudo.
Drogas (perda o autocontrole)
Querem a liberação geral. Quando a Igreja pede para cuidar dos viciados e combater a distribuição; surgem muitos a falarem que esta fala é velha e não funciona. Querem dar problemas como solução, não atentam para o pensar correto e cuidar dos filhos já tão destruídos.
Casamento (proteção da Sociedade)
A Igreja protege o Casamento com tamanho amor que recebe seus filhos para este fim como Sacramento. Ela instrui, prepara, acompanha e assegura por toda a vida esta maravilhosa instituição criada por Deus. O Governo e Partidos políticos detonam a Igreja por amar a Família, contra isto já foi criado o 'casamento' gay e o divórcio rápido, gastaram milhões para isto acontecer, mas não foi investido nada para animar os homens e mulheres criarem moralmente seus lares e ampararem o futuro da Nação.

Filhos (herdeiros e futura geração)
Não permitem aos pais cuidarem de seus filhos. Querem que o Governo e organizações hostis, cuidem de nossos filhos dando a eles drogas, sexo (homo) e libertinagem. A Igreja e os próprios pais não podem corrigir, se o fizerem poderão ser presos (lei da palmada).
Armas (proteção)
Por falar em problemas como solução, querem desarmar a proteção das famílias para dar mais armas ao crime e as facções. Insistem em campanhas de desarmamento onde quem realiza inadvertidamente a entrega são todos, menos os criminosos, Atentando ainda para uma saga onde desarmando a população, torna-se um grande passo para o Comunismo ser implantado. Não permitem que a Igreja fale sobre isto e que nela não pode tocar sobre proteção da vida.
Propriedade privada (direito)
Estão invadindo as propriedades de todos os lados. Quando os filhos dão seus alertas, são chamados de fundamentalistas.
Constituição (leis)
A Igreja anima seus filhos a legislarem para o bem da Humanidade, não permitindo nunca que o homem seja considerado coisa e esteja abaixo de qualquer que seja. O Homem é imagem e semelhança de Deus, devendo assim ser respeitado pelo mesmo. Mas os mundanos rejeitando o seguimento da Igreja, estão criando leis contra si mesmos.
Para estes gritantes carniceiros, a Igreja é sinal de retrocesso, apenas por amar os filhos de Deus que merecem respeito e dignidade. Levantam-se contra a Igreja por andar no caminho do Amor, Serenidade e Honestidade.

É proveitoso lembrar que os feridos de todas as armadilhas lançadas pelos inimigos são amorosamente amparados pela Mãe Igreja Católica, até aqueles que outrora brigaram contra Ela, lançando-Lhe ódio e cusparada, é a Igreja que ampara os maltratados pelo homossexualismo, os aidéticos, viciados, separados, moribundos, sem-teto e todo tipo de maltrapilho. Aqui são todos amados.

========================

Caritas in Veritate


  • ========================
  • Biblia Catolica News


    Link to Bíblia Católica News

    “Cristo não é Religião!” – De onde vem este grito de guerra?

  • ========================

  • Juntos na...doc

    Ver online

    Transferir(128,8 KB)

    Transferir como zip

    Nº 47 | Fevereiro de 2012

    Jornada Diocesana da Família - 4 de Fevereiro

    “Família e Juventude em Comunhão” é o tema que o Secretariado da Pastoral Familiar, em parceria com o Secretariado da Juventude, colocam à reflexão de toda a Diocese, no dia 4 de Fevereiro, na Casa Diocesana de Vilar, em sintonia com o objectivo proposto pelo nosso Bispo para este ano

    Será um espaço de formação, segundo o método ver, julgar e agir, com um alargado leque de reflexões, que vão contribuir para o enriquecimento dos participantes, esperando-se que surjam propostas pastorais em ordem à evangelização das famílias e dos jovens e ao aumento da comunhão em família.pastoral.

    Os boletins de inscrição estão disponíveis em todas as paróquias, reitorias, capelanias e nos Institutos Religiosos Masculinos, bem como na recepção da Casa Diocesana de Vilar.

    Semana do Consagrado 2012

    A Vida Consagrada no coração da Evangelização
     
    50 anos depois do começo do Concílio Vaticano II

    Por decisão da Conferência Episcopal Portuguesa, vamos celebrar e viver, pelo terceiro ano consecutivo, de 29 de janeiro a 5 de fevereiro de 2012, a Semana do Consagrado. Trata-se de uma iniciativa a concretizar nas Dioceses e Paróquias, Comunidades cristãs e religiosas, em todos os espaços eclesiais.

    A escolha do tema – “A Vida Consagrada no coração da Evangelização, 50 anos depois do começo do Concílio Vaticano II” – tem a ver com o momento eclesial que vivemos e reavivamos na complementaridade dos carismas.

    Em coordenação com a Comissão Episcopal Vocações e Ministérios (CEVM), a Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal (CIRP) disponibiliza alguns materiais que podem ser aproveitados em momentos de oração, celebração e reflexão: alguns textos do magistério, uma mensagem do Presidente da CEVM, proposta de vigília de oração, um cartaz A4 com a necessária qualidade para se imprimir e afixar, propostas de meditação à luz das leituras bíblicas da Festa da Apresentação, outros textos e orações.

    Para maior rapidez e poupança, todos os subsídios são enviados por email e colocados na página da ECCLESIA na Internet, em dossier destacado www.ecclesia.pt/semanadoconsagrado2012.
    Ler Mais...

    Jornadas de Teologia

    NOVA EVANGELIZAÇÃO:
    DESÍGNIO HUMANO DE EXPANSÃO OU
    PARTILHA DO DOM INESTIMÁVEL DE DEUS?
    Universidade Católica Portuguesa . Porto
    Faculdade de Teologia
    06-09 Fevereiro 2012

    A Faculdade de Teologia do Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa promove de 06 a 09 de Fevereiro as Jornadas de Teologia, este ano subordinadas ao tema: NOVA EVANGELIZAÇÃO: DESÍGNIO HUMANO DE EXPANSÃO OU PARTILHA DO DOM INESTIMÁVEL DE DEUS?

    Para obter mais informações:

    Ficha de inscrição / programa - Link

    Dia com...

    Dia com… os Institutos Seculares
    4 fevereiro 2012 – Casa da Juventude
    Os Institutos seculares da Diocese do Porto propõem-te uma aventura audaz:
    vem conhecer-nos e descobrir o que têm em comum um alpinista, um equilibrista e um laboratório…
    Para Adolescentes dos 13 aos 15 anos de idade
    09h30 às 16h30 – almoço partilhado
    informações/inscrições:
    961 684 160 - Helena Laranjeiro
    diacom.institutosseculares@gmail.com


    Retiro da Quaresma
    25 e 26 Fevereiro 2012 – Casa da Juventude
    Para Jovens a partir dos 15 anos de idade
    Inscrições abertas: casadajuventude@seminariodobompastor.pt

    Tertúlia

    Mais informações: www.migracoesporto.org

    Uma proposta de dinâmica Quaresmal - "Junto na arca da aliança"

    Da autoria dos Padres Amaro Gonçalo, Artur Dias Moreira e José Manuel Araújo, partilhamos a sua proposta de dinâmica pastoral para esta Quaresma: “Juntos na arca da aliança”.

    Documento disponível em anexo ou no seguinte LINK




    A sua subcrição:

    Modificar a sua subscrição
    Remover subscrição

    ========================

  • Novo post em Ide e Anunciai


    São Brás – 03 de Fevereiro

    ideeanunciai | 3 03America/Sao_Paulo fevereiro 03America/Sao_Paulo 2012 at 11:30 | Categorias: Reflexão | URL: http://wp.me/pPX1K-225

    Comentário
    Ver todos os comentários

  • ========================

 

Posts colocados em SÃO PAULO (e Vidas de Santos) -  3-2-12  -  21,55 h

António Fonseca

Nº 1184-2ª Página - EVANGELHO, SEGUNDO S. LUCAS - ANO B – 3 DE FEVEREIRO DE 2012

(8)

Nº 1184-2ª Página

EVANGELHO DE S. LUCAS

PRÓLOGO
PREPARAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO
 
…Ia, em seguida, de cidade em cidade, de aldeia em aldeia, pregando e anunciando a Boa Nova do reino de Deus.
 
8- Mulheres servem o Senhor – ….Acompanhavam-n’O os Doze e algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demónios, Joana, mulher de Cusa, administrador de Herodes, Susana e muitas ouras que os serviam com os seus bens.
 
Parábola do semeador – … Como estivesse reunida uma grande multidão e de todas as cidades viessem ter com Ele, disse esta parábola: «Saiu o semeador paras semear a sua semente. Enquanto semeava, uma parte da semente caiu à beira do caminho, foi pisada e as aves do céu comeram-na; outra caiu sobre a rocha e, depois de ter germinado, secou por falta de humidade. Outra caiu no meio de espinhos, e os espinhos crescendo com ela, sufocaram-na. Uma outra caiu em boa terra e, uma vez nascida, deu fruto centuplicado». Dizendo isto, clamava: «Quem tem ouvidos para ouvir, oiça!».
 
O porquê das parábolas – … Perguntaram-Lhe os discípulos significado desta parábola. Disse-lhes: «A vós foi-vos dado conhecer os mistérios do Reino de Deus, mas aos outros fala-se-lhes em parábolas, a fim de que vendo, não vejam e, ouvindo, não entendam»
 
Explicação da parábola – «O significado da parábola é este: A semente é a Palavra de Deus. Os que estão à beira do caminho são aqueles que ouviram, mas em seguida vem o diabo e tira a palavra do seu coração, para não se salvarem, acreditando. Os que estão sobre a rocha são os que, ao ouvirem, recebem a palavra com alegria; mas, como não têm raiz, acreditam por um tempo e afastam-se na hora da provação. A que caiu entre espinhos são aqueles que ouviram, mas, indo pelo seu caminho, são sufocados pelos cuidados, pela riqueza, pelos prazeres da vida e não chegam à maturidade. E a que caiu em terra boa são aqueles que, tendo ouvido a palavra, com um coração nobre e virtuoso, conservam-na e dão fruto com a sua perseverança».

Parábola da lâmpada – «Ninguém acede uma candeia para a cobrir com um  vaso ou para a esconder debaixo da cama; pelo contrário, põe-na no velador, para que vejam a luz aqueles que entram. Porque não há coisa oculta que não venha a manifestar-se, nem escondida que não se saiba e não venha à luz. Vede, pois, como ouvis, porque àquele que tiver, dar-se-lhe-á, mas àquele que não tiver ser-lhe-á tirado mesmo o que julga possuir».
 
A verdadeira família de Jesus – Sua mãe e Seus irmãos vieram ter com Ele, mas não podiam aproximar-se por causa da multidão. Anunciaram-Lhe: «Tua mãe e Teus irmãos estão lá fora e querem ver-Te». Mas Ele respondeu-lhes: «Minha mãe e Meus irmãos são aqueles que ouvem a palavra de Deus e a poem em prática».
 
 
(Continua em, 4/2/2012, esta descrição do EVANGELHO DE SÃO LUCAS)


Transcrição de António Fonseca

Nº 1184 – 1ª Página – (34/2012) - SANTOS DE CADA DIA – 3 de Fevereiro de 2012 -

Ver Notas no final

email: aarfonseca0491@hotmail.com

Nº 1184 – 1ª Página – 2012

Tero_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb_t[1]God-Remained-Posters_thumb_thumb_thu[2]

#####################################

31-1-12_thumb_thumb

Aurora Boreal

##################################### #####################################

ANSCÁRIO, ou ÓSCAR Santo

Padroeiro da Escandinávia

Oscar (Ansgario), Santo

Óscar (Anscário), Santo

Nasceu na França, perto de Corbie, em 801, e morreu em Brema, na Alemanha, em 865. Este grande missionário saiu da abadia de Corbie para ir evangelizar os “terríveis Normandos” da Dinamarca (826-828) e da Suécia (829-830), que depressa o expulsaram das suas terras. Encontrou melhor acolhimento em Schleswig-Holstein; mas os Normandos dinamarqueses invadiram este território e destruíram, todas as igrejas que ele lá construíra. Terminou a vida como bispo de Brema, onde implantara também o cristianismo. Uma vez que São Ramberto, seu discípulo, sucessor e biógrafo, se atreveu a falar dos milagres que lhe eram atribuídos, recebeu a seguinte resposta: “Se eu tivesse o dom dos milagres, o primeiro que faria seria mudar a minha má natureza na de um homem honrado”. Do Livro SANTOS DE CADA DIA, de www.es.jesuitas.pt. Ver também www.es.catholic e www.santiebeati.it .

COMPLEMENTO

Quando era pequeno, Anscário viu Maria numa visão, que o inspirou a tornar-se um  monge beneditino. Ele foi educado no mosteiro de Corbie, na Picardia, e mais tarde, mudou-se para o mosteiro de Corvey, na Alemanha. Wala, o Abade, ficou tão impressionado com o seu estilo de prédica que lhe sugeriu o trabalho de missionário. Anscário aceitou com muito gosto e, em 826, foi viver para a Dinamarca. Pouco tempo depois, Anscário fundou uma pequena escola e sucessivamente converteu muitos dinamarqueses. Alguns anos mais tarde, enquanto viajava para a Suécia por mar, os piratas atacaram o barco de Anscário e roubaram todas as prendas destinadas à corte sueca e cerca dos 40 livros religiosos do monge. Decidido, Anscário chegou finalmente à Escandinávia e continuou a sua missão. Em 831, Anscário recebeu a ordem para regressar à Alemanha. Ele foi nomeado Abade de Corvey e tornou-se responsável do novo bispado de Hamburgo. Como Bispo, Anscário dedicou-se a organizar novas missões, a construir igrejas e a fundar bibliotecas. No ano 845, no entanto, Hamburgo caiu em poder dos vikings e o Cristianismo foi aniquilado na Suécia assim como na Dinamarca.

Servo determinado do próximoAnscário, no entanto, não permitiu que estes obstáculos lhe impedissem de alcançar os seus objetivos. Ele continuou a inspirar as pessoas com a sua poderosa prédica e a sua profunda preocupação pelos pobres. O Bispo humilde cuidava pessoalmente dos pobres, lavava-lhes os pés e servia-lhes refeições enquanto ele se alimentava só de pão e água. Anscário também organizou campanhas para que os vikings pusessem fim ao comércio de escravos. Morreu em Bremen no ano 865. No entanto, o seu legado era tão forte que ele foi nomeado padroeiro da Escandinávia.

No seu rasto

Anscário teve que enfrentar muitas dificuldades durante a sua missão de toda a vida para levar a luz de Deus aos ângulos escuros da Europa do Norte. No entanto, nem os saques devastadores de que foi vítima a sua cidade nem o paganismo enfraqueceram a sua Fé. Outras pessoas também tiveram que enfrentar adversidades insuperáveis. Por exemplo:

* No século XVII, os quacres de Massachusetts foram vítimas da intolerância religiosa. Muitos foram presos e alguns foram condenados à morte. No entanto, eles continuaram a +praticar a sua religião e finalmente foram aceites.

* Durante a Segunda Guerra Mundial, os rabinos tiveram muitas vezes que aconselhar as pessoas a tomar medidas difíceis para permanecerem fiéis à sua Fé, e muitos tiveram que lutar contra o dilema ético dos judeus salvando as suas próprias vidas utilizando certificados de baptismo cristãos.

* No Ruanda, nos anos 90, uma época que se caracterizou pela violência, os missionários puseram em risco as suas vidas para continuarem o seu trabalho.

Quando se encontrar num período em que tem de enfrentar momentos difíceis, recorra a Deus. Ele lhe dará força.

ORAÇÃO

Deus amado, Tu colmaste a vida de Anscário com uma devoção inquebrável, para que ele pudesse levar os não crentes o Teu nome e os ensinamentos do Teu único Filho. Espero que me concedas a mesma Fé inspiradora, para que eu possa partilhar também a promessa de uma vida eterna com todos aqueles que cruzam o meu caminho, e para que eu possa ter sempre a força para seguir o Teu exemplo. Concede-me este pedido em nome de Jesus Cristo, Nosso Senhor.Ámen.

(Oração contemporânea)

Durante o tempo de vida de Santo Anscário (ou Óscar) – (801-865) ocorreram entre outros os seguintes acontecimentos: Os árabes começam a conquista da Sicília (827); Reinado de Carlos Magno (771-814); Começa a construção do Palácio de Doges em Veneza (814); Desenvolvimento da cultura sicana no Peru do Norte (850).

BRÁS, Santo 

  • Bispo, Mártir e Padroeiro das dores de garganta

  • Blas, Santo

    Blas, Santo

    Bispo de Sebaste de Arménia

    Este santo bispo, martirizado em Sebaste de Arménia, no tempo de Licínio (308-323), não entrou no calendário romano até ao século XI. Mas começou a ter lugar nele pela grande devoção que principiou então a ser-lhe dedicada na Cidade Eterna. Em sua honra levantaram-se lá não menos de 35 igrejas. As Atas da sua Vida e Martírio são um pouco anteriores, do século IX. Embora tardias, como se vê, têm um fundo de verdade e historicidade que não se pode desprezar. A tradição oral e a liturgia conservaram sempre os traços fundamentais do seu carácter e santidade, que exagerou depois o autor anónimo das sua lenda escrita. Figura entre os 14 Santos Auxiliadores (8 de Agosto). Sebaste, cidade da Arménia, foi o berço de S. Brás, no fim do século II. Seus pais eram abastados e puderam facilitar-lhe os estudos até à especialização em medicina. Já médico, desenganou-se na totalidade dos ideais humanos e deu-se inteiramente à perfeição cristã. Retirou-se do mundo e começou a vida solitária de oração e penitência. A fama do Santo espalhou-se na comunidade cristã de Sebaste e, sobrevindo a morte do bispo, todos o aclamaram, como novo pastor. O Santo viu-se coagido a aceitar, embora com verdadeira repugnância, porque amava muito mais a vida retirada e de contemplação. Segundo as Atas, o seu palácio episcopal continuou a ser a cova que antes habitara no monte Argeu; dela descia à cidade quando as obrigações do zelo pastoral o reclamavam. As Atas insistem na força taumatúrgica do Santo, sempre em favor dos pobres e enfermos. Licínio, marido de Constança, irmã de Constantino, ficara, desde a derrota de Maximino, com o império do Oriente, mantendo Constantino para si o Ocidente. Depressa se travou luta entre os dois poderosos; na verdade, o poder não sofre iguais. Em 314 Constantino venceu o cunhado, mas deixou-lhe a Trácia e a Ásia. E a luta renovou-se em 323. Licínio então, por ódio a Constantino, começou a perseguir os cristãos, negando-lhes todo o direito, até mesmo o de se juntarem nas igrejas que tinham. Entre as vitimas desta perseguição deve colocar-se S. Brás. A província da Capadócia e Arménia governava-a em nome de Licínio, um prefeito anticristão chamado Agrícola. O Bispo de Sebaste era muito conhecido pelo cargo e pelos milagres que fazia. Foi logo detido pelos soldados do Prefeito. Tiveram de ir buscá-lo à sua gruta no Monte Argeu. Trazido à cidade, propuseram-lhe que adorasse os deuses. O santo negou-se decididamente: “Não quero ser amigo deles, porque não quero arder eternamente com os demónios”. Foi açoitado com vergas de boi, posto no ecúleo, submetido aos garfos com puas de ferro e lançado a um lago frio. Por último degolaram-no. S. Brás é padroeiro contra as doenças de garganta, porque, segundo referem as Atas, salvou a vida dum menino que estava próximo de morrer por engolir uma espinha de peixe. A mãe apresentou-se ao Santo Bispo com o menino ao colo. Brás levantou os olhos ao céu, suplicou ao Senhor, e logo a seguir o menino deitou fora a espinha e ficou são. Conta.-se outro milagre parecido do Santo, realizado em 1589 numa mulher. A devoção a ele penetrou fundamente no coração do novo cristão. O que não se explica sem as graças especiais que o Santo concede aos seus devotos. Os cardadores invocam-no também como patrono, pois foi submetido aos pentes de ferro, quando era martirizado. Na Rússia é tido como advogado especial nas doenças dos animais, pelos milagres que realizou neles, segundo contam também as suas Atas. Do Livro SANTOS DE CADA DIA, de www.es.jesuitas.pt. Ver também www.es.catholic e www.santiebeati.it

    COMPLEMENTO

    Segundo a lenda, Brás nasceu no seio de uma família abastada da Arménia. Foi educado como cristão e mais tarde foi nomeado Bispo de Sebaste. Brás era também médico e dedicava muito do seu tempo a tratar os seus concidadãos sem olhar a riqueza ou classe social. Brás foi perseguido pela sua por ordem de Roma. Quando Agricolausa, o governador de Capadócia e Baixa Arménia, ordenou a prisão do Bispo, Brás fugiu para as montanhas e procurou refúgio numa caverna habitada por animais selvagens. Quando os homens de Agricolausa chegaram para o prender, encontraram Brás a viver pacificamente com os animais, cujas feridas tratava .

  • Gentileza na adversidade – Quando Brás estava preso, era visitado por uma mulher cujo porco tinha sido por ele salvo das garras de um lobo. A mulher levava-lhe comida e velas para iluminar a cela. É por esta história, e uma outra que conta ter salvo um menino que estava a sufocar, engasgado com uma espinha, são a razão de ser ligado aos que sofrem de dores de garganta. Brás também prometeu que todos aqueles que acendessem uma vela em seu nome ficariam para sempre imunes às doenças de garganta. Ao longo dos séculos, Brás tornou-se um Santo popular, especialmente na Europa ocidental. Em algumas regiões, os católicos comemoram o dia de São Brás com a benção das gargantas. Na Alemanha, Brás é conhecido como um  dos 14 Santos Auxiliadores.

    No seu rasto

    Bom  e carinhoso, Brás mostrou sempre grande compaixão pelos animais. Era mesmo capaz de cuidar de animais ferozes e estes protegeram-no quando procurava refúgio.

    Hoje, muitas organizações partilham este carinho pelos animais. A Associação Senhores Bichinhos, com sede em Vila Nova de gaia, é uma dessas instituições. O seu primeiro objectivo é melhorar as vidas dos animais de estimação, evitando sobretudo situações de abandono. Entre as suas áreas de intervenção, contam-se uma campanha de esterilização de cadelas e gatas, a preços reduzidos, para que não nasçam animais indesejados. Também fornece informações práticas sobre locais onde os animais podem ficar durante as férias, de forma a evitar o abandono. Têm ações periódicas destinadas a incentivar a adopção de animais abandonados, evitando que esses bichos, excelentes companheiros do homem, acabem nos canis municipais. Para mais informações, contactar Senhores Bichinhos, Ruda do Rodelo, 164, Vila Nova de Gaia, telefone 227721962 ou visitar o site: www.terravisdta.pt/guincho/2027

    ORAÇÃO

    Concede-nos, Senhor, como concedeste a Teu servo Brás, que as nossas mentes não estejam tão embrenhadas n os problemas que nos esqueçamos de aproveitar as oportunidades que nos dás de fazer bem aos outros. Que sempre nos lembremos de que fazer uma boa obra ´+e trabalhar em Teu Nome. Graças sejam dadas a Deus, Nosso Senhor. Ámen.

    (Oração contemporânea)

    Durante o tempo de vida de São Brás (séculos III e IV) ocorreram entre outros os seguintes acontecimentos: O Édito de Milão legaliza o Cristianismo no Império Romano (313); Reinado de Valeriano, Imperador romano (253-260); Berberes da África do Norte iniciam o governo de Shana (300); Os Hunos invadem a Pérsia (350).

  • LOURENÇO DE ESPOLETO, Santo

    Bispo de Espoleto

  • COMPLEMENTO

    Lourenço de Espoleto nasceu na Síria no final do século V. Ele foi obrigado a abandonar a sua casa no ano 514, junto com outras 300 pessoas, para fugir à perseguição ariana. Lourenço foi viver para Roma, onde foi ordenado sacerdote. Em seguida foi enviado para a Úmbria, na Itália. Aqui Lourenço converteu muitas pessoas ao Cristianismo antes de fundar um mosteiro em Espoleto, onde deixou de predicar. Quando Espoleto precisou de um Bispo, Lourenço foi o escolhido para ocupar o cargo. No entanto, muitos dos habitantes opuseram-se à nomeação de Lourenço porque era estrangeiro. Quando o expulsaram fechando-lhe as portas da cidade atrás das costas, Lourenço rezou a Deus para que lhe enviasse um sinal que lhe indicasse se devia servir como Bispo. As portas abriram-se imediatamente  e os habitantes de Espoleto, testemunhas do milagre, aceitaram-no como Bispo.

    O Iluminador – Como Bispo, Lourenço resolveu muitas disputas a respeito da doutrina da Igreja. Começou a ser tão conhecido como pacificador e pensador de raciocínio claro que acabaram por chamá-lo O Iluminador. Efetivamente, Lourenço tinha tanta habilidade para ajudar as pessoas a ver e compreender todos os aspectos duma questão, que se dizia que ele podia curá-las da sua cegueira física e psicológica.

  • Paz em Bolonha – Quando Bolonha, uma cidade no norte de Itália, se viu envolvida numa controvérsia religiosa, o papa enviou novamente Lourenço para resolver a crise. Com grande diplomacia, o Santo conseguiu finalmente restaurar paz na cidade. Depois de ter servido durante 20 anos em Espoleto, Lourenço renunciou ao seu cargo. Ele fundou um  novo mosteiro em Farfa, perto de Roma, e serviu como seu abade até à sua morte em 576.
  • No seu rasto

    Os habitantes de Espoleto rejeitaram Lourenço num primeiro momento por ele ser estrangeiro. No entanto, mais tarde descobriram a influência positiva que ele exercia na cidade.

    Dar as boas-vindas aos recém-chegados ou visitantes é um dos ensinamentos bíblicos mais antigos e básicos. Recorde-se:

  •  

  • * Três forasteiros uma vez visitaram a Abraão e Sara. O casal idoso recebeu-os na sua tenda e ofereceram-lhes comida e água. Os forasteiros eram os três anjos enviados por Deus (Gén. 18: 1-19).

  • * José e Maria eram forasteiros em Belém que tentavam encontrar um refúgio no dia em que nasceu Jesus. Muitas pessoas lhes viraram as costas antes que um estalajadeiro amavelmente lhes ofereceu o seu estábulo (Lucas 2: 3-14).

  •  

  • Histórias como estas recordam-nos que devemos abrir os nossos corações e as nossas casas aos recém-chegados. Mostrar hospitalidade e compaixão a quem não conhecemos, ou é diferente de nós, beneficiará toda a gente. Eles se sentirão mais à-vontade no seu novo ambiente e você terá conhecido pessoas novas.

    ORAÇÃO

    Ó Deus, que ao criar o mundo fizeste com que a luz brilhasse na obscuridade. Nós rezamos para que a luz do glorioso Evangelho de Cristo possa brilhar nos corações das pessoas em toda a parte, dissipando a escuridão da sua ignorância e cepticismo e revelando-lhes o conhecimento da Tua Glória no rosto de Jesus Cristo.Ámen.

  • (Oração tradicional )

    Durante o tempo de vida de São Lourenço (500-576) ocorreram entre outros os seguintes acontecimentos: O budismo difunde-se no Japão (538-552); Vida de Boécio, filósofo romano (480-524); Termina a construção da Igreja de Santa Sofia em Constantinopla (537); Os chineses inventam a ponte suspensa (580).

  • WERBURGA, Santa

    Abadessa e Padroeira de Chester

  • Santa Wereburga, abadessa

    Em Chester, na região de Mercia, em Inglaterra, santa Wereburga, abadessa de Ely, que fundou vários mosteiros (c. 700).


    39475 > Santa Vereburga Badessa 3 febbraio MR

  • COMPLEMENTO

    Filha do rei Wulfhere de Mercia, teve todos os privilégios de crescer no seio de uma família real e muito religiosa. Recebeu instrução religiosa do Bispo da área e foi encorajada nos seus estudos pela tia-avó, avó e mãe, todas mais tarde canonizadas devido aos serviços que prestaram à Igreja. Jovem muito bela, que se portava com a graça própria duma princesa, Werburga teve muitos pretendentes. Seu pai tentou convencê-la a casar com um deles, mas Werburga rejeitou a proposta, preferindo o estudo e a oração. Quando tinha cerca de 20 anos, entrou para a abadia que sua tia-avó fundara em Ely. Pouco depois, o pai de Werburga faleceu e seu tio tornou-se Rei.

    Em busca da perfeição – O tio de Werburga encarregou-a de supervisionar todos os conventos nos seus domínios. Humilde, mas forte na sua Fé, Werburga guiou as irmãs com amor e paciência no sentido do aperfeiçoamento religioso. Atraiu novas discípulas e estabeleceu novos conventos. A profundidade da bondade de Werburga é relatada numa lenda popular que fez com que muitos artistas a representem acompanhada de um  ganso. Um  dia, Werburga apanhou vários gansos selvagens, que devoravam as colheitas da abadia, e fechou-os durante a noite. Quando soube que um dos gansos tinha sido levado e cozinhado, imediatamente lhe devolveu a vida. Soltou depois os gansos, que nunca mais voltaram. Outros milagres, incluindo o dom da profecia, foram também atribuídos a Werburga. Após a sua morte, ocorreram tantos milagres no seu túmulo que o corpo foi transferido para uma catedral mais pública.

    No seu rasto

    Werburga cuidou, com zelo e compaixão, das irmãs a seu cargo e procurou para si a perfeição cristã.

    Da mesma forma, na Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APPAV) as funcionárias e voluntárias procuram guiar as pessoas que telefonam para o número de emergência (707200077), de forma a conseguirem superar as difíceis situações em que se encontram. Grande parte destas pessoas são mulheres que sofrem violência do marido ou companheiro. Algumas, em situação extrema de abuso e violência, são forçadas a abandonar a casa e procurar um refúgio, longe da pessoa que as atormenta. Por vezes têm filhos pequenos, o que as coloca em situações de maior angustia e desamparo. A APPAV encaminha essas pessoas para abrigos onde podem estar acompanhadas dos filhos. Estas instituições existem  por todo o país e tratam dos casos que lhe estão confiados com sigilo, para evitar perseguições e ameaças. Nesses abrigos, as mulheres têm também apoio jurídico e a possibilidade de encontrar programas de formação ou estágios que conduzem a um emprego e à independência financeira. 

    ORAÇÃO

    Pai Nosso, protege e guia as pessoas que sofrem em relações abusivas. Dá-lhes a força e a coragem para fazer frente a cada dia e guia-as para encontrarem quem as proteja e ajude. Mostra-lhes a luz, Pai. Que, pela Tua graça, possam encontrar paz e amor. Ámen.

    (Oração contemporânea)

    Durante o tempo de vida de Santa Werburga (650-700) ocorreram entre outros os seguintes acontecimentos: Fundação da Abadia de Gloucester (681); Período do Tchhouen-Khi, drama heroico chinês (720); O Budismo torna-se a religião oficial do Tibete (632); Reinado da imperatriz Wu da China (690-704)

  • • Celerino de Cartago, Santo
    Mártir

    Celerino de Cartago, Santo

    Celerino de Cartago, Santo

    Martirológio Romano: Em Cartago, cidade de África, são Celerino, leitor e mártir, que confessou denodadamente a Cristo na cadeia entre açoites, cadeias e outros suplícios, seguindo as pegadas de sua avó Celerina, anteriormente coroada pelo martírio, e de seus tios Lorenzo, paterno, e Ignácio, materno, os quais, tendo servido em acampamentos militares, chegaram a ser soldados de Deus, obtendo do Senhor palmas e coroas com sua gloriosa paixão (s. III). Celerino era originário de Roma e pertencia a uma família de mártires. No começo da perseguição de Décio e sendo ainda muito jovem, foi detido como soldado de Cristo. O levaram ao tribunal onde o próprio Décio devia julgá-lo, pelo que se esperava uma sentença muito severa. Sem embargo, o imperador, comovido talvez pela juventude, o valor e a audaz franqueza de Celerino, lhe concedeu a liberdade, depois de dezanove dias de prisão e de torturas. O jovem levava sobre seu corpo os sinais de seus tormentos. Na primavera do ano 250, Celerino marchou para Cartago para levar a Cipriano novas dos confessores da Igreja em Roma. No seu regresso, teve a pena de constatar a defecção de sua irmã Numéria. Para mitigar sua dor, o compartilhou com um de seus amigos, Lucianno, que estava prisioneiro em Cartago, escrevendo-lhe uma extensa carta com a funesta noticia. Isto aconteceu pouco depois de Páscoa. Fazia a metade do Outono, quando recebeu a resposta de seu amigo, Celerino regressou a Cartago, onde Cipriano o ordenou leitor de sua igreja, com outro confessor da fé chamado Aurélio. Numa de suas cartas, Cipriano faz o mais sentido elogio de Celerino: se vê nela a intenção do bispo de elevar ao sacerdócio a um atleta do cristianismo: sua gloriosa confissão havia provado que, apesar de sua juventude, já estava consumado na virtude. Provavelmente Celerino permaneceu sempre ao lado do bispo de Cartago, sem que possa dizer-se se foi elevado ao diaconado. Sem embargo, quase todos os martirológios o consideram como diácono. Depois da morte de Cipriano, Celerino se mostrou sempre tão firme e piedoso, como havia sido desde o começo de sua vida. No dia 3 de Fevereiro, a Igreja honra sua memória como a de um santo confessor de Jesus Cristo. Alguns hão confundido a nosso santo com outro Celerino, um dos clérigos romanos, enredado no cisma Novaciano. Mas esta defecção não haveria passado inadvertida ao bispo Cipriano e seguramente teria provocado as reconversões do prelado, em vez dos elogios que se lhe tributaram. Se pode considerar a Celerino como mártir, em razão dos tormentos que suportou na prisão.

    • María Ana Rivier, Beata
    Fundadora

    María Ana Rivier, Beata

    María Ana Rivier, Beata

    Francesa por nascimento, veio à luz do dia em Montpezat-sous-Bauzon, a 19 de dezembro de 1768. No rito da beatificação, a 23 de maio de 1982, o Santo Padre assim resumiu os principais traços da vida e espiritualidade da nova beata: “Observamos agora a Beata Marie Rivier que Pio IX já denominava a ‘mulher-apóstolo’. É, de facto, o ardor do seu apostolado que surpreende todos os seus contemporâneos, durante e depois da Revolução francesa. Apaixonada desde a infância da ideia de instruir crianças, de as ensinar, como uma ‘pequena mãe’ a amar a Deus, ela funda muito mais tarde as Irmãs da Apresentação, especialmente para educar a juventude a viver na fé, privilegiando os pobres, as órfãs, as abandonadas ou que desconhecem Deus. Não só reúne as jovens, mas quer ‘formar boas mães de família’ , convicta do papel evangelizador das famílias e da importância da iniciação religiosa desde a primeira infância: “A vida está inteiramente nas primeiras impressões!" Pôde ser considerada como uma ‘ceifeira de inumeráveis almas’. E para isto não poupava meio algum: numerosas escolas de aldeia, missões, retiros que ela própria pregava, assembleias de domingo… Qual era pois o segredo do zelo de Marie Rivier? Fica-se impressionado com a sua audácia, a sua tenacidade, a sua alegria comunicativa, a sua coragem ‘disposta a preencher mil vidas’. Muitas dificuldades, dada a sua natureza, poderiam todavia tê-la desencorajado: a enfermidade da sua infância até à cura no dia dedicado à Virgem, uma ausência de crescimento físico, uma saúde sempre abalada durante os setenta anos da sua vida, a miséria da ignorância religiosa que a circundava . Mas a sua vida mostra bem a força da fé numa alma simples e recta, que se entrega inteiramente à graça do seu batismo. Conta a fundo com Deus, que a purifica mediante a cruz. Implora intensamente Maria e, com Ela, apresenta-se diante de Deus em estado de adoração e de oferenda. A sua espiritualidade é solidamente teológica e claramente apostólicas: ‘A vocação, é Jesus Cristo’; é necessário encher-se do seu espírito, para fazer chegar o seu reino, especialmente à juventude”. À sua morte, a 3 de Fevereiro de 1838, as irmãs da Apresentação de Maria contavam em França 120 casas. L’OSS. ROM. 30.5.1982; DIP 7, 1862. Do livro SANTOS DE CADA DIA , de www.jesuitas.pt. Ver também www.es.catholic e www.santiebeati.it . Reproduzido com autorização expressa de Abadía San José de Clairval

    • María Elena Stollenwerk, Beata
    Fevereiro 3 - Co-fundadora

    María Elena Stollenwerk, Beata

    María Elena Stollenwerk, Beata

    Virgem e Co-fundadora
    da Congregação Missionária Servas do Espírito Santo.

    Martirológio Romano: Na povoação de Steyl, nos Países Baixos, beata María Elena Stollenwerk, virgem, que colaborou com o beato Arnoldo Janssen na fundação da Congregação das Missionárias Servas do Espírito Santo e, tendo abandonado a função de superiora, se entregou à adoração (1900). Nasceu em 28 de Novembro de 1852 na Alemanha, filha e herdeira de um acomodado agricultor. Seu desejo de se unir à obra missionária empreendida pelo sacerdote Arnoldo Janssen, a levou a ingressar na Casa Missional de Steyl en 1882. Em 1889, participa - junto com Josefa Hendrina Stenmanns - na fundação das Irmãs Missionárias Servas do Espírito Santo. Em 1898, o P. Arnoldo Janssen lhe pede que ingresse na Congregação das Irmãs Servas do Espírito Santo da Adoração Perpétua, fundada em 8 de Dezembro de 1896. obra que ia a ser consolidada definitivamente por sua sucessora: María Micaela Tönnies. O chamado que recebe Elena e que a marca desde sua meninice, é o chamado à missão. Se sente convocada a levar calor, luz e a segurança do amor de Deus aos meninos abandonados de China. Seus anseios de ir à missão não se cumprirão jamais, mas hoje suas irmãs estão repartidas por todo o mundo. Em 3 de Fevereiro de 1900 partiu desta terra a seu destino definitivo. Sua vida religiosa se caracterizou por uma relação viva e profunda com o Espírito Santo e seu entranhável amor a Jesus Sacramentado. Em 7 de Maio de 1995, a Irmã María Elena foi proclamada Beata, por João Paulo II.

  • • Maria de Santo Ignácio (Claudina) Thévenet, Santa
    Virgem e Fundadora

    María de San Ignacio (Claudina) Thévenet, Santa

    María de San Ignacio (Claudina) Thévenet, Santa

    Virgem e Fundadora

    Foi solenemente canonizada no dia 21 de março de 1993 esta Serva de Deus, que veio ao mundo em Lião, na França, a 30 de Março de 1774. Fora beatificada a 4 de Outubro de 1981. Na homilia desse dia, João Paulo II relata-nos as angústias por que passou a bem-aventurada: “Teve a adolescência perturbada pela revolução francesa que agitou tão violentamente a sua cidade natal. Numa manhã de janeiro de 1794, esta jovem de 19 anos reconhece os seus dois irmãos, Luís e Francisco, num cortejo de condenados à morte. Tem a coragem de os acompanhar até ao lugar do suplicio e de recolher as últimas palavras deles. “Glady, perdoa, como nós perdoamos”. Este facto foi sem dúvida elemento determinante da vocação de Claudina, já tão compassiva diante das misérias acumuladas pelas tempestade revolucionária. Pensa em tornar-se mensageira da misericórdia e do perdão de Deus numa sociedade destroçada , e dedicar a própria vida à educação dos jovens, sobretudo dos mais pobres, cujo estado de abandono ultrapassa a imaginação. Por isso com o apoio esclarecido do P. Coindre, Claudina funda em 1816 uma Piedosa União, que virá a ser dois anos mais tarde a Congregação de Jesus e Maria”. A seguir o Santo Padre faz o ponto da situação do novo Instituto: “Hoje, para o maior prazer da Igreja, as Filhas de Madre Thévenet são mais de 2000, presentes em todos os continentes e vivendo verdadeiramente do seu espírito. escolas e colégios, lares para jovens e para pessoas idosas, pastoral catequética e familiar, dispensários e casas de oração, não têm senão uma finalidade: levar a que se conheçam Jesus e Maria, trabalhando ao mesmo tempo na promoção social dos pobres”. AAS 84 (1992) 482-4; L’OSS. ROM. 11.10.1981. Do livro SANTOS DE CADA DIA , de www.jesuitas.pt. Ver também www.es.catholic e www.santiebeati.it .

     

    Santo Adelino, abade

    No mosteiro de Celle, em Hanonia, santo Adelino, presbítero e abade (c. 696).

    39470 > Sant' Adelino di Celles Abate 3 febbraio MR


  • 95497 > Beato Alois Andritzki Sacerdote e martire 3 febbraio

  • Santos Simeão e Ana,

    santos do Novo Testamento

    EL ANCIANO SIMEÓN ANA LA PROFETISA

    Em Jerusalém, comemoração dos santos Simeão, ancião honrado e piedoso, e Ana, viúva e profetisa, que mereceram saudar a Jesus Menino como o Messias e Salvador, esperança e redenção de Israel, no momento em que, segundo a lei, foi apresentado no Templo.


    92636 > Sant' Anna Vedova e profetessa 3 febbraio MR

  •  

  • 73600 > San Simeone il Vecchio 3 febbraio MR

  • Santa Berlinda, virgem

    Em Meerbeke, em Brabante, santa Berlinda, virgem, que se distinguiu nessa cidade por sua vida religiosa de pobreza e caridade


    39480 > Santa Berlinda di Meerbeke 3 febbraio MR

  •  
    25950 > San Biagio Vescovo e martire 3 febbraio - Memoria Facoltativa MR

  •  

    Ascolta da RadioVaticana:
    Ascolta da RadioRai:
    Ascolta da RadioMaria:


    39420 > San Celerino di Cartagine Martire 3 febbraio MR

  •  
    90731 > Santa Claudina Thevenet (Maria di S. Ignazio) Religiosa 3 febbraio MR

  •  

    Beato Helinando, monge

    No mosteiro cisterciense de Froidemont, na região de Beauvais, em França, beato Helinando, monge, o qual, depois de haver vivido como trovador itinerante, abraçou a vida humilde e escondida no claustro (post 1230).

    39485 > Beato Elinando Monaco a Froidmont 3 febbraio MR

  •  

    • João Nelson, Beato
    Sacerdote e Mártir,

    Juan Nelson, Beato

    Juan Nelson, Beato

    Em Londres, em Inglaterra, beato Juan Nelson, presbítero da Companhia de Jesus e mártir, que por haver negado a suprema potestade da rainha Isabel I no referente à vida do espírito, foi condenado à morte e enforcado em Tyburn (1578). Beatificado em 29 de dezembro de 1886, pelo Papa Leão XIII. O Beato João (John) Nelson nasceu em Skelton, Yorkshire, Inglaterra, no ano 1534. Estava chegando aos 40 quando viajou a Douai (França) para se preparar para ser sacerdote. Dois de seus quatro irmãos também fariam seus estudos sacerdotais no mesmo lugar. Recebeu a ordenação sacerdotal em Binche (Henao, Bélgica) de mãos de Monsenhor Louis de Berlaymont, Arcebispo de Cambrai, em 11 de junho de 1576. Apenas cinco meses depois, no mês de novembro, já estava em Londres realizando sua missão. Foi preso em 1 de dezembro de 1578 e levado à prisão de Newgate. Quando foi interrogado, aproximadamente uma semana depois, negou-se a fazer o juramento que reconhecia a supremacia da Rainha em matéria espiritual, e foi provocado pelos comissionados a declarar que a Rainha estava afastada da doutrina da verdadeira e única Igreja, que era cismática.Sob a Legislação de 1571, uma declaração assim era alta traição e a condenação era a morte. A sentença foi ditada algumas semanas depois, o sábado 1 de fevereiro de 1578, e confirmada depois quando foi levado a um calabouço na Torre de Londres. Enquanto esteve na prisão se alimentou tão só de pão e água e foi-lhe permitido dizer Missa e confessar. No dia de sua execução se negou a ser assistido por ministros protestantes logo depois de se reunir com seus familiares. Levado a Tyburn e permitiu-se-lhe falar aos espectadores, a maioria deles hostis na Inglaterra protestante. Negou-se a pedir perdão à Rainha e pediu que os católicos presentes na multidão rezassem com ele enquanto recitava várias orações comuns em latim. Foi suspenso da forca, mas ainda vivia quando foi descido para ser esquartejado. Segundo relatos da época, enquanto o verdugo o fazia suas últimas palavras foram: “perdoo à rainha e a todos os autores de minha morte”, ainda que este dado pode ser parte de sua lenda.

    Fonte: Catholic.org
    OurLadyStears.blogspot.com


    39490 > Beato Giovanni Nelson Sacerdote e martire 3 febbraio MR

  •  
    93975 > Beato Giovanni Vallejo Mercedario 3 febbraio

  •  

    São Leónio, presbítero

    Em Poitiers, na Aquitânia, são Leónio, presbítero, que foi discípulo de santo Hilário (s. IV).


    39430 > San Leonio Sacerdote 3 febbraio MR

  •  

    São Lupicino, bispo

    Em Lyon, na Gália, são Lupicino, bispo, que viveu na época da perseguição sob os vândalos (s. V ex.).

    39465 > San Lupicino Vescovo 3 febbraio MR

  •  
    91847 > Beata Maria Anna Rivier Fondatrice 3 febbraio MR

  •  
    92292 > Beata Maria Elena Stollenwerk Fondatrice 3 febbraio MR

  •  
    26000 > Sant' Oscar (Ansgario) Vescovo 3 febbraio - Memoria Facoltativa MR

  •  

    Ascolta da RadioMaria:

    Santos Terídio e Remédio, bispos

    Em Gap, da Provença, na Gália, santos Terídio e Remédio, bispos (s. IV/V).


    92861 > San Remedio di Gap Vescovo 3 febbraio MR

  •  

  • 92860 > San Tigrido (Teridio) di Gap Vescovo 3 febbraio MR


  • 73600 > San Simeone il Vecchio 3 febbraio MR

  •  

  • Santa Wereburga, abadessa

    Em Chester, na região de Mercia, em Inglaterra, santa Wereburga, abadessa de Ely, que fundou vários mosteiros (c. 700).


    39475 > Santa Vereburga Badessa 3 febbraio MR

  •  

    0000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

  • 00000000000000000000000000000000000000000000000000000000

  • Localização geográfica da sede deste Blogue, no Porto

  • Viso---mapa_thumb_thumb_thumb_thumb_[2]

  • http://confernciavicentinadesopaulo.blogspot.com

  • ===================================

  • 0000000000000000000000000000000000000000000000

  • $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$SS

    «««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

  • 1 - A integração dos textos editados MMI IMP S.r.l./IMP BV – impressa na União Europeia (Ver blogue nº 1153 – 3/1/12) que se refiram a alguns dos Santos hoje incluídos, continuara a ser efetuada diariamente desde que eu possua as respectiva pagelas na Coleção de Histórias de Santos que nos inspiraram, intitulada “Pessoas Comuns – Vidas Extraordinárias pelo que peço as minhas desculpas. AF.Hoje POR EXEMPLO foi incluído como Complemento nas vidas de ANSCÁRIO (ou ÓSCAR), BRÁS, LOURENÇO DE ESPOLETO e WERBURGA.Estrela

  • 2 - Sites utilizados: Os textos completos são recolhidos através do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt. em que também incluo imagens recolhidas através de http://es.catholic.net/santoral,; em seguida os textos deste mesmo site sem tradução e com imagens, e por último apenas os nomes e imagens de HTTP://santiebeati.it.

  • 3 - Como já devem ter reparado, de vez em quando, segundo a sua importância há uma exceção da 1ª biografia, (ou biografias do Livro Santos de Cada Dia – já traduzidas – por natureza) que mais sobressaem, – quando se trate de um dia especial, dedicado a Jesus Cristo, a Nossa Senhora, Anjos ou algum Santo, em particular – todos os restantes nomes surgem por Ordem alfabética, uma, duas ou três vezes, conforme figurem nos três sites indicados, que poderão ser consultados - se assim o desejarem – pelos meus eventuais leitores. LOGICAMENTE E POR ESSE FACTO, DIARIAMENTE, O ESPAÇO OCUPADO, NUNCA É IGUAL, ACONTECENDO POR VEZES QUE É DEMASIADO EXTENSO.

  • Peço-vos a melhor compreensão e as minhas maiores desculpas e obrigado.

  • Responsabilidade exclusiva de ANTÓNIO FONSECA

    email: aarfonseca0491@hotmail.com

    http://bibliaonline.com.br/acf; http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt