OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Do blog SENTIR COM A IGREJA - 27/2/2012

http://youtu.be/nAI_xI9wQnE

 

http://youtu.be/dKFd_Dj5TIw

http://youtu.be/o9tJW9MDs2M

Conheça a fé de um dos maiores ícones da música pop internacional

O cantor Justin Bieber é tema de lançamento escrito por Cathleen Falsani

Você certamente já ouviu falar de Justin Bieber, o jovem cantor que encantou multidões ao redor do mundo. Seu talento na música e na dança despertou uma febre em milhares de adolescentes e crianças, que fizeram suas músicas estourarem nas rádios, seus CDs venderem milhões de cópias e sua imagem ser vista e sua presença requisitada em programas de TV. Mas quem é Bieber? Por que ele faz tanto sucesso?
Nem todos sabem, mas Justin Bieber é cristão. Essa e outras novidades sobre ele você vai descobrir em Justin Bieber - Fama, fé e coração, obra da jornalista Cathleen Falsani, que a
Mundo Cristão lança no mês de março aqui no Brasil.
Cathleen Falsani é americana, jornalista, blogueira e escritora, especialista em assuntos. Sua especialidade é escrever sobre assuntos relacionados a religião. É autora de vários livros que lidam com questões religiosas, espirituais e culturais. Foi considerada a escritora religião do ano de 2005 pela Religion Newswriters Association.
Justin Drew Bieber nasceu em London, no Canadá em 1/3/1994. É filho de Pattie Mallete e Jeremy Bieber. Quando veio ao mundo, seus pais eram ainda muito jovens, tinham 18 e 20 anos respectivamente. Dez meses após seu nascimento, eles se separaram. O livro mostra que mesmo separados, seus pais tinham um bom relacionamento e Jeremy, era um bom exemplo de pai. Já sua mãe Pattie trabalhava em 3 empregos para poder sustentar o pequeno Justin. Contavam, ainda, com a ajuda dos avós e de amigos e pastores da igreja que freqüentavam na cidade de Stratford. "Eu conto com os meus amigos da mesma forma que dependo dos cabos de segurança nos shows", diz Justin. "Você nunca sabe quando ou porque vai precisar deles, mas sabe que eles nunca te deixarão na mão, independente da situação".
Cathleen Falsani revela ainda que Bieber não teve uma infância rica e glamourosa, aliás, passou por muitas dificuldades e até o risco de não ter com o que se alimentar, junto com sua mãe. A autora conta, ainda, que desde os primeiros momentos de vida, o garoto estava inserido numa comunidade evangélica cercado de fé e orações, feitas por cristãos amorosos que cuidaram dele e de sua mãe. Entre 8 e 9 anos, Bieber quis ser batizado, por decisão própria.
Na obra, a jornalista mostra a trajetória de sucesso de Justin, fundamentada em sua espiritualidade viva e prática, a qual deixa clara a seus seguidores nas redes sociais e transmite, em forma de breves mensagens, aos fãs durante seus shows. Falsani explica, também, porque Justin Bieber, levou multidões aos cinemas para assistir a um filme sobre sua vida, porque seus álbuns têm um nível de vendagem superelevado e o interesse de outros cantores, muito conhecidos no showbizz, em fazer parceria com o jovem prodígio.
A fé de Justin Bieber faz diferença em sua vida e também na carreira. Descubra em detalhes como isso acontece!
Fonte: Mundo Cristão

==========================

Post colocado em 27-\2-12  -  23,40 horas

António Fonseca

André Rieu–100 vídeos - 27 de Fevereiro de 2012

http://youtu.be/H4l3Rgq-L1M

 

 

 

Apresentação deste post por

António Fonseca

27-2-12  -  22,46 h

Nº 1208-4 - «REZAR NA QUARESMA» 27 de Fevereiro de 2012

1ª SEMANA DA QUARESMA

Segunda-feira

Mateus 25, 31-46

“QUANTAS VEZES O FIZESSTES A UM DOS MEUS IRMÃOS MAIS PEQUENINOS, A MIM O FIZESTES

****************

Jesus identifica-Se com os pequenos, com os frágeis.

Jesus não diz “é como se…”

Ele é muito claro: “foi a Mim que o fizestes”.

Jesus identifica-Se realmente com os que passam fome,

com os idosos abandonados,

com as mulheres abusadas,

com os imigrantes explorados,

com os povos oprimidos.

Tens a certeza que ainda queres passar pela vida

encolhendo os ombros e fingindo não ver a dor à tua volta?

»»»»»»»»»»

Senhor Jesus, aumenta a minha Fé.

Faz-me ver a Tua presença nos meus irmãos.

Abre o meu coração a um amor

que se torna justiça, solidariedade, serviço.

 

edisal@edisal.salesianos.pt

http://www.edisal.salesianos.pt/

000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

NOTA:

O livrinho “REZAR NA QUARESMA – Um Caminho de mudança” consta de leituras –

citação bíblica do Evangelho do dia;

uma frase bíblica em destaque;

uma imagem para ajudar a pensar;

uma meditação que faz a ponte entre o Evangelho e os dias de hoje;

uma proposta de oração.

Dai que, durante este período de Quaresma, tal como ocorreu nos 2 últimos anos (como acima refiro), diariamente será aqui transcrito o texto do respectivo dia, solicitando a devida vénia às Edições Salesianas.

António Fonseca

aarfonseca0491@hotmail.com

http://bibliaonline.com.br/acf

Nº 1207-2ª Página - EVANGELHO, SEGUNDO S. LUCAS - ANO B – 26 DE FEVEREIRO DE 2012

 

(23)

Nº 1207-2ª Página

EVANGELHO DE S. LUCAS

PRÓLOGO
 
 
PAIXÃO, MORTE E SEPULTURA DE JESUS
 
 
23 – No tribunal romano – Levantando-se todos, levaram-n’O a Pilatos e começaram a acusá-lo, dizendo: «Encontramos este homem a sublevar o povo, a impedir que se pagasse tributo a César e a dizer-Se Ele próprio o Messias-Rei». Pilatos interrogou-O: «Tu és o Rei dos Judeus?» Jesus respondeu: «Tu o dizes». Pilatos disse, então, aos príncipes dos sacerdotes e à multidão: «Nada encontro de culpável neste Homem». Mas eles insistiram, dizendo: «Ele amotina o povo, ensinando por toda a Judeia, desde a Galileia, onde começou, até aqui. Ao ouvir isto, Pilatos perguntou se o homem era galileu; e ao saber que era da jurisdição de Herodes, enviou-O a Herodes, que também, estava em Jerusalém nesses dias.
 
Jesus perante Herodes – Ao ver Jesus, Herodes ficou extremamente satisfeito, pois havia bastante tempo que O queria ver, devido ao que ouvia dizer d’Ele esperando que fizesse algum milagre na sua presença. Fez-lhe muitas perguntas, mas Ele nada respondeu. Os príncipes dos sacerdotes e os escribas que lá estavam acusavam-n’O insistentemente. Herodes, com os seus oficiais, tratou-O com desprezo e, por troça, mandou-O cobrir com uma capa magnifica, enviando-O de novo a Pilatos. Nesse dia, Herodes e Pilatos ficaram amigos, pois eram inimigos um do outro.
 
Novamente perante Pilatos – Pilatos convocou os príncipes dos sacerdotes, os chefes e o povo, e disse-lhes: «Trouxeste este Homem à minha presença como andando a revoltar o povo. Interroguei-O diante de vós e não encontrei n’Ele nenhum dos crimes de que O acusais. Herodes tampouco, visto que no-Lo mandou de novo. Como vedes, Ele nada praticou que mereça a morte. Vou, portanto libertá-Lo, depois de O castigar». Ora, pela festa, Pilatos era obrigado a soltar-lhes um preso. E todos se puseram a gritar: «Dá a morte a esse e solta-nos Barrabás!» Este último fora metido na prisão por causa de uma insurreição desencadeada na cidade, e opor um homicídio. De novo Pilatos lhes dirigiu a palavra, querendo libertar Jesus. Mas eles gritavam,: «Crucifica-O Crucifica-O!» Pilatos disse-lhes pela terceira vez: «Que mal fez Ele então? Nada encontrei n’Ele que mereça a morte. Libertá-Lo-ei, portanto, depois de o castigar». Mas eles insistiam entre altos brados, pedindo que fosse crucificado, e os seus clamores aumentavam de violência. Pilatos, então, decretou que se fizesse o que eles pediam. Libertou o que fora preso por sedição e homicídio, como eles reclamavam, e entregou-lhes Jesus para o que eles queriam.

A caminho do calvário – Quando O iam conduzindo lançaram mão de um certo Simão de Cirene, que voltava do campo e carregaram-no com a cruz, para a levar atrás de Jesus. Seguiam-n’O uma grande massa de povo e umas mulheres que se lamentavam e choravam por Ele. Jesus voltou-Se para elas e disse-lhes: «Filhas de Jerusalém, não choreis por Mim, chorai antes por vós mesmas e pelos vossos filhos, pois dias virão em que se dirá: Felizes as estéreis, os ventres que não geraram e os peitos que não amamentaram. Hão-de então dizer aos montes: Caí sobre nós! e às colinas: Cobri-nos. Porque se tratam assim a madeira verde, o que acontecerá à seca?» E levavam também dois malfeitores para serem executados com ele.
 
 
Continua em, 27/2/2012, esta descrição do EVANGELHO DE SÃO LUCAS)


Transcrição de António Fonseca