OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

quarta-feira, 14 de março de 2012

Blogs católicos (alguns títulos de artigos) - 13-3-2012

Responder

Diocese do Porto

Para aarfonseca0491@hotmail.com

De:
Diocese do Porto (gabinf@diocese-porto.pt)

Enviada:
quarta-feira, 14 de Março de 2012 16:29:43

Para:
aarfonseca0491@hotmail.com

Nº 49 | Março de 2012

Conferências Quaresmais


EVANGELIZAR DE NOVO - CONVERTER SEMPRE!

A Nova Evangelização, que podemos considerar a 5ª etapa da evangelização da Europa, requererá a combinação criativa do que mais marcou as quatro anteriores:

  • 1) O testemunho dos primeiros mártires; 2) O recomeço orante dos monges da Alta Idade Média; 3) A conversão ativa dos mendicantes do século XIII; 4) O ardor missionário, interno e externo, da época moderna.

De todos herdaremos, para crescer em comunidades de louvor e missão, face às novas realidades que nos desafiam e esperam!

As Conferências Quaresmais serão proferidas por D Manuel Clemente nos dias 14, 21 e 28 de Março, na Igreja Catedral, às 21h30.

Exposição Semana Santa - Igreja de S. Lourenço (Grilos)

Esta exposição tem como objectivo dar a conhecer a riqueza cultural e religiosa que a Semana Santa guarda nas cidades de Valladolid e Medina de Rioseco, em Espanha e Nocera Terinese, em Itália. Estes locais representam três formas de reviver a Paixão e a morte de Cristo.

Em exibição até ao dia 26 de Maio.

Folheto da exposição: LINK

D. Manuel Clemente - 5 anos no Porto - 24 de Março

24 de Março, 21h30, na Biblioteca do Seminário Maior do Porto, é apresentada, pelo historiador Doutor Rui Ramos, a re-edição do livro da autoria do Senhor D. Manuel Clemente - "Igreja e Sociedade Portuguesa do Liberalismo à República", por ocasião do 5º aniversário da tomada de posse como Bispo do Porto.




A sua subcrição:

Modificar a sua subscrição
Remover subscrição

======================

 

Catolicos com Jesus


  • Boato pequeno é bobagem - Humor Católico
  • Viver de Amor - Santa Terezinha
  • Impotência Sexual - Dicas de Saúde
  • Santa Matilde
  • Liturgia Diária Comentada 14/03/2012
  • ==============

    Borboletas ao Luar


    Sta. Gemma Galgani e os conselhos de Seu Anjo

    Posted: 13 Mar 2012 09:00 AM PDT

    Conselhos dados a Santa Gemma Galgani pelo seu Santo Anjo da Guarda:

    Lembra-te que aquele que ama verdadeiramente a Jesus fala pouco e sofre tudo. Ordeno-te da parte de Jesus, que nunca digas a tua opinião, se não te for pedida, que nunca sustentes o teu sentimento, mas que cedas depressa. Quando cometeres qualquer falta, acusa-te imediatamente sem ser preciso que outros te avisem. Obediência pontual e sem réplica ao teu confessor, sinceridade com ele e com os outros; não te esqueças de guardar a vista, lembrando-te que os olhos mortificados contemplarão as belezas do Céu.”

    Trecho extraído daqui.

    ============================

    Novo post em Ide e Anunciai


    Campanha da Fraternidade 2012 – Que a Saúde se difunda sobre a Terra

    by ideeanunciai

    Site dessa imagem: Amiguinhos de Deus

    Oi Crianças!

    A Campanha da Fraternidade desse ano faz-nos refletir

    Sobre a necessidade de cuidar melhor da Saúde Pública.

    Todas as pessoas precisam encontrar remédios e tratamentos adequados para suas enfermidades.

    Por isso é importante que se construa e abasteça de material necessário,

    Hospitais, Unidade de Saúde e Pronto-atendimento.

    E que haja profissionais de saúde suficientes,

    Para que todos sejam tratados com dignidade no período em que estiverem doentes.

    Peçamos sempre a Deus que derrame o Espírito Santo sobre as autoridades do Brasil,

    Para que realizem ações em favor da melhoria do atendimento Público de Saúde.

    E também à Igreja para que, através da Pastoral da Saúde, assista os doentes em suas necessidades.

    Oremos:

    Senhor Deus de amor, Pai de bondade, nós vos louvamos e agradecemos pelo dom da vida, pelo amor com que cuidais de toda a criação. Vosso Filho Jesus Cristo, em sua misericórdia, assumiu a cruz dos enfermos e de todos os sofredores, sobre eles derramou a esperança de vida em plenitude. Enviai-nos, Senhor, o Vosso Espírito. Guiai a vossa Igreja, para que ela, pela conversão se faça sempre mais, solidária às dores e enfermidades do povo, e que a saúde se difunda sobre a terra. Amém.
    Jane Amábile

======================

EU TENHO DEUS E DEUS ME TEM.


Salmo 87

Posted: 13 Mar 2012 10:19 AM PDT

(Lamento individual de um enfermo que, vitimado desde a juventude, por um mal incurável, foi afastado do convívio social e do círculo de parentes e amigos. Em tom deprecatório e dor intensa, expõe-lhe sua triste situação, solicitando da Onipotência Divina, um milagre que o livre da morte segura. Tem consciência de que a enfermidade e a morte revelam a ira de Deus, como resposta á rebeldia humana. O Salmista termina a sua oração renovando a súplica a Deus com insistência redobrada e profunda tristeza: ele se sente só, sem amigos: seus familiares são as trevas. Este é o único Salmo que não termina com uma palavra de confiança.*)

1.Cântico.Salmo dos filhos de Coré. Ao mestre de canto. Em melodia triste. Poema de Hemã, ezraíta.

2. Senhor, meu Deus, de dia clamo a vós, e de noite vos dirijo o meu lamento.

3. Chegue até vós a minha prece, inclinai vossos ouvidos à minha súplica.

4. Minha alma está saturada de males, e próxima da região dos mortos a minha vida.

5. Já sou contado entre os que descem à tumba, tal qual um homem inválido e sem forças.

6. Meu leito se encontra entre os cadáveres, como o dos mortos que jazem no sepulcro, dos quais vós já não vos lembrais, e não vos causam mais cuidados.

7. Vós me lançastes em profunda fossa, nas trevas de um abismo.

8. Sobre mim pesa a vossa indignação, vós me oprimis com o peso das vossas ondas.

9. Afastastes de mim os meus amigos, objeto de horror me tornastes para eles; estou aprisionado sem poder sair,

10. meus olhos se consomem de aflição. Todos os dias eu clamo para vós, Senhor; estendo para vós as minhas mãos.

11. Será que fareis milagres pelos mortos? Ressurgirão eles para vos louvar?

12. Acaso vossa bondade é exaltada no sepulcro, ou vossa fidelidade na região dos mortos?

13. Serão nas trevas manifestadas as vossas maravilhas, e vossa bondade na terra do esquecimento?

14. Eu, porém,Senhor, vos rogo, desde a aurora a vós se eleva a minha prece.
15. Por que,Senhor, repelis a minha alma? Por que me ocultais a vossa face?

16. Sou miserável e desde jovem agonizo, o peso de vossos castigos me abateu.

17. Sobre mim tombaram vossas iras, vossos temores me aniquilaram.

18. Circundam-me como vagas que se renovam sempre, e todas, juntas, me assaltam.

19. Afastastes de mim amigo e companheiro; só as trevas me fazem companhia...

*(Comentários da Bíblia, Ed.Vozes)

===================

Novo post em catolicosconservadores


A alegria da maternidade

by catolicosconservadores

Vale a pena ver e ouvir - a alegria da maternidade celebrada através da música. http://youtu.be/h82O16T3tlQ

Saiba mais 

"Beside you" by M. Maneri - a Music Visions release.

Ir para YouTubeReproduzir vídeo

"Beside you" - Written and performed by Mario Maneri. Featuring Giulia Perelli, Gianmarco Tavani, Valentina Chisci. Produced by Mark von Riedemann. Directed by Manuel de Teffé Music Video sponsored by…

00:03:48

Adicionado em 28-11-2011

==============

Pró-Vocações e Missões Franciscanas


Para refletir!

Posted: 14 Mar 2012 11:31 AM PDT

Um jumentinho, voltando para sua casa, todo contente, fala para sua mãe:

- Fui a uma cidade, e quando lá cheguei, fui aplaudido, a multidão gritava alegre, estendia seus mantos pelo chão... Todos, estavam contentes com minha presença. Sua mãe questionou se ele estava só e o burrinho disse: -Não, estava levando um homem com o nome de Jesus.

Então, sua mãe falou:
-Filho, volte a essa cidade, mas agora sozinho.
Então o burrinho respondeu:
- Quando eu tiver uma oportunidade, voltarei lá...
Quando retornou a essa cidade sozinho, todos que passavam por ele, fizeram o inverso, maltratavam, xingavam e até mesmo batiam nele.
Voltando para sua casa, disse para sua mãe:
- Estou triste, pois nada aconteceu comigo. Nem palmas, nem mantos, nem honra... Só apanhei, fui xingado e maltratado. Eles não me reconheceram, mamãe...
Indignado o burrinho disse a sua mãe:
- Porque isso aconteceu comigo?
Sua mãe respondeu:

- Meu filho querido, você sem JESUS é só um jumento...

=======================

Guia de Blogs Católicos


======================

Posts colocados em 13-3-2012  -  20,30 h

 

António Fonseca

Hino ao Amor - Padre Zezinho - 13 de Março de 2012

 

Hino ao amor - Pe. Zezinho, scj - PAULINAS COMEP.wmv

Ir para YouTube Reproduzir vídeo

00:02:59

Adicionado em 19-02-2010

11.379 visualizado

LEITURA ORANTE

Se eu desvendasse os mistérios do universo,
mas não tivesse amor;
se o dom das línguas eu tivesse em prosa e verso,
mas não tivesse amor,
seria um sino barulhento e falador!

Se eu conhecesse umas quinhentas profecias,
mas não tivesse amor;
se eu conhecesse todas as teologias,
mas não tivesse amor;
teria tudo, menos Deus a meu favor!

Amor é graça, amor é força amor é luz,
não é vaidoso, não derruba não seduz,
não sente inveja, nem orgulho nem rancor,
sabe perder mas não se sente perdedor.
Amor aplaude mas educa o vencedor
Amor perdoa mas educa o pecador,
não atrapalha não bloqueia: faz andar,
espera e crê, porque o amor sabe esperar.

Vem do passado, mas não é ultrapassado.
Tem seus limites o saber e a religião,
mas o amor aí não acaba nunca não (2x).
Agora vemos por imagens ou sinais,
mas o amor, aí, o amor é muito mais (2x).
mas o amor, ah, o amor é bom demais!

Há mil verdades do outro lado da janela,
mas o amor é a maior de todas elas!...
(CD Canções que a fé escreveu, COMEP)
Clip em http://youtu.be/mCwumbgmDPc

Post recolhido e publicado em 13-3-12 – 19,35 h

 

António Fonseca

Nº 1224-4 - «REZAR NA QUARESMA» - 14 de Março de 2012 –(Quarta-feira)

 

3ª SEMANA DA QUARESMA

Quarta-feira

Mateus 5, 17-19

“Não vim para revogar (a Lei e os Profetas) mas levá-los à Perfeição.”

****************

Às vezes,

gostamos de imaginar um Jesus docinho,

que diz umas banalidades suaves de ouvir.

Um Jesus disposto a  moldar-Se aos interesses do nosso egoísmo e à mesquinhez dos nossos projetos.

E ficamos perplexos quando este Jesus faz um  apelo claro à Palavra de Deus,

às suas propostas e exigências.

 

»»»»»»»»»»

Jesus,

Tu nos convidas

a levar a sério a Palavra de Deus.

Tu nos pedes uma adesão sincera,

com todo o coração.

Observar a Tua Lei,

Senhor,

é optar pela luz e pela alegria.

 

edisal@edisal.salesianos.pt

http://www.edisal.salesianos.pt/

000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

NOTA:

O livrinho “REZAR NA QUARESMA – Um Caminho de mudança” consta de leituras –

citação bíblica do Evangelho do dia;

uma frase bíblica em destaque;

uma imagem para ajudar a pensar;

uma meditação que faz a ponte entre o Evangelho e os dias de hoje;

uma proposta de oração.

Dai que, durante este período de Quaresma, tal como ocorreu nos 2 últimos anos (como acima refiro), diariamente será aqui transcrito o texto do respectivo dia, solicitando a devida vénia às Edições Salesianas.

António Fonseca

aarfonseca0491@hotmail.com

http://bibliaonline.com.br/acf

Nº 1224 - 2ª Página - EVANGELHO, SEGUNDO S. LUCAS - ANO B – 14 DE MARÇO DE 2012

 
(12)
 
Nº 1224-2ª Página

EVANGELHO DE S. JOÃO
 
VII – A ÚLTIMA PÁSCOA
 
 
JESUS ANUNCIA A SUA GLORIGFICAÇÃO PELA SUA MORTE … Entre os que tinham subido para adorar, no dia da festa, havia alguns gregos. Foram ter com Filipe, que era de Betsaida, da Galileia, e fizeram-lhe este pedido: «Senhor, queríamos ver a Jesus». Filipe foi dizê-lo a André, e então André e Filipe foram comunicá-lo a Jesus. Respondeu-lhes Ele: «Chegou a hora de ser glorificado o Filho do Homem. Em verdade, em verdade vos digo: Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, dá muito fruto. Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem neste mundo aborrece a sua vida conservá-la-á para a vida eterna. Se alguém quer servir-Me, que Me siga; e, onde Eu estiver, ali estará também o Meu Servidor. E se alguém Me servir, Meu Pai há-de honrá-lo. Agora a Minha alma está perturbada; e que direi Eu? Pai, salva-Me desta hora? Mas por causa disto é que cheguei a esta hora. Pai, glorifica o Teu nome». Então veio uma voz do Céu que dizia: «Já O glorifiquei e tornarei a glorificá-Lo». Ora a multidão que ali estava, e que tinha ouvido, dizia que havia um trovão. Outros diziam: «Foi um anjo que Lhe falou». Disse Jesus: «Não foi por Minha causa, que se fez ouvir esta voz, foi por vossa causa. Agora é que é o julgamento deste mundo; agora é que será expulso o príncipe deste mundo; e Eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a Mim». E dizia isto para indicar de que morte ia morrer. Respondeu-Lhe a multidão: «Nós sabemos, pela Lei, que o Messias permanece para sempre; como é que dizes que o Filho do Homem tem de ser levantado? Quem é esse Filho do Homem?» Jesus então declarou-lhes: «A luz ainda está convosco por um pouco de tempo; andai enquanto tendes luz, para que as trevas não vos surpreendam. Quem anda nas trevas, não sabe para onde vai. Enquanto tendes a luz, crede na luz, para que sejais filhos da luz». Jesus falou assim e depois retirou-Se, escondendo-Se deles.
 
CONCLUSÃO: A INCREDULIDADE DOS JUDEUS – … Embora tivesse feito tantos milagres na sua presença, não acreditavam n’Ele. Cumpria-se assim a palavra que o profeta Isaías proferira:
 
«Senhor, quem acreditou na nossa palavra?
E o braço do Senhor a quem se revelou
 
E o motivo pelo qual não podiam acreditar era o que Isaías tinha dito ainda:
 
«Cegou-lhes os olhos e embotou-lhes o espírito,
a fim de não verem com olhos
e não entenderem com o espírito,
nem se converterem para Eu os curar».
 
Isto disse Isaías, quando viu a Sua glória e falou d’Ele. No entanto, mesmo entre os chefes, muitos acreditaram n’Ele, mas, por causa dos fariseus, Não o confessavam, para não serem expulsos da sinagoga. É que amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus. Erguendo a voz, Jesus disse: «Quem acredita em Mim, não é em Mim  que acredita, mas n’Aquele que Me enviou; e quem Me vê a Mim, vê Aquele que Me enviou. Eu vim como luz ao mundo, para que todo aquele que crê em Mim não permaneça nas trevas. Se alguém ouvir as Minhas palavras e as não guardar, não sou Eu que o condeno, porque não vim para condenar o mundo, mas para o salvar. Quem Me rejeita e não acolhe as Minhas palavras, tem quem o condene. A palavra que anunciei é que há-de condená-lo no último dia. Porque Eu não falei por Mim mesmo: o Pai, que Me enviou, foi quem determinou o que devo dizer e anunciar. Eu sei que o Seu mandamento é vida eterna. Portanto, as coisas que digo, digo-as como o Pai mas comunicou a Mim».
 
 
Amanhã, dia 16/3/12, segue-se o Capítulo seguinte do Evangelho de SÃO JOÃO.

António Fonseca

aarfonseca0491@hotmail.com

Nº 1224 – 1ª Página – (74/2012) - SANTOS DE CADA DIA (3ª Semana da Quaresma) – 14 de Março de 2012 - 4º ano

Ver Notas no final
Nº 1224 – 1ª Página – 2012
Tero_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb_t[1]God-Remained-Posters_thumb_thumb_thu[2]
#####################################
Quaresma
##################################### #####################################
Florentina, Santa
Religiosa (entre 612 e 633)

Giácomo Cusmano, Beato
Fundador (1834-1888)

Matilde, Santa

Rainha da Alemanha

COMPLEMENTO
 
Matilde nasceu por volta de 895, filha de Dietrich, Conde de Vestefália, e de Reinhild, da família real dinamarquesa. Em criança, Matilde foi educada pela sua piedosa avó, que criou a menina para se tornar uma mulher de grande devoção. Mais tarde, Matilde casou com Henrique, o Caçador, de Saxónia e tiveram cinco filhos. Em 919, quando o Rei Konrad da Alemanha faleceu sem deixar herdeiros. Henrique foi nomeado Rei. Apesar de se ter tornado Rainha, a vida de Matilde era semelhante à das religiosas, alimentando os pobres e fundando instituições religiosas e hospitais. Enquanto Henrique estava ausente em inúmeras guerras, Matilde levava uma vida de oração. O povo acreditava que o sucesso de Henrique nas batalhas era devido às orações de sua mulher. Em consequência, Henrique nunca pôs em questão a santidade de Matilde ou os seus numerosos atos de generosidade.
Obreira da paz – Quando Henrique faleceu, seu filho Otto subiu ao trono. Mas o seu irmão mais novo, Henrique, estava sedento de poder e tentou roubar-lhe o trono. Só Matilde conseguiu fazer a paz entre os irmãos desavindos. Ironicamente, os irmãos reconciliados viraram-se contra a mãe. O rei sedento de bens materiais e Henrique até enviaram espiões para fiscalizar a própria mãe. Para pôr cobro à situação, Matilde deu toda a sua herança a Otto e Henrique e retirou-se para uma propriedade no campo. Pouco tempos depois, Henrique ficou seriamente doente e Otto sofreu um grande número de revezes políticos. Temendo que esses infortúnios se devessem à forma como tinham tratado a mãe, Otto suplicou-lhe que o perdoasse e devolveu-lhe os seus bens. Matilde regressou à corte e continuou as suas obras de caridade até à sua morte em 968.
 
No seu rasto
 
No Sermão da Montanha, Jesus disse “bem-aventurados os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus” (Mateus 5:9).
Como Matilde, todos temos o dever de procurar que a paz reine entre os povos. Em todo o mundo a sede de poder e os ódios provocam guerras sangrentas que causam muito mal e muita dor. Uma forma de ajudar é exigindo das autoridades soluções pacíficas para os conflitos e apoiando as organizações que tentam levar ajuda a todas as vítimas das guerras. Mas as guerras também se desenvolvem dentro dos nossos corações. Todos os dias surgem conflitos, muitas vezes dentro da nossa família ou entre os nossos vizinhos e amigos. Como cristãos, compete-nos fazer todos os esforços para que esses conflitos se resolvam e ajudar com paciência e sensatez os que estão perturbados, evitando que pequenos conflitos familiares se transformem em crises graves. Verdadeira obreira da paz, Matilde ensina-nos que o melhor modo de responder aos conflitos é com um coração em paz, paciência e muito amor.
 
Oração
 
Senhor, Tu que disseste que Te damos de comer, que Te damos de beber, que Te vestimos, que Te recebemos, que Te consolamos quando fazemos isso ao mais pequeno de entre nós, ajuda-nos a amar o próximo e a ser generosos para com todos os que encontrarmos, ricos ou pobres, saudáveis ou doentes, fracos ou fortes. Guia-nos na caridade para que possamos seguir os passos de Santa Matilde, que consagrou a Sua vida ao alívio dos necessitados. Ámen.
(Oração contemporânea)
 
No período da vida de Santa Matilde (895-968) ocorreram diversos acontecimentos dos quais se destacam: Os árabes introduzem címbalos na Europa (942); Reinado de Alfredo o Grande (871-899); Os islandeses estabelecem Althing, um parlamento ao ar livre (930); Muçulmanos shiitas fundam a cidade do Cairo (969)
 
 
 
 
Rodrigo e Salomão, Santos
Mártires (857)

Rodrigo de Córdoba, Santo Salomón, Santo

Rodrigo de Córdoba Salomão, Santo

Rodrigo nasceu no bispado de Córdova. Veio a ser padre zeloso e muito culto em ciências eclesiásticas. Desejando o Senhor acrisolar-lhe a virtude, dispôs ou permitiu que entre dois irmãos seus, que professavam religiões diferentes, se travasse acalorada disputa. Interveio Rodrigo com desejo de os apaziguar; mas tão maltratado foi pelo irmão muçulmano, que recebeu muitas feridas e perdeu os sentidos. O agressor divulgou por toda a parte que Rodrigo se apartara da religião de Jesus Cristo. O caluniado retirou-se para a serra, levando vida de contemplativo. Mas um dia, vindo à cidade para se prover de alimentos, foi visto e denunciado pelo desumano irmão. Sendo interrogado pelo juiz sobre a religião que professava respondeu: “Nasci cristão , e cristão hei-de morrer”. O juiz não quis ouvir mais nada, e mandou-o imediatamente para uma enxovia. Nela encontrou este a Salomão, preso pela mesma gloriosa causa. Tão estreita foi a amizade que se estabeleceu entre os dois, que fizeram promessa de morrer juntos pelo sacrossanto nome de Jesus Cristo; e converteram o cárcere em oratório, onde ambos bendiziam ao Senhor. Sabendo isto o juiz, mandou separá-los; e dias depois, baldados todos os esforços para os levar a renegar a fé, condenou-os à morte. Conduzidos ao lugar do suplicio, que era na margem do rio, os dois santos confessaram de novo a Jesus Cristo e, pondo-se de joelhos, abraçaram-se a um Crucifixo, e entregaram o pescoço aos verdugos, que lhes deceparam as cabeças. Foi isto no ano de 857. É o que sabemos pelo Memorial de Santo Eulógio, obra escrita em Córdova em 872, na mesma cidade em, que Rodrigo e Salomão tinham sido mortos 15 anos antes. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt. Ver também www.es.catholic e www.santiebeati.it

44950 > San Rodrigo di Cordova Sacerdote e martire MR 45000 > San Salomone di Cordova Martire MR

Ascolta da RadioMaria:

Agnelo de Pisa, Beato
Franciscano

Agnelo de Pisa, Beato

Agnelo de Pisa, Beato

Sacerdote da Primeira Ordem (1194‑1236). León XIII em 4 de Setembro de 1892 aprovou seu culto. Agnelo de Pisa é glória não só de Pisa, sua cidade natal, mas também de Oxford, onde morreu em 1236. Percorrer, atrás seus pés descalços seu itinerário entre o Arno e o Támesis, é seguir uma das etapas mais importantes da difusão do franciscanismo na Europa. O jovem Agnelo conheceu a São Francisco em Veneza, e havia sido um dos muitos atraídos por sua palavra e por seu exemplo. Aos 17 anos de idade foi recebido na Ordem pelo próprio São Francisco. Seguindo-o descalço por amor da Dama Pobreza, pronto mostrou seus dotes de óptimo organizador e realizador, apesar de sua modéstia de verdadeiro franciscano, que conservou durante toda sua vida. Por isto, muito jovem, tinha apenas 23 anos, foi enviado a França pelo próprio São Francisco, com um grupo de irmãos destinados a fundar os primeiros conventos franciscanos em París. Frei Agnelo foi o primeiro custódio, ou superior das casas ali fundadas por ele, dando provas de grande zelo e de exemplar sabedoria. Por isto no capítulo general de 1223, São Francisco o encomendou uma tarefa todavia mais exigente: a conquista espiritual de todo um país, Inglaterra, fundando ali uma Província Franciscana. Frei Agnelo desembarcou em Dover com oito companheiros, em 10 de Setembro de 1224. Em finais daquele ano, já havia fundado dois conventos: um em Cornhill, perto de Londres, e o outro em Oxford. Nos anos seguintes as casas franciscanas se multiplicaram em Inglaterra por sobre toda previsão. Frei Agnelo compreendeu a importância dos estudos e do ensino para o provir da Ordem e de sua Província. Oxford, onde ele fundou o segundo convento, era – e é ainda hoje – o máximo centro universitário do país. Os Dominicanos já haviam aberto ali uma casa de estudos; o mesmo fizeram poucos anos depois os franciscanos com frei Agnelo, que convidou a ensinar teologia ali ao próprio chanceler da Universidade, Roberto Grossatesta. A escola franciscana de Oxford pronto adquiriu grandíssima importância, e tal seguiu sendo nos séculos seguintes. Toda a província franciscana de Inglaterra se fez admirável por sua virtude e sua doutrina. Estes êxitos sem embargo não diminuíram a humildade de frei Agnelo, que não se ensoberbeceu nem sequer quando foi escolhido como conselheiro do rei Enrique III, nem quando foi sábio mediador nas controvérsias políticas e diplomáticas. Por obediência aceitou a ordenação sacerdotal; como ministro provincial foi a Assis para o capítulo de 1230; logo voltou a Inglaterra, por petição dos bispos do país. Se estabeleceu no convento de Oxford, por ele próprio fundado. Pouco depois morreu, com a idade de 42 anos, em Oxford, em 1236. A fama de santidade bem cedo rodeou a este inglês de Pisa, símbolo vivente da unidade espiritual dos dois países. Seu sepulcro na igreja franciscana de Oxford foi destruído durante a perseguição de Enrique VIII.

90358 > Beato Agnello da Pisa Francescano MR

Ansovino de Camerino, Santo
Bispo

Ansovino de Camerino, Santo

Ansovino de Camerino, Santo

Tão pronto como Ansovino, natural de Camerino, em Umbria, recebeu a ordenação sacerdotal, se retirou a um lugar solitário de Castel Raimondo, perto de Torcello, onde não tardou em adquirir renome por sua santidade e os milagres que obrava. A raiz de sua fama, o imperador Luis o Piedoso escolheu ao padre Ansovino como seu confessor e logo, promoveu sua nomeação para ocupar a sede episcopal de Camerino. O sacerdote se recusava a aceitar a dignidade e, quando por fim consentiu, pôs a condição de que não havia de subministrar soldados para o exército imperial (um serviço obrigatório para o bispo nos estados feudais), por considerar que esse subministro era inadequado e contrário às leis da Igreja. Desde que assumiu o cargo, Ansovino demonstrou ser um pastor sábio e prudente. Sua extraordinária liberalidade para socorrer aos pobres o procurou o amor de todos e, sua fama de obrar curas e outros milagres, lhe valeu a veneração geral. Se achava em Roma quando o atacou uma febre que, desde o principio, ele mesmo qualificou de fatal. Ao sentir-se enfermo, insistiu em voltar à sua sede para morrer com seus fieis. A cavalo viajou até Camerino e ainda pôde partilhar sua bênção e receber o viático, antes de expirar serenamente.

45100 > Sant' Ansovino di Camerino Vescovo MR

Humberto ou Huberto, Santo
Padroeiro dos caçadores

Humberto o Huberto, San

Humberto ou Huberto, Santo

Nasceu provavelmente em Tolosa del Languedoque, França, em 656 ou 658; morreu em 30 de Maio de 727 ou 728, em Tervuren, Bélgica. É um santo católico, ao que se invoca como protetor contra a raiva e é tido como celestial padroeiro dos caçadores, matemáticos, ópticos e metalúrgicos. Huberto foi o filho maior de Bertrán. Como os nobres merovíngios de seu tempo, Huberto praticava assiduamente a caça. Mudou-se para Metz, onde se casou (682) com Floribana, filha de Dagoberto, Conde de Lovaina. Foi uma eleição matrimonial conveniente pela importância das duas famílias. Seu filho Floriberto, como Huberto, chegaria a ser bispo de Liege. Huberto partiu, logo de sentir o chamado do Senhor, para Maastricht, onde Lamberto era bispo, e a partir de então atuou como seu diretor espiritual. Huberto renunciou a seu posto e direitos de primogenitura no Ducado de Aquitânia em favor de seu irmão Eudo, que foi nomeado tutor de Floriberto, o filho de Huberto e Floribana. Distribuiu aos pobres sua riqueza e estudou ordens sagradas, para ser consagrado presbítero, assistindo na administração da diocese de Maastricht-Tongeren a San Lamberto. Seguindo seu conselho, partiu em romaria até Roma no ano 708, durante sua ausência foi assassinado seu bispo e mentor. A hagiografia de Huberto indica que este assassinato foi revelado ao Papa com a indicação de designar a Huberto, sucessor de São Lamberto na diocese de Maastricht-Tongeren, como assim sucedeu. Como bispo, trasladou a sede de Maastricht para Liege, enterrou a seu predecessor numa basílica construída para honrar sua memória no lugar mesmo do assassinato e sentou as bases para fazer de Liege uma grande cidade. Esta tem hoje a São Lamberto como seu santo patrono e a Santo Huberto é contado como seu primeiro bispo. O bispo Huberto destacou por sua simplicidade e austeridade, por intensidade de suas orações e jejuns e sua famosa eloquência. Evangelizou a área de Ardenas. Huberto morreu e Tervuren, Brabante em 727 ou 728 e foi enterrado em Liege. Seus restos foram logo exumados no ano 825 e trasladados para a abadia beneditina de Andain, situada na povoação que atualmente se chama Santo Huberto. Nos seguintes anos até o Século XVI, em que desapareceram os restos, seu sepulcro foi muito visitado e centro de peregrinação. O nome e a proteção de Santo Huberto se tomou por algumas Ordens Militares no Século XV. Felipe IV de Espanha, rei caçador, tinha a Santo Huberto como protetor. Atualmente festeja-se em 3 de Novembro. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt. Ver também www.es.catholic e www.santiebeati.it



93987 > Beato Berengario de Alenys Mercedario


44910 > Santa Cristina Martire in Pérsia MR



93293 > Beata Francesca Trehet Vergine e martire MR


45150 > Santa Giuditta di Ringelheim Badessa


92257 > Santi Graziano e Felino, Carpoforo e Fedele Martiri


43000 > San Leandro di Siviglia Vescovo MR


Ascolta da RadioVaticana:
Ascolta da RadioRai:

44900 > Santi Macedonio, Patrizia e Modesta di Nicomedia Martiri MR


44920 > San Pienzio di Poitiers Vescovo MR


91313 > Beato Pietro II Abate di Cava MR



92505 > San Sabino Martire in Egitto MR



  • 0000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

  • 00000000000000000000000000000000000000000000000000000000
  • Localização geográfica da sede deste Blogue, no Porto
  • Viso---mapa_thumb_thumb_thumb_thumb_[2]
  • ===================================
  • 0000000000000000000000000000000000000000000000
  • $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$SS
  • «««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
  • 1 - A integração dos textos editados MMI IMP S.r.l./IMP BV – impressa na União Europeia (Ver blogue nº 1153 – 3/1/12) que se refiram a alguns dos Santos hoje incluídos, continuara a ser efetuada diariamente desde que eu possua as respectivas pagelas na Coleção de Histórias de Santos que nos inspiraram, intitulada “Pessoas Comuns – Vidas Extraordinárias pelo que peço as minhas desculpas. AF.
  • Hoje POR EXEMPLO foi incluído como
  • Complemento na vida de
  • Heldrad, SantoEstrela
  • 2 - Sites utilizados: Os textos completos são recolhidos através do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt. em que também incluo imagens recolhidas através de http://es.catholic.net/santoral,; em seguida os textos deste mesmo site sem tradução e com imagens, e por último apenas os nomes e imagens de HTTP://santiebeati.it.
  • 3 - Como já devem ter reparado, de vez em quando, segundo a sua importância há uma exceção da 1ª biografia, (ou biografias do Livro Santos de Cada Dia – já traduzidas – por natureza) que mais sobressaem, – quando se trate de um dia especial, dedicado a Jesus Cristo, a Nossa Senhora, Anjos ou algum Santo, em particular – todos os restantes nomes surgem por Ordem alfabética, uma, duas ou três vezes, conforme figurem nos três sites indicados, que poderão ser consultados - se assim o desejarem – pelos meus eventuais leitores. LOGICAMENTE E POR ESSE FACTO, DIARIAMENTE, O ESPAÇO OCUPADO, NUNCA É IGUAL, ACONTECENDO POR VEZES QUE É DEMASIADO EXTENSO.
  • Peço-vos a melhor compreensão e as minhas maiores desculpas e obrigado.
  • Responsabilidade exclusiva de ANTÓNIO FONSECA
    http://bibliaonline.com.br/acf; http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt