OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

domingo, 17 de junho de 2012

17 de Junho de 2012 - Igreja da Comunidade de S. Paulo do Viso – Missa com Cânticos Africanos

 

Hoje, XI Domingo do Tempo Comum, a Igreja desta Comunidade teve uma bela surpresa. O padre Dex-Steve, da Congregação dos Espiritanos (Missionários do Espírito Santo) sediada na Rua do Pinheiro Manso, 62 – Porto, – de nacionalidade Centro-Africana – e, que se expressa muito bem em português, há já alguns meses vem celebrando ao Domingo a Missa, nesta Igreja, a pedido do nosso Pároco Dr. Manuel Correia Fernandes, devido ao falecimento do Padre Mário Salgueirinho (que tem vindo a ser referido neste blogue todas as semanas…), resolveu trazer aqui o Coro da Nossa Senhora da Paz – Bairro dos Navegadores, em Lisboa, composto por elementos provenientes de vários países, como República Centro-Africana, República do Congo, Guiné, São Tomé, Moçambique e Cabo Verde, para cantarem na celebração dominical de hoje.

Os Cânticos foram acompanhados apenas pelo órgão tocado muito satisfatoriamente pelo Padre Steve, e por um tambor duplo (tipo timbale), tocado por um componente do Coro. A Celebração Eucarística, foi feita pelo Padre Miguel, igualmente missionário espiritano, português, que aliás, salvo erro, pelo menos uma vez já veio aqui celebrar Missa por impedimento momentâneo do Pde Steve.

Os Cânticos foram os que seguem, conforme pode ser visto na Digitalização do Programa abaixo:

Digitalizar0001

Toda a assistência gostou e vibrou imenso com os ritmos africanos que encheram a Igreja de alegria, os quais não fugiram nem por um pouco ao tema eucarístico da Celebração, Inclusivamente o próprio Salmo Responsorial, “EU VOS LOUVO SENHOR NA ASSEMBLEIA DOS JUSTOS: EU VOS LOUVO SENHOR NO MEIO DA MULTIDÃO, foi entoado em Português pela Directora e Animadora – cujo nome lamentavelmente não pude recolher - sob o tom musical a que estamos habituados. Todos os Cânticos foram mais ou menos acompanhados na língua ou dialecto que está bem expresso no texto acima digitalizado, embora a maior parte das pessoas não percebessem a letra, evidentemente.

Dois dos pontos altos que pretendo salientar, foram:  o Ofertório – Recolha e Entrega - em que várias componentes do coro, o fizeram dançando graciosa e respeitosamente, com os seus trajes, digamos, regionais. O segundo (e para mim, o principal, que me tocou mais profundamente, foi na Consagração do Pão (Corpo) e do Vinho (Sangue) de Jesus, foi representado no altar por duas moçambicanas que se ajoelharam (ou melhor, curvaram-se até colocarem o rosto no chão) e elevaram as mãos ao Céu enquanto o Coro fazia um acompanhamento vocal (coisa que nunca vi na Igreja tradicional, que me recorde). Aliás, nem sequer me atrevi a fotografar ou a filmar esta situação pois que se trata para nós de um acto de recolhimento profundo, (– penso eu –).

Antes propriamente do Cântico Final, a Catequese após ter encerrado o Ano Catequético com distribuição de lembranças a vários catecúmenos, cantou as bem aventuranças e o Pde Steve foi agradecer o acolhimento do Grupo Coral e o Pde Miguel deu a bênção Final e em seguida o Coro cantou em Crioulo de Cabo Verde um Louvor a Deus, “Obra di Nhordês…” acompanhado por palmas de toda a assistência que praticamente obrigou a bisar. Tirou-se depois uma fotografia de todo o Grupo com os padres acima referidos.

Recolhi algumas fotos através de Telemóvel (que possivelmente não estarão em muito boas condições, mas foi o que pude arranjar…). Também procurei fazer uma recolha parcelar dos vários Cânticos, mas a qualidades não é grande coisa e por isso mesmo não são aqui colocados, a não ser que entretanto, eu encontre um modo de fazer um filme que possa eventualmente publicar aqui no blogue, noutra oportunidade, se Deus quiser.

Imagem3687 Imagem3688 Imagem3689 Imagem3690

Imagem3691Imagem3692 Imagem3693 Imagem3694

 Imagem3695 Imagem3697

 

Post colocado em 17-6-12  -  16,00 h

ANTÓNIO FONSECA