OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

Imagens e Frases de Natal Religioso

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

† 21-12-2012 – Aqui Jaz O Mundo

 

De :

 

 

Nossa Senhora de Medjugorje

You are here: Home / Gerais / † 21-12-2012 – Aqui Jaz O Mundo

† 21-12-2012 – Aqui Jaz O Mundo

Dias atrás estava conversando com meu marido sobre o “fim do mundo“e ele leu um artigo pra mim o qual gostaria de compartilhar com vocês, segue na integra logo abaixo.

Porém, gostaria de fazer uma reflexão, enquanto eu lia novamente esse texto eu pensei: – Se tivéssemos fé, acreditássemos verdadeiramente em Deus nós ouviríamos a mídia, as pessoas com tanta atenção, dedicação e desespero sobre esse assunto? Se lêssemos mais, se buscássemos mais informações úteis no dia a dia, estaríamos em pânico? Se fossemos mais profundos, menos superficiais, o mundo nos trataria assim?

Quanto dinheiro não está envolvido em um cataclisma como esse? Quanto Holywood não faturou fazendo filmes como “2012″, The Book of Eli (O Livro de Eli), Day One (O Primeiro Dia), The Colony (A Colônia), e The Road (A Estrada), para você ter uma ideia o filme 2012 – faturou globalmente $760,331,011, apenas um filme…

Por que gostamos de nos sentir assim: desamparados, abandonados, desesperados? Por que desprezamos a confiança em Deus? Por que não sabemos nos abandonar do amor de Jesus? Por que não nos permitimos entregar nossas vidas Aquele que morreu por nós?

Quanto precisamos crescer na fé, no amor, no abandono em Deus…quando vamos nos interessar em não sermos mais ignorantes? Hoje nos preocupamos tanto em ter as coisas que o vizinho tem, que os amigos do face tem e esquecemos de buscar conhecimento, lapide

Até quando vamos nos permitir ter e sermos ”analfabetos funcionais” (pessoas com o estudo, mas incapazes de fazer interpretação de texto, de fazer operações matemáticas além das básicas)??? Em 2005 o IBGE disse que 75% da população brasileira é formada por analfabetos funcionais, 38% desse público são de universitários (devido a péssima qualidade de ensino) e 7% da população é de total analfabetos. Enquanto na Suécia o valor de analfabetos é de 7%…

Será que é por isso que acreditamos em fim do mundo com tanta eloquência? Será que é por isso que avaliamos o governo Lula e Dilma como ótimos e excelentes? Será que é por isso que aceitamos o Mensalão, a falta de saúde e educação no Brasil? †

No fundo gostaríamos mesmo é que o mundo acabasse, pois seria bem mais fácil convivermos com isso ao invés de convivermos com a nossa falta de coragem, de sede de mudança, de educação…

Boa leitura!!! O texto abaixo é ótimo…

Precisamos de mais educação e informação científica – só assim ideias como a do fim do mundo não ganharão força. Essa é a opinião de Ulisses Capozzoli, doutor em história da ciência pela Universidade de São Paulo (USP) e editor-chefe da revista Scientific American Brasil. Para aqueles que acreditam no ocaso da humanidade no próximo dia 21, Capozzoli já “prevê” o futuro: “No dia 22, as pessoas deveriam morrer de vergonha de acreditar em uma coisa tão tola como o fim do mundo.”

Para o jornalista, os motivos para teorias apocalípticas ainda terem tanta força nos dias de hoje – afinal, 12% dos americanos acreditam neste “fim do mundo” - são muito complexos. Uma das causas são as crises atuais – como a econômica e a climática. Combinado a isso, temos as rápidas mudanças tecnológicas que ocorrem todos os dias.

“Eu acho que a gente está vivendo essa época de mudanças muito rápidas do ponto de vista tecnológico. Qualquer uma dessas geringonças que você vê compra aí de smartphone, dura um mês, dois meses. Tem outra versão, tem isso, tem aquilo. Não dá tempo de as pessoas aceitarem. (…) Se a gente der uma olhadinha, analisar, a gente vai ver que existe uma crise mais ou menos generalizada. As coisas que eram de uma maneira funcionavam de uma determinada maneira, não funcionam mais. Isso produz uma crise de identidade nas pessoas. Nesse caso, (ocorre) o retorno de, digamos, desses conceitos mágicos.”

Para o editor-chefe da Scientific American Brasil, o apego a teorias apocalípticas é uma forma de “colocar ordem nas coisas”. “Essa complexidade do mundo, e essa mudança, essa transformação, que a gente passa nessa época, traz às pessoas certa angústia emocional”. A teoria apocalíptica, para muitas pessoas, apareceria como uma solução mágica, quase bíblica, para os problemas do mundo. Para elas, depois do “fim”, viria uma “época de ouro”.

“Isso acontece em escala pessoal e em escala social. Países inteiros tiveram experiências dramáticas. Se você pegar o nazismo na Alemanha, você vai ver como é que a loucura se expressou. Em termos de cultura de massa, essa cultura de massa em que a gente vive neste momento, essas soluções fáceis ‘resolvem’ o problema. E elas se propagam, as pessoas querem acreditar que seja assim.”

Contribui para isso a falta de conhecimento, de esclarecimento científico. E Capozzoli não poupa em críticas as universidades (que não conseguiriam da formação científica para as pessoas), nem a mídia. “O noticiário que sai nos jornais, sai com muitos problemas. Outro dia, por exemplo, a moça do tempo disse que a maior proximidade da Terra em relação ao Sol, por causa da órbita elíptica, é o que causa a estação do ano. É uma coisa que a gente aprendeu na escola…”

O jornalista diz que estamos saturados de ciência de tecnologia, mas essas coisas não fazem sentido para muita gente. Ele cita uma teoria espalhada pela internet de que o planeta Marte estaria se aproximando da Terra e chegaria a um ponto de ficar do tamanho da Lua Cheia. “Isso é uma evidência muito clara de que as pessoas não têm a mínima, mas não têm a mínima ideia de como as coisas funcionam. Qual força que vai deslocar Marte da órbita dele para chegar próximo da Terra? Se você tivesse uma coisa dessas, você tumultua o Sistema Solar inteiro. Não tem pé, não tem cabeça, não tem a mínima possibilidade.”

“A gente vive um mundo da espetacularização, da superficialidade total das coisas. Você abre o jornal e está escrito lá que a fulaninha está com o namorado na praia. Gente sem nenhuma importância. Ou a coisa dos ‘famosos’. Cara, ninguém está interessado nos famosos. Você quer uma informação que tem certa relevância social. Que te explique um pouco porque a terra treme. Porque o céu é azul. Isso te insere na natureza. Isso diz respeito à sua vida, onde você está, o que você está fazendo. Se você fizer uma enquete na rua, você vai descobrir que as pessoas não têm a mínima ideia. As pessoas não sabem que o Sol é uma estrela! É um analfabetismo científico. Uma crueldade enorme. É uma impotência da ciência em se aproximar das pessoas.”

Retorno à Idade Média
Para Capozzoli, um fenômeno como o de 2012 traz como perigo o retorno a um pensamento místico por parte da população, algo que ocorria muito na Idade Média, antes de Isaac Newton explicar o movimento dos corpos celestes.

“Antes disso, toda vez que aparecia um cometa no céu, os padres badalavam os sinos da igreja e anunciavam o fim do mundo. Eles fizeram isso inúmeras vezes. O que acontecia: as pessoas, especialmente as pessoas mais ricas, iam lá e faziam doações. E os padres aceitavam, apesar de o mundo estar perto de acabar. É um terrorismo barato. (…) O que está acontecendo agora é um retorno desse pensamento mágico.”

A era da internet
A internet é uma ferramenta com muito potencial. Mas a maior parte do que encontramos na rede em nada contribui para a formação do pensamento crítico das pessoas. O editor-chefe chama boa parte do conteúdo da web de “tolices, as mais imbecis”, coisas que se escreve nas paredes de banheiro público. “Mas não quer dizer que a internet seja só lixo. O problema não é a internet em si, mas o uso que a gente faz dela. Você encontra conteúdos interessantes.”

“A busca de informação mais relevante depende do nível daquele que está precisando. Como todo mundo tem acesso, você vê, nessas coisas do dia a dia, nos comentários: primeiro os caras não sabem escrever. E as opiniões são quase sempre rasas, as mais simplórias.”

Esoterismo e realidade
Para o jornalista, o esclarecimento científico acaba com o esoterismo e outras ideias míticas. Capozzoli afirma que a natureza é espetacular o suficiente para que não precisemos de coisas mágicas. “Não preciso de um esoterismo. A realidade é maior que qualquer esoterismo que eu possa criar.”

“No fundo, a ciência que está aí e que explica coisas fascinantes não está ao alcance mínimo das pessoas, e elas são mantidas em uma ignorância. Ou as pessoas, para ter algum amparo, algum sentido na vida, elas correm para a igreja, ou elas ficam desamparadas. A gente nem pode censurar, ninguém pode criticar alguém por ter uma religião. É um direito natural dela. Agora, quando é exploração (…) você tem uma grande carência, as pessoas acreditam em qualquer tolice, qualquer coisa que seja fácil de imaginar.”

Depois dos maias
Para quem ainda acredita no fim do mundo supostamente previsto pelos maias, Ulisses Capozzoli dá um recado: “No dia 22, todas as pessoas que acreditaram nessa tolice deveriam fazer uma reflexão com elas mesmas: ‘como eu pude acreditar numa ideia tão besta?’ E em todas as manhãs que vierem, que elas olhem a beleza do céu. Olhem o Sol nascendo. Que compreendam minimante o funcionamento e a manifestação da natureza para que elas não fiquem presas ao obscurantismo da Idade Média.”

Seja Feliz, carregando sua cruz!!!

Karina Perri

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Analfabetismo_funcional

http://pt.wikipedia.org/wiki/Analfabetismo_funcional

http://noticias.terra.com.br/ciencia/fim-do-mundo/noticias/0,,OI6375972-EI21082,00-A+dias+do+fim+do+mundo+vivemos+o+mundo+da+espetacularizacao.html

Vidas de Papas da Igreja Católica - (11) - 20 de dezembro de 2012

 

Caros Amigos:

Conforme escrevi em 11-12 continuo a transcrição das Vidas do Papas (e Antipapas)

segundo textos do Livro O PAPADO – 2000 Anos de História.

*********************************

SANTO CAIO

Caio

São Caio

(De 283 a 296)

Eleito em 16 de Dezembro de 283, o Liber Pontificalis atribui-lhe a criação dos sete graus da hierarquia do sacerdócio (ostiário, leitor, exorcista, acólito, subdiácono, diácono e presbítero) e também a divisão de Roma em diaconatos.

Martirizado em 22 de Abril de 296, o seu epitáfio foi encontrado fragmentado no Cemitério de São Calisto, junto da cripta do papa Santo Eusébio (309).

O eu corpo foi trasladado, em 1631, para uma igreja com o seu nome em Novelara (Itália).

 

*****************************

SÃO MARCELINO

Félix I_thumb[1]

São Marrcelino

(De 296 a 304)

Foram tranquilos os seus primeiros anos de pontificado, dada a tolerância de Diocleciano, depois de ter sido eleito bispo de Roma, em 30 de Junho de 296.

De repente, tudo mudou. Galério, um dos tetrarcas que Diocleciano associara à chefia suprema do Império, movido por fanatismo pagão, conseguiu levar o imperador a considerar os cristãos com o inimigos do império e em 23 de Janeiro foi incendiada uma igreja de Nicomédia, cidade onde residia o imperador. Dias depois lavra um incêndio no palácio imperial e admite-se que Galério, para conseguir os seus intentos. tenha convencido o imperador de que era uma vingança dos cristãos.

Diocleciano terá acreditado e publica um édito em que ordena a destruição de todas as casas de culto, dos livros sagrados e obriga os cristãos a abjurar por meio de sacrifícios prestados aos deuses do império.

Tinha começado a última, mas a mais sangrenta, das perseguições, a «era dos mártires». Os cárceres enchem-se, os bens são confiscados e milhares de crentes pagam a sua fé com  sangue e morte. Entre eles, morre São Sebastião, centurião do exército, Santa Luzia e Santa Inês, esta uma menina de 12 anos.

O papa São Marcelino é acusado de apostasia pelos donatistas, mas nada se prova e, segundo Santo Agostinho, tratou-se de uma calúnia destes.

Na Península Ibérica, onde o cristianismo já tinha grande penetração, também a perseguição se fez sentir e são numerosos os mártires entre eles os irmãos Veríssimo, Máxima e Júlia (Lisboa) e São Vítor (Braga), primeiros santos do território que mais tarde viria a ser Portugal. Só a Gália e Grã-Bretanha escaparam a esta ferocidade, graças à tolerância do tetrarca Constâncio Cloro. No resto do império a perseguição foi tão violenta que chegaram a ser massacrados aglomerados populacionais inteiros.

Supõe-se que São Marcelino foi martirizado em Abril de 304 e que depois de ter o corpo exposto ao ar livre, durante algum tempo, por ordem do imperador, foi sepultado no cemitério de Santa Priscila.

*****************************

VACATURA DA SANTA SÉ

(De 304 a 308)

Durante quatro anos os cristãos não conseguiram eleger um papa para suceder a São Marcelino.

A ferocidade imperava. O imperador Diocleciano tinha sido convencido de que o progresso do cristianismo estava ligado à decadência política e por isso o perseguiu sem piedade.

Finalmente, em 1 de Maio de 305, Diocleciano abdicou e a situação abrandou, mas só viria a normalizar em Maio ou Junho de 308, com  a eleição do papa São Marcelo I.

 

Continua:…

Post colocado em 20-12-12 – 11H00

ANTÓNIO FONSECA

Nº 1505-2 - O ANTIGO TESTAMENTO - “38”– Êxodo - 20 de Dezembro de 2012


antoniofonseca1940@hotmail.com

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
Ver por favor a edição de, 12 de Novembro, deste Blogue.
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
Caros Amigos:
Após a edição do nº 22 do Livro do APOCALIPSE, e terminada a transcrição dos textos do NOVO TESTAMENTO – Introdução, Evangelhos de São Mateus, São Marcos, São Lucas e São João, dos Actos dos Apóstolos, das Cartas de São Paulo – aos Romanos, 1ª e 2ªaos Coríntios, aos Gálatas, aos Efésios, aos Filipenses, aos Colossenses, das 1ª e 2ª aos Tessalonicenses, das 1ª e 2ª a Timóteo, a Tito, a Filémon, aos Hebreus, Cartas de São Tiago, 1ª e 2ª de São Pedro, 1ª., 2ª e 3ª de São João, de São Judas e, finalmente o Apocalipse (segundo São João),
perguntei a mim mesmo:
E Agora! O que irei tentar fazer a seguir?
Resolvi simplesmente começar a editar o ANTIGO TESTAMENTO que é composto pelos seguintes livros:
GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO; JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º E 2º de SAMUEL, 1º e 2º Reis, (2) CRÓNICAS (paralipómenos), ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER, 1º E 2. MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).
SÃO APENAS POUCO MAIS DE 40 LIVROS = 1260 PÁGINAS … (coisa pouca…)
Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não!
Só Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver!
SEI: que é uma tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 72 anos. Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma.
Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.
Se o conseguir, darei muitas Graças a Deus
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos,o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.
Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos, no dia da sua Ascensão ao Céu:
IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI TODOS OS POVOS”.

É apenas isto que eu estou tentando fazer. AF.
+++++++++++++++++++++++

Nº 1505 - 2ª Página

20 de Dezembro de 2012
ANTIGO TESTAMENTO

Ê X O D O
Moiss_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb_[1]_thumb
Moisés
A MISSÃO DE MOISÉS

37 – A CONSTRUÇÃO DO ALTAR DOS HOLOCAUSTOS – Fez o altar dos holocaustos de madeira de acácia, com cinco côvados de comprimento e cinco côvados de largura. Era quadrado e tinha três côvados de altura. Nos quatro cantos modelou hastes que formavam uma única peça com o altar. Fez todos os utensílios do altar: cinzeiros, pás, bacias, garfos e braseiros: todos estes utensílios eram de cobre. Fez para o altar uma grade de cobre em forma de rede, que colocou em baixo, sob a moldura do altar, até ao meio da altura. Para os quatro cantos da grade de cobre, fundiu quatro argolas destinadas a receberem os varais. Fez os varais de madeira de acácia revestida de cobre. Meteu os varais nas argolas que estavam de um lado e de outro do altar, servindo para o transportar. Fez o altar de madeira oca por dentro.

A bacia de bronze e o átrio – Fez a bacia de bronze e a sua base de bronze com  os espelhos das mulheres que se reuniam à entrada da tenda da reunião. Fez depois,  o átrio. Do lado meridional, fez uma cortina de linho retorcido, num comprimento de cem côvados, com vinte colunas assentes sobre vinte bases de bronze. Os ganchos das colunas e os varões eram de prata. Do lado ocidental, tinha cinquenta côvados de cortinas, com  dez colunas e dez bases com ganchos e varões de prata. Do lado oriental tinha cinquenta côvados. Quinze côvados de cortinas, com três colunas e três bases, formavam uma ala. Quinze côvados de cortinas, com três colunas e três bases, formavam a segunda ala. As cortinas estavam de um e de outro lado da entrada do átrio, e eram de linho retorcido, formando o recinto do átrio. As bases das colunas eram de bronze, os ganchos das colunas e os varões eram de prata, e os capiteis eram revestidos de prata. Todas as colunas do átrio tinham argolas de prata. A cortina da porta do átrio era de púrpura violácea, púrpura escarlate e púrpura carmesim e linho retorcido e era toda bordada. De comprimento, tinha vinte côvados, de altura tinha cinco côvados, semelhantemente às cortinas do átrio. Tinha quatro colunas com quatro bases de bronze, os ganchos eram de prata, e os seus capiteis eram revestidos de prata assim como os seus varões. Todas as anilhas para o tabernáculo e para o átrio, eram de bronze.

Relação do material – Eis a relação dos materiais empregados no tabernáculo, o tabernáculo do Testemunho, feito pelos levitas, por ordem de Moisés, sob a direção de Itamar, filho do sacerdote Aarão. Beçalel filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, executou o que o Senhor tinha ordenado a Moisés, tendo como auxiliar Oholiab, filho de Ahisamak, da tribo de Dan, hábil na escultura, em idealizar e bordar a púrpura violácea, púrpura escarlate, púrpura carmesim e linho fino. O total do oiro utilizado em todos os trabalhos do santuário, oiro que foi obtido pelas ofertas, montava a vinte e nove talentos e setecentos e trinta siclos, conforme o siclo do santuário. A prata recolhida entre os da assembleia, que foram recenseados, elevava-se a cem talentos e mil setecentos e setenta e cinco siclos, conforme o siclo do santuário. Era meio siclo, conforme o siclo do santuário, por cabeça, para cada homem incluído no recenseamento, de vinte anos para cima, ou seja, para seiscentos e três mil e quinhentos e cinquenta homens. Os cem talentos de prata serviram para fundir as bases do santuário e as  bases do véu; cem bases para os cem talentos, ou seja , um talento para cada base. Com os mil setecentos e setenta e cinco siclos fizeram-se os ganchos para a as colunas, o revestimento dos capiteis e os varões para as colunas. O cofre das ofertas atingiu setenta talentos e dois mil e quatrocentos siclos. Fizeram com ele as bases de entrada da tenda da reunião, o altar de bronze e todos os utensílios do altar, as bases do átrio e da porta de entrada do átrio, e todas as cavilhas do tabernáculo e do átrio.

Arca-da-Aliana_thumb_thumb_thumb_thu_thumb

A Arca da Aliança

0000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000
20 de Dezembro de 2012 - 10,15 h
ANTÓNIO FONSECA
map-1195aeac0b2f22222222222222222[2],

Nº 1505-1 - (355-12) - SANTOS DE CADA DIA - 20 de Dezembro de 2012 - 5º ano

antoniofonseca1940@hotmail.com

Estamos a 8 dias do Natal do Senhor e, por isso a partir de hoje e até 6 de Janeiro,

o cabeçalho das páginas que publico, terá uma imagem sobre este tema. AF.

ImageProxyCA3SFKHB

Boas Festas

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

************************************************************

Nº 1505-1 - (355-12)
Imagem3189

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

I-Am-Posters
= E U   S O U =
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»«««««««««««««««««««««««««««««««««
Nº 1505-1 – (355-12)
TEÓFILO DE ALEXANDRIA e
Companheiros INGÉNIO, ZENÃO, AMÃO e PTOLOMEU, Santos

Confessores (entre 248 e 251)

O Bispo Dinis de Alexandria (ano de 270) conta que era julgado, neste dia e na mesma cidade, um pobre homem, só pelo crime de ser cristão. Cinco soldados da guarda do governador, veteranos, assistiam à audiência. O acusado tinha-se mantido corajosamente; mas, na tortura, a resistência começou a abrandar e os presentes tiveram a impressão de que ele ia apostatar. Nessa altura veio em sua ajuda o veterano Teófilo, um colosso de homem, e pôs-se a animá-lo de maneira que a multidão, vendo o acusado recuperar coragem e a presa – tida por certaescapar-lhe – manifestou a própria indignação: « – Serás tu cristão? – começaram a gritar, com referência a Teófilo. – Sim, sou isso mesmo – respondeu ele com voz de trovão. E aproximando-se dos juízes: – Faça-se também o meu processo e, com o meu, o dos camaradas que estão aqui, os quais, como eu, professam a religião de Cristo.» Viu-se então os outros quatro soldados – Ingénio, Zenão, Amão e Ptolomeu – dirigirem-se corajosamente para o júri. Tão destemidos, não inspiravam confiança. De maneira que, temendo pela sua incolumidade, o presidente e os seus assessores apressaram-se em levantar a sessão, adiando o assunto para a semana seguinte, Teófilo e os camaradas retiraram-se, levando com eles o cristão que tão perto tinha estado do martírio; e, entre a multidão intimidada, cada um empenhou-se em os deixar respeitosamente passar. Dinis não indica o que a todos eles sucedeu. Alguns afirmam que tiveram mais tarde ocasião para derramar o próprio sangue pela fé, isto na perseguição de Décio (248-251); outros julgam, pelo contrário, que morreram cristãmente sim, mas nos próprios leitos. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt.

 

DOMINGOS DE SILOS, Santo

Abade (1000-1073)

Domingo de Silos, Santo

Domingo de Silos, Santo

Silos está no coração de Espanha, na Castela-a-Velha, num local montanhoso e austero, a mais de 980 metros de altitude. O mosteiro, fundado talvez no século VI, restaurado em 919 e depois arruinado pelas guerras árabes, retomou vida pujante com S. Domingos, que dele foi abade de 1041 a 1073. A sua vida foi narrada por um monge de Silos, seu contemporâneo, Grimaldo. O santo nasceu pelo ano 1000 em Cañas, vila então da província de Navarra. Em novo, guardava as ovelhas. Ordenado sacerdote, passou mais de um ano na família e depois viveu dezoito meses na solidão. Entrando nos beneditinos de S. Millán (Santo Emiliano), o abade depressa se fez mestre de noviços. Em seguida, foi encarregado de restaurar o priorado de Santa Maria de Cañas. Decorridos dois anos, pediu ao bispo que viesse sagrar a igreja renovada. Conta-se que o bispo encontrou duas mulheres no mosteiro; impressionado, pôs-se logo a caminho do regresso. O prior explicou-lhe que eram sua mãe e irmã, vindas para arranjar o jantar: mas o prelado não quis ouvir nada . A mula negou-se, porém, a andar. Refletindo o prelado sempre reconheceu que a sua indignação era vã, e voltou à igreja para aquilo a que viera. Domingos foi chamado para S. Millán e feito prior; era o mesmo que entregar-lhe o governo interior deste grande mosteiro. Um dia, o príncipe, que governava Navarra, Garcia de Nájera, sem dinheiro para as suas guerras, veio a S. Millán exigir um,a contribuição exorbitante. Os monges estavam dispostos a a ceder, mas o prior deu uma recusa humilde e categórica. Dom Garcia foi-se embora, ameaçando porém, cortar a língua e vazar os olhos ao teimoso. Julgou-se que bastaria despachar o audaz para um priorado insignificante.Mas o furor do rei de Navarra também, lá o perseguiu. Domingos exilou-se à pressa para Burgos (fim de 1040?). A vinda dum santo: que sorte! Fernando Magno, rei de Castela e Aragão, recebeu o fugitivo no seu palácio. O monge retirou-se, todavia, para um eremitério fora da cidade. O rei pensou então no mosteiro de S. Sebastião de Silos, quase abandonado, e deu-o ao recém chegado, a 14 de Janeiro de 1041. Domingos restabeleceu o louvor divino de dia e de noite. Grimaldo conta-nos que, para animar Domingos um anjo lhe prometeu em sonho três coroas: uma por ter abandonado o mundo perverso e se ter encaminhado para a vida perfeita; outra por ter construído Santa Maria de Cañas e ter observado castidade perfeita; e a terceira pela restauração de Silos. Este mosteiro ficou tendo vastas propriedades, valorizadas pelo trabalho, a bom preço, de cativos mouros. Mas uma noite escaparam-se vários.

Domingo de Silos, Santo

Domingo de Silos, Santo

Domingos foi direito à caverna onde eles se tinham escondido, e o trabalho recomeçou. O abade de Silos também libertou bom número de escravos cristãos detidos pelos mouros; assim se tornou um dos homens mais populares da Espanha. Reuniu para a biblioteca uma bela coleção de manuscritos em caracteres visigóticos, e conseguiu ter bons letrados no mosteiro; Grimaldo era bom latinista e o autor da Crónica de Silos foi um dos escritores mais estimados do tempo. Mas o zelo de Domingos manifestava-se também no exterior. Viram-no purificar um leproso lavando-o com água salgada, curar um cego, converter um tiranete da vizinhança e expulsar uma serpente-fantasma que aterrorizava uma enclausurada, Ória. Nas cartas, Domingos era mencionado ao lado de reis, rainhas, de Cid o campeador e de vários santos eclesiásticos do tempo. Pelo ano de 1061, o abade de Silos restaurou o culto de S. Vicente e das suas duas irmãs, mártires de Ávila, esquecidos nas ruínas causadas pela guerra árabe. Em 1063, assistiu à trasladação para a cidade de Leão das relíquias de Santo Isidoro. Uma tradição vinda do século XVI diz que o nosso Santo foi animar S. Domingos da Calçada, eremita que se lançara a construir uma grande calçada e uma ponte para facilitar uma passagem aos peregrinos de Santiago. O abade de Silos morreu a 20 de dezembro de 1073, entre os seus numerosos filhos espirituais e assistido pelo bispo de Burgos. Foi sepultado no claustro. Multiplicando-se os milagres, o mesmo bispo transferiu-lhe o corpo, em 1076, para a igreja de S. Sebastião. E a abadia foi perdendo pouco a pouco o nome de S. Sebastião para adoptar o de S. Domingos. Elevaram-se igrejas e mosteiros em honra do novo Santo; é ou foi titular dumas cinquenta igrejas na Espanha. As regiões meridionais honravam-no especialmente por causa dos cativos libertos. As futuras mães invocavam-no para terem bom sucesso. Quando uma rainha de Espanha estava prestes a ser mãe, o abade de Silos levava para o palácio real o báculo de S. Domingos e esta relíquia permanecia lá até se dar o feliz acontecimento. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt. Ver também www.es.catholic e www.santiebeati.it

Coren, Santo
Confessor,

Coren, Santo

Coren, Santo

Etimologicamente significa “ coração”. Vem da língua latina. Cristo nos faz uma pergunta antiga e sempre nova: ”¿Me amas?” Ao responder-lhe, nos convida a comunicar a humilde confiança da fé a quem ele nos confia. Remontemos ao século V. É a época em que viveu este santo confessor. Foi um sacerdote arménio preocupado profundamente pela vida espiritual das pessoas que se lhe haviam confiado. Amava ao Senhor e lhe deu uma resposta categórica. Por ese tiempo entró de rey persa un tal Iezdegerd II. Y lo primero que se le ocurrió fue enviara todos los armenios un edicto mediante el cual tenían que aceptar como religión el mazdeismo. Los armenios, cultivados en la religión cristiana, convocaron un concilio. De él sacaron la conclusión de que preferían morir por Cristo antes que renegar de su fe. Al año siguiente, el rey – muy enfadado – mandó a su ejército para intentar lograr por la fuerza lo que no podía alcanzar con la razón. Todo el pueblo armenio se levantó con el clero a la cabeza animando a todos el mundo a que siguiera con la fe cristiana. El resultado fue que murieron muchos mártires, entre los cuales estaba Coren. Lo retuvieron tres años encarcelado. Los obispos sufrieron también la cárcel por ser los principales hostigadores de la rebelión. A Coren le propusieron que adorara al sol y renegara de Cristo.. Al negarse, el juez Tamsapur le envió a trabajos forzados a Mesopotamia. Su gran trabajo apostólico consistió en consolar y ayudar a los prisioneros. Después de siete años de trabajo forzado, Coren murió en el año 461 confesando su fe verdadera.¡Felicidades a quem leve este nome! “Ninguém chegou jamais à imortalidade senão pelo caminho da aflição; e eis aqui um grande motivo de consolação para tudo nas nossas penas. (San Francisco de Sales).

Miguel Piaszczynski, Beato
Sacerdote e Mártir,

Miguel Piaszczynski, Beato

Miguel Piaszczynski, Beato

Nascido em Lomsa, Polónia, em 1 de Novembro de 1885 Presbítero que por sua fé foi encarcerado no estrangeiro e levado ao campo de concentração de Sachsenhuse, suportados os tormentos, passou à glória celeste em 20 de Dezembro de 1940. Beatificado por João Paulo II em 13 de junho de 1999 junto a outros 107 mártires polacos. Para ver mais sobre os 108 mártires Polacos durante a segunda guerra mundial faz "click"; AQUI

Ursicino de Jura, Santo
Eremita,

Ursicino de Jura, Santo

Ursicino de Jura, Santo

Ursicino era um monge irlandês companheiro de São Columba. Eles estavam a cargo das Gálias no ano 610. Ursicino ficou nas montanhas de Jura em busca dos lugares para viver como ermitão. Se diz que Ursicino lançou um pau desde o alto das montanhas para que o céu lhe indicasse o lugar justo onde construir sua eremita. O pau de Ursicino acabou, de facto,perto de uma cova no vale do rio Doubs. Aqui construiu uma capela dedicada a São Pedro e um mosteiro que assumiram a regra de Colombano. Ursicino morreu em redor de 620.

Zeferino, Santo
XV Papa,

Ceferino, Santo

Zeferino, Santo

No ano 199, quando morreu o papa São Vítor I, o clero romano orou pedindo conselho a Deus para nomear ao novo Pontífice. O sinal esperada se produziu sob a forma de uma pomba que pousou uns instantes sobre a cabeça de nosso santo e imediatamente desapareceu. Se viu nela uma imagem do Espírito Santo, e Ceferino subiu a cadeira de São Pedro de imediato. Ao iniciar seu pontificado nomeou a Calixto, que logo seria seu sucessor, como arquidiácono de Roma, cargo equivalente ao atual de Secretário de Estado, e que supôs convertê-lo em seu principal conselheiro, o que dada a escassa formação teológica de Ceferino o fez depender totalmente daquele. Por outra parte, Ceferino estabeleceu que os jovens cumpridos os 14 anos fizessem a comunhão pela Páscoa, e que os cálices não fossem de madeira introduzindo ainda o uso da patena. Assim mesmo excomungou a Tertuliano. Foi por aquelas mesmas datas quando o imperador Severo, que até então se havia mostrado, se não favorável, se ao menos neutral com os cristãos, publicou seu primeiro édito de perseguição contra estes. Ceferino soube afrontar a notícia com grande presença de ânimo. Apesar de sua alta dignidade, passava grande parte de seu tempo visitando os refúgios de cristãos, animando-os com suas palavras e proporcionando-lhes recursos para sobreviver. Em ocasiões ia a vê-los à cadeia, e não poucas vezes esteve presente durante as torturas, intentando dar apoio e esperança com sua presença. Ao cabo de nove anos, as perseguições cessaram com a morte de Severo. Mas os problemas a que devia enfrentar-se nosso Santo não haviam terminado. Os hereges aproveitaram aquele momento de relativa tranquilidade para difundir suas doutrinas erróneas por onde quisessem . Durante seu pontificado, iniciado sob o governo do imperador Septimio Severo, se renovaram as perseguições contra os cristãos, perseguições que se suavizaram à morte deste e durante o mandato de seu sucessor Caracalla mas que se reativaram ao ascender, em 217, ao trono do império Macrino e que faz afirmar a certas fontes que Ceferino morreu nesse mesmo ano após sofrer martírio ainda que, ao não existir provas documentais de tal afirmação, o mais provável é que falecesse de morte natural.

Domingo de Silos, Santo
Diciembre 20 Abad

Coren, Santo
Diciembre 20 Confesor

Miguel Piaszczynski, Beato
Diciembre 20 Sacerdote y Mártir

Ursicino de Jura, Santo
Diciembre 20 Eremita

Ceferino, Santo
Diciembre 20 XV Papa

82550 > Santi Abramo e Coren Confessori 20 dicembre


82500 > San Baiulo (e Liberato) Martiri romani 20 dicembre


90512 > San Domenico di Silos Abate 20 dicembre MR


82480 > San Filogonio di Antiochia Vescovo 20 dicembre MR


94818 > Beato Giovanni de Molina Mercedario 20 dicembre


91138 > San Liberato (Liberale) Martire a Roma 20 dicembre MR


94817 > San Lorenzo Company Mercedario 20 dicembre


93111 > Beato Michele (Michal) Piaszczynski Sacerdote e martire 20 dicembre MR


91903 > Sant' Ursicino del Giura Eremita e fondatore 20 dicembre MR


90197 > Beato Vincenzo Romano Sacerdote 20 dicembre MR


67700 > San Zeffirino (o Zefirino) Papa e martire (?) 20 dicembre MR

00000000000000

00000000000000000000000

0000000000000000000000000000000000000

000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

Nossa Senhora de Fátima, pediu aos Pastorinhos:

“REZEM O TERÇO TODOS OS DIAS”

  • Tero1 - Cpia
    0000
    000000
    00000000
    0000000000000000000000000000000
    ===============================
    ==================================================
    NOTA INFORMATIVA:
    Sites utilizados: Os textos completos são recolhidos através do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt. em que também incluo imagens recolhidas através de http://es.catholic.net/santoral; em seguida os textos deste mesmo site sem tradução e com imagens, e por último apenas os nomes e imagens de HTTP://santiebeati.it.
    Responsabilidade exclusiva de ANTÓNIO FONSECA
    http://bibliaonline.com.br/acf; http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt
    00000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000
    Localização geográfica da sede deste Blogue, no Porto
    Viso---mapa_thumb_thumb_thumb_thumb_[2]
    ***************************************************************************************************************
    WWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWW
    Edição: 20-12-2012 – 10,00 H
    ANTÓNIO FONSECA
    photo
    map-a3f333ae641e222222222222222222
    Etiquetas Technorati:
    =============================================================================================================
  • VideoBar

    Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

    SITI CATTOLICI ITALIANI