OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

quinta-feira, 14 de março de 2013

Parece já não haver liberdade de imprensa... (e por isso publico isto no meu blogue e no meu Facebook) - 14 de Março de 2013

 

 

SEM MAGIA O QUE SERIA A VIDA?


Parece já não haver liberdade de imprensa...

Posted: 05 Mar 2013 12:44 PM PST

DEVEM LER. É DO IRMÃO DO PROF. MARCELO CAETANO

APOSENTAÇÃO (CORTES NAS PENSÕES) - OU UM CONFLITO DE GERAÇÕES

DIVULGA O MAIS POSSÍVEL!

Artigo de António Alves Caetano, irmão de Marcello Caetano, que os jornais se recusam a publicar, sobre as pensões dos reformados e pensionistas.


Estimados Amigos,


Como os jornais não publicam as cartas que lhes remeto e preciso de desabafar, recorro aos meus correspondentes "Internéticos", todos os amigos que constam da minha lista de endereços. Ainda que alguns não liguem ao que escrevo.

Não sei a que se refere o Senhor Primeiro-Ministro quando afirma ser a penalização fiscal dos pensionistas resultante de todos aqueles que, em Portugal, "descontaram para ter reformas, mas não para terem estas reformas".

Pela fala do Senhor Primeiro-Ministro fica-se a saber da existência de pensões de aposentadoria que estão acima daquilo que resultaria da correta aplicação do Cálculo Actuarial aos descontos que fizeram.
Sendo assim - e não há razões para admitir que o Senhor Primeiro-Ministro não sabe o que diz - estamos perante situações de corrupção. Porque o Centro Nacional de Pensões e a Caixa Geral de Aposentações só podem atribuir pensões que resultem da estrita aplicação daqueles princípios actuariais aos descontos feitos por cada cidadão, em conformidade com as normas legais.
Portanto, o Estado tem condições de identificar cada uma dessas situações e de sancioná-las, em conformidade com a legislação de um Estado de Direito, como tem de sancionar os agentes prevaricadores, que atribuíram pensões excessivas.
Mas, é completamente diferente a situação face aos cidadãos que celebraram contratos com o Estado. Esse contrato consistia em que, ano após ano, e por catorze vezes em cada ano, o cidadão entregava ao Estado uma quota das suas poupanças, para que o mesmo Estado, ao fim dos quarenta anos de desconto lhe devolvesse essa massa de poupança em parcelas mensais, havendo dois meses em que era a dobrar, como acontecera com os descontos.
E tem de ser assim durante o tempo em que o cidadão estiver vivo e, em parte mais reduzida, mas tirada, ainda, da mesma massa de poupança individual, enquanto houver cônjuge sobrevivo.
E esta pensão tem o valor que o Estado, em determinado momento, comunicou ao cidadão que passava a receber. Não tem o valor que o cidadão tivesse querido atribuir-lhe.
Portanto, o Estado Português, pessoa de bem, que sempre foi tido como modelo de virtudes, exemplar no comportamento, tem de continuar a honrar esse estatuto.
Para agradar a quem quer que seja que lhe emprestou dinheiro para fazer despesas faraónicas, que permitiram fazer inumeráveis fortunas e deram aos políticos que assim se comportaram votos que os aconchegaram no poder, o Estado Português não pode deixar de honrar os compromissos assumidos com esses cidadãos que, na mais completa confiança, lhe confiaram as suas poupanças e orientaram a sua vida para viver com a pensão que o Estado calculou ser a devida.
As pensões que correspondem aos descontos que cada qual fez durante a vida cativa nunca poderão ser consideradas excessivas. Esses Pensionistas têm de merecer o maior respeito do Estado. Têm as pensões
que podem ter, não aquelas que resultariam do seu arbítrio.
E é este o raciocínio de pessoas honestas. Esperam que o Estado sempre lhes entregue aquilo que corresponde à pensão que em determinado momento esse mesmo Estado, sem ser coagido, lhes comunicou passariam a receber na sua nova condição de desligados do serviço activo. Ou seja, a partir do momento em que era suposto não mais poderem angariar outro meio de sustento que não fosse a devolução, em fatias mensais, do que haviam confiado ao Estado para esse efeito.
Os prevaricadores têm de ser punidos, onde quer que se situem todos quantos permitiram que, quem quer que seja, auferisse pensão desproporcionada aos descontos feitos, ou mesmo, quem sabe, sem descontos. Sem esquecer, claro está, os beneficiários da falcatrua.
Mas, é impensável num Estado de Direito que, a pretexto dessas situações de extrema irregularidade, vão ser atingidos, a eito, todos aqueles que, do que tiraram do seu bolso durante a vida ativa, recebem do Estado a pensão que esse mesmo Estado declarou ser-lhes devida.
Como é inadmissível que políticos a receberem ordenado de função, acrescido de benesses de vária ordem proporcionadas por essa mesma função, considerem que pensões obtidas regularmente, com valores mensais da ordem de 1.350 Euros proporcionam vida de luxo que tem de ser tributada, extraordinariamente.

António Alves Caetano

___________________________________________________________

Com os meus cumprimentos ao Snr. António Alves Caetano  -  Também estou a seu lado

 

14-Março-2013  -  17H35

 

ANTÓNIO FONSECA

Missa de encerramento do Conclave

Missa de encerramento do Conclave: A Renascença V+ acompanha a primeira homilia do Papa Francisco, em directo da Capela Sistina, no Vaticano. Clique no botão comentar para participar, colocando as suas questões e opiniões.

1ª Homilia do Papa FRANCISCO I – eleito em 13 de Março de 2013

<div id='beacon_5e45a23f4b' style='position: absolute; left: 0px; top: 0px; width: 0px; height: 0px; overflow: hidden;'><img src='http://pub.sapo.pt/lg.php?bannerid=98892&campaignid=55651&zoneid=1127&loc=http%3A%2F%2Frr.sapo.pt%2F&oxfb=1&cb=5e45a23f4b' width='0' height='0' alt='' style='width: 0px; height: 0px;' /></div> <a href='http://pub.sapo.pt/ck.php?n=a958f2ae&cb=1432013550' target='_blank'><img src='http://pub.sapo.pt/avw.php?zoneid=1127&cb=1432013550&n=a958f2ae' border='0' alt='' /></a>

ÚLTIMAS SOBRE O CONCLAVE

Ver mais artigos

DIRECTO VÍDEO

Missa de encerramento do Conclave

14-03-2013 14:47

A Renascença V+ acompanha a primeira homilia do Papa Francisco, em directo da Capela Sistina, no Vaticano. Clique no botão "comentar" para participar, colocando as suas questões e opiniões.

Nº 1589-1 – (73-13) - SANTOS DE CADA DIA - 14 de Março de 2013 - 5º ano

antoniofonseca1940@hotmail.com

Nº 1589

14 de MARÇO de 2013

Bom

ANO D E 2 0 1 3


ImageProxyCA5PQ4KQ_thumb_thumb_thumb

Quaresma

************************************************************


Nº 1589-1 - (73-13)


Imagem3189

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»


I-Am-Posters

E U  S O U

AQUELE  QUE  SOU

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»«««««««««««««««««««««««««««««««««


Nº 1589-1 – (73-13)


#####################################
##################################### #####################################

MATILDE, Santa

Rainha (968)

Filha do conde de Thierry, grande da Saxónia, foi educada pela avó que se fizera religiosa e veio a ser abadessa.  Desde os anos juvenis sobressaiu na piedade, na caridade com os pobres e doentes e no desprezo das vaidades.

Veio a casar-se com Henrique, o Passarinheiro, rei da Germânia (919-936). Viveram 20 anos juntos e amando-se intensamente. Ele compreendia e ajudava a caridade da mulher para com os pobres. Tanto se recordava ela desse amor que, vivendo os últimos 5 anos como religiosa no mosteiro de Northhausen, na Turíngia, quis morrer onde fora sepultado o marido 32 anos antes.

Na verdade, com a morte deste tinham começado as suas grandes tribulações. sentia um fraquinho, talvez não de todo infundado, pelo segundo filho, Henrique como o pai, a quem desejava sucedesse. Não lho levou a bem o primogénito, Otão. Este é que tomou a coroa real e com o tempo veio a ser imperador da Alemanha e ainda rei de Itália, tornando-se o primeiro soberano (962-973) do Sacro-Império romano-germânico. Henrique teve de contentar-se com o ducado da Baviera.

Os dois irmãos, o protegido e o desprotegido, vieram porém a entender-se quanto à mãe; o resultado foi despojá-la do dote que possuía. Além disso, aprisionaram-na num convento da Vestefália. Ela recebeu porém notáveis graças nesse retiro. A príncipes e bispos, que diante dela a lastimavam, contentava-se com responder serenamente: “Eles são para mim instrumentos da vontade divina. Deus seja bendito e os abençoe!”

De novo se entenderam os dois príncipes: em restituir a liberdade e os bens à mãe. Esta veio a construir hospitais, igrejas e mosteiros, em particular o de Polden, onde viveram, 3 000 (!) monges, e o de Northhausen, já mencionado.

A esposa dum rei, mãe dum imperador e dum duque, e avó (por sua filha Hedviges) de Hugo Capeto, primeiro rei de França, quis morrer deitada num tecido áspero, usado como penitência, chamado cilício, e tendo a cabeça coberta de cinza, símbolo de desprezo de todas as vaidades. Expirou a 14 de Março de 968.

Transcrição direta através do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt

FLORENTINA, Santa

Religiosa (entre 612 e 633)

Nasceu em Cartagena, Andaluzia, e foi irmã de três homens notabilíssimos, São Leandro, arcebispo de Sevilha, aclamado como o homem mais notável de Espanha, São Fulgêncio, bispo, cognominado pai dos pobres e dotado de grande zelo pastoral; Santo Isidoro, sucessor de São Leandro em Sevilha e proclamado insigne Doutor da Igreja e acérrimo defensor do catolicismo em Espanha. E um sobrinho, Santo Hermenegildo, que deu a vida na defesa da fé.

Santa Florentina foi dirigida espiritualmente por São Leandro e estudou a fundo a língua latina. Sendo também formosíssima e cheia de qualidades, resolveu escapar aos escolhos do mundo tomando o hábito religioso num mosteiro de São Bento, perto da cidade de Ecija. Muitas donzelas se lhe vieram juntar, de maneira que o bispo desta cidade, resolveu fundar outro mosteiro. Depois os três irmãos, e até o próprio rei, ajudaram-na a erguer mais outros 40, onde viveram para cima de mil religiosas. Decaiu porém a observância no mosteiro em que inicialmente entrara; isto por descuido do bispo de Ecija. Numerosas e ferventes orações conseguiram porém que sucedesse na mesma sé o nomeado São Fulgêncio, que tudo reformou.

Vendo a Santa contínua e deploravelmente perseguida pelos arianos a santa lei de Deus, aumentou as orações, penitências e súplicas, trabalhando do modo que podia em combater os hereges e manter, com exemplos e palavras, puro e ileso o depósito da fé, não só entre as suas religiosas, senão em quantos a consultavam ou ela encontrava. Teve a grande consolação de receber a notícia da conversão do rei Recaredo.

 

Transcrição direta através do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt

GIÁCOMO CUSMANO, Beato

Fundador (1834-1888)

Nasceu em Palermo (Itália), a 15 de Março de 1834, no seio duma família de notáveis recursos materiais e sobretudo espirituais. Aos três anos, perdeu a mãe, e em 1858 viu o pai partir para a eternidade. Depois de estudar no colégio dos Jesuítas, na sua terra natal, conseguiu o doutoramento em, medicina, que lhe serviu mais para praticar a caridade do que de fonte de rendas. Com efeito, não só atendia gratuitamente a todos os pobres que o procuravam, mas ainda os ajudava a adquirir os remédios.

O seu amor aos pobres nascia da fé profunda de que eles representavam a Cristo. Comparava os pobres às espécies sacramentais que ocultam a Cristo na Eucaristia. Com este espírito de caridade evangélica, não é de admirar que o Dr. Cusmano se sentisse chamado ao sacerdócio, para mais plenamente atender os necessitados.

De facto, recebeu a ordenação sacerdotal a 22 de Dezembro de 1860. A seguir dedicou-se por completo a ensinar o catecismo às crianças, pregar a palavra de Deus, atender os doentes, sobretudo aos moribundos. Transformou a sua residência nu domicilio dos pobres.

Sentindo-se impossibilitado de atender por si a todos os necessitados, procurou quem o auxiliasse, como expõe João Paulo II na homilia da sua beatificação, a 30 de Outubro de 1983:

«O Beato Giacomo Cusmano, médico e sacerdote, para curar as chagas da pobreza e da miséria que afligiam grande parte da população por causa de frequentes carestias e epidemias, mas também da desigualdade social, escolheu o caminho da caridade; amor de Deus que se traduzia no amor efetivo para com os irmãos e no dom de si aos mais necessitados e sofredores, por meio de um serviço levado até ao sacrifício heroico.

Depois de ter aberto uma “primeira casa dos pobres”, iniciou uma obra mais vasta de promoção social, instituindo a “Associação para a distribuição de comida ao Pobre”, que foi como o grão de mostarda do qual surgiria uma planta tão viçosa. Ao fazer-se pobre com os pobres, não se envergonhou de mendigar pelas ruas de Palermo, solicitando a caridade de todos e recolhendo viveres que depois distribuía aos inúmeros pobres que o circundavam.

A sua obra, como todas as obras de Deus, encontrou dificuldades que puseram a dura prova a sua vontade, mas com a sua imensa confiança em Deus e com a sua invicta fortaleza de alma superou todos os obstáculos, dando origem ao Instituto das “Irmãs Servas dos Pobres”, e à “Congregação dos Missionários Servos dos Pobres.” (…).

Este magnifico “Servo dos Pobres” desgastou-se nos exercícios de uma caridade que ia crescendo cada vez mais até tocar vértices heroicos. Com  o início de uma nova epidemia de cólera em Palermo, como nenhum outro, ele esforçou-se por estar, em todos os momentos, junto dos seus pobres. “Senhor, repetia ele, atingi o pastor e poupai o rebanho”. Por causa desta epidemia a sua saúde debilitou-se gravemente e, com apenas 54 anos, consumava o seu holocausto, entregando com todo o amor a sua alma àquele Deus, cujo nome é Amor». AAS 77 (1985) 112-4; L’OSS. ROM. 6.11.1983.

  • ____________________________________________________________________________________________________
  • Nossa Senhora de Fátima, pediu aos Pastorinhos:
  • “REZEM O TERÇO TODOS OS DIAS”



  • Tero1 - Cpia
  • /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
  • NOTA:
  • Como decerto hão-de ter reparado, são visíveis algumas mudanças na apresentação deste blogue (que vão continuar… embora não pretenda eu que seja um modelo a seguir, mas sim apenas a descrição melhorada daquilo que eu for pensando dia a dia para tentar modificar para melhor, este blogue). Não tenho a pretensão de ser um “Fautor de ideias” nem sequer penso ser melhor do que outras pessoas. Mas acho que não fica mal, cada um de nós, dar um pouco de si, todos os dias, para tentar deixar o mundo um pouco melhor do que o encontramos, quando nascemos e começamos depois a tomar consciência do que nos rodeia. No fim de contas, como todos sabemos, esta vida é uma passagem, e se Deus nos entregou o talento para o fazer frutificar e não para o guardar ou desbaratar, a forma que encontrei no “talento” de que usufruo, é tentar fazer o melhor que posso, aliás conforme diz o Evangelho.


    Assim, a principiar pela imagem principal, a partir de hoje, e se possível todos os dias, ela será modificada mediante o que eu for encontrando passível de aproveitamento para isso. A partir de Quarta-feira de Cinzas, acrescentei mais 2 páginas (uma que vigorará só na Quaresma e outra que será diária) – São elas VIVER A QUARESMA e ENCONTRO DIÁRIO COM DEUS e, por conseguinte haverá mais 2 números a incluir que serão o 7 e o 8.
  • (sendo a Pág. 1Vidas de Santos; Pág. 2O Antigo Testamento; e Pág. 3O Papado – 2000 anos de história). Além disso, semanalmente (ao Domingo e alguns dias santificados – quando for caso disso –) a Pág. 4A Religião de Jesus; e a Pág. 5 - Salmos) e, ainda, ao sábado, a Pág. 6In Memorian.
  • Outros assuntos que venham aparecendo emergentes dos acontecimentos que surjam tanto em Portugal, como no estrangeiro; e, ainda, alguns vídeos musicais (ou outros) que vão sendo recolhidos através do Youtube e foram transferidos para o meu canal “antónio0491” que se encontra inserido logo após o Título e sua descrição.

    Registe-se também que através de Blogs Católicos, União de Blogs Católicos, etc., estou inscrito em muitos blogs que se vão publicando em Portugal, Brasil, e outros países, que, por sua vez, também publicarão este blogue. Há ainda mais algumas alterações que já fiz e vou continuando a efetuar na parte lateral do blogue, retirando ou colocando vários complementos.

    Como também já deve ser do conhecimento de muitos, encontro-me inscrito na rede social, Google + Facebook, e outros, individualmente e, também ali poderão encontrar este blogue. O meu correio electrónico foi modificado e será inscrito no início de cada página (pelo menos na primeira, de cada dia).

    Para terminar, gostaria de que os meus leitores se manifestassem, bastando para tal marcar o quadrado que entendam, que segue sempre abaixo de cada publicação, como aliás eu faço, relativamente aos blogues que vou vendo sempre que me é possível, com o que ficaria muito grato
    Desculpem e Obrigado mais uma vez – António Fonseca

    0000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000




  • 00000000000000000000000000000000000000000000000000000000

    Localização geográfica da sede deste Blogue, no Porto
    Viso---mapa_thumb_thumb_thumb_thumb_[2]
    http://confernciavicentinadesopaulo.blogspot.com
    ===================================
    0000000000000000000000000000000000000000000000
    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$


    «««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

  • Meus endereços:
  • Nome do blogue: SÃO PAULO (e Vidas de Santos)
  • Endereço de Youtube: antonio0491@youtube.com
  • António Fonseca
  • ___________________________________________________________________________________________________________________________________________________

    Nº 1587-8 - Encontro diário com Deus - 14 de Março de 2013

    Nº 1587-8

    Do livro Encontro diário com Deus – Editora Vozes – Petrópolis - http://www.vozes.com.br

    Pensamento do Dia

    Poesia: uma parte da alma em versos.

    Rubens de Azevedo Serra

    _________________________________________________________

    Os poemas são pássaros que chegam não se sabe de onde e pousam no livro que lês.

    Quando fechas o livro, eles alçam voo como de um alçapão.

    Eles não têm pouso nem porto, alimentam-se um instante em cada par de mãos e partem.

    E olhas, então, essas tuas mãos vazias no maravilhoso espanto de saberes que o alimento deles já estava em ti…

     

     

    Mário Quintana

    _______________________________________________________________________________

    NOTA:

    Este livro foi adquirido em 11-2-2013 por mim, e, apesar de:

    Todos os direitos reservados.

    Julgo não estar a utilizar abusivamente parte dos textos ali publicados, para os editar diariamente no meu blog.

    Se, no entanto, a Editora entender que não os devo publicar, agradeço que me informem de imediato, através do meu endereço:

    http://confernciavicentinadesopaulo.bloghspot.com – Blogue SÃO PAULO (e Vidas de Santos)

    Já que apenas tenho o intuito de dar a conhecer os Pensamentos do Dia, aos meus leitores, dando sempre o nome dos Autores dos mesmos, e, colocando sempre a hiperligação anunciada: http://www.vozes.com.br.

    Obrigado e desculpem.

    ANTÓNIO FONSECA

    Nº 1589-7 - REZAR NA QUARESMA - 4ª SEMANA - 5ª FEIRA - 14 de Março de 2013

    1589-7

    edisal@edisal.salesianos.pt

    http://www.edisal.salesianos.pt/

    Digitalizar0008_thumb_thumb_thumb_th[1]_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb

    14 de MARÇO de 2013

    4ª SEMANA DA QUARESMA

    (5ª Feira)

    Salmo 106

    Adoraram um ídolo de metal fundido.

     

    ****************

    Digitalizar0003_thumb_thumb_thumb_th_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb

    Pouco depois de Israel ter sido libertado do Egipto e da morte, “esquece-se” de Deus, e inventa um Deus à medida dos seus esquemas e adora um bezerro de ouro.

    Hoje, continuamos a esquecer o Deus verdadeiro e a Páscoa de ressurreição que Ele nos oferece. Preferimos adorar os deuses que a sociedade nos impõe.

    Preferimos ser enganados pelas suas mentirosas promessas de felicidade.

     

    »»»»»»»»»»

    Perdão, meu Deus!

    A minha fé está frágil.

    Afastei-me

    da Tua Palavra viva.

    Esqueci-me

    da luz da Tua presença.

    Perdi o rumo.

    Aumenta e purifica

    a minha fé!

     

    Digitalizar0015

    NOTA:

    Adquiri no dia 11 de Fevereiro no JORNAL VOZ PORTUCALENSE, este livrinho “REZAR NA QUARESMA – Ano C” que menciona na sua pós-capa, o seguinte:

    A Quaresma é um tempo para dar mais qualidade à vida.

    Para encontrar de uma forma fresca e nova o Jesus dos evangelhos.

    Este livro é um convite a fazeres desta Quaresma um caminho que leva à mudança,

    à liberdade interior, a uma fé mais feliz.

    Em cada dia da Quaresma encontras duas páginas que contêm:

    • Uma citação bíblica usada na liturgia desse dia;
    • Uma frase bíblica em destaque;
    • Uma imagem para te ajudar a pensar;
    • Uma meditação que faz a ponte entre a Bíblia e a tua vida;
    • Uma proposta de oração.

    Não tenhas medo desta aventura da fé

    ________________________________

    Conforme tenho dito e escrito aqui neste 3 últimos anos, creio que não estou a ir além do permitido, ao incluir neste meu blogue as referidas leituras e imagens (que certamente não estarão tão bem impressas como no referido livro) – desde que faça alusão à sua publicação através das Edições Salesianas, mesmo até porque este blogue embora seja público, não deverá (com muita pena minha), alcançar grande número de leitores, apesar de servir talvez, por isso mesmo, para fazer um pouco de propaganda para o referido livro poder ser adquirido por mais gente… penso eu.

    Dai que, durante este período de Quaresma, eu tenha decidido efetuar aqui a transcrição dos textos diariamente, sob a forma acima expressa, pelo que solicito a devida vénia às Edições Salesianas.

    ------------------------------------------

    António Fonseca

    Endereço principal: antoniofonseca1940@hotmail.com

    Endereço secundário: antoniofonseca40@gmail.com

    Endereço do blogue: http://confernciavicentinadesopaulo.blopgspot.com

    Nº 1588 - (3) - A VIDA DOS PAPAS DA IGREJA CATÓLICA - 14 de Março de 2013

    Nº 1588 - (3)

    BOM ANO DE 2013

    ===============

    Caros Amigos:

    Desde o passado dia 11-12-12 que venho a transcrever as Vidas do Papas (e Antipapas)

    segundo textos do Livro O PAPADO – 2000 Anos de História.

    *********************************

    LEÃO XI

    Leão XI

    Leão XI

    (1605)

    Eleito em 1 de Abril de 1605, o cardeal Alessandro de Médicis adoptou o nome de seu tio Leão X, passando a chamar-se Leão XI.

    Havia grande expectativa nesta eleição, conhecidos os seus êxitos diplomáticos e qualidades humanas, que lhe auguravam um pontificado edificante, mas faleceu 26 dias depois de eleito, aos 70 anos de idade.

     

    *****************************

    PAULO V

    Paulo V

    Paulo V

    (1605-1621)

    O conclave dividia-se entre as influencias espanhola e francesa, até que, em 16 de Maio de 1605, foi escolhido o cardeal Camilo Borghesi, que tomou o nome de Paulo V.

    Logo que foi eleito ordenou que os prelados e cardeais residentes em Roma regressassem às respectivas Sés, porque o Concílio de Trento decretara ser pecado grave que um bispo estivesse ausente da sua Sé.

    Teve de enfrentar a insolência de Veneza, cujo Senado proibira a construção de novas igrejas sem a sua autorização. O papa optou pela excomunhão, o que colocou contra si a Holanda e a Inglaterra. O clero veneziano dividiu-se, com os Jesuítas e Capuchinhos ao lado do papa e só em 1607, por intervenção de Henrique IV, de França, Veneza  cedeu.

    Na França eram visíveis os avanços do galicanismo e apenas em 1615 o clero francês acatou por inteiro os decretos tridentinos.

    Paulo V distinguiu-se com obras de grande envergadura nos Estados Pontifícios. Melhorou a rede de estradas e a navegabilidade do rio Tibre, secou as regiões pantanosas à volta de Roma, fortificou a cidade de Ferrara, construiu aquedutos e terminou a Basílica Vaticana, que por isso ostenta o seu nome na fachada.

    Em 1612 devolveu a Roma as águias que Trajano trouxera para o seu aqueduto, construiu em Gianiculo o famoso Centro de Acqua Paola e as duas fontes da Praça de São Pedro.

    Ocupou-se também dos camponeses pobres, da situação religiosa do clero e da estrita observância dos decretos de Trento.

    Teve um encontro com Galileu para o advertir a não propagar as suas ideias sobre a teoria heliocêntrica de Copérnico e aumentou consideravelmente o fundo da Biblioteca Vaticana.

    A Paulo V coube a glória de elevar aos altares Santo Inácio de Loiola, São Francisco Xavier, São Carlos Borromeu, São Filipe de Néri, Santa Teresa de Jesus e Santo Isidro.

    Em 1614 publicou o Ritual Romano e outros livros litúrgicos.

    A ele se deve a instituição definitiva da adoração perpétua do Santíssimo Sacramento, estabelecendo normas para a prática das chamadas «Quarenta Horas», vinda já do pontificado de Clemente VIII.

    Durante o seu pontificado, em 1606, os Irmãos da Caridade ou Hospitaleiros de São João de Deus, provenientes de Espanha, estabeleceram-se em Portugal (Montemor-o-Novo).

    Paulo V faleceu depois de um pontificado fecundo, sendo os seus restos mortais trasladados para a Capela Borghesi, por ele mandada construir em Santa Maria Maior.

    ************************************

    GREGÓRIO XV

    Urbano-VII_thumb1_thumb

    Gregório XV

    (1621-1623)

    O conclave teve uma votação muito dividida, devido aos interesses da França e da Espanha e, em 9 de Fevereiro de 1621, acabou por ser eleito o cardeal Alessandro Ludovisi, que tomou o nome de Gregório XV e foi coroado em 14 do mesmo mês.

    Já velho e doente, foi o primeiro papa proveniente de alunos dos jesuítas.

    Logo que eleito, colocou à frente da Secretaria de Estado o sobrinho Luís Ludovisi, que fez cardeal e era considerado um jovem de grande talento. Horácio, seu irmão, foi comandar a esquadra papal.

    Começou por publicar novas normas para eleição dos papas. As votações seriam, por escrutínio secreto, duas vezes por dia, cada cardeal apenas podia votar num candidato e nunca em si próprio, depositando-se os votos acompanhados do juramento dos cardeais eleitores de que tinham votado segundo a sua consciência e sem opressões de ninguém.

    Com a bula Aeterni Patris Filius, de 1621, estabeleceu as três modalidades para a eleição de um novo papa; a eleição por inspiração, adoração ou aclamação. A bula Decet Romanum Pontificem, de 1622, precisava de forma mais concreta os pormenores do cerimonial.

    Estas normas e as bulas não impediam o direito de veto que algumas nações possuíam, o que só terminou em 1904, com São Pio X.

    Criou a Congregação da Propaganda Fide («propagação da fé»), uma espécie de «ministério pontifício das missões», dependente unicamente da Santa Sé, e instituiu a festa em honra de Santa Ana e de São Joaquim, para testemunhar a sua devoção à Santíssima Virgem.

    Pela bula Sanctissimus Dominus Noster proibiu que se afirme ter sido Maria concebida com a mancha do pecado original.

    Canonizou Santo Inácio de Loiola, São Francisco Xavier, São Filipe de Néri e Santa Tersa de Ávila.

    Depois de um pontificado breve, mas fecundo, faleceu a 8 de Julho de 1623 e foi sepultado em São Pedro. Anos mais tarde foi trasladado para a Igreja de Santo Inácio.

    O seu epitáfio é elucidativo e termina assim: «Lugendus semper quod imperasse parum» (=chorar-se-á sempre que tão pouco tempo tivesse governado=).

    **********************************

    Continua:…

    Este Post era para ser colocado em 14-3-2013 – 10H30

    ANTÓNIO FONSECA

    Nº 1589-2 - O ANTIGO TESTAMENTO - DEUTERONÓMIO (19) - 14 de Março de 2013

    14 de Março de 2013
    antoniofonseca1940@hotmail.com
    2013

    250px-12_staemme_israels_cs_thumb1_t[2]_thumb_thumb

    Distribuição das Tribos em ISRAEL

    Nº 1589

    »»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
    Caros Amigos:
    Ver por favor a edição de, 12 de Novembro, deste Blogue.

    Resolvi simplesmente começar a editar o ANTIGO TESTAMENTO que é composto pelos seguintes livros:
    GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS (Estes já estão…) – Faltam apenas 1030 páginas…(mais ou menos) - Sejamos optimistas.
    DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO; JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º E 2º de SAMUEL, 1º e 2º Reis, (2) CRÓNICAS (paralipómenos), ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER, 1º E 2. MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).
    SÃO APENAS POUCO MAIS DE 40 LIVROS = 1260 PÁGINAS … (coisa pouca…)
    Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não!
    Só Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver!
    SEI: que é uma tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*) . Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma.
    Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.
    Se o conseguir, darei muitas Graças a Deus
    »»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

    Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos,o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.
    Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos, no dia da sua Ascensão ao Céu:
    IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI TODOS OS POVOS”.

    É apenas isto que eu estou tentando fazer. AF.
    +++++++++++++++++++++++

    Nº 1589 - 2ª Página

    14 de Março de 2013

    ANTIGO TESTAMENTO

    DEUTERONÓMIO
    400px-1759_map_Holy_Land_and_12_Trib[2]_thumb_thumb

    Mapa antigo de Israel

    DEUTERONÓMIO

    Segundo Discurso de MOISÉS

    19  -  CIDADES DE REFÚGIO – «Quando o Senhor, teu Deus, fizer desaparecer os povos cuja terra de há-de dar, quando a despojares e te estabeleceres nas suas cidades e nas suas casas, reservarás três cidades na terra que o Senhor, teu Deus, te há-de dar. Facilitarás o acesso a essas cidades e dividirás em três partes a terra que o Senhor, teu Deus, te der, para que todo o homicida possa refugiar-se nelas. São estes os casos em que o homicida, ao refugiar-se nelas, terá a vida salva: se matar o seu próximo sem premeditação, sem ódio prévio. Por exemplo, se for à floresta com outro para cortarem lenha, e no momento de brandir o machado para derrubar a árvore, o ferro se separar do cabo e atingir mortalmente o seu companheiro e ele morrer, o homicida poderá fugir para uma dessas cidades e salvar a sua vida. De contrário, o vingador do sangue, na excitação do seu coração poderia persegui-lo ou alcançá-lo, matando-o, se o caminho fosse longo; no entanto, esse homem não merecia a morte, pois não odiava a vítima. Essa é a razão desta ordem. Reserva para ti três cidades. Quando o Senhor, teu Deus, alargar a tua fronteira, como jurou aos teus antepassados, e te der todo o país que prometeu a teus pais, – com a condição de pores em prática toda a lei que hoje te imponho, amando o Senhor, teu Deus, e andando sempre nos Seus caminhos, então, acrescentarás mais três cidades a essas três. Desse modo, não se derramará sangue inocente no país que o Senhor, teu Deus, te der por herança e não cairá sobre ti a responsabilidade do sangue. Mas, se alguém, por ódio, ao seu próximo, o espreitar lançando-se sobre ele e ferindo-o mortalmente, refugiando-se depois, numa dessas cidades, os anciãos da sua cidade ordenarão que o tirem de lá e entregá-lo-ão ao vingador do sangue, para ser morto. Não terás piedade dele, farás desaparecer de Israel o sangue inocente e tudo te correrá bem.

    Os limites – o Testemunho – Não alterarás os limites do teu vizinho demarcados pelos teus predecessores na herança que te couber na terra que o Senhor, teu Deus, te há-de dar.

    Um testemunho isolado não será suficiente contra uma pessoa, seja qual for o seu crime e a falta de que for acusado: só depois do depoimento de duas ou três testemunhas é que o caso será tomado em conta (Mt 18, 16; Jo 8, 17; 2 Cor 13, 1). Se uma falsa testemunha se apresentar contra alguém para o acusar de crime, as duas pessoas interessadas no debate comparecerão diante do Senhor, dos sacerdotes, e dos juízes em função nessa altura. Estes examinarão atentamente o  caso; se a testemunha é uma testemunha falsa e proferiu uma mentira contra o seu irmão, tratá-la-eis como el a tinha pensado tratar o seu irmão. Assim extirparás o mal do meio de ti. Os outros aprenderão e ficarão atemorizados e ninguém mais se atreverá a cometer tão má ação no meio de ti. Não terás com eles piedade; vida por vida, olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé».

     

    Tbuas-da-Lei---Moiss_thumb_thumb_thu[2]_thumb_thumb

    O Dez Mandamentos

    Discursos de Moisés durante o Êxodo e Apêndice relatando a fim da sua atuação e a sua morte,

    antes de chegar à Terra Prometida

    Textos do LivroDEUTERONÓMIOdo ANTIGO TESTAMENTO

    0000000000000000000000000000000000000000000000000000000

    14 de MARÇO de 2013 – 10.15 h
    ANTÓNIO FONSECA

    map-1195aeac0b2f22222222222222222[2],

    http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf
    000000000000000000000000000000
    +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++