OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

terça-feira, 26 de março de 2013

Ainda a manifestação em Paris - 26 de Março de 2013

Annales Historiæ


Ainda a manifestação em Paris

Posted: 25 Mar 2013 05:52 PM PDT

Depois do desfecho triste, com a polícia atacando famílias inteiras, crianças e idosos com gás lacrimogêneo, hoje os franceses acordaram com o cinismo do ministro do interior, Manuel Valls, afirmando que foram as pessoas "reacionárias" e "violentas" que atacaram as forças de ordem. Políticos, padres, o povo clama a demissão do governo. A França que despertou com este movimento está à beira de uma guerra, que por hora é verbal. Que São Miguel e Santa Joana d'Arc orem pelos filhos de Clóvis.

Abaixo, mais algumas belas fotos da manifestação. Vejam os "extremistas" marchando armados - de fé e de inteligência, como disse uma blogueira, Jeanne Smits:


Marion Le Pen ao centro

_________________________________________________________________________________________________

IPCO - Instituto Plínio Corrêa de Oliveira


Link to IPCO - Instituto Plinio Corrêa de Oliveira


Mais de um milhão de franceses marcham novamente contra o “casamento” homossexual

Posted: 25 Mar 2013 08:39 PM PDT

24-03-2013: a manifestação vista desde a dianteira Marcelo Dufaur · A imensa Avenue de la…
Leia o restante da matéria em nosso site.

Raio em céu sereno: CFM propõe vasta liberação do aborto

Posted: 25 Mar 2013 03:19 PM PDT

Cid Alencastro Uma declaração do Conselho Federal de Medicina (CFM), a ser enviada ao Senado, propugna pela liberação do aborto nos termos do projeto de Código Penal em debate naquela Casa...
Leia o restante da matéria em nosso site.

_____________________________________________________________

Deus lo vult!: “Homossexuais franceses contra o “casamento” gay e a adoção de crianças por duplas gays” e mais 1 novidades


Homossexuais franceses contra o “casamento” gay e a adoção de crianças por duplas gays

Posted: 25 Mar 2013 12:38 PM PDT

[Fonte: infoCatólica.
Tradução: Wagner Marchiori

Trata-se de novo protesto acontecido no último domingo (24/03) na capital francesa, à semelhança daquele realizado em janeiro último, sobre o qual falamos aqui. Há uma verdadeira (e compreensível) luta midiática pelo verdadeiro número de manifestantes: segundo Le Figaro, as estimativas variam entre 300.000 e 1.400.000 pessoas. Novamente, os nossos parabéns aos franceses que tiveram a coragem de tomar as ruas de Paris - de Paris! - para protestar contra o experimento social que está convulsionando a sociedade francesa.

Na entrevista abaixo referida, é uma mulher lésbica [p.s.: de acordo com este comentário (que cita esta referência, que me pareceu verídica), ela não é lésbica, e sim mãe de família casada há vinte e cinco anos - por favor, levem isso em consideração ao ler todo o resto] que dá a sua opinião sobre o assunto – e toma posição firme e decidida contra o projeto que pretende legalizar o “casamento” gay e a adoção de crianças por duplas de sodomitas e safistas. Genial a declaração dela: se a dupla homossexual adota uma criança que perdeu seus pais biológicos, então esta criança está sendo mais uma vez privada de um pai e uma mãe. Por infortúnio da primeira vez; mas, desta, por capricho ideológico premeditado. E isto é cruel. Contra esta terrível discriminação contra as crianças nós temos que lutar. Por mais que sofismem os bárbaros. Por mais que nos agridam e nos tentem calar.]

-

«SOU FRANCESA, SOU HOMOSSEXUAL E A MAIORIA DE NÓS NÃO QUEREMOS O CASAMENTO E NEM A ADOÇÃO»

Diferentemente do que costuma divulgar a mídia, Nathalie Williencourt, uma das fundadoras do HOMOVOX, considera que a maioria dos homossexuais, incluído ela, não quer nem o matrimônio gay e nem a adoção de crianças e, portanto, não concordam com a proposta de lei do presidente da França François Hollande. Em uma entrevista concedida em 11 de janeiro ao site italiano Temp.it, Nathalie afirmou que “o par homossexual é diferente do par heterossexual por um simples detalhe: não podemos dar origem à vida”.

Williencourt afirmou com clareza: “sou francesa, sou homossexual e a maioria de nós não queremos o casamento e nem a adoção de crianças. Sobretudo, não queremos ser tratados como heterossexuais, porque somos diferentes; não queremos igualdade, mas sim justiça”.

A líder gay disse, ainda, que “cremos que as crianças têm direito a ter um pai e uma mãe, se possível, biológicos e, se possível, que se amem. Uma criança que nasce fruto do amor de seu pai e de sua mãe tem o direito de saber disso. Se os pares homossexuais adotam crianças que já estão privados de seus pais biológicos, deixá-las-ão sem um pai e uma mãe mais uma vez”.

“Os pares heterossexuais estão esperando anos sem poder adotar uma criança, e corre-se o risco de que muitos países não permitam mais adoções para pais franceses se essa lei for aprovada. China e outros países da Ásia contam com procedimentos que excluem a possibilidade de adoção por pares do mesmo sexo”.

“A paz se constrói na família e para ter paz na família é necessário dar às crianças a imagem mais natural e que mais segurança infunde para crescer e ser adulto. Isto é, a composição clássica de homem e mulher”.

Williencourt denunciou que “na França somos censurados (Homovox.com). Escuta-se sempre o lobby dos ativistas LGBT que sempre falam nos meios de comunicação, mas a maior parte dos homossexuais estão incomodados pelo fato dessa organização fazer lobby em nosso nome. Não votamos neles para que nos representem”.

Nathalie explicou que os membros do lobby gay já têm uma ferida em relação à sua homossexualidade “porque não a aceitam, reivindicam ser como os heterossexuais . Em vez disso, nosso movimento reinvidica que os homossexuais sejam tratados de forma distinta dos heterossexuais porque somos diferentes”. “Não podemos pedir igualdade porque somos diferentes. Não é a igualdade que é importante, mas a justiça. É uma desigualdade justa e uma igualdade injusta”, insiste.

Homovox é a associação que reúne o maior número de homossexuais na França. A associação foi uma das organizações gays que marcharam pela ruas de Paris no último 13 de janeiro com mais de um milhão de pessoas em defesa do autêntico matrimônio.

________________________________________________________

Blog do Beckman.™

 

Grupo LGBT: A Ditadura Gay começou!

Posted: 25 Mar 2013 11:28 PM PDT

Os ativistas gays movimentam na surdina o seu ódio veemente contra os cristãos.

 

 

_________________________________________________________________

Posts colocados em

26-3-13  -   23H45

 

ANTÓNIO FONSECA

Mais uma Manifestação em França – (em 25-3), etc. - 26 de Março de 2013

 

Lavras Resiste!


A França contra François

Posted: 25 Mar 2013 04:12 AM PDT

Pela segunda vez neste ano, ontem, Domingo de Ramos, cerca de um milhão de franceses, na sua larga maioria católicos, foram as ruas de Paris protestar contra o programa de engenharia social do presidente François Hollande. Os manifestantes defenderam a santidade do casamento entre um homem e uma mulher e foram reprimidos pela polícia desse estado semi-totalitário em que a França se transformou.
Leia mais aqui.

Polícia ataque manifestantes católicos anti-gayzismo em Paris (25/03/2013)

A continuar assim não demorará muito até que algum francês resolva ressuscitar o OAS e com todo meu apoio.

-----------------------------------------

VENEZUELA, depois de HUGO CHAVEZ

 

notalatina


Link to notalatina


Como agente cubano, Maduro ousa fazer o que nem Chávez se atreveu

Posted: 25 Mar 2013 03:01 PM PDT

A estrela dourada criada por Fidel Castro para usar no boné, agora reluz na lapela de Maduro, o seu "ungido" desde sempre

Faltando menos de um mês para as eleições presidenciais na Venezuela, o Notalatina volta ao tema já abordado nas duas edições anteriores porque cada vez com maior ousadia, Nicolás Maduro já não esconde sua filiação à ilha caribenha e aos ditadores Castro. Sua tática é usar o nome do falecido ditador Chávez 200 vezes por dia, chegando à absurda soma de 3.456 vezes em apenas 16 dias de campanha. Utilizando a técnica da Programação Neuro-Linguística (PNL) que atinge as pessoas mais humildes e ignorantes que, beneficiadas pela quantidade de esmolas vindas do Governo viam em Chávez um benfeitor, um pai adorado, sem se dar conta de que em troca se tornavam seus escravos, Maduro vai inoculando no imaginário popular a ideia de que nada mudou e Chávez estará “em espírito” guiando a nação. E enquanto vão sofrendo uma brutal lavagem cerebral, Maduro vai pondo em prática os ensinamentos de agitação de massas que recebeu em Havana na década de 80.

Maduro procura fundir Chávez e ele mesmo a Cuba. Nas fotos que ilustram esta edição de hoje pode-se vê-lo usando camisas estilo guayabera com um toque militar como Raul e Fidel Castro, além da estrela dourada criada por Fidel para uso no boné e na lapela. Como se isto não fosse pouco, o Hino Nacional de Cuba foi tocado em cadeia de rádio e televisão como agradecimento à missão Bairro Adentro que, num convênio firmado entre Chávez e Fidel através da ALBA, mantém até o momento 32.000 médicos cubanos na Venezuela e 14.243 médicos venezuelanos formados em Cuba em 6 anos, em troca do petróleo. Sabe-se, entretanto, que tanto os médicos cubanos quanto os venezuelanos formados em Cuba, recebem mais da metade do curso em formação política na doutrinação marxista-leninista, que devem pôr em prática nas visitas domiciliares dos bairros de periferia pois a massas são os idiotas úteis que lhes garantem o poder. Vale a pena também conhecer o novo juramento desses novos médicos que, diferente do resto do mundo, não fazem o juramento de Hipócrates mas sim, juram por Chávez e pela manutenção da revolução:

“Compatriotas, doutores integrais comunitários, vocês juram diante da memória e do exemplo do Comandante Hugo Chávez... não dar descanso a seus braços e repouso às suas almas no cumprimento da tarefa sagrada de se dedicar por inteiro à luta pela saúde integral da comunidade, da saúde preventiva, com mística revolucionária e socialista para construir a pátria nova e grande? Se assim for, que Deus os abençoe e proteja. Hoje, em nome da República e da Constituição, os declaramos médicos da pátria de Bolívar. Vão pelos caminhos cumprir seu juramento, que é da alma pura, da verdade, da juventude que se formou em valores”. Quer dizer, esses “médicos” juram ser revolucionários comunistas, e não salvar vidas.

Como Fidel e Raul Castro, Maduro agora usa uma guayabera com detalhes militares mas na cor marrom. Seria uma alusão ao uniforme caqui das SS hitleristas, já que ele faz uma saudação igual? Vejam em edições anteriores. (Foto no Palácio de Miraflores da Reuters)

Na edição passada o Notalatina publicou a primeira parte da entrevista concedida por “Hernando” ex-agente de inteligência do Departamento América, órgão pertencente ao Ministério de Interiores (MININT), onde ele fala sobre o passado de Maduro e por quê ele é o ungido da ditadura cubana. Nesta edição de hoje apresentamos as duas partes restantes. No vídeo 2, “Hernando” esclarece que quando Fidel Castro resolveu apoiar Chávez foi porque as coisas assim se apresentaram na Venezuela. Chávez já era presidente e a oportunidade não podia ser desperdiçada. Agora que Chávez já não existe mais, o caminho ficou livre para emplacar Maduro, o verdadeiro eleito e preparado pelos Castro. Uma revelação bombástica que ele faz nesse vídeo é que Maduro é a pessoa que tem mais aproximação com as FARC, o ELN e TODA e extrema-esquerda latino-americana porque os conheceu em Havana. Vejam abaixo:

No vídeo 3 ele conta que quando ainda o mundo não conhecia Maduro, em Cuba ele andava com oficiais da Inteligência porque a ditadura necessitava dele para treinamento no exterior. Diz ainda que dentro do chavismo, e inclusive nas Forças Armadas, todos sabiam que Maduro era inamovível e que seria o substituto nato de Chávez, daí que não foi surpresa sua nomeação e falsas as acusações de intrigas entre ele e Diosdado Cabello. Este vídeo é IMPORTANTÍSSIMO e INSISTO que assistam para saber como age a ditadura castrista no mundo, pois o que este ex-agente fala diz respeito a nós também, uma vez que o governo brasileiro tem laços estreitíssimos com Cuba, há agentes treinados dentro do nosso país, na embaixada, nas universidades, e espalhados por lugares do nosso território onde sequer imaginamos.

Nesse vídeo ele também deixa claro que a oposição NÃO VAI VENCER AS ELEIÇÕES, porque havia muita coisa a fazer para “depurar” mas, com o curto prazo de um mês e desconhecimento de como é o processo, a Mesa de Unidade Nacional (MUD) não tem a menor chance de vencer. E lembro uma coisa que Olavo de Carvalho sempre afirmou com relação ao PT mas que serve também para a Venezuela, pois todos pertencem ao Foro de São Paulo (FSP), é que estes, uma vez chegando ao poder, não iriam mais sair porque não são partidos políticos comuns como os demais, mais organizações, com metas, projetos e estratégias bem elaboradas não para “vencer eleições” mas para tomar o poder. E comunistas quando traçam suas metas não têm pressa. Há projetos que aguardam mais de 30 anos para mostrar seus resultados, como o próprio FSP, e agora com a chegada do agente cubano Nicolás Maduro na Venezuela. Eles são organizados e pacientes, uma lição que deveria nos servir para algo.

Agora, desde janeiro tem circulado uma notícia pelas redes sociais e que, como continua circulando, resolvi publicá-la apenas como registo pois não tenho nenhuma comprovação de sua veracidade. Diz-se que Maduro não é venezuelano e sim colombiano, e insistem para que a MUD intime o CNE a solicitar a certidão de nascimento original dele, que seja examinada por peritos e, em caso dele não apresentar (ou fazer como Obama), que se solicite os bons ofícios da Chancelaria Colombiana para investigar a informação. Fizemos na ocasião uma busca pelo Google e lá aparece sempre Caracas como seu local de nascimento, entretanto, leiam o que diz a nota que está circulando:

“Sabiam por que quando nomearam Maduro como presidente nunca mostraram onde nasceu, nem a seus pais? Por que? Porque resulta que Maduro não é venezuelano, é colombiano. Nascido em Cúcuta, Estado no Norte de Santander, no bairro Carora. Sua mãe colombiana ainda vive no mesmo bairro, sua casa está em muito mal estado e o senhor Maduro tem pena de falar de sua mãe. Seu pai morreu, era de Aruba. Estudou até o 6º grau, esteve em maus passos, desde muito pequeno trabalhou como cobrador de ônibus de fronteiras. Esteve preso na Colômbia e aos 18 anos fugiu sem documentos para Caracas. Conheceu Chávez na prisão que o nacionalizou, lhe deu o título de bacharel (equivalente ao 2º grau) e o colocou no metro - onde desfalcou a caixa de poupança dos trabalhadores. Que tal?”.

Bem, creio que como isto está ganhando muita força e difusão, e citam até o bairro onde mora a suposta mãe de Maduro, a oposição tem a obrigação de investigar e cobrar do CNE que cumpra com o seu papel. Por hoje é só. Fiquem com Deus e até a próxima!

Comentários e traduções: G. Salgueiro

_________________________________________________

POST  EM  26-3-13  -  11h30 HORAS

ANTÓNIO FONSECA

Nº 1599-8 - Encontro diário com Deus - 26 de Março de 2013

Nº 1599-8

Do livro – Encontro diário com Deus - Editora Vozes – Petrópolis - http://www.vozes.com.br

Pensamento do Dia

A medida de uma vida, afinal, não é a sua duração, mas sua doação.

Corrie Ten Boom

_________________________________________________________

A justiça com amor te faz justo, sem amor te faz duro.

A amabilidade com amor te faz agradecido, sem amor te faz hipócrita.

A inteligência com amor te faz atencioso, sem amor te faz cruel.

A agudeza com amor te faz amável, sem Amor te faz tirano.

A amizade com amor te faz generoso, sem amor te faz interesseiro.

O apostolado com amor te faz um mestre, sem amor te faz uma pessoa estranha.

A alegria com amor te faz altruísta, sem amor te faz egoísta.

A liberdade com amor te faz livre, sem amor te faz impiedoso.

Teus êxitos com amor te fazem crescer, sem amor te fazem orgulhoso.

Teus ensinamentos com amor te fazem admirável, sem amor te fazem arrogante.

A vida com amor é tudo, sem amor, não vale nada.

 

Alícia

_______________________________________________________________________________

NOTA:

Este livro foi adquirido em 11-2-2013 por mim, e, apesar de:

Todos os direitos reservados.

Julgo não estar a utilizar abusivamente parte dos textos ali publicados, para os editar diariamente no meu blog.

Se, no entanto, a Editora entender que não os devo publicar, agradeço que me informem de imediato, através do meu endereço:

http://confernciavicentinadesopaulo.bloghspot.com – Blogue SÃO PAULO (e Vidas de Santos)

Já que apenas tenho o intuito de dar a conhecer os Pensamentos do Dia, aos meus leitores, dando sempre o nome dos Autores dos mesmos, e, colocando sempre a hiperligação anunciada: http://www.vozes.com.br.

Obrigado e desculpem.

ANTÓNIO FONSECA

Nº 1601-7 - REZAR NA QUARESMA - SEMANA SANTA - 3º Feira - 26 de Março de 2013

Nº 1601-7

edisal@edisal.salesianos.pt

http://www.edisal.salesianos.pt/

Digitalizar0008_thumb_thumb_thumb_th[1]_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb

26 de MARÇO de 2013

SEMANA SANTA (ou MAIOR)

(Terça-feira)

João 13, 21-33.36-38

Não cantará o galo sem que Me tenhas negado três vezes.

 

****************

Digitalizar0003_thumb_thumb_thumb_th_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb

Nós não somos traidores!

Nós não negamos Jesus.

Nós somos apenas prudentes,

reservados.

Nem a favor nem contra.

Diante de Deus,

preferimos a neutralidade

que não nos incomoda.

 

»»»»»»»»»»

Quando as minhas mãos hesitam e tremem,

Tu estendes as tuas e acalmas-me.

Quando o meu coração se fecha

na vergonha e na culpa,

Tu olhas-me com ternura

e devolves-me a luz.

 

Digitalizar0015

NOTA:

Adquiri no dia 11 de Fevereiro no JORNAL VOZ PORTUCALENSE, este livrinho “REZAR NA QUARESMA – Ano C” que menciona na sua pós-capa, o seguinte:

A Quaresma é um tempo para dar mais qualidade à vida.

Para encontrar de uma forma fresca e nova o Jesus dos evangelhos.

Este livro é um convite a fazeres desta Quaresma um caminho que leva à mudança,

à liberdade interior, a uma fé mais feliz.

Em cada dia da Quaresma encontras duas páginas que contêm:

  • Uma citação bíblica usada na liturgia desse dia;
  • Uma frase bíblica em destaque;
  • Uma imagem para te ajudar a pensar;
  • Uma meditação que faz a ponte entre a Bíblia e a tua vida;
  • Uma proposta de oração.

Não tenhas medo desta aventura da fé

________________________________

Conforme tenho dito e escrito aqui neste 3 últimos anos, creio que não estou a ir além do permitido, ao incluir neste meu blogue as referidas leituras e imagens (que certamente não estarão tão bem impressas como no referido livro) – desde que faça alusão à sua publicação através das Edições Salesianas, mesmo até porque este blogue embora seja público, não deverá (com muita pena minha), alcançar grande número de leitores, apesar de servir talvez, por isso mesmo, para fazer um pouco de propaganda para o referido livro poder ser adquirido por mais gente… penso eu.

Dai que, durante este período de Quaresma, eu tenha decidido efetuar aqui a transcrição dos textos diariamente, sob a forma acima expressa, pelo que solicito a devida vénia às Edições Salesianas.

------------------------------------------

António Fonseca

Endereço principal: antoniofonseca1940@hotmail.com

Endereço secundário: antoniofonseca40@gmail.com

Endereço do blogue: http://confernciavicentinadesopaulo.blopgspot.com

Nº 1600 - (3) - A VIDA DOS PAPAS DA IGREJA CATÓLICA - (98) - 26 de Março de 2013

Nº 1600 - (3)

BOM ANO DE 2013

===============

Caros Amigos:

Desde o passado dia 11-12-12 que venho a transcrever as Vidas do Papas (e Antipapas)

segundo textos do Livro O PAPADO – 2000 Anos de História.

*********************************

PIO XI

Pio XI

Pio XI

(1922-1939)

O conclave, reunido desde 2 de Fevereiro de 1922, elegeu no dia 6, ao 14º escrutínio, o arcebispo de Milão, Aquiles Ratti, que, ao ser-lhe perguntado que nome adoptava, respondeu «Pio é nome de paz e, como desejo consagrar os meus esforços à pacificação universal em que se empenhou o meu predecessor, escolho o nome de Pio». Tomou o nome de Pio XI.

Dois meses depois de eleito escreveu uma carta à Conferência de Genebra a convidar os estados a que se unissem no auxilio à Rússia martirizada pela fome resultante dos distúrbios da revolução bolchevista de 1917 e, três meses depois, nova carta ao episcopado mundial para angariar esmolas para o mesmo fim.

Em 23 de Dezembro de 1922 publica a encíclica Ubi arcano Dei, em que declara o lema do seu pontificado: «A paz de Cristo no reino de Cristo» e em 11 de Dezembro de 1925, a enciclica Quas primas, sobre o reinado social de Cristo, estabelecendo a festa de Cristo Rei e a consagração do mundo ao Sagrado Coração de Jesus.

Depois da paz veio a boa vontade, com o governo italiano a promover a colocação do crucifixo nas escolas, hospitais e tribunais e da cruz na torre do Capitólio.

Benito Mussolini, o Duce de Itália, mostra-se receptivo à celebração de uma concordata com a Santa Sé, a qual se efetiva a 12 de fevereiro de 1929, quando foi firmado o Tratado de Latrão e a concordata que põe termo à chamada «questão romana». Nela se reconhecia que o papa tinha a soberania do Estado do Vaticano, que, além da Basílica, palácio, museu e jardins do Vaticano, incluía os edifícios de São João de Latrão, São Paulo Extramuros, Santa Maria Maior e Castel Gandolfo, com independência política e a possibilidade de receber e enviar representantes diplomáticos a qualquer outra nação: reconhecia-se a religião católica como a religião de Itália e a atribuição de uma verba de 750 milhões de liras ao Vaticano como indemnização de danos e espoliações irreversíveis. Um dado mais positivo foi a obrigatoriedade de ensino religioso nas escolas.

Por esta concordata, Pio XI afirmou: «Com profunda complacência cremos ter restituído Deus à Itália e a Itália a Deus». Depois da concordata assumida com Mussolini, Pio XI firmou concordatas com a Letónia, Baviera, Polónia, Lituânia, Roménia, Prússia, Áustria e Império Alemão.

Fez também acordos com a Checoslováquia, França e Portugal, em 1928 e 1929, respeitantes ao Padroado do oriente, e com o Equador.

Em 1931, pela enciclica Non abbiamo bisogno, critica a ideologia fascista, que identifica com o nazismo, o bolchevismo, o jacobinismo e outras ideologias estatocráticas.

Pio XI empenhou-se no campo do apostolado missionário, unificando-o com as chamadas Obras Pontifícias para a Propagação da Fé, Santa Infância e Clero Indígena, o que lhe mereceu o nome de «papa das missões». A sua enciclica Rerum Ecclesiae é um programa completo para o apostolado missionário. Em 1926 sagrou os primeiros seis bispos chineses e criou 78 novas missões nos primeiros sete anos do seu pontificado.

No campo das ciências e das artes, criou o Instituto de Arqueologia Cristã e as faculdades de História da Igreja e Missionologia na Universidade Gregoriana, mandou montar no Vaticano uma estação emissora de rádio, ergueu por toda a Itália uma vasta rede de seminários regionais e enriqueceu e ampliou a Biblioteca Vaticana.

Acontece que depois do êxito da revolução comunista na Rússia, o Ocidente parece acreditar numa mudança e na ditadura do proletariado. Na Itália, os descontes, comunistas e socialistas, provocam agitação e pânico. Pio XI publica então varias encíclicas cheias de zelo pastoral. Em 3 de maio de 1932, a Caritate Christi compulsi, a enfrentar a crise religiosa e social da humanidade. Em 20 de Dezembro de 1935, a Ad catholici sacerdotil, sobre o sacerdócio e o fomento das vocações. Em 31 de Dezembro de 1920, a Divini illius Magistri, sobre a educação cristã da juventude e, em 31 de Dezembro de 1931, a Casti Connubili, sobre o matrimónio cristão e as condições da família.

Em 15 de Maio de 1932 comemora os 40 anos da enciclica Rerum novarum de Leão XIII, com uma notável enciclica de índole social, a Quadragesimo anno, que autoriza a do seu antecessor e propõe a instauração de uma ordem social pautada pelos princípios da sociologia cristã.

Em 1937 publica duas encíclicas contra o comunismo e os totalitarismos e a Mortallum ânimos, sobre a pureza da fé e a união com os protestantes.

Na Alemanha, o Fuhrer Adolf Hitler pretende servir-se da fé evangélica para unificar os povos germânicos, mas encontra uma Igreja Católica firme e independente, pelo que se volta para  as religiões lendárias do paganismo germânico e lança o ideal da seleção da raça ariana pura, mediante a esterilização dos enfermos e deficientes e numa feroz perseguição de extermínio contra os judeus.

Pio XI publica a enciclica Mit brenender Sorge (=com viva ânsia), condenando as doutrinas nazis, seguida de outra, a Divini Redemptoris promissio, para evitar possíveis interpretações politicas, e condena igualmente o comunismo ateu.

Durante o seu pontificado, em Espanha, com a abdicação de Afonso XIII, em 1931, e a implantação de uma república hostil à religião, cresce a subversão comunista. Pio XI, na enciclica Dilectissima nobis, de 3 de Junho de 1933, lamenta a injustiça das condições impostas pelo governo à Igreja, como um atentado contra a liberdade e civilização cristã.

Em Portugal, o governo saído da revolução de 28 de Maio de 1926, restituiu à Igreja a liberdade que lhe fora tirada e, como sinal desse retorno, a criação de duas novas dioceses, a de Vila Real e a de Aveiro, bem como a celebração de um concílio plenário em Novembro e Dezembro de 1926. Para orientar a vida católica foi comprado o jornal diário Novidades.

A Constituição Portuguesa de 1933 mantém a separação entre o Estado e a Igreja, mas reconhece-lhe personalidade jurídica e permite ampla liberdade religiosa. Pio XI escreve ao episcopado português a carta Ex Officiosis litteris de 10 de Novembro de 1933, considerada a Carta Magna da Ação Católica Portuguesa, que foi implantada em todas as dioceses.

Registe-se que em 1927, Pio XI benzeu a limagem de Nossa Senhora de Fátima oferecida ao Colégio Português de Roma.

Na véspera de Natal de 1938, Pio XI, impressionado com a possibilidade de guerra, declara que ofereceria a vida para que se poupasse a humanidade aos horrores de uma nova guerra.

Faleceu antes de a guerra eclodir, um dos papas mais importantes da história da Igreja.

Continua:…

Este Post era para ser colocado em 26-3-2013 – 10H30

ANTÓNIO FONSECA

Nº 1601 - 2ª Página - O ANTIGO TESTAMENTO - DEUTERONÓMIO - (31) - 26 de Março de 2013

26 de Março de 2013
Nº 1601 - 2ª Página
antoniofonseca1940@hotmail.com
2013

250px-12_staemme_israels_cs_thumb1_t[2]_thumb

Distribuição das Tribos em ISRAEL

Nº 1601

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
Caros Amigos:
Ver por favor a edição de, 12 de Novembro, deste Blogue.

Resolvi simplesmente começar a editar o ANTIGO TESTAMENTO que é composto pelos seguintes livros:
GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS (Estes já estão…) – Faltam apenas 1030 páginas…(mais ou menos) - Sejamos optimistas.
DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO; JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º E 2º de SAMUEL, 1º e 2º Reis, (2) CRÓNICAS (paralipómenos), ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER, 1º E 2. MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).
SÃO APENAS POUCO MAIS DE 40 LIVROS = 1260 PÁGINAS … (coisa pouca…)
Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não!
Só Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver!
SEI: que é uma tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*) . Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma.
Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.
Se o conseguir, darei muitas Graças a Deus
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos,o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.
Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos, no dia da sua Ascensão ao Céu:
IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI TODOS OS POVOS”.

É apenas isto que eu estou tentando fazer. AF.
+++++++++++++++++++++++

Nº 1601 - 2ª Página

26 de Março de 2013

ANTIGO TESTAMENTO

DEUTERONÓMIO
400px-1759_map_Holy_Land_and_12_Trib_thumb

Mapa antigo de Israel

DEUTERONÓMIO

Terceiro Discurso de MOISÉS

31  -  MOISÉS DESPEDE-SE DOS FILHOS DE ISRAEL «Moisés dirigiu, em seguida, estas palavras a todo o Israel: «Tenho hoje cento e vinte anos. Já não posso mais servir-vos de guia. Além disso, o Senhor disse-me: «Não atravessarás o Jordão. O Senhor, teu Deus, é quem  irá diante de ti. Ele mesmo aniquilará esses povos para que possuas a sua terra. Josué será o teu guia, como o senhor te afirmou. E o Senhor tratá-los-á como tratou Seon e Og, reis dos amorreus, e a sua terra que condenou á ruína. O Senhor entregar-vos-á esses povos e procedereis com eles exatamente como vos ordenei. Sede fortes e valentes! Não vos deixeis intimidar nem aterrorizar por eles! Porque o Senhor, teu Deus, vai adiante de ti. Não te deixará sucumbir nem te abandonará» Então Moisés chamou Josué e disse-lhe: «Sê forte e valente!! Porque és tu que vais entrar com este povo na terra que o Senhor jurou dar aos seus antepassados. És tu que a dividirás entre eles. O próprio Senhor caminhará adiante de ti e estará a teu lado; não deixará que o teu joelho se dobre e não te abandonará. Nada receies, portanto, e não desfaleças».

Moisés escreveu esta lei e confiou-a aos sacerdotes, descendentes de Levi, encarregados de transportar a arca da aliança do Senhor, e a todos os anciãos de Israel. E ordenou-lhes: «Todos os sete anos, no ano da remissão, pela festa dos tabernáculos, quando todo o Israel comparecer diante do Senhor, vosso Deus, no lugar que Ele tiver escolhido, procederás à leitura desta leia todo o Israel, que a escutará atentamente. Reunirás ali todo o povo, homens, mulheres e crianças como o estrangeiro que estiver nas tuas cidades, a fim de que aprendam a reverenciar o Senhor, vosso Deus, e cumpram todas as palavras desta lei. Os seus filhos, que delas não tiverem conhecimento, também as ouvirão, e aprenderão a venerar o Senhor, vosso Deus, enquanto viverdes na terra de que ides tomar posse, depois da passagem do Jordão».

O Senhor disse a Moisés: «Os teus dias aproximam-se do fim. Chama Josué, e apresentai-vos na tenda da reunião, para que lhe dê as Minhas ordens». Apresentaram-se, pois, Moisés e Josué na tenda da reunião. O Senhor apareceu ali, numa coluna de nuvem, a qual parou à entrada da tenda. E o Senhor disse a Moisés: «Eis que irás repousar com teus pais e este povo deixar-se-á corromper pelos deuses do país bárbaro em que vai penetrar: abandonar-Me-á e quebrará a aliança que conclui com ele. Nesse dia, a Minha cólera inflamar-se-á contra ele e abandoná-lo-ei; ocultarei dele o Meu rosto, e será devorado por todos os males e angústias que cairão sobre ele. Então dirá: «Na verdade, é porque Deus não está mais comigo que me vêm todas estas desgraças”. Mesmo assim, continuarei a ocultar o Meu rosto por causa do grave delito por ele cometido, ao voltar-se para deuses estrangeiros. E agora escrevei para vós este Cântico. Ensinai-o aos filhos de Israel e colocai-o na sua boca, a fim de que ele me sirva de testemunho contra os filhos de Israel. Quando tiver introduzido este povo na terra que prometi, por juramento, a seus antepassados, terra onde corre o leite e mel; quando viver na abundância e estiver cumulado de delicias, dirigir-se-á aos deuses estrangeiros, servi-los-á, desprezando-Me e violando a minha aliança. Depois que tiverem caído sobre eles muitos males e angústias, testemunhará contra eles este cântico, que seus descendentes não esquecerão. Conheço as disposições deste povo, desde sempre, antes mesmo de o introduzir na terra que lhes prometi». Nesse mesmo dias, Moisés escreveu este cântico e o ensinou aos filhos de Israel. O Senhor deu as suas ordens a Josué, filho de Nun, dizendo-lhe: «Sê firme e corajoso! Porque és tu que introduzirás os israelitas na terra que lhes prometi. Eu estarei contigo».

Quando Moisés acabou de escrever, até ao fim, as palavras desta lei, deu aos levitas, que transportavam a arca da aliança do Senhor, esta ordem: «Tomai este livro da lei e depositai-o ao lado da arca da aliança do Senhor, vosso Deus; ficará ali como uma testemunha contra ti, porque conheço a tua indocilidade e o teu carácter obstinado. Se hoje que estou ainda vivo no meio de vós, vos rebelais contra o Senhor, o que será, então, depois da minha morte! Mandai reunir à minha volta todos os anciãos das vossas tribos e os vosso magistrados. Quero dirigir-lhes estas palavras e tomar como testemunhas contra eles o céu e a terra. Porque sei que, depois da minha morte, corromper-vos-eis desviando-vos do caminho que hoje vos prescrevi; sei que sereis atingidos pelo infortúnio nos tempos que hão-de vir, por terdes feito o que desagrada ao Senhor, por O terdes ofendido com as obras   das vossas mãos».

E Moisés fez ouvir toda a assembleia de Israel as palavras deste cântico, até ao fim:

 

Tbuas-da-Lei---Moiss_thumb_thumb_thu[2]_thumb

Os Dez Mandamentos

Discursos de Moisés durante o Êxodo e Apêndice relatando a fim da sua atuação e a sua morte,

antes de chegar à Terra Prometida

Textos do LivroDEUTERONÓMIOdo ANTIGO TESTAMENTO

0000000000000000000000000000000000000000000000000000000

26 de MARÇO de 2013 – 10.15 h
ANTÓNIO FONSECA
7map-1195aeac0b2f22222222222222222[2],

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf
000000000000000000000000000000
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Nº 1601-1 - (85-13) - SANTOS DE CADA DIA - TERÇA-FEIRA SANTA - 26 de Março de 2013 - 5º ano

antoniofonseca1940@hotmail.com

Nº 1601

26 de MARÇO de 2013

Bom

ANO D E 2 0 1 3


ImageProxyCA5PQ4KQ_thumb_thumb_thumb

SEMANA SANTA

************************************************************


Nº 1601-1 - (85-13)


Imagem3189_thumb1_thumb_thumb_thumb_

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»


IAmPosters_thumb122222222

E U  S O U

AQUELE  QUE  SOU

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»«««««««««««««««««««««««««««««««««


Nº 1601-1 - (85-13)


#####################################
##################################### #####################################

BRÁULIO, Santo

Bispo (585-651)

São Bráulio é uma das glórias da santidade e da ciência da Península Ibérica. É um dos que tiveram parte mais notável na cultura  e no movimento intelectual da Igreja Visigoda hispânica, não tanto pelos seus trabalhos próprios, quanto pelo animo que infundia nos companheiros e pelo empenho que sempre mostrou de enriquecer a sua biblioteca. Toda a correspondência que deixou está cheias de noticias relativas a livros e manuscritos.

Foi irmão de um bispo de Saragoça, chamado João. Além deste, teve ainda outro irmão, o presbítero Fruminiano, e duas irmãs, Basila, a quem ele consolou por carta quando perdeu o marido, e Pompónia, abadessa dum mosteiro desconhecido.

O lugar onde nasceu Bráulio disputam-no com probabilidade Gerona, Sevilha, Toledo e Saragoça. Nasceu pelo ano de 585. Na cripta de Santa Engrácia, alcácer de mártires e arquivo de memórias, dava então aulas seu irmão João e lá recebeu Bráulio os primeiros ensinamentos: não só de ciência sagrada mas também de literatura clássica. Citando embora versos encomiásticos da antiguidade, considera a liturgia pagã como «vão palavreado, frivolidade que satisfaz a inquietação humana, fumo impalpável e vento de ostentação”.

Como Sevilha era então o centro da ciência nas Espanhas, porque lá ensinava Santo Isidoro – o homem mais sábio que havia na cristandade inteira –, Bráulio acorreu lá como discípulo do grande doutor. E foi-lhe proveitosíssima a estada, mesmo que não fosse senão pela amizade que estreitou com tal homem.

Conservam-se ainda seis cartas de Isidoro a Bráulio, e duas deste a Santo Isidoro. Os dois mostram empenho extraordinário  pela cultura, pois sempre falam de troca de manuscritos. É interessante a carta de São Bráulio, pedindo ao amigo o livro das Etimologias: “Rogo-te com muita instância te peço, me envies o livro das Etimologias que, segundo me dizem, terminaste, graças a Deus. Lembra-te das promessas. Além disso, não te esqueças de que, nas fadigas da composição, te ajudei não pouco com os meus incitamentos e estímulos. Tenho, portanto, direito a receber o primeiro exemplar!”.

Santo Isidoro não se apressou muito em satisfazer os desejos do amigo, pois ainda anos mais tarde volta a insistir Bráulio no mesmo: «Já há sete anos, se não me engano, que te ando a pedir os livros das Etimologias, e tens protelado o assunto com diversos pretextos, dizendo que não estavam acabados, que não estavam copiados, que se tinham perdido as minhas cartas, e desta maneira chegamos ao dia de hoje sem eu conseguir nada. Pois não deixarei de importunar-te, não vá o meu silêncio fazer-te acreditar que desisto do meu interesse… Pensa que não tens direito a conservar escondidos os talentos, nem a fugir à distribuição dos alimentos que te foram confiados. Abre a mão, reparte os teus bens entre os necessitados, para que estes não pereçam de fome».

Nas correspondências dos dois Santos aparece também o coração terno e afetuoso das suas almas grandes. Numa carta diz Santo Isidoro: «Quando receberes algum escrito do teu amigo, abraça-o como se fosse o amigo mesmo, pois esta é a consolação única entre os ausentes. Envio-te um anel, paga do meu afecto, e um manto que sirva como que para proteger a nossa amizade. Não te esqueças de rezar por mim. O Senhor te inspire algum meio para eu te poder ver e para quer tornes a alegrar de novo aquele que encheste de tristeza com a tua partida. Adeus, amadíssimo senhor meu e caríssimo filho».

São Bráulio voltou a Saragoça e, por morte do irmão, foi elevado àquela sé (631). Assistiu aos concílios IV, V e VI de Toledo. No concílio IV, do ano de 633, viu pela última vez Santo Isidoro. Três anos mais tarde voltou a Toledo, mas Isidoro tinha morrido uns meses antes.

Bráulio revelou o espírito e a ciência no desagradável incidente surgido entre o episcopado hispânico e o Papa Honório I, como o reconheceu o VI Concilio toletano do ano de 338. O Papa escrevera aos bispos lamentando que tivessem sido pouco diligentes no problema judaico e chegou até a chamar-lhes canes muti, que não sabiam ladrar diante do perigo da casa do Senhor. Se bem que estivessem na assembleia os metropolitas de Narbona, Braga, Tarragona, Toledo e Sevilha, todos os Padres conciliares delegaram em São Bráulio para que respondesse. Fê-lo com o respeito e humildade que merece a cátedra de Pedro, mas ao mesmo tempo com decisão e verdade, segundo exigia a justa defesa do episcopado.

As glórias terrenas, os louvores e o poder não o tinham apegado à terra. Soube remontar-se às alturas e vivia da esperança cristã, que põe os bens acima das nuvens, para além da morte. A verdadeira sabedoria, que aprendeu em tantos livros e manuscritos antigos e  novos, e pela qual trabalhou tanto, a ponto de ficar cego no fim da vida, deu-lhe o verdadeiro sentido da vida presente, que é o caminho para a outra, a eterna.

À sua irmã Pompónia escreveu, consolando-a pela morte de Basila. E termina dizendo: «O tempo foge insensivelmente, a morte aproxima-se em segredo, e a nossa cega esperança não vê senão as alegrias da vida. Felizes aqueles cuja alegria é Deus, e cujo gozo repousa na futura bem-aventurança

São Bráulio morreu pelo ano de 651.

 

Transcrição direta através do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt

LUDGERO, Santo

Bispo (743-804)

Nascido na Frísia (norte da Holanda) cerca do ano de 743, veio a falecer mais ou menos em 804. Evidenciou desde tenra idade grande aptidão para os estudos. Depois de receber educação elementar no mosteiro que São Gregório dirigia perto de Utrecht, partiu, em 667, para Iorque, onde durante quatro anos foi discípulo do célebre Alcuíno.

De regresso ao continente, ensinou algum tempo em Utrecht, recebeu a ordenação sacerdotal em Colónia, consagrou vários anos de vida a evangelizar a Frísia, e depois de passar três anos em Monte Cassino, a fim de se familiarizar, com as instituições beneditinas. Aí o encontrou Carlos Magno em 787 e mandou-o para o seu país, a fim de cristianizar os povos que habitavam no delta do Ems.

Ludgero trabalhou também na conversão da Saxónia e da Vestefália. Fundou um mosteiro em Werden, no condado de Mark, outro em Helmstadt e um terceiro em Mimigardefort, que deu mais tarde origem a Munster.

Elevado a bispo desta cidade em 802, Ludgero dedicou-se com toda a energia à formação de clero virtuoso e instruído. Ele próprio dava todos os dias um aula de Sagrada Escritura, vivia em grande austeridade e distribuía quase todos os rendimentos em obras de caridade. Serviu isto de pretexto para o acusarem a Carlos Magno de delapidar os bens da sua sé e negligenciar a conservação das igrejas. Carlos Magno mandou-o comparecer na corte. Ludgero obedeceu, e estava a rezar o breviário ou liturgia das horas quando um camareiro o avisou de que tinha chegado a sua vez para a audiência. Ludgero respondeu que iria depois de acabar. Quando se apresentou a Carlos Magno, este, vexado, disse-lhe: «Bispo, não é correto da vossa parte fazer-me esperar desta maneira”. – “Príncipe, respondeu Ludgero, não está Deus infinitamente acima da Vossa Majestade, e não vos obedeço eu colocando o seu serviço acima de tudo, como me recomendastes quando me nomeastes bispo? – “ Isso é verdade, respondeu, Carlos Magno, e sinto-me satisfeito por verificar que procedeis como eu esperava. Já agoira digo-vos mais, que não tornarei a dar crédito aos que interpretam mal o vosso procedimento».

 

Transcrição direta através do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt

QUADRADO, TEODORO, EMANUEL, SABINO

e mais 40 outros mártires, Santos

Mártires (Época indeterminada)

Parece que estes mártires sofreram na Ásia Menor. O grupo de 43 membros aparece em vários documentos.

À frente aparece Quadrado (ou Codrat) qualificado de bispo, mas sem o nome da sé: o menológio do imperador Basílio apresenta sobre ele alguns pormenores: “Foi expulso da sua cidade episcopal pelos idólatras locais, recebeu a proibição de ensinar em nome de Jesus Cristo, se ele queria assegurar a vida. Sem fazer caso desta ameaça, continuou o ministério, batizou os catecúmenos, visitou os cristãos detidos nas prisões, e animou-os a manterem-se firmes na fé. Os perseguidores, vindo a ter conhecimento destes factos, apoderaram-se de Quadrado e decapitaram-no depois de variados tormentos”. Emanuel é também chamado Manuel; não há pormenores sobre ele, como também sobre Teodósio.

Dos 40 companheiros lê-se este elogio num sinaxário: «Eram originários do Oriente: vendo os idólatras chacinarem cristãos todos os dias  decidiram morrer também eles por Cristo. Foram apresentar-se ao governador da província e declararam-se cristãos; as testemunhas desta cena ficaram pasmadas todas. O governador, primeiro, mandou-os prender; ao cabo dalguns dias, tentou abalar-lhes a constância. Mas, não o conseguindo, mandou-os suspender em postes. E os algozes receberam ordem para rasgar-lhes os corpos e os estender sobre uma cama de espinhos e, por fim, de os decapitar.

Alguns manuscritos acrescentam o  nome de Sabino a esta série.

O lugar do suplicio ficou desconhecido: julga-se que decorreu no tempo de Diocleciano.

 

Transcrição direta através do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt

 

EUTÍQUIO

e mais 4 outros mártires em Alexandria, Santos

Mártires (Época indeterminada)

O suplicio destes cristãos leva-nos à quaresma de 356, quando, sendo imperador Constâncio, a perseguição de Alexandria era dirigida pelo falso bispo Jorge, usurpador da sé de Santo Atanásio. Em nome do príncipe ariano, este intruso lançou perturbação na comunidade dos fiéis, desde a semana da Páscoa até à oitava do Pentecostes. Era ajudado neste empreendimento pelos soldados e pelo crédito do duque Sebastião, maniqueu de quem dependia a milícia do Egipto.

Estes furiosos, cuja brutalidade causava horror até mesmo aos pagãos, apoderaram-se dum subdiácono de grande virtude, chamado Eutiquio, a quem feriram,  azorrando-o com inaudita violência. Pouco faltou para a vítima morrer com os açoites. Eutiquio foi, em seguida, mandado para as minas de Feno, monde era o clima tão insalubre que mal se conseguia lá viver por alguns dias. Para intimidarem os outros cristãos de Alexandria, os arianos aceleraram a partida de Eutiquio, e este morreu no caminho. Entre aqueles que lhe mostravam compaixão no momento da partida, os arianos apoderaram-se de quatro homens de grande probidade; o duque Sebastião mandou que os flagelassem e os lançassem na prisão. Mas, obrigados a restitui-los à liberdade a instâncias da multidão, os perseguidores vingaram-se suspendendo as esmolas que davam aos pobres de Jesus Cristo.

Todas estas desordens da Igreja Da Alexandria não deixaram que os fiéis notassem o dia em que morreu Eutiquio e que fosse celebrada a memória deste subdiácono e dos seus companheiros. Tomaram lugar, nos martirológios, a 26 de Março e a 21 de maio, datas que parecem assinalar o principio e o fim da perseguição ariana em Alexandria.

Transcrição direta através do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt

____________________________________________________________________________________________________

  • Nossa Senhora de Fátima, pediu aos Pastorinhos:
  • “REZEM O TERÇO TODOS OS DIAS”

  • aos-ps-de-mARIA22222222
  • /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
  • NOTA:
  • Como decerto hão-de ter reparado, são visíveis algumas mudanças na apresentação deste blogue (que vão continuar… embora não pretenda eu que seja um modelo a seguir, mas sim apenas a descrição melhorada daquilo que eu for pensando dia a dia para tentar modificar para melhor, este blogue). Não tenho a pretensão de ser um “Fautor de ideias” nem sequer penso ser melhor do que outras pessoas. Mas acho que não fica mal, cada um de nós, dar um pouco de si, todos os dias, para tentar deixar o mundo um pouco melhor do que o encontramos, quando nascemos e começamos depois a tomar consciência do que nos rodeia. No fim de contas, como todos sabemos, esta vida é uma passagem, e se Deus nos entregou o talento para o fazer frutificar e não para o guardar ou desbaratar, a forma que encontrei no “talento” de que usufruo, é tentar fazer o melhor que posso, aliás conforme diz o Evangelho.


    Assim, a principiar pela imagem principal, a partir de hoje, e se possível todos os dias, ela será modificada mediante o que eu for encontrando passível de aproveitamento para isso. A partir de Quarta-feira de Cinzas, acrescentei mais 2 páginas (uma que vigorará só na Quaresma e outra que será diária) – São elas VIVER A QUARESMA e ENCONTRO DIÁRIO COM DEUS e, por conseguinte haverá mais 2 números a incluir que serão o 7 e o 8.
  • (sendo a Pág. 1Vidas de Santos; Pág. 2O Antigo Testamento; e Pág. 3O Papado – 2000 anos de história). Além disso, semanalmente (ao Domingo e alguns dias santificados – quando for caso disso –) a Pág. 4A Religião de Jesus; e a Pág. 5 - Salmos) e, ainda, ao sábado, a Pág. 6In Memorian.
  • Outros assuntos que venham aparecendo emergentes dos acontecimentos que surjam tanto em Portugal, como no estrangeiro; e, ainda, alguns vídeos musicais (ou outros) que vão sendo recolhidos através do Youtube e foram transferidos para o meu canal “antónio0491” que se encontra inserido logo após o Título e sua descrição.

    Registe-se também que através de Blogs Católicos, União de Blogs Católicos, etc., estou inscrito em muitos blogs que se vão publicando em Portugal, Brasil, e outros países, que, por sua vez, também publicarão este blogue. Há ainda mais algumas alterações que já fiz e vou continuando a efetuar na parte lateral do blogue, retirando ou colocando vários complementos.

    Como também já deve ser do conhecimento de muitos, encontro-me inscrito na rede social, Google + Facebook, e outros, individualmente e, também ali poderão encontrar este blogue. O meu correio electrónico foi modificado e será inscrito no início de cada página (pelo menos na primeira, de cada dia).

    Para terminar, gostaria de que os meus leitores se manifestassem, bastando para tal marcar o quadrado que entendam, que segue sempre abaixo de cada publicação, como aliás eu faço, relativamente aos blogues que vou vendo sempre que me é possível, com o que ficaria muito grato
    Desculpem e Obrigado mais uma vez – António Fonseca

    0000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000




  • 00000000000000000000000000000000000000000000000000000000

    Localização geográfica da sede deste Blogue, no Porto
    Viso---mapa22222222
    http://confernciavicentinadesopaulo.blogspot.com
    ===================================
    0000000000000000000000000000000000000000000000
    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$


    «««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

  • Meus endereços:
  • Nome do blogue: SÃO PAULO (e Vidas de Santos)
  • Endereço de Youtube: antonio0491@youtube.com
  • António Fonseca
  • ___________________________________________________________________________________________________________________________________________________