OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

quinta-feira, 28 de março de 2013

Nº 1601-8 - Encontro diário com Deus - 28 de Março de 2013

Nº 1601-8

Do livro – Encontro diário com Deus - Editora Vozes – Petrópolis - http://www.vozes.com.br

Pensamento do Dia

Adoro-Vos, Jesus, nos sacrários de nossas igrejas e capelas.

Adoro-Vos, Jesus, no sacrário vivo de nosso coração.

Autor desconhecido

_________________________________________________________

Ó Cristo, que por nós vos fizestes obediente até à morte de Cruz, consolai os que sofrem.

Fortalecei os que lutam pelo bem.

Enchei de ousadia e prudência os vossos mensageiros.

Acompanhai os que viajam.

Cumulai de bênçãos os que nos servem por seu trabalho.

Encorajai os que vacilam.

Concede-nos sempre saúde e paz.

 

São Leão Magno

_______________________________________________________________________________

NOTA:

Este livro foi adquirido em 11-2-2013 por mim, e, apesar de:

Todos os direitos reservados.

Julgo não estar a utilizar abusivamente parte dos textos ali publicados, para os editar diariamente no meu blog.

Se, no entanto, a Editora entender que não os devo publicar, agradeço que me informem de imediato, através do meu endereço:

http://confernciavicentinadesopaulo.bloghspot.com – Blogue SÃO PAULO (e Vidas de Santos)

Já que apenas tenho o intuito de dar a conhecer os Pensamentos do Dia, aos meus leitores, dando sempre o nome dos Autores dos mesmos, e, colocando sempre a hiperligação anunciada: http://www.vozes.com.br.

Obrigado e desculpem.

ANTÓNIO FONSECA

Nº 1603-7 - REZAR NA QUARESMA - SEMANA SANTA - 5º Feira - 28 de Março de 2013

Nº 1603-7

edisal@edisal.salesianos.pt

http://www.edisal.salesianos.pt/

Digitalizar0008_thumb_thumb_thumb_th[1]_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb

28 de MARÇO de 2013

SEMANA SANTA (ou MAIOR)

Instauração da EUCARISTIA

(Quinta-feira)

João 13, 1-15

Se Eu vos lavei os pés,

também vós deveis lavar os pés uns aos outros.

****************

Digitalizar0003_thumb_thumb_thumb_th_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb_thumb

O gesto de Jesus é desconcertante.

Não se trata de dar espetáculo,

de procurar admiração.

Por detrás do gesto de Jesus está toda uma vida.

Uma vida vivida a acolher o amor que vem do Pai.

Uma vida vivida a partilhar esse amor em gestos de serviço.

 

»»»»»»»»»»

Obrigado, Jesus,

pela Tua clareza.

Quando me Lavas os pés,

quando me Dás o teu Corpo e o Teu sangue

percebo claramente quem és e o que queres de mim.

 

Digitalizar0015

NOTA:

Adquiri no dia 11 de Fevereiro no JORNAL VOZ PORTUCALENSE, este livrinho “REZAR NA QUARESMA – Ano C” que menciona na sua pós-capa, o seguinte:

A Quaresma é um tempo para dar mais qualidade à vida.

Para encontrar de uma forma fresca e nova o Jesus dos evangelhos.

Este livro é um convite a fazeres desta Quaresma um caminho que leva à mudança,

à liberdade interior, a uma fé mais feliz.

Em cada dia da Quaresma encontras duas páginas que contêm:

  • Uma citação bíblica usada na liturgia desse dia;
  • Uma frase bíblica em destaque;
  • Uma imagem para te ajudar a pensar;
  • Uma meditação que faz a ponte entre a Bíblia e a tua vida;
  • Uma proposta de oração.

Não tenhas medo desta aventura da fé

________________________________

Conforme tenho dito e escrito aqui neste 3 últimos anos, creio que não estou a ir além do permitido, ao incluir neste meu blogue as referidas leituras e imagens (que certamente não estarão tão bem impressas como no referido livro) – desde que faça alusão à sua publicação através das Edições Salesianas, mesmo até porque este blogue embora seja público, não deverá (com muita pena minha), alcançar grande número de leitores, apesar de servir talvez, por isso mesmo, para fazer um pouco de propaganda para o referido livro poder ser adquirido por mais gente… penso eu.

Dai que, durante este período de Quaresma, eu tenha decidido efetuar aqui a transcrição dos textos diariamente, sob a forma acima expressa, pelo que solicito a devida vénia às Edições Salesianas.

------------------------------------------

António Fonseca

Endereço principal: antoniofonseca1940@hotmail.com

Endereço secundário: antoniofonseca40@gmail.com

Endereço do blogue: http://confernciavicentinadesopaulo.blopgspot.com

Nº 1602 - (3) - A VIDA DOS PAPAS DA IGREJA CATÓLICA (100) - 28 de Março de 2013

Nº 1602 - (3)

BOM ANO DE 2013

===============

Caros Amigos:

Desde o passado dia 11-12-12 que venho a transcrever as Vidas do Papas (e Antipapas)

segundo textos do Livro O PAPADO – 2000 Anos de História.

*********************************

BEATO JOÃO XXIII

Beato João XXIII

Beato João XXIII

(1958-1963)

O Conclave teve uma escolha difícil e só na terceira semana, em 28 de Outubro de 1958, elegeu o patriarca de Veneza, Ângelo Roncalli, um homem de 78 anos, que tomou o nome de João XXIII, dizendo «Quem chega a papa com 78 anos não tem um grande futuro», referindo-se ao facto de João ser o nome usado por mais papas e alguns com pontificados muito curtos.

João XXIII, um papa com aparência de pároco de aldeia, revelou-se um pontífice excepcional, particularmente ao convocar o Concilio Vaticano II, decisivo para o futuro da Igreja Católica e muito influente nas confissões cristãs e não cristãs e até dos agnósticos e ateus.

Neste concílio, que teve a presença de representantes de 80 estados e organismos internacionais, tomaram parte 1540 padres conciliares, com  a assistência de representantes de diversas Igrejas dissidentes, protestantes e ortodoxas. No discurso de abertura, em 11 de Outubro de 1962, João XXIII mostrou uma orientação aberta e optimista, nada propensa a condenar, mas a usar a misericórdia para mostrar a validade da doutrina cristã.

A par do concílio, procurou iluminar o mundo com a sua voz autorizada e as suas encíclicas: Ad Petri Cathedram, de 29/9/1959, sobre a verdade, a unidade e a paz; Sacerdotti nostri primordia, de 31/7/1959, sobre o Santo Cura d’Ars; Grata recordatio, de 26/9/1959, sobre o rosário; Príncipes pastorum, de 28/11/1959, sobre as missões; Mater et Magistra, de 15/5/1961, sobre questões sociais, nova e renovada versão da doutrina social da Igreja; Aeterni Dei Sapientia, de 11/11/1961, sobre a unidade dos cristãos; Penitentiam agere, de 1/7/1962, como preparação para o Concilio; e a mais famosa de todas, a Pacem in terris, assinada em 11 de Abril de 1963, uma Sexta-feira Santa, sobre as exigências da justiça, da caridade e da liberdade em ordem à paz mundial, dirigida não só a todos os bispos, clero e fiéis católicos, mas também «a todos os homens de boa vontade».Estrela

O mundo compreendeu João XXIII e a prova do seu reconhecimento foi a concessão do Prémio Balzan da Paz.

O prestigio deste papa ajudou a minorar as tensões com as igrejas separadas e a prová-lo está a visita do primaz anglicano, arcebispo de Cantuária, Geoffrey Fisher, em 1960, depois de 426 anos de afastamento.

Ainda dentro da sua preocupação conciliadora, está a criação do Secretariado para a União dos Cristãos, chefiada pelo cardeal Bea, um jesuíta alemão e antigo reitor do Instituto Bíblico de Roma.

João XXIII faleceu quando ainda muito se esperava deste papa e com o concílio em funcionamento.

Já muito doente, quando se despediu dos fiéis para se preparar para o Pentecostes, estava bem perto de falecer o pontífice que o mundo chorou, chamando-lhe «o bom papa João», já adivinhando que este papa tão querido de todos chegaria aos altares.

A publicação que fez em 1961 dos seus diários, com o título Diário de Uma Alma, e do livro Cartas à Sua Família, editado posteriormente em 1969, atestam bem a sua simplicidade e humildade na pureza da sua vida espiritual.

Chefes de Estado e responsáveis de várias Igrejas mostraram-se consternados com a morte do papa e o secretário-geral das Nações Unidas, U. Thant, reconheceu João XXIII como «uma das vidas mais nobres e um dos espíritos marcados pelas mais altas qualidades humanas».

No que respeita a Portugal, a morte de João XXIII foi muito sentida. Ninguém esqueceu que antes de ser papa, apenas como cardeal Ângelo Roncalli, esteve no Carmelo, em 1956, para visitar a Irmã Lúcia, a vidente de Fátima.

Ainda como patriarca de Veneza, ao presidir às cerimónias de 13 de maio, em Fátima, proferiu estas palavras: «Abençoa, ó Mãe, esta nobre nação lusitana que escolheste para novo santuário das tuas maravilhas e que chamaste a gozar, antes das outras, os benefícios e os progressos da paz cristã».

********************************************

Estrela Esta transcrição é curiosa sobre vários aspectos – que não foram calculados… (apenas se verificou a junção de várias curiosidades) – que passo a enumerar. Hoje, dia 28-3-2013, é Quinta-feira Santa; O número de ordem que se encontra no cabeçalho desta edição é o nº 100; Amanhã, Sexta-feira Santa, completam-se 50 anos sobre a data em que foi publicada a enciclica PACEM IN  TERRIS aqui referida; No corrente ano, celebram-se 50 anos sobre a data de realização do Concílio Vaticano II. Em Junho próximo, passam 50 anos sobre a morte do Papa João XXIII .

 

Continua:…

Este Post era para ser colocado em 28-3-2013 – 10H30

ANTÓNIO FONSECA

Nº 1603-1 - (87-13) - SANTOS DE CADA DIA - QUINTA-FEIRA SANTA - 28 de MARÇO de 2013 - 5º ano

antoniofonseca1940@hotmail.com

Nº 1602

28 de MARÇO de 2013

Bom

ANO D E 2 0 1 3


ImageProxyCA5PQ4KQ_thumb_thumb_thumb

SEMANA SANTA

************************************************************


Nº 1603-1 - (87-13)


Imagem3189_thumb1_thumb_thumb_thumb_

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»


IAmPosters_thumb12222222222

E U  S O U

AQUELE  QUE  SOU

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»«««««««««««««««««««««««««««««««««


Nº 1603-1 - (87-13)


#####################################
##################################### #####################################

SISTO, Santo

Papa (440)
 
São Sisto, terceiro papa deste nome, era romano e nasceu nos fins do século IV. O zelo com que combateu as heresias do seu tempo, quando era ainda presbítero, e a honra de ser elevado ao sacerdócio num tempo em que somente se ascendia a esta dignidade pelos méritos duma notória virtude, tudo isso faz ver qual foi a regularidade da sua juventude.
Conhecendo os pelagianos, negadores do pecado original, quanta honra imprimiria ao seu partido o simples nome do presbítero Sisto, se se chegasse a divulgar que ele seguia os seus erros, ousaram gabar-se de o terem como protetor e chefe. Soube-o o santo, e logo se apressou a desenganar o público.
Sisto não somente anatematizou, à face de todo o povo, o pelagianismo, condenado no concílio de Éfeso (431), senão que refutou solidamente em suas epistolas os pretendidos dogmas desses hereges, e forçou-os a renunciar aos seus erros. Acompanhou a célebre epistola do papa São Zózimo, sobre a condenação de Pelágio, doutra epistola a Aurélio, bispo de Cartago, e doutra ainda a de Santo Agostinho, que lhe escreveu duas sobre o mesmo assunto, felicitando-o pelo zelo que mostrava.
“Não posso exprimir-vos – diz o santo doutor na primeira – o prazer que me causou a vossa carta. Não me contentei com ler a que enviastes ao santo bispo Aurélio; fiz extrair muitas cópias dela para a tornar pública, a fim  de todos verem quais são os vossos piedosos sentimentos acerca dos perniciosos dogmas que tendem a aniquilar a graça divina que Deus concede aos pequenos e aos grandes.
Li, com maior satisfação ainda, o excelente livro que compusestes em defesa da graça de Jesus Cristo; e faço o possível para que todos o leiam. Pois pode haver leitura mais agradável do que uma defesa tão pura da graça de Deus, contra os seus inimigos, e isto da própria boca daquele a quem esses inimigos proclamavam seu protetor e corifeu?
Na segunda carta, Santo Agostinho felicita-o por ter sido o primeiro a condenar publicamente os erros de Pelágio, posto que não fosse ainda senão simples sacerdote.
Morto o papa São Celestino I, foi nomeado o nosso santo seu sucessor a 26 de Abril do ano de 432. Desde o início do pontificado dedicou todos os desvelos a extirpar as perniciosas heresias, que, embora recém-nascidas, faziam gemer toda a santa Igreja.
O único heresiarca até então existente, Nestório, tinha sido condenado em Roma por São Celestino, no ano de 430, e em 431 em Éfeso, pelo concílio geral, que, depondo-o da sua cadeira episcopal, o desterrou para um mosteiro de Antioquia. São Sisto, como bom pastor, movido de compaixão por esta ovelha desgarrada, procurou sará-la e reduzi-la ao aprisco da fé; porém, tão inutilmente, que o infeliz heresiarca e seus parciais tiveram a incrível coragem de publicar que o santo pontífice lhes não era contrário.
Em breve foi o público desenganado desta calúnia. O nosso santo escreveu a São Cirilo e a João de Antioquia, depois que este abandonou o partido de Nestório, cartas de congratulação, exortando-os a trabalhar na conversão dos hereges e a receber caridosamente o que de boa fé voltassem ao grémio da Igreja; mas que se mostrassem inexoráveis com os que perseverassem nos seus erros.
Foi sem dúvida em resultado destas cartas do santo pontífice que o desgraçado Nestório, Cada vez mais obstinado na sua impiedade, foi tirado do mosteiro e enviado ao exílio, onde morreu sem dar indício algum de arrependimento.
São Sisto foi vítima das maiores calúnias. Basso, pessoa de qualidade mas quase sem religião, acusou o santo pontífice dum delito enorme. Era tão atroz a acusação e, tornando-se pública, produziu tão ruidoso escândalo, que o imperador Valentiniano julgou necessário que se convocasse um concílio onde fosse juridicamente declarada a inocência do santo pontífice e reparada a sua reputação.
Reuniu-se um concílio não ecuménico, formado por 56 bispos, examinou-se a causa, tornou-se patente a inocência de Sisto; e, convencido de calúnia, o acusador foi canonicamente excomungado. Uns meses depois morreu Basso com mostras de grande arrependimento; o caritativo Sisto assistiu-lhe com grande amor na sua última enfermidade, absolveu-o de excomunhão e administrou-lhe o Sagrado Viático.
É difícil exprimir o ardor e o zelo com que este santo papa se devotou a extinguir, à nascença, todas as perniciosas inovações que surgiam cada dia, ressuscitando ele na Igreja a primitiva piedade e renovando o vigor da disciplina eclesiástica. A Igreja de Ravena deve-lhe a glória de haver tido por bispo São Pedro Crisólogo.
Julião de Edana, famoso pelagiano, desejando com paixão ambiciosa recuperar a sua cadeira episcopal, de que tinha sido justissimamente deposto, procurou reentrar na comunhão da Igreja, fingindo-se convertido e valendo-se de todos os artifícios para disso persuadir a São Sisto; mas o santo pontífice, descobrindo através daquelas aparentes exterioridades a malignidade do herege embusteiro, soube manter-se inflexível.
A solicitude pastoral com que atendia às necessidades de todas as igrejas e os desvelos imensos a que se entregava para prover a tudo, não o impediram de enriquecer com magnificência e liberdade as igrejas de Roma.
A grande devoção que professava à Santíssima Virgem, moveu-o a reparar a antiga basílica de Libério, consagrada à augusta Mãe de Deus, que depois se chamou Santa Maria Maior. Enriqueceu-a com um altar de prata maciça, com  o belo mosaico do arco triunfal, etc.
Deu à igreja de São Pedro um  ornamento do peso de quatrocentas libras. Na de São Lourenço erigiu colunas de pórfiro e prata, adornando-a com uma primorosa balaustrada e com  uma estátua do santo, de grande preço. Há poucas igrejas antigas em Roma, onde se não conservem monumentos de piedosa magnificência deste grande pontífice.
Por último, depois de ter governado com sabedoria consumada a Santa Sé durante uns oito anos, tão odiado dos hereges como amado e venerado dos fieis, morreu em Roma no ano de 440.
O santo corpo foi enterrado na catacumba de São Lourenço. deixou muitas cartas e composições poéticas. Sucedeu-lhe no pontificado São Leão Magno, que tinha sido seu discípulo.
 

Transcrição direta através do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt

VENTURINO, Beato

Religioso (1304-1346)

Nasceu em Bérgamo (Lombardia, Itália), em 1304, e morreu em Esmirna (Turquia), a 28 de Março de 1346. A carreira deste eloquente dominicano decorreu na época em que os Papas viviam em Avinhão (1309-1377). Desde que ele se pôs a pregar, toda a Itália o quis ouvir. Em Bérgamo, bastou-lhe um sermão para transformar o maior bandido da região num paroquiano edificante. Afirmara do púlpito, segundo o acusaram, que um  Papa que sai de Roma deixa de ser Papa, e que Bento XII (1342) tinha por conseguinte de voltar quanto antes para a Cidade Eterna? O que é certo é que Bento XII não tardou em exilar Venturino para um desconhecido convento de França, destituído  de qualquer jurisdição. Mas Clemente VI (1342-1352) pôs fim ao exílio; e Venturino veio pregar em Avinhão, mostrando teologicamente que os Papas, estejam onde estiverem, são sempre Papas. Encarregado de reunir uma cruzada contra os Turcos, morreu em Esmirna com os franceses que tinha levado consigo para os combater.

 

Transcrição direta através do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt

____________________________________________________________________________________________________

  • Nossa Senhora de Fátima, pediu aos Pastorinhos:
  • “REZEM O TERÇO TODOS OS DIAS”

  • aos-ps-de-mARIA2222222222
  • /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
  • NOTA:
  • Como decerto hão-de ter reparado, são visíveis algumas mudanças na apresentação deste blogue (que vão continuar… embora não pretenda eu que seja um modelo a seguir, mas sim apenas a descrição melhorada daquilo que eu for pensando dia a dia para tentar modificar para melhor, este blogue). Não tenho a pretensão de ser um “Fautor de ideias” nem sequer penso ser melhor do que outras pessoas. Mas acho que não fica mal, cada um de nós, dar um pouco de si, todos os dias, para tentar deixar o mundo um pouco melhor do que o encontramos, quando nascemos e começamos depois a tomar consciência do que nos rodeia. No fim de contas, como todos sabemos, esta vida é uma passagem, e se Deus nos entregou o talento para o fazer frutificar e não para o guardar ou desbaratar, a forma que encontrei no “talento” de que usufruo, é tentar fazer o melhor que posso, aliás conforme diz o Evangelho.


    Assim, a principiar pela imagem principal, a partir de hoje, e se possível todos os dias, ela será modificada mediante o que eu for encontrando passível de aproveitamento para isso. A partir de Quarta-feira de Cinzas, acrescentei mais 2 páginas (uma que vigorará só na Quaresma e outra que será diária) – São elas VIVER A QUARESMA e ENCONTRO DIÁRIO COM DEUS e, por conseguinte haverá mais 2 números a incluir que serão o 7 e o 8.
  • (sendo a Pág. 1Vidas de Santos; Pág. 2O Antigo Testamento; e Pág. 3O Papado – 2000 anos de história). Além disso, semanalmente (ao Domingo e alguns dias santificados – quando for caso disso –) a Pág. 4A Religião de Jesus; e a Pág. 5 - Salmos) e, ainda, ao sábado, a Pág. 6In Memorian.
  • Outros assuntos que venham aparecendo emergentes dos acontecimentos que surjam tanto em Portugal, como no estrangeiro; e, ainda, alguns vídeos musicais (ou outros) que vão sendo recolhidos através do Youtube e foram transferidos para o meu canal “antónio0491” que se encontra inserido logo após o Título e sua descrição.

    Registe-se também que através de Blogs Católicos, União de Blogs Católicos, etc., estou inscrito em muitos blogs que se vão publicando em Portugal, Brasil, e outros países, que, por sua vez, também publicarão este blogue. Há ainda mais algumas alterações que já fiz e vou continuando a efetuar na parte lateral do blogue, retirando ou colocando vários complementos.

    Como também já deve ser do conhecimento de muitos, encontro-me inscrito na rede social, Google + Facebook, e outros, individualmente e, também ali poderão encontrar este blogue. O meu correio electrónico foi modificado e será inscrito no início de cada página (pelo menos na primeira, de cada dia).

    Para terminar, gostaria de que os meus leitores se manifestassem, bastando para tal marcar o quadrado que entendam, que segue sempre abaixo de cada publicação, como aliás eu faço, relativamente aos blogues que vou vendo sempre que me é possível, com o que ficaria muito grato
    Desculpem e Obrigado mais uma vez – António Fonseca

    0000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000




  • 00000000000000000000000000000000000000000000000000000000

    Localização geográfica da sede deste Blogue, no Porto
    Viso---mapa2222222222
    http://confernciavicentinadesopaulo.blogspot.com
    ===================================
    0000000000000000000000000000000000000000000000
    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$


    «««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

  • Meus endereços:
  • Nome do blogue: SÃO PAULO (e Vidas de Santos)
  • Endereço de Youtube: antonio0491@youtube.com
  • António Fonseca
  • ___________________________________________________________________________________________________________________________________________________

    Nº 1603-(5) - CEIA DO SENHOR–QUINTA-FEIRA SANTA - 28 de Março de 2013

    Nº 1599 - Salmos
    QUINTA-FEIRA SANTA – CEIA DO SENHOR
    ANO C

    28 de Março de 2013

    Missa do Dia


    Salmo 115 (116)


    Refrão


    O Cálice da bênção é comunhão do Sangue de Cristo

    Salmo

    Como agradecerei ao Senhor
    tudo quanto Ele me deu?
    Elevarei o cálice da salvação
    invocando o nome do Senhor
     

    Refrão

    O Cálice da bênção é comunhão do Sangue de Cristo

    Salmo

    É preciosa aos olhos do Senhor
    a morte dos seus fiéis
    Senhor, sou vosso servo, filho da vossa serva:
    quebrastes as minhas cadeias.
     
    Refrão

    O Cálice da bênção é comunhão do Sangue de Cristo

    Salmo

    Oferecer-Vos-ei um sacrifício de louvor,
    invocando, Senhor, o vosso nome.
    Cumprirei as minhas promessas ao Senhor,
    na presença de todo o povo.
     
    Refrão

    O Cálice da bênção é comunhão do Sangue de Cristo

     


    ACLAMAÇÃO DO EVANGELHO

    Refrão

    Louvor a Vós, Rei da eterna glória,
    louvor a Vós.

    Dou-vos um mandamento novo, diz o Senhor;
    amai-vos uns aos outros como Eu vos amei
     

    Louvor a Vós, Rei da eterna glória,
    louvor a Vós.


    +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
    Post em 28-3-13 – 9,55 h
    ANTÓNIO FONSECA

    Nº 1603 - 2ª Página - O ANTIGO TESTAMENTO - DEUTERONÓMIO - (33) - 28 de Março de 2013

    28 de Março de 2013
    Nº 1603 - 2ª Página
    antoniofonseca1940@hotmail.com
    2013

    250px-12_staemme_israels_cs_thumb1_t[2]_thumb_thumb_thumb

    Distribuição das Tribos em ISRAEL

    Nº 1603

    »»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
    Caros Amigos:
    Ver por favor a edição de, 12 de Novembro, deste Blogue.

    Resolvi simplesmente começar a editar o ANTIGO TESTAMENTO que é composto pelos seguintes livros:
    GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS (Estes já estão…) – Faltam apenas 1030 páginas…(mais ou menos) - Sejamos optimistas.
    DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO; JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º E 2º de SAMUEL, 1º e 2º Reis, (2) CRÓNICAS (paralipómenos), ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER, 1º E 2. MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).
    SÃO APENAS POUCO MAIS DE 40 LIVROS = 1260 PÁGINAS … (coisa pouca…)
    Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não!
    Só Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver!
    SEI: que é uma tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*) . Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma.
    Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.
    Se o conseguir, darei muitas Graças a Deus
    »»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

    Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos,o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.
    Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos, no dia da sua Ascensão ao Céu:
    IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI TODOS OS POVOS”.

    É apenas isto que eu estou tentando fazer. AF.
    +++++++++++++++++++++++

    Nº 1603 - 2ª Página

    28 de Março de 2013

    ANTIGO TESTAMENTO

    DEUTERONÓMIO
    400px-1759_map_Holy_Land_and_12_Trib_thumb_thumb_thumb

    Mapa antigo de Israel

    DEUTERONÓMIO

    Terceiro Discurso de MOISÉS

    CÂNTICO DE MOISÉS

    33  -  BÊNÇÃO PROFÉTICA DAS TRIBOS Eis a bênção com que Moisés, o homem de Deus, abençoou os filhos de Israel, antes de morrer. Disse assim:

    «O Senhor apareceu no alto do Sinai. Resplandeceu para eles do Seir! Revelou-Se sobre o monte Pharan. Deixou as miríades santas que O rodeiam. Tendo na Sua direita uma lei de fogo – para eles! (Act 7, 53; Gal 3, 19; Heb 12, 22; Jud 14; Ap 5,11).  Sim, Ele ama os povosA Sua mão protege todos os Seus santos: E eles deitam-se a teus pés. Meditando na tua palavra (Lc 10, 39; Act 22, 3). Foi para nós que Ele ditou a lei a Moisés; E ela será a herança da comunidade de Jacob» (Jo 1, 17; 7, 19).

    Tornou-se, assim, rei de Yechurum. Quando se reuniram os chefes do povo. E as tribos de Israel, de comum acordo…

    Que Ruben viva e seja imortal: Que a sua descendência seja inumerável!

    A Judá, dirigiu esta bênção. Escuta, Senhor, a voz de Judá. Associando-o ao seu povo: Que o braço seja poderoso. E lhe sirva de auxílio contra os inimigos».

    A respeito de Levi, exprimiu-se assim:

    Os thummim e os teus urim. Foram confiados ao homem que te é fiel. Que experimentaste em Massa. Reprimido pela águas do MeribaQue diz de seu pai e de sua mãe: «Não os tenho em consideração!» Que não distingue os seus irmãos. E não conhece a seus filhos. Fiel somente à tua palavra. Guardião da tua aliança (Mt 2, 4-7; Mt 10, 37; 23, 2-4). Eles ensinam Teus preceitos a Jacob. E a tua lei a Israel. Apresentam o incenso diante do Teu rosto. E o holocausto sobre o Teu altar. Abençoa, Senhor os seus esforços. E aceita a obra das suas mãos! Esmaga os rins dos seus agressores e inimigos. Para que eles não possam levantar-se!»

    A respeito de Benjamim disse: Favorito do Senhor. Repousa confiadamente junto d’Ele. Que lhe concede abrigo para sempre.  Que reside nos seus ombros.

    A respeito de José, falou assim: A sua terra é abençoada pelo Senhor, e possuí os dons do céu, o orvalho. Assim como os do abismo subterrâneo. Os tesouros que o sol amadurece, os que germinam durante a lua. Os produtos preciosos das antigas montanhas. E as delicias das colinas primitivas. as delicias do solo e a sua abundância. E a graça da d’Aquele que teve por trono uma sarça… Possa ela repousar sobre a cabeça de José. Sobre a fronte do eleito dos seus irmãos! (Act 7, 30-35). Como é majestoso o toiro, seu primogénito! Os seus chifres são como os do búfalo; Com eles derruba os povos. Todos juntos, até aos confins da terra. Um deles, são as miríades de Efraim, e o outros, os milhares de Manassés

    A Zabulão disse estas palavras: «Sê feliz, Zabulão, nas tuas viagens.

    E tu Isaachar, nas tuas tendas! Convidarão os povos para a montanha, para ali oferecerem sacrifícios piedosos; Porque sorverão as riquezas dos mares E os tesouros misteriosos ocultos na areia».

    A respeito de Gad, disse: «Bendito seja Aquele que engrandece a Gad! Ele acampa como um leopardo. reduz a pedaços o braço e a cabeça. Ajuntou para si as primícias da conquista. E essa é a parte que o Legislador lhe reservou: Avança, entretanto, à frente das fileiras do seu povo. Fiel à justiça do Senhor e aos seus deveres para com Israel!

    A respeito de Dan, disse: Dan é um leãozinho que se arroja de Basan. A Neftali disse: Ó Neftali, saciado com as divinas graças, Cumulado de bênçãos do Senhor. Que o Ocidente e o Sul sejam a tua herança!

    A respeito de Aser, disse: Bendito seja Aser entre os filhos de Israel; Seja o favorito entre os seus irmãos. E que banha com o óleo o seu pé. Teus ferrolhos serão de ferro e bronze. E a tua segurança durará tanto como a tua vida…

    Ninguém, ó Yechurum, é semelhante ao Todo-poderoso! Ele é o teu amparo. Ele que habita nos céus. E cuja majestade paira sobre as nuvens. Tens por refúgio o Deus primordial. Por apoio os seus braços fraternos: Ele expulsa o inimigo diante de ti. decreta a sua ruína. E Israel vive em segurança. A fonte de Jacob corre solitária. Numa terra rica de trigo e vinho. Sob os céus que lhe dão orvalho. Tu és feliz, ó Israel! Quem é como tu. Um povo que o Senhor protege? Escudo que te salva. Ele é, também, a espada que te dá o triunfo: Os teus inimigos rastejarão diante de ti, e tu calcarás as suas alturas (Is 45, 17).

     

    Tbuas-da-Lei---Moiss_thumb_thumb_thu[2]_thumb_thumb_thumb

    Os Dez Mandamentos

    Discursos de Moisés durante o Êxodo e Apêndice relatando a fim da sua atuação e a sua morte,

    antes de chegar à Terra Prometida

    Textos do LivroDEUTERONÓMIOdo ANTIGO TESTAMENTO

    0000000000000000000000000000000000000000000000000000000

    28 de MARÇO de 2013 – 10.15 h
    ANTÓNIO FONSECA
    7map-1195aeac0b2f22222222222222222[2],

    http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf
    000000000000000000000000000000
    +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++