OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

Imagens e Frases de Natal Religioso

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Nº 1615-8–(3) - Encontro diário com Deus - Quarta-feira - 11 de Abril de 2013

Encontro diário com Deus
Nº 1615-8
Quinta-feira - 11 de Abril de 2013
Do livro – Encontro diário com Deus - Editora Vozes – Petrópolis - http://www.vozes.com.br

 
Pensamento do Dia
 
Escutar não é um ato de consumir ideias, mas de criá-las e recriá-las.
 
Paulo Freire
_________________________________________________________


Eleve seu coração em prece!
Mas evite recitar fórmulas lidas ou decoradas.
Que de seu coração partam as palavras espontâneas, como você faz quando conversa com um amigo querido.
Prece não é obrigação que alguém desempenhe para “ver-se livre de um peso”.
Ore fervorosamente, mas sentindo as palavras que profere,
para que a ligação com as Entidades angélicas seja efetiva e real.
Faça da oração um hábito indispensável à saúde espiritual.
 


Carlos Torres Pastorino
_______________________________________________________________________________
NOTA:
Este livro foi adquirido em 11-2-2013 por mim, e, apesar de:
Todos os direitos reservados.
Julgo não estar a utilizar abusivamente parte dos textos ali publicados, para os editar diariamente no meu blog.
Se, no entanto, a Editora entender que não os devo publicar, agradeço que me informem de imediato, através do meu endereço:

Nº 1617 - 2ª Página - O ANTIGO TESTAMENTO - JOSUÉ (13) - 11 de Abril de 2013

11 de Abril de 2013
Nº 1617 - 2ª Página
antoniofonseca1940@hotmail.com
2013

250px-12_staemme_israels_cs_thumb1_t

Distribuição das Tribos em ISRAEL

Nº 1616

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
Caros Amigos:
Ver por favor a edição de, 12 de Novembro, deste Blogue.

Resolvi simplesmente começar a editar o ANTIGO TESTAMENTO que é composto pelos seguintes livros:
GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÔMIO, constantes do PENTATEUCO (Estes já estão…)
– Faltam apenas 885 páginas…(mais ou menos) - Sejamos optimistas.
JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º E 2º de SAMUEL, 1º e 2º Reis, (2) CRÓNICAS (paralipómenos), ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER, 1º E 2. MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).
SÃO APENAS POUCO MAIS DE 40 LIVROS = 1260 PÁGINAS … (coisa pouca…)
Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não!
Só Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver!
SEI: que é uma tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*) . Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma.
Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.
Se o conseguir, darei muitas Graças a Deus
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos,o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.
Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos, no dia da sua Ascensão ao Céu:
IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI TODOS OS POVOS”.

É apenas isto que eu estou tentando fazer. AF.
+++++++++++++++++++++++

Nº 1617 - 2ª Página

11 de Abril de 2013

ANTIGO TESTAMENTO

JOSUÉ
400px-1759_map_Holy_Land_and_12_Trib[2]

Mapa antigo de Israel

JOSUÉ

Conquista da Terra da Promissão

13  -  OCUPAÇÃO DEFINITIVA Josué estava velho, avançado em anos, e o Senhor disse-lhe: «Já estás velho, de muita idade, e resta ainda muita terra para conquistar. Vê o que resta: Todas as províncias dos filisteus e todo o território de Gessur, desde o Schicor que corre ao oriente do Egipto, até aos limites do Acaron, ao Norte, região considerada dos cananeus; os cinco príncipes dos filisteus: O de Gaza, o de Asot, o de Ascalon, o de Get e o de Acaron; os heveus, ao meio-dia; toda a terra dos cananeus e Maara dos sidónios, até Afec e a fronteira dos amorreus: a terra dos gebalitas, e todo o Líbano, ao oriente desde Baal-Gad junto ao monte Hermon até à entrada de Hamat: todos os habitantes da montanhas, desde o Líbano até às águas  de Maserefot, todos os sidónios. Eu os expulsarei diante dos filhos de Israel. Distribui, pois, por sortes, esta terra em herança aos filhos de Israel, como te prescrevi. Agora divide esta terra entre as nove tribos e a meia tribo de Manassés». Os rubenitas, os gaditas e a outra metade da tribo de Manassés tinham recebido de Moisés a sua parte além do Jordão, ao oriente, assim como Moisés, servo do Senhor, lhes tinha marcado desde Aroer, que está situada na margem da torrente do Arnon, e desde a cidade que está no meio do vale e toda a planície de Medaba, até Dibon (Jer 48, 8). Todas as cidades de Seon, rei dos amorreus, que reinava em  Hesebon, até à fronteira dos amonitas; Galaad, o território de Gessur e de Macat, toda a montanha do Hermon e todo o Basan até Saleca; todo o reino  de Og, em Basan, que reinava em Astarot e Edrai, últimos restos da raça dos refains. Moisés bateu estes reis e expulsou-os. Os filhos de Israel, porém, não expulsaram os jessureus, nem os macateus, e assim os povos de Gessur e de Macat continuaram a habitar entre nós até ao dia de hoje. A tribo de Levi foi a única que não recebeu herança de Moisés; porque os sacrifícios oferecidos pelo fogo ao Senhor, Deus de Israel, são a sua herança, como Ele lho havia dito.

A parte de RubenMoisés havia, pois, dado aos filhos da tribo de Ruben a sua parte, segundo as suas famílias. O seu território partia de Aroer, situada na margem da torrente do Arnon, e a cidade que está no meio da torrente, e compreendia toda a planície junto de Medaba. Hesebon e todas as suas cidades na planície, Dibon, Bamot-Baal, Bet-Baal-Maon (Ez 25, 9), Jassa, Cedimot, Mefaat (Jer 48, 21). Cariataim , Sabana, Sarat-Asar na montanha do vale, Bet-Fogor, as encostas do Pisga, Bet-Jesimot, todas as cidades da planície, todo o reino de Seon, rei dos amorreus de Hesebon, que Moisés derrotara com os chefes de Madian, Evi. Recem, Sur, Hur, e Rebé, tributários de Seon naquela terra. O adivinho Balaão, filho de Beor, foi também do número daqueles que os filhos de Israel passaram ao fio da espada. Assim, o território dos filhos de Ruben chegava até ao Jordão e seus afluentes. Tais são as cidades e aldeias que couberam aos rubenitas, segundo as suas famílias.

A parte de Gad  -  Moisés deu também à tribo de Gad uma parte segundo as suas famílias. O seu território foi o seguinte: Jaser, todas as cidades de Galaad, a metade da terra dos amonitas até Aroer, em frente de Rabba, desde Hesebon até Rabot-Masfé e Betonim, e desde Manaim até à fronteira de Dabir; e, no vale, Bet-Haram, Bet-Nemra. Soccote e Safon, restos do reino de Seon, rei de Hesebon; o Jordão e o seu território até aos confins do mar de Ceneret, além do Jordão, ao oriente. Esta foi a herança que, em cidades e aldeias, receberam os filhos de Gad, segundo as suas famílias.

A parte de Manassés  - Moisés deu também uma parte à meia tribo de Manassés, segundo as suas famílias. O seu território compreendia Manaim, todo o Basan, todo o reino de Og, rei de Basan, e todas as aldeias de Jair em Basan: sessenta localidades. A metade de Galaad, Astarot e Edrai, cidades do reino de Og em Basan, foram dadas aos filhos de Maquir, filho de Manassés, isto é, à metade dos filhos  de Maquir, segundo as suas famílias. Estas são as partes que Moisés distribuiu quando se encontrava nas planícies de Moab, do outro lado do Jordão, ao oriente, em frente de Jericó. À tribo de Levi, porém, não deu herança alguma: porque o Senhor, Deus de Israel, é a sua herança, como Ele lho tinha dito.

 

 

Os Dez  Mandamentos

Inicia-se hoje - (30-Março-2013) a descrição do texto de JOSUÉ,

que decorre com a Conquista da Terra de Promissão

Textos do LivroJOSUÉdo ANTIGO TESTAMENTO

0000000000000000000000000000000000000000000000000000000

11 de ABRIL de 2013 – 10.15 h
ANTÓNIO FONSECA
7map-1195aeac0b2f22222222222222222[2],

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf
000000000000000000000000000000
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Nº 1617-1 - (101-13) - SANTOS DE CADA DIA - QUINTA-FEIRA - 11 de Abril de 2013 - 5º ano



Ver Notas no final
 
 
 
Nº 1617 - (101-13) – 1ª Página


Quinta-feira - 11 de Abril de 2013

ImageProxyCAHML22Y_thumb1_thumb_thum


Nº 1617-1 - (101-13)


Imagem3189_thumb1_thumb_thumb_thumb_[1]IAmPosters_thumb122222222222222


»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»



E U  S O U


 

AQUELE  QUE  SOU

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»«««««««««««««««««««««««««««««««««


 

##################################### #####################################

NOSSA SENHORA DOS PRAZERES
Festa
Estrela Arquidiocese de Braga na Segunda-feira da Páscoa,
que ocorreu no passado dia 8 de Abril, mas por lapso, só menciono hoje. 

O seu culto é muito antigo, e alguns autores afirmam que teve início em Portugal. A. Pimentel, na página 110 da História do Culto de Nossa Senhoras em Portugal, diz:
«É certo ter sido a Igreja Portuguesa (Lisboa, Évora e Braga) a primeira da Cristandade que festejou as alegrias da Virgem Santíssima pela ressurreição do Seu amado Filho, dando-lhe a invocação de – Senhora dos Prazeres
Cauteloso foi Frei A. de Santa Maria (Sant. Mar. tom I, liv. II. tít. XLIV), referindo-se à «imagem de Nossa Senhora dos Prazeres que se venera junto à casa de Saúde, sobre a Ribeira de Alcântara (…), jamais celebrada em outro reino (que se saiba ao certo) da Cristandade».
Pimentel declara ainda que «a devoção de Nossa Senhora dos Prazeres remonta entre nós ao séc. XV», embora no século XVI tomasse «maior desenvolvimento pela aparição de uma imagem na quinta dos condes da Ilha, sobre a ribeira de Alcântara, em Lisboa».
É de lembrara que em 1958 foi criada, em Lisboa, a freguesia de Nossa Senhora dos Prazeres, cujo primeiro pároco tomou posse em 11 de Outubro de 1964, na igreja do Triunfo, por não haver ainda Igreja paroquial.
Esta Senhora é orago de muitas igrejas paroquiais e de muitas capelas. Na diocese da Guarda é orago de quatro freguesias e de outras tantas capelas.
Na Arquidiocese de Braga estão, pelo menos, 15 imagens ao culto, algumas delas em capelas próprias.
Nas diocese de Leiria é orago da freguesia de Alcaria (Porto de Mós) e de uma das duas de Aljubarrota (Alcobaça).
Tem festas tradicionais em Ponte de Sor, distrito e diocese de Portalegre.
Em Borba, arquidiocese de Évora, há uma imagem desta Senhora. No Pico da Pedra, São Miguel. Açores, há uma paróquia com o orago de Nossa Senhora dos Prazeres.
Uma das seis capelas que Santo Nuno Álvares Pereira deixou por completar à hora da sua morte, na igreja do Carmo, foi a de Nossa Senhora dos Prazeres.
O nome do Cemitério dos Prazeres, em Lisboa, vem da invocação desta Senhora, e na capela está uma sua antiga imagem.
Também na Índia chegou o culto desta Senhora, levado pelos Portugueses.
Na freguesia de Ribandar, concelho, distrito e arquidiocese de Goa, a sua confraria está reunida à da Nossa Senhora da Ajuda, desde 1925.
Não faltam estampas desta Senhora na Biblioteca Nacional de Lisboa.
 
 

ESTANISLAU, Santo

Bispo, mártir *1030/1097
 
Este grande defensor da moral católica, sobretudo no que respeita a pureza e santidade do matrimonio, nasceu em 1030, em Sezepanow da Polônia, perto de Cracóvia. O pai Wieleslau, que era dos principais nobres do reino , esforçou-se por dar ao primogênito a melhor formação possível. Mandou-o estudar na universidade de Gnesne, que passava por ser então a melhor da Polônia, e depois em Paris, onde esteve sete anos aplicado à teologia e ao direito canônico.
Regressando à Polônia por morte dos pais, encontrou-se com grandes riquezas e diante dum futuro esperançoso. Mas não se deixou encantar. Seguindo o conselho do Evangelho, distribuiu entre os pobres todas as riquezas e foi ordenado sacerdote. Por falecimento do bispo de Cracovia, Lamperto, foi destinado para lhe suceder. Mas resistiu até que o papa Alexandre II lho mandou. Foi consagrado tendo 42 anos.
Desde então inicia vida mais austera ainda. Veste-se de cilício que nunca deixará até à morte; todos os anos visita a diocese, ordena que seja feita uma lista completa dos pobres e das viúvas para lhes prestar socorro e consagra-se de corpo e alma à reforma da sua grei. A empresa não era fácil, pois um dos abusos maiores vinha da
corte, em particular do rei Boleslau II, príncipe ambicioso e valente, mas déspota e sensual como os reis orientais da história antiga. Diante do capricho e da paixão do rei, não se encontrava vida segura, nem bens nem inocência em tranquilidade.
Numa assembleia plenária de magnates e prelados, levantou-se Estanislau a promulgar em voz alta o programa da moral católica e a defender os direitos da justiça e da santidade. Falou dos juízos de Deus, da perda das almas, dos castigos eternos, da lei santa da  continência, da santidade do matrimónio e dos direitos dos súbditos e vassalos, diante da tirania e arbitrariedade dos senhores.
O Rei sentiu-se visado e respondeu publicamente com uma série de injúrias e insultos ao prelado “hipócrita e soberbo”. Desde esse dia estava lavrada a sentença de morte. Só faltava esperar o momento favorável, o dia em que ela pudesse ser executada sem tumulto, como pensaram também de Cristo Senhor os seus inimigos. Esse dia chegou finalmente para o santo Bispo.
A 8 de Maio de 1097, estava Estanislau a celebrar Missa numa capela dedicada a São Miguel, nos arredores de Cracovia. Chegavam até ao altar o ruídos das armas e os gritos das pessoas enviadas pelo rei. O perigo era claro, mas o Santo prosseguiu a celebração. Aí mesmo, no altar, foi ferido de morte, ao que parece, por mão do Rei. O certo é que o tiraram da Igreja já cadáver.
Toda a Polônia estremeceu com tal crime, fruto duma vida desenfreada  e louca. O abalo aumentou quando se soube que o Rei, além de mandante, fora ao menos parte na execução do crime, mutilara o cadáver e logo o mandara dividir em pedaços, para serem espalhados. A Providência não se esqueceu dessas relíquias do mártir. Cada uma se converteu em luz e língua a apregoar a santidade da causa por que tinha morrido o Santo Bispo e a brutalidade e injustiça do seu assassino. Foram recolhidas e enterradas diante da igreja de S. Miguel, onde fora assassinado.
Gregório VII excomungou e depôs o rei. Este abdicou, converteu-se e veio a morrer sendo irmão leigo beneditino. Assim dizem os hagiógrafos polacos.
A celebração litúrgica de Santo Estanislau, onde era apenas memória facultativa, foi elevada a memória obrigatória por João Paulo II, que, antes de ser papa . foi sucessor do mártir na sé de Cracovia.
 
 
 

Confessor (554)

São Gregório fala deste santo nos seguintes termos:

“Nos primeiros tempos dos godos, viveu perto da cidade de Espoleto, um homem venerável, chamado Isaac, o qual não tinha nascido na Itália, mas sim na Síria.

Certo dia, ao entrar numa igreja, pediu aos guardas dela que o deixassem orar todo o tempo que necessitava, e que nada lhe dissessem, ainda que chegasse a noite. Esteve orando todo aquele dia e o seguinte. Divulgada a fama da sua virtude, o servo de Deus fugiu aos aplausos e glórias do mundo, retirando-se a um deserto próximo da cidade.

Depressa se lhe reuniram naquela solidão muitos discípulos, os quais dirigiu pelos caminhos da perfeição, encarecendo-lhes sobre todas a virtude da pobreza, com no fundamento de toda a vida religiosa. Foi dotado do dom da profecia e dos milagres. Depois de uma longa vida sempre mortificada, voou ao Senhor, no ano de 554”.

Tal é a biografia de Santo Isaac, escrita pelo papa São Gregório Magno.

 

Fundadora (1835-1914)

A cidade de Lucca, na Etrúria (Itália), orgulha-se de ter sido o berço de Santa Gema Galgani e da Beata Helena Guerra. Ali veio ela ao mundo, a 23 de Junho de 1835, em parto prematuro.

Seus pais, António Guerra e Faustina Franceschi, ilustres por nascimento e muito mais por suas virtudes, colocaram a filha sob a proteção de Santa Zita, honra insigne da mesma cidade, e procuraram incutir-lhe a verdadeira piedade desde os mais tenros anos. Foi educada em casa com professores particulares para que o límpido espelho da sua alma não fosse embaciado por possíveis más companhias.

A 5 de Julho de 1845 recebeu o Sacramento da Confirmação. O Espirito Santo tomou posse daquela alma infantil, infundindo-lhe os seus dons. E que nos desígnios divinos esta menina estava predestinada para ser uma grande apóstola da devoção à Terceira Pessoa da Santíssima Trindade. Com efeito, impulsionada pelo mesmo Espírito Santo, dedicou-se a estudar latim para poder ler a Sagrada Escritura e os Santos Padres.

Reuniu um grupo de amigas e com elas formou a Associação das «Amizades espirituais», com  o fim de se ajudarem mutuamente no caminho da virtude e se dedicarem à salvação das almas. Fundou, ademais, os «Jardins de Maria», isto é, uma associação em que as jovens do campo cultivassem com empenho uma determinada virtude para oferecer como flor à Mãe de Deus. Deu a essa associação o nome de Filhas de Maria.

Levada do desejo de cuidar  dos pobres, filiou-se nas conferências de S. Vicente de Paulo. E quando a cólera-morbo atacou as redondezas de Lucca, ela não deixou de atender as vítimas da peste.Na própria casa renuiu um grupo de jovens que – depois de muitos sofrimentos e contratempos – deram começo à Congregação de Santa Zita, que mais tarde tomou o nome de Oblatas do Espirito Santo. É que o carisma próprio da beata Helena Guerra foi praticar e difundir a devoção ao Divino Paraclito, valendo-se de todos os meios ao seu alcance. Para isso recorreu ao Santo Padre Leão XIII que, vendo na proposta da humilde religiosa o dedo de Deus, publicou nada menos que três documentos sobre o Espirito Santo.

A Serva de Deus tinha cumprido a sua missão na terra.Mas antes de partir para o Pai, no dia 11 de Abril de 1914, teve reduzida ao silêncio durante anos  de se associar de perto aos sofrimentos e humilhações de Cristo. Caluniaram-na de tal forma que foi forçada a abandonar o cargo de Superiora da Congregação que fundara e ficar reduzida ao silêncio durante anos. Verificou-se nela a sentença do Mestre> Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica só, mas se morre, dá muito fruto.

Aceitou a humilhação com paciência e espirito de fé. A glorificação tinha que vir rapidamente. Assim sucedeu com a beatificação, a 26 de Abril de 1959. AAS 28 1936( 473/6 45 1953 81315< DIP 4, 1474/5.

 

 
00000000000000000000000000000000000000000000000
=======================================




  • Nossa Senhora de Fátima, pediu aos Pastorinhos:
  • “REZEM O TERÇO TODOS OS DIAS”



  • aos-ps-de-mARIA22222222222222
  • /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
  • NOTA:
  • Como decerto hão-de ter reparado, são visíveis algumas mudanças na apresentação deste blogue (que vão continuar… embora não pretenda eu que seja um modelo a seguir, mas sim apenas a descrição melhorada daquilo que eu for pensando dia a dia para tentar modificar para melhor, este blogue). Não tenho a pretensão de ser um “Fautor de ideias” nem sequer penso ser melhor do que outras pessoas. Mas acho que não fica mal, cada um de nós, dar um pouco de si, todos os dias, para tentar deixar o mundo um pouco melhor do que o encontramos, quando nascemos e começamos depois a tomar consciência do que nos rodeia. No fim de contas, como todos sabemos, esta vida é uma passagem, e se Deus nos entregou o talento para o fazer frutificar e não para o guardar ou desbaratar, a forma que encontrei no “talento” de que usufruo, é tentar fazer o melhor que posso, aliás conforme diz o Evangelho.


    A PARTIR DE HOJE AS PÁGINAS SERÃO NUMERADAS PELA ORDEM ABAIXO INDICADA:

    Pág. 1Vidas de Santos; Pág. 2O Antigo Testamento; e Pág. 3ENCONTRO DIÁRIO COM DEUS - Além disso, semanalmente (ao Domingo e alguns dias santificados – quando for caso disso –) a Pág. 4A Religião de Jesus; e a Pág. 5 - Salmos) e, ainda, ao sábado, a Pág. 6In Memoriam.
  • Para terminar, APELO NOVAMENTE aos meus eventuais leitores se manifestem, sobre o merecimento OU NÃO deste Blogue ou dos textos que venho colocando diariamente bastando para tal marcar o quadrado que entendam, que segue sempre abaixo de cada publicação, como aliás eu faço, relativamente aos blogues que vou vendo sempre que me é possível, com o que ficaria muito grato.


    António Fonseca

    0000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000
     
  • 00000000000000000000000000000000000000000000000000000000

    Localização geográfica da sede deste Blogue, no Porto
    Viso---mapa22222222222222
    http://confernciavicentinadesopaulo.blogspot.com
    ===================================
    0000000000000000000000000000000000000000000000
    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$


    «««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»