OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

segunda-feira, 27 de maio de 2013

CARTA ABERTA ao Povo Português - 27 de Maio de 2013

O que abaixo transcrevo, não é de minha autoria, (mas poderia ser...)  dado que estou inteiramente de acordo com o seu teor. 
Acabo de o receber através do Facebook, e acedendo ao pedido que ali é feito, partilhei-o e resolvi publicá-lo através do meu blogue, que, conforme se diz, no cabeçalho, normalmente não se debruça nestas matérias. 
Como se trata de um assunto de "interesse nacional" e que me preocupa muito, assim como a todos os portugueses, é por isso que o publico. 
Agradeço desde já ao Amigo que mo remeteu. 

ANTÓNIO FONSECA




"O que a Troika queria Aprovar e Não conseguiu!"




NENHUM GOVERNANTE, FALA NISTO... PUDERA... 



O que a Troika queria aprovar e não conseguiu!!!!!!----

1. Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros atestados, motoristas, etc.) dos ex-Presidentes da República.

2. Redução do número de deputados da Assembleia da República para 80, profissionalizando-os como nos países a sério. Reforma das mordomias na Assembleia da República, como almoços opíparos, com digestivos e outras
libações, tudo à custa do pagode.

3. Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego.

4. Acabar com as empresas Municipais, com Administradores a auferir milhares de euro/mês e que não servem para nada, antes, acumulam funções nos municípios, para aumentarem o bolo salarial respectivo.

5. Por exemplo as empresas de estacionamento não são verificadas porquê? E os aparelhos não são verificados porquê? É como um táxi, se uns têm de cumprir porque não cumprem os outros? e se não são verificados como podem ser auditados*?

6. Redução drástica das Câmaras Municipais e Assembleias Municipais, numa reconversão mais feroz que a da Reforma do Mouzinho da Silveira, em 1821.

7. Redução drástica das Juntas de Freguesia. Acabar com o pagamento de 200 euros por presença de cada pessoa nas reuniões das Câmaras e 75 euros nas Juntas de Freguesia.

8. Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas actividades.

9. Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc, das Câmaras, Juntas, etc., que se deslocam em digressões particulares pelo País;.

10. Acabar com os motoristas particulares 20 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias... para servir suas excelências, filhos e famílias e até, os filhos das amantes...

11. Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros do Estado e entes públicos menores, mas maiores nos dispêndios públicos.

12. Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado. Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos, às escolas, ir ao mercado a compras, etc.

13. Acabar com o vaivém semanal dos deputados dos Açores e Madeira e respectivas estadias em Lisboa em hotéis de cinco estrelas pagos pelos contribuintes que vivem em tugúrios inabitáveis.

14. Controlar o pessoal da Função Pública (todos os funcionários pagos por nós) que nunca está no local de trabalho. Então em Lisboa é o regabofe total. HÁ QUADROS (directores gerais e outros) QUE, EM VEZ DE ESTAREM NO SERVIÇO PÚBLICO, PASSAM O TEMPO NOS SEUS ESCRITÓRIOS DE ADVOGADOS A CUIDAR DOS SEUS INTERESSES, QUE NÃO NOS DÁ COISA PÚBLICA.

15. Acabar com as administrações numerosíssimas de hospitais públicos que servem para garantir tachos aos apaniguados do poder - há hospitais de província com mais administradores que pessoal administrativo. Só o de
PENAFIEL TEM SETE ADMINISTRADORES PRINCIPESCAMENTE PAGOS... pertencentes ás oligarquias locais do partido no poder.

16. Acabar com os milhares de pareceres jurídicos, caríssimos, pagos sempre aos mesmos escritórios que têm canais de comunicação fáceis com o Governo, no âmbito de um tráfico de influências que há que criminalizar, autuar, julgar e condenar.

17. Acabar com as várias reformas por pessoa, de entre o pessoal do Estado e entidades privadas, que passaram fugazmente pelo Estado.

18. Pedir o pagamento dos milhões dos empréstimos dos contribuintes ao BPN e BPP.

19. Perseguir os milhões desviados por Rendeiros, Loureiros e Quejandos, onde quer que estejam e por aí fora.

20. Acabar com os salários milionários da RTP e os milhões que a mesma recebe todos os anos.

21. Acabar com os lugares de amigos e de partidos na RTP que custam milhões ao erário público.

22. Acabar com os ordenados de milionários da TAP, com milhares de funcionários e empresas fantasmas que cobram milhares e que pertencem a quadros do Partido Único (PS + PSD).

23. Acabar com o regabofe da pantomina das PPP (Parcerias Público Privado), que mais não são do que formas habilidosas de uns poucos patifes se locupletarem com fortunas à custa dos papalvos dos contribuintes, fugindo
ao controle seja de que organismo independente for e fazendo a "obra" pelo preço que "entendem".

24. Criminalizar, imediatamente, o enriquecimento ilícito, perseguindo, confiscando e punindo os biltres que fizeram fortunas e adquiriram patrimónios de forma indevida e à custa do País, manipulando e aumentando
preços de empreitadas públicas, desviando dinheiros segundo esquemas pretensamente "legais", sem controlo, e vivendo à tripa forra à custa dos dinheiros que deveriam servir para o progresso do país e para a assistência
aos que efectivamente dela precisam;

25. Controlar rigorosamente toda a actividade bancária por forma a que, daqui a mais uns anitos, não tenhamos que estar, novamente, a pagar "outra crise".

26. Não deixar um único malfeitor de colarinho branco impune, fazendo com que paguem efectivamente pelos seus crimes, adaptando o nosso sistema de justiça a padrões civilizados, onde as escutas VALEM e os crimes não
prescrevem com leis à pressa, feitas à medida.

27. Impedir os que foram ministros de virem a ser gestores de empresas que tenham beneficiado de fundos públicos ou de adjudicações decididas pelos ditos.

28. Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos políticos, central e local, de forma a saber qual o seu património antes e depois.

29. Pôr os Bancos a pagar impostos como qualquer outra empresa. 

Assim e desta forma, Sr. Ministro das Finanças, recuperaremos depressa a nossa posição e sobretudo, a credibilidade tão abalada pela corrupção que grassa e pelo desvario dos dinheiros o Estado. 

Ao "povo", pede-se o reencaminhamento deste e-mail, até percorrer todo o País.

POR TODOS NÓS, NOSSOS FILHOS E NETOS.


______________________________________

Eu já fiz a minha parte  e Vocês que lerem esta Carta querem fazer a vossa?
de

ANTÓNIO FONSECA




Cumprimentos 

Annales Historiæ: Manifestação em Paris - Atualização II

Annales Historiæ: Manifestação em Paris - Atualização II: A manifestação acaba de começar oficialmente. Segundo informações, vários ônibus e carros estão sendo bloqueados nos arredores de Paris pel...

Annales Historiæ: Ainda sobre a manifestação na França

Annales Historiæ: Ainda sobre a manifestação na França: Agora à noite, em Paris, centenas de franceses que faziam uma vigília pacífica na Esplanada dos Inválidos foram atacados pelo serviço de or...

Annales Historiæ: Aviso

Annales Historiæ: Aviso: Amanhã, 26 de maio, a França profunda tomará novamente as ruas de Paris. A mobilização já é muito superior às anteriores, com 10 trens fret...

Nº 1663-3 - Encontro diário com Deus - Segunda-feira - 27 de Maio de 2013


Do livro – Encontro diário com Deus - Editora Vozes – Petrópolis - http://www.vozes.com.


Nº 1663-3


Segunda-feira - 27 de Maio de 2013


Pensamento do Dia

A paz do teu coração faz a vida mais linda para aqueles que te rodeiam


Roger de Taizé
_________________________________________________________




Não fale em voz alta,
querendo intimidar e mostrar seu poder.
O galo também canta alto,
Mas o seu canto nada produz.
Seja sensato,
fale em bom-tom , 
com discernimento.
Quem o ouve compreenderá e exaltará as suas palavras.


Inácio Dantas

______________________________________________________________________________


NOTA:
Este livro foi adquirido em 11-2-2013 por mim, e, apesar de:
Todos os direitos reservados.
Julgo não estar a utilizar abusivamente parte dos textos ali publicados, para os editar diariamente no meu blog.
Se, no entanto, a Editora entender que não os devo publicar, agradeço que me informem de imediato, através do meu endereço:



http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf

Nº 1663 - 2ª Página - O ANTIGO TESTAMENTO - SAMUEL I (12( 27 de Maio de 2013




27 de Maio de 2013
Nº 1663 - 2ª Página
antoniofonseca1940@hotmail.com
2013

250px-12_staemme_israels_cs_thumb1_t
Distribuição das Tribos em ISRAEL
Nº 1663
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
Caros Amigos:
Ver por favor a edição de, 12 de Novembro, deste Blogue.
Resolvi simplesmente começar a editar o ANTIGO TESTAMENTO que é composto pelos seguintes livros:
GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO, JOSUÉJUÍZES, RUTE,– (Estes já estão…)
Faltam apenas 875 páginas…(mais ou menos) - Sejamos optimistas.
  1º E 2º de SAMUEL, 1º e 2º Reis, (2) CRÓNICAS (paralipómenos), ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER, 1º E 2. MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).

!!!SÃO APENAS POUCO MAIS DE 40 LIVROS = 1260 PÁGINAS …!!! (coisa pouca…)
Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não! Só Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver!
SEI: que é uma tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*) .
Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma. Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.
Se o conseguir, darei muitas Graças a Deus
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos, – o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.
Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos, no dia da sua Ascensão ao Céu:
IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI TODOS OS POVOS”.
É apenas isto que eu estou tentando fazer. AF.
+++++++++++++++++++++++
Nº 1663 - 2ª Página
27 de Maio de 2013
ANTIGO TESTAMENTO

SAMUEL
400px-1759_map_Holy_Land_and_12_Trib[2]

Mapa antigo de Israel

1º Livro de SAMUEL

(12)


12 - ABDICAÇÃO DE SAMUEL-  Samuel disse a todo o povo de Israel : «Como vistes, condescendi em tudo o que me pedistes, e vos dei um rei. Este rei já está à frente de vós. Eu estou velho e encanecido, e os meus filhos estão no meio de vós. Vivi entre vós desde a minha juventude, até este dia (Nm 27, 17). Agora aqui me tendes. Dai testemunho de mim na presença do Senhor e do meu ungido: acaso tomei o boi ou o jumento a alguém? Oprimi  ou prejudiquei alguém? Recebi dádivas de alguém para fechar os olhos ao seu proceder? Tudo restituirei.» 
Eles disseram: « Não nos prejudicastes, nem nos oprimiste, nem recebeste nada da mão de ninguém». Samuel replicou : «O Senhor é hoje testemunha contra vós e o Seu ungido, de que vós não encontrastes nada que desaprove o meu procedimento». Responderam eles: «Ele é testemunha». E Samuel disse ao povo : «É pois testemunha aquele Senhor que suscitou a Moisés  e Aarão  e tirou os nossos pais do Egipto. Apresentai-vos. Vou chamar-vos em juízo diante do Senhor a respeito de todos os benefícios  que Ele vos concedeu a vos e a vossos pais. Quando Jacob entrou no Egipto, os egípcios oprimiram-nos e os vossos pais invocaram o Senhor, o Qual enviou Moisés e Aarão para os tirar do Egipto e colocá-los neste país. Mas eles esqueceram-se do Senhor, seu Deus, e Ele entregou-os ao poder de Sísara chefe do exército de Hazor, ao poder dos filisteus e ao poder do rei de Moab, os quais combateram contra eles. Depois clamaram ao Senhor, dizendo: «Pecámos, porque abandonamos o Senhor e servimos os Baals e os Astarots; agora livrai-nos das mãos dos nossos inimigos, e nós Vos serviremos. Com efeito, o Senhor enviou Jerobaal (Jz 6, 14-32) Badan (Jz 4, 6), Jefté (Jz 11, 1-29), e Samuel, para vos salvar do poder dos inimigos que vos cercavam, e vivestes em segurança. Mas quando vistes Naas, rei dos amonitas, marchar contra vós,  dissestes-me: «Não há-de ser como até hoje! Um rei nos governará!» E o Senhor, nosso Deus, era o vosso rei. Aqui tendes, pois, o rei que escolhestes e pedistes; o Senhor estabeleceu-o sobre vós. Se temerdes o Senhor, para O servirdes, e obedecerdes à Sua voz e não vos rebelardes contra a Sua vontade tanto vós, como rei que vos governam, vivereis na presença do Senhor, vosso Deus! Mas se não ouvirdes a voz do Senhor e vos rebelardes contra as suas ordens, a mão do Senhor pesará sobre vós e sobre o vosso rei. Agora, ficai aqui um pouco e vereis um prodígio que o Senhor vai realizar diante dos vossos olhos. Não é agora o tempo da sega dos trigais? Vou invocar o Senhor  e Ele enviará trovões e chuvas, a fim de que compreendais o mal que fizestes aos Seus olhos, pedindo um rei». Samuel clamou ao Senhor e Ele mandou naquele mesmo dia trovões e chuva. Todo o povo temeu grandemente o Senhor e a Samuel. Disseram todos a Samuel: «Roga pelos teus servos ao Senhor, teu Deus, para que não morramos,  porque a todos os nossos pecados ajuntámos a maldade de pedirmos um rei que nos governasse». Respondeu Samuel: «Não temais. O mal está feito; agora não vos afasteis do Senhor, antes, servi-O de todo o vosso coração; nem vos lanceis atrás de ídolos vãos, que não vos salvam nem socorrem, pois são apenas vaidade. O Senhor, por amor do Seu grande nome, não abandonará o Seu povo, porque jurou fazer de vós uma nação própria. Longe de mim também este pecado contra o Senhor de cessar de rogar por vós! Eu vos mostrarei sempre o caminho bom e recto. Temei, pois, o Senhor e servi-O em verdade e de todo o vosso coração, considerando as maravilhas que Ele operou no meio de vós. Se, porém, vos obstinardes no mal, perecereis vós e o vosso rei».



******************************

Estes são os textos do 1º Livro de “SAMUEL” do ANTIGO TESTAMENTO 


0000000000000000000000000000000000000000000000000000000
27 de MAIO de 2013 – 10.15 h
ANTÓNIO FONSECA
7map-1195aeac0b2f22222222222222222[2]
http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf
000000000000000000000000000000
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Nº 1663 - (147-13) – 1ª Página - SANTOS DE CADA DIA - 27 DE MAIO DE 2013




27 DE MAIO DE 2013


Segunda-feira

Ver Notas no final

e-mail: antoniofonseca1940@hotmail.com

Nº 1663 - (147-13) – 1ª Página

009

Nº 1662-1 - (146-13)

Imagem3189_thumb1_thumb_thumb_thumb_[1]IAmPosters_thumb122222222222222


»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

E U   S O U


AQUELE   QUE   SOU

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»««««««««««««««««««««««««««««««
*********************
##################################### #####################################

AGOSTINHO DE CANTUÁRIA, Santo
Bispo (604 ou 605)


Agustín de Canterbury , Santo
Agustín de Canterbury , Santo

Tudo ignoramos deste Santo antes do ano de 596; era então prior do mosteiro de Santo André, fundado por São Gregório Magno na sua casa de Célio, uma das colinas de Roma; foi escolhido este monge para ser o instrumento principal da obra de conversão da Grã-Bretanha, que São Gregório tinha antes sonhado e mesmo procurado realizar por si mesmo. Evangelizada desde os primeiros séculos do cristianismo, segundo o testemunho de Tertuliano e Orígenes, a grande ilha tinha inteiramente recaído no paganismo por causa das invasões dos Saxões nos séculos V e VI. Com os primeiros habitantes, os Bretões, tinha o cristianismo sido rechaçado para Oeste, para as Cornualha e o País de Gales, e nada permitia esperar virem os conquistadores a ser convertidos pelas suas vítimas. Todavia, o jovem rei de Kent, Etelberto, acabava de se casar com uma princesa cristãBerta, filha do rei de Paris, Cariberto I. Talvez tenha sido este acontecimento o que fez nascer em S. Gregório esperanças que apressaram a execução dos projetos. Seja como for, na Primavera de 596Agostinho deixava Roma à frente duma colónia de 40 missionários, na maior parte monges como ele. Lérins foi a primeira demora na viagem, e os futuros apóstolos ouviram lá falar dos Saxões em tais termos que todo o entusiasmo se dissipou, de maneira que mandaram Agostinho a Roma para solicitar do papa que os detivesse. São Gregório reforçou o seu missionário, com a afectuosa energia que estava nos seus modos, conferiu-lhe a dignidade abacial e reenviou-o à Gália com cartas de recomendação e também com avisos, mesmo com admoestações, para os bispos e os grandes. Passado o Inverno, a comitiva embarcou finalmente para o destino. Na Primavera de 597, chegavam os missionários à ilha de Thanet, não longe da atual Ramsgate, e pouco depois apresentavam-se diante de Etelberto: as antigas fontes falam-nos deles a avançar processionalmente, cantando a ladainha que tinha sido pouco antes estabelecida em Roma. Etelberto ouviu-os e respondeu com uma declaração liberal: não podia resolver-se a abandonar as crenças dos seus maiores, mas autorizava os missionários a pregar e converter; concessão tanto mais importante quanto o rei de Kent era ao mesmo tempo chefe da confederação dos reinos saxões. Agostinho depressa conduziu os companheiros a Cantuária, capital do reino, e instalou-os junto duma capela dedicada a S. Martinho, a qual sobrevivera à devastação geral. Pouco depois, tomava Etelberto lugar entre os convertidos, talvez no Pentecostes de 597. Igreja anglo-saxónica estava fundada. Segundo as instruções, Agostinho foi receber a consagração episcopal do arcebispo de Arleslegado da Santa Sé na Gália. A festa do Natal foi ocasião de se batizarem 10 000 insulares. Já se elevava, fora de Cantuária, num terreno dado pelo rei, a abadia de S. Pedro e S. Paulo, com as capelas de S. Pancrácio e dos Quatro Coroados a evocarem recordações romanas; será mais tarde a abadia de Santo Agostinho, necrópole dos soberanos e dos bispos de Kent . No interior da cidade, a igreja de Cristo, Crishchurch, recordava a a basílica de Latrão, e seria como esta a catedral. A alegria e o entusiasmo de São Gregório com estas notícias manifestam-se em várias cartas suas e nalgumas passagens dos seus comentários sobre Job. escreveu à rainha Berta, para estimular-lhes o zelo que julgava talvez demasiado discreto; ao novo bispo, já taumaturgo, deu avisos a fim de o premunir contra o perigo do orgulho; e ocupou-se com reforçar o número dos operários evangélicos. Nova colónia de 12 missionários sai de Roma, a 22 de Junho de 601, sob a direcção de Mellitus: leva a santo Agostinho as respostas do papa a diversas consultas de ordem disciplinar e litúrgica, respostas em que se manifestam a discrição e o espírito de larga adaptação de São Gregório. Ao mesmo tempo, envia o papa um plano completo de organização hierárquica, que será realizado apenas pouco a pouco; Londres e Iorque, cidades episcopais desde a época bretónica (ou bretã), virão a constituir metrópoles para o Sul e o Norte de Inglaterra, e vendo cada uma ser provida de 12 bispados sufragâneos, e os seus arcebispos, iguais entre si, não deverão ter outra precedência mais que a estabelecida pela antiguidade de cada um. Entretanto Santo Agostinho recebia, com o «pallium», jurisdição sobre todas as igrejas da Grã-Bretanha. O primado conferido a santo Agostinho encarregava-o das cristandades célticas do Oeste da Inglaterra. Nesse ponto, como diz Beda (o Venerável), «por falta de tacto» seria Agostinho menos feliz do que na conversão dos pagãos. Havia, entre o clero bretão e os monges romanos, diferenças de usos litúrgicos, um cálculo diferente na data da Páscoa; e sobretudo havia o amargor dos vencidos e dos despojados, aos olhos de quem Santo Agostinho era o bispo dos saxões. Duas conferências, realizadas no País de Gales, terminaram com a recusa dos monges e clérigos bretões se juntarem aos recém chegados para a conversão dos invasores. Santo Agostinho não sobreviveu muito a São Gregório: morreu em Cantuária, a 26 de Maio de 604 ou 605. O Essex seguira o exemplo de Kent e, se a conquista crista não se encontrava ainda muito estendida, a semente estava lançada e ia, no meio de muitas trovoadas, frutificar e abranger todo o país sem necessidade de que viesse nova missão evangelizadora. www.jesuitas.pt. Ver também http://es.catholic.net/santoral e www.santiebeati.it



JÚLIO, Santo

Mártir (entre 305 e 311)


Giulio (il Veterano) di Durostoro

Era um «veterano», um desses antigos soldados que Roma instalava nas fronteiras e nas regiões pouco seguras, para os levar a intervir em caso de perigo. O extracto seguinte das suas Actas mostra como repugnava ao juiz condenar um homem honrado. – «É verdade, Júlio, que és cristão e recusas sacrificar aos deuses? – Sou discípulo de Cristo; por isso não posso fazer o que desejas. – Mas que mal há em queimar um pouco de incenso, e depois voltas para tua casa, certo de não tornares a ser importunado? – Servi 26 anos no exército, sem haver nada, fosse o que fosse, para me ser imputado; tomei parte em sete guerras sem nunca me defender atrás de nenhum camarada, para evitar a morte. E tu querias que, tendo sido sempre fiel nas coisas pequenas, me tornasse infiel nas grandes? – Se há culpa, Júlio, tomo-a à minha conta. Segue o meu conselho; obedece à lei, e fica connosco. – A lei divina está acima da dos homens. – A lei dum crucificado desaparecido? Tens então medo dos mortos? – Cristo sofreu para nos salvar; mas é o Filho de Deus vivo, e espera-me para me dar a vida eterna… Por favor, basta de palavras! Faz o teu dever e obterei o que desejo». Conforme a lei, o juiz pronunciou a pena de morte. Júlio vendou-se a si mesmo os olhos; e em seguida ofereceu a cabeça ao algoz. Isto deu-se em Silistra (Bulgária), num dia 27 de Maio, entre 305 e 311. Do livro SANTOS DE CADA DIA, de www.jesuitas.pt





Bruno de Würzburg, Santo
Bruno de Würzburg, Santo

Martirológio Romano: Em Wurzburgo, de Franconia, na Alemanha, santo Bruno, bispo, que reconstruiu a igreja catedral, reformou o clero e explicou ao povo as Sagradas Escrituras (1045).Etimologicamente: Bruno = Aquele que é de pele escura, é de origem germânica. Filho do duque Conrado I e de Matilde de Suevia, parente do papa Gregório V e dos imperadores Conrado II e Enrique III, esteve à frente da chancelaria imperial romana de 1027 a 1034. Bispo de Würzburg de 1034 a 1045. Reconstruiu a catedral, preocupado pela instrução do clero, escreveu «Expositio in psalmos» comentando cada salmo, com textos de santo Agostinho e Casiodoro; «Comentario al Cantar de los cantares»; «Comentario al Padrenuestro». Ninguém entendia de onde sacava o tempo o bispo, porque além disso acompanhou em 1040 o imperador Enrique III por Alemanha. Em 1042 dedicou muitas horas a conseguir que Inês de Poitou, filha do rei Guillermo de Aquitânia, se casasse com Enrique III. Em 1045 o acompanhava numa expedição contra Hungria, que resultou fatal. Chegados a Persenberg na margem do Danúbio, se alojaram no castelo da condessa Reichilde. Um dia enquanto comiam, o pavimento se veio abaixo: houve mortos e feridos, entre eles Bruno. Que morreu uma semana depois, após uma semana de autêntico purgatório. Enterrado em sua catedral, fez muitos milagres. Quando quiseram canonizá-lo Inocêncio IV avisou: «nem os méritos sem milagres, nem os milagres sem méritos, bastam para declarar santo a um cristão». Passou o exame com nota excelente.


=====================================
MÊS DE MAIO, MÊS DE MARIA






  • Nossa Senhora de Fátima, pediu aos Pastorinhos
  • “REZEM O TERÇO TODOS OS DIAS”
  • aos-ps-de-mARIA22222222222222
  • /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
  • NOTA:
  • Como decerto hão-de ter reparado, são visíveis algumas mudanças na apresentação deste blogue (que vão continuar… embora não pretenda eu que seja um modelo a seguir, mas sim apenas a descrição melhorada daquilo que eu for pensando dia a dia para tentar modificar para melhor, este blogue). Não tenho a pretensão de ser um “Fautor de ideias” nem sequer penso ser melhor do que outras pessoas. Mas acho que não fica mal, cada um de nós, dar um pouco de si, todos os dias, para tentar deixar o mundo um pouco melhor do que o encontramos, quando nascemos e começamos depois a tomar consciência do que nos rodeia. No fim de contas, como todos sabemos, esta vida é uma passagem, e se Deus nos entregou o talento para o fazer frutificar e não para o guardar ou desbaratar, a forma que encontrei no “talento” de que usufruo, é tentar fazer o melhor que posso, aliás conforme diz o Evangelho.
    A PARTIR DE HOJE AS PÁGINAS SERÃO NUMERADAS PELA ORDEM ABAIXO INDICADA:
    Pág. 1 – Vidas de SantosPág. 2 – O Antigo Testamento; e Pág. 3 – ENCONTRO DIÁRIO COM DEUS - Além disso, semanalmente (ao Domingo e alguns dias santificados – quando for caso disso –) a Pág. 4 – A Religião de Jesus; e a Pág. 5 - Salmos) e, ainda, ao sábado, a Pág. 6 – In Memoriam.


  • 00000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000








  • 00000000000000000000000000000000000000000000000000000000
  • Localização geográfica da sede deste Blogue, no Porto
  • Viso---mapa_thumb_thumb_thumb_thumb_[2]
  • ===================================
  • 0000000000000000000000000000000000000000000000
  • $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$SS