OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

Imagens e Frases de Natal Religioso

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Nº 1940 - (58-14) - 1ª PÁGINA - SANTOS DE CADA DIA - 28 de Fevereiro de 2014 - 6º ano

Nº 1940 -  (58-14)
28  de Fevereiro de 2014
SANTOS DE CADA DIA
6º ANO
miscelania 125 miscelania 008 ImageProxy

***********************************************************

Comemorar e lembrar os santos de Cada Dia
é dever de todo o católico,
assim como procurar seguir os seus exemplos.

___________________________________________________________________________
===========================================


Comemoração de Santos presbíteros, diáconos e muitos outros
Mártires  da Igreja  -  (262)

Comemoração dos santos presbíteros, diáconos e muitos outros, que, em Alexandria, no tempo do imperador Galieno, quando grassava um surto fortíssimo de peste, voluntariamente foram ao encontro da morte ao assistirem os que eram atingidos pela epidemia; por isso a piedade dos fiéis se habituou a venerá-los como mártires.

ROMÃO,  Santo 
Abade -  (463)

No  monte Jura, na Gália Lionense, hoje na França, o sepultamento de São ROMÃO, abade  que, seguindo os exemplos dos monges antigos, foi o primeiro a seguir vida eremítica neste ermo e se tornou depois o pai de muitos monges.

MARANA e  CIRA, Santas
Virgens  -  (séc. V)

A comemoração das Santas MARANA  e CIRA, virgens que em Bereia, na Síria, viveram num lugar estreito e fechado a céu aberto, sem sequer um modesto manto, observando o silêncio e recebendo por uma janelinha o alimento necessário.
.
HILÁRIO,  Santo
Papa - (468)

Em Roma, junto à Via Tiburtina, o sepultamento de Santo HILÁRIO, papa, que escreveu cartas sobre a fé católica, pelas quais confirmou os concílios de Niceia , de Éfeso e de Calcedónia, enaltecendo o primado da Sé Romana.

OSVALDO, Santo
Bispo -  (992)

Em Worcester, na Inglaterra, Santo Osvaldo, bispo, que foi cônego e depois monge; finalmente, governou a igreja de Worcester e mais tarde a de York, instituiu em muitos mosteiros a Regra de São Bento e foi um mestre afável, generoso, alegre e de grande sabedoria.

ANTÓNIA DE FLORENÇA, Beata
Viúva - (1472)

Em L´'Aquila, nos Abruzzos, região de Itália, a beata ANTÓNIA DE FLORENÇA, viúva, que foi fundadora e primeira abadessa do mosteiro do Corpo de Cristo com a observância da primeira Regra de Santa Clara.

AUGUSTO CHAPDELAINE, Santo
Presbitero e mártir  -  (1472)

Em Xilinxian, cidade da província de Guangxi, na China, Santo AUGUSTO CHAPDELAINE, presbítero da Sociedade das Missões Estrangeiras de Paris e mártir, que preso pelos soldados com muitos neófitos por ser o primeiro a semear a fé cristã nesta região, foi flagelado com trezentos açoites e metido numa pequena gaiola e finalmente morreu decapitado.


PAULO UCHIBORI SAKUEMON, GASPAR KIZAERMON, MARIA MINE, GASPAR NAGAI SOHAN , Santos
mártires - (1627) 

Em Unzen, Japão, os beatos PAULO UCHIBORI SAKUEMON, GASPAR KIZAERMON, e sua esposa MARIA MINE, GASPAR NAGAI SOHAN, LUÍS SCHINZABURO, DINIS SAEKIEKI ZENKA e seu filho LUÍS SAEKI KIZO, DAMIÃO ICHIYATA, LEÃO NAKAJIMA SOKAN e seu filho PAULO NAKAJIMA, JOÃO KISAKI KYUHACHI, JOÃO HEISAKU, TOMÉ UZUMI SCHINGORO, ALEIXO SUGI SHOHACHI, TOMÉ KONDO HYOEMONM, JOÃO ARAKI KANSHICHI, mártitres.

DANIEL BROTIER, Beato
Presbítero e mártir  -  (1936)

Em Paris, França, o Beato DANIEL BROTIER, presbítero da Congregação do Espírito Santo, que se dedicou plenamente a trabalhar em favor dos órfãos.

TIMOTEO TROJANOWSKI, Beato
Presbitero e Mártir - (1942)

No campo de concentraçao de Auschwitz , perto de Cracóvia, na Polónia, o Beato TIMÓTEO TROJANOWSKI, presbitero da Ordem dos frades Menores Conventuais e mártir, que durante a ocupação militar da sua pátria por um regime hostil à dignidade humana e à religião, esvanecido pelos suplícios que teve de suportar, consumou o martírio por causa da sua fé cristã.


CARLOS GNÓCCHI, Beato
Presbítero -  (1956)

Em Milão, Itália, o Beato CARLOS GNÓCCHI, presbítero que para ajudar as crianças mutiladas ou deficientes físicos e psíquicos por causa da guerra, fundou a sua obra máxima a "Fundação Pro Iuventute", hoje chamada "Obra Dom Gnocchi".





++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++


miscelania 005 miscelania 006
miscelania 004

Caros Amigos:
Por motivos que mais dia menos dia, voltarei a explicitar, este blogue esteve suspenso durante algum tempo, mais propriamente a partir do passado dia 16 de Dezembro. e tem sofrido algumas outras contrariedades, já do v/conhecimento, inclusive, nem sequer tenho alterado os textos que de vez em quando coloco no cabeçalho, além de me vir limitando a colocar apenas em dia as páginas 1 e 2, TENDO CANCELADO AS RESTANTES  por motivos óbvios.

A partir de hoje, possivelmente, deixarei de publicar os meus blogues através  do WINDOWS LIVE WRITER, já que a MICROSOFT decidiu que a partir de 18 de Abril deste ano, deixará de existir o Windows XP (o que eu considero de todo, injusto para a maior parte das pessoas que conheço e que utilizam este sistema informático) e, que por isso, terão de adquirir ou novos computadores ou um dos novos sistemas "que são caríssimos" pelo menos no que concerne a Portugal, na situação difícil em que se encontra, e no meu caso, por exemplo, terão de ficar sem acesso informático, pois não disponho de possibilidades económicas para transformar os computadores.
MAS QUEM MANDA PODE, e a MICROSOFT pode e está a tentar ganhar dinheiro não lhe importando que haja muita gente que não o pode fazer.

Dizia aqui antes que 
"ENTRAMOS AGORA EM FEVEREIRO – E DURANTE ALGUNS DIAS (PENSO EU…) VOU CONTINUAR COM O SISTEMA QUE INICIE EM 16 DE JANEIRO ÚLTIMO, etc., etc."

Como se verifica, agora estamos prestes a entrar em Março e os problemas continuam , porquanto vou tentar manter as 1ª e 2ª páginas, enquanto tal me for possível, embora agora o faça directamente através da 'janela' do BLOGGER, que é um pouco complexa talvez, pelo menos para os meus conhecimentos .

Desculpem-me por favor. Obrigado.  AF


miscelania 004
_____________________________________
Local onde se processa este blogue, na cidade do Porto
miscelania 003

Os meus cumprimentos e agradecimentos pela atenção que me dispensarem.

ANTÓNIO FONSECA
In
MARTIROLÓGIO ROMANO
Conferência Episcopal Portuguesa  -  MMXIII

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf; http:// wikipedia.org.

Nº 1942 - O ANTIGO TESTAMENTO - LIVRO DE JOB - INTRODUÇÃO e CAP. 1 - 28 de Fevereiro de 2014

_________________ __________________
=======================


O ANTIGO TESTAMENTO


28 DE FEVEREIRO DE 2014


Nº 1942 - 2 ª PÁGINA
antoniofonseca1940@hotmail.com
2014

miscelania 002

Mapa Antigo de ISRAEL
miscelania 124
Distribuição de Israel após a sua saída do EGIPTO

Nº 1942


»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Caros Amigos:
Após a Comunicação feita em título e verificando-se que retomei a publicação diária desta página sobre o Texto incluso na BÍBLIA SAGRADA – n’O ANTIGO TESTAMENTO, que venho publicando desde 12 de Novembro de 2012, há quase ano e meio, à razão de 1 ou 2 Capítulos por dia de todos os livros que o compõem (que são 42, como se sabe) e dos quais já consegui editar 22 (praticamente metade…).
Reconheço que é um trabalho cansativo e que requer muita disposição de espírito e muito cuidado na transcrição de todas as palavras que contêm os textos que me propus levar a cabo. Não fora as frequentes e malfadadas avarias que têm causado muitas interrupções no meu computador, possivelmente estaria já um pouco mais adiantado, embora soubesse à partida que iria ser uma tarefa bastante difícil para levar a cabo com os poucos conhecimentos técnicos que possuo, para não falar da idade, que se Deus quiser, de hoje a três dias de 74 anos - mas, graças a Deus, tudo isso tem sido ultrapassado com a Sua ajuda e a minha Fé em que poderei terminar esta tarefa – dure o tempo que durar, – pois Deus me tem dado Saúde e Força para a continuar.
A partir de agora, vou centralizar-me apenas na transcrição dos textos, deixando de mencionar as palavras que durante esse longo tempo, têm antecedido a mesma. Mencionarei apenas os Livros já publicados e os que faltam, em cada dia.
Assim, pois já foram aqui publicados até agora, os textos dos seguintes livros:
GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO, JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º e 2º de SAMUEL, 1º Reis e 2º Reis, 1º e 2º dos Paralipómenos ou Crónicas, ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER, 1º dos MACABEUS, 2º dos MACABEUS (Livros históricos); …
Faltando, pois publicar, os seguintes:
 JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).
Como dizia nas edições anteriores,
Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não! Só Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver! Sei, no entanto que se poderá dizer: trata-se de uma  tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*). e, SE CALHAR, É… Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma. Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.
Se no entanto, o vier a conseguir, darei muitas Graças a Deus.
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos, – o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.
Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos, no dia da sua Ascensão ao Céu:
IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI  TODOS OS POVOS”.


É apenas isto realmente, que eu estou tentando fazer. AF.
+++++++++++++++++++++++
Mãos à obra, pois, continuemos:


ANTIGO TESTAMENTO

 Livro de JOB
Reino Asmoneu - Simão
UZ  -  actual IRAQUE
naturalidade de 
JOB




LIVRO DE JOB

INTRODUÇÃO



Não se sabe quem foi o autor deste livro, nem em que época foi escrito, embora pareça mais verosímil que a sua redacção date do tempo do exílio na Babilónia ou, talvez, dos tempos imediatamente posteriores.
Tem como objectivo o facto histórico dos sofrimentos e a heroica paciência do justo JOB, que viveu em Hus (ou UZ) , provavelmente a sudeste do Mar Morto, no tempo dos patriarcas, e que, embora não fosse da linhagem de Abraão, era verdadeiro servo de Deus vivo.
Com estes dados históricos compôs o hagiógrafo um poema dramático histórico-didáctico, quase todo em verso e com as ampliações próprias da poesia. 
O fim é dar-nos um modelo de paciência no meio das tribulações da vida, assim como mostrar-nos a justiça e a transcendência dos desígnios divinos, que ao homem cumpre aceitar, mesmo os que não compreendera. Mostra-nos que os males terrenos nem sempre são o castigo do pecado, pois também são um meio de provação para aperfeiçoamento dos justos e amigos de Deus.

RESUMO

Prólogo histórico (1-2).
Primeiro debate entre JOB e os seus amigos (3-14).
Segundo debate (15-21).
Terceiro debate (22-31). 
Intervenção de Eliú (32-37).
Intervenção de Deus (38, 1-42, 6).
Epilogo (42, 7-16).


JOB, HOMEM JUSTO E TEMENTE A DEUS


1 - Havia na terra de Us (Hus) (Lam 4, 21; 25, 70), um homem chamado JOB, íntegro e recto, que temia a Deus e fugia do mal. Tinha sete filhos e três filhas. Possuía sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentas juntas de bois, quinhentas jumentas e uma grande quantidade de escravos. Este homem era o mais considerado entre todos os homens do Oriente. Os seus filhos tinham o costume de ir à casa uns dos outros para se banquetearem, convidando as suas três irmãs para comerem e beberem com eles. Quando acabava a série dos dias de banquete, JOB mandava chamar os seus filhos para os purificar (1 Sam 16, 5) e, levantando-se na manhã seguinte, oferecia um holocausto por intenção de cada um deles, porque dizia: «Talvez os meus filhos tenham pecado e amaldiçoado Deus no seu coração». Assim fazia sempre JOB.

As primeiras provações  -  Um dia, em que os filhos de Deus se apresentavam diante do Senhor, Satanás veio também entre eles. O Senhor disse-lhe: «Donde vens tu?» Satanás respondeu: «Venho de dar uma volta ao mundo e percorrê-lo todo». O Senhor disse-lhe: «Reparaste no Meu servo JOB? Não há ninguém como ele na terra: Homem íntegro, recto, temente a Deus, afastado do mal». Satanás respondeu ao Senhor: «Porventura, teme JOB a Deus em vão (Sl 72, 13) ? Não rodeaste tu, com um valado protector, a sua pessoa, a sua casa e todos os seus bens? Abençoas o trabalho das suas mãos e os seus rebanhos cobrem toda a região. Mas estende a Tua mão e toca nos seus bens e verás que Te amaldiçoará no Teu próprio rosto». Então, o Senhor disse a Satanás: «Pois bem, tudo o que ele possui deixo-o em teu poder, mas não estendas a tua mão contra a sua pessoa». E Satanás saiu da presença do Senhor. Ora, um dia em que os filhos e filhas de JOB estavam à mesa e bebiam vinho na casa de seu irmão mais velho, um mensageiro veio dizer a JOB: «Os bois lavravam e as jumentas pastavam perto deles. De repente apareceram os sabeus e roubaram tudo e passaram os criados ao fio da espada . Só escapei eu para te trazer a notícia». Estava ainda este a falar, quando chegou outro e disse: «O fogo de Deus caiu do céu, queimou e reduziu a cinzas as ovelhas e os escravos. Só escapei eu para te trazer a notícia». Falava ainda este e eis que chegou outro e disse: «Os caldeus, divididos em três quadrilhas, lançaram-se sobre os camelos e levaram-nos, depois de terem passado os escravos a fio da espada. Só eu consegui escapar para te trazer a notícia». Ainda este não acabara de falar, e eis que entrou outro e disse: «Os teus filhos e as tuas filhas estavam a comer e a beber vinho na casa do irmão mais velho quando, de repente, um furacão se levantou do outro lado do deserto e abalou os quatro cantos da casa, que desabou sobre os jovens. Morreram todos. Só eu consegui escapar para te trazer a notícia».

Fidelidade de JOB - Então JOB levantou-se , rasgou o seu manto (Esd 9, 3) e rapou a cabeça (Jer 7, 29). Depois prostrado por terra, disse: «Saí nu do ventre da minha mãe e nu voltarei para ele. O Senhor mo deu, o Senhor mo tirou; bendito seja o nome do Senhor!» Em tudo isto, JOB não cometeu pecado, nem proferiu contra Deus nenhuma blasfémia (Is 9, 20).


(Texto do Livro de JOB)


===============================================
+++++++++++++++++++++++++++++++++++




000000000000000000000000000000000000000000000
Local onde se processa este Blogue

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf



00000000000000000000000000000


Este texto deverá  será  publicado em


28 de Fevereiro de 2014

ANTÓNIO FONSECA

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Nº 1941 - 2ª PÁGINA - 2º LIVRO DOS MACABEUS - SEGUNDA PARTE - (15) - 27 de Fevereiro de 2014

_________________ __________________
=======================
O ANTIGO TESTAMENTO
27 DE FEVEREIRO DE 2014
Nº 1941 - 2 ª PÁGINA
antoniofonseca1940@hotmail.com
2014

miscelania 002

Mapa Antigo de ISRAEL
miscelania 124
Distribuição de Israel após a sua saída do EGIPTO

Nº 1941


»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Caros Amigos:
Após a Comunicação feita em título e verificando-se que retomei a publicação diária desta página sobre o Texto incluso na BÍBLIA SAGRADA – n’O ANTIGO TESTAMENTO, que venho publicando desde 12 de Novembro de 2012, há quase ano e meio, à razão de 1 ou 2 Capítulos por dia de todos os livros que o compõem (que são 42, como se sabe) e dos quais já consegui editar 22 (praticamente metade…).
Reconheço que é um trabalho cansativo e que requer muita disposição de espírito e muito cuidado na transcrição de todas as palavras que contêm os textos que me propus levar a cabo. Não fora as frequentes e malfadadas avarias que têm causado muitas interrupções no meu computador, possivelmente estaria já um pouco mais adiantado, embora soubesse à partida que iria ser uma tarefa bastante difícil para levar a cabo com os poucos conhecimentos técnicos que possuo, para não falar da idade, que se Deus quiser, de hoje a três dias de 74 anos - mas, graças a Deus, tudo isso tem sido ultrapassado com a Sua ajuda e a minha Fé em que poderei terminar esta tarefa – dure o tempo que durar, – pois Deus me tem dado Saúde e Força para a continuar.
A partir de agora, vou centralizar-me apenas na transcrição dos textos, deixando de mencionar as palavras que durante esse longo tempo, têm antecedido a mesma. Mencionarei apenas os Livros já publicados e os que faltam, em cada dia.
Assim, pois já foram aqui publicados até agora, os textos dos seguintes livros:
GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO, JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º e 2º de SAMUEL, 1º Reis e 2º Reis, 1º e 2º dos Paralipómenos ou Crónicas, ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER, 1º dos MACABEUS, …
Faltando, pois publicar, os seguintes:
2º dos MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).
Como dizia nas edições anteriores,
Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não! Só Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver! Sei, no entanto que se poderá dizer: trata-se de uma  tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*). e, SE CALHAR, É… Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma. Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.
Se no entanto, o vier a conseguir, darei muitas Graças a Deus.
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos, – o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.
Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos, no dia da sua Ascensão ao Céu:
IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI  TODOS OS POVOS”.


É apenas isto realmente, que eu estou tentando fazer. AF.
+++++++++++++++++++++++
Mãos à obra, pois, continuemos:


ANTIGO TESTAMENTO


2º Livro dos MACABEUS
Reino Asmoneu - Simão
Reino dos Asmoneus – SIMÃO e JOÃO HIRCANO, seu filho











SEGUNDO LIVRO DOS MACABEUS

SEGUNDA PARTE

   Antíoco Epifânio - IV
Antíoco Epífanes (o Epifânio)

15 – DERROTA DE NICANOR


Nicanor, ao ser informado de que Judas e os seus aliados se encontravam nas fronteiras da Samaria resolveu (1 Mac 3, 10) - «atacámo-los com toda a segurança, no dia de sábado». Os judeus, que eram obrigados a segui-lo, admoestaram-no, dizendo: «Não procedas tão ferozmente nem com tanta selvajaria, mas respeita o dia escolhido e especialmente santificado por Aquele que tudo vê». Mas aquele homem, três vezes celerado, perguntou se existia no céu algum soberano que tivesse mandado celebrar o dia de sábado. E eles responderam-lhe: «Sim, foi o Senhor vivo e Todo-Poderoso que está no céu, Quem ordenou a cerebração do sétimo dia». «Pois eu, replicou ele, também sou poderoso na terra e ordeno que se tomem as armas e se executem as ordens do rei». Mas não pôde executar o seu desígnio criminoso. Enquanto Nicanor, no auge do seu orgulho, pensava erigir um troféu comum com os despojos de Judas e dos seus companheiros, Macabeu esperava sempre, com inteira confiança, que o Senhor o assistiria com o Seu auxílio. E exortava os seus  a que não temessem o ataque dos gentios, que se lembrassem dos auxílios já obtidos do céu e que esperassem que, também agora, o Todo-Poderoso lhes concederia a vitória. Encorajou-os, lendo-lhes testemunhos da lei e dos profetas, lembrou-lhes os combates que, outrora, tinham sustentado, dando-lhes com isto novo ardor. Depois de lhes ter reanimado o espírito, fez-lhes ver a perfídia dos gentios e a violação dos seus juramentos. Assim, armou cada um deles não com a protecção das lanças e dos escudos, mas com a confiança das suas alentadoras palavras. Sobretudo, alegrou-os com uma visão digna de toda a fé. Eis a visão que tivera: Onías, que tinha sido sumo sacerdote, homem nobre e bom, modesto no seu aspecto, de carácter ameno, distinto na sua linguagem e exercitado, desde menino, na prática de todas as virtudes, com as mãos levantadas, orava por todo o povo judeu. Apareceu-lhe também outro varão com os cabelos todos brancos, de aparência muito venerável e nimbado de admirável e magnifica majestade. Dirigindo-lhe a palavra, Onías disse: «Eis o amigo dos seus irmãos, aquele que reza muito pelo povo e pela cidade santa, Jeremias, profeta de Deus». E Jeremias, estendendo a mão, entregou a Judas uma espada de ouro e, ao dar-lha, disse: «Toma esta santa espada, dom de Deus, com a qual triunfarás dos inimigos». Alentados com estas nobres palavras de Judas, capazes de vigorizar e exaltar até ao heroísmo as almas dos jovens, os judeus decidiram não acampar, mas atacar de frente e combater vigorosamente os inimigos, a fim de decidir a causa, porque a cidade, a religião e o templo estavam em perigo. Não lhes causavam preocupação as mulheres, as crianças, os seus irmãos e os seus parentes. A primeira e principal inquietação que tinham era a purificação do templo. Não era menor a ansiedade dos que tinham ficado na cidade, inquietos pela luta que se ia travar fora, na planície. E quando todos aguardavam já a batalha decisiva, prestes a iniciar-se, e os inimigos se aproximavam em ordem de batalha, os elefantes postados em lugares convenientes, e a cavalaria disposta nas alas, Macabeu, ao ver esta multidão imensa , o aparato de armas tão diversas e o aspecto temível dos elefantes, ergueu as mãos para o céu e invocou o Senhor, que opera prodígios. Sabia muito bem que não é pela força das armas que se obtém a vitória, senão a que Deus outorga aos que Ele julga dignos dela. Invocou o Senhor desta maneira: «Vós, Senhor, que no tempo de Ezequias, rei da Judeia, enviastes o Vosso anjo e fizeste perecer cento e oitenta e cinco mil homens do exército de Senaquerib, enviai, pois, agora, ó Soberano Senhor do céu, um anjo bom que nos preceda e lhes infunda o temor e espanto. Com a força do Vosso braço exterminar aqueles que. blasfemando, vêm atacar o Vosso povo santo». E com  estas palavras terminou a sua oração. As tropas de Nicanor avançavam ao som das trombetas e dos hinos guerreiros. Mas, os de Judas travaram a batalha com os inimigos entre invocações e orações. Enquanto pelejavam com as mãos (Ne 4, 17), oravam ao Senhor com o coração, e, assim, mataram nada menos de trinta e cinco mil homens, sentindo-se cheios de alegria e de vigor com a presença manifesta de Deus. Concluída a batalha, regressaram felizes, quando descobriram Nicanor prostrado com a sua armadura. Então, entre gritos e alvoroços, louvaram ao Senhor na língua pátria. Judas, que se consagrara de corpo e alma à defesa dos seus concidadãos e conservara para com os seus compatriotas o amor da sua juventude, ordenou que cortassem a cabeça,  a mão e o braço de Nicanor, e os levassem para Jerusalém. Chegado à cidade, convocou os seus concidadãos e os sacerdotes diante do altar, e mandou chamar, também os que se encontravam na cidadela. Mostrou-lhes a cabeça do ímpio Nicanor e a mão que este maldito havia insolentemente levantado contra a morada do Todo-Poderoso. Depois mandou cortar em pedaços, a língua do ímpio para a lançar aos pássaros e suspender diante do templo o braço decepado, em castigo da sua insensatez. E todos, levantando os olhos para o céu, louvaram ao Senhor, dizendo: «Bendito seja Aquele que preservou a Sua morada de toda a impureza». Judas suspendeu, também, a cabeça de Nicanor à entrada da cidadela, como sinal palpável e evidente da protecção do Senhor. De comum acordo, foi estabelecido que, futuramente, este dia seria celebrado (1 Mac 7, 49) no dia treze do duodécimo mês - chamado Adar em língua siríaca - no dia anterior ao dia de Mardoqueu.

Epílogo - Estes foram os acontecimentos relativos a Nicanor, e porque, a partir deste dia Jerusalém permaneceu em poder dos hebreus, terminarei também, com isto a minha narração. Se ela está felizmente concebida e ordenada, como convém a uma história, era este o meu desejo: mas se está imperfeita e medíocre, releve-se-me a falta. Assim como é nocivo beber sempre vinho ou sempre água, mas agradável e verdadeiramente proveitoso é beber ora vinho, ora água, assim também a disposição agradável do relato é o que causa prazer aos ouvidos do leitor. 
E, com isto, termino.

Nota do autor deste texto (2º Livro dos Macabeus) inserto na Bíblia Sagrada:  O epílogo correspondente ao prefácio e o v. 40 parece querer explicar as formas retóricas, empregadas pelo autor, para amenizar a excessiva gravidade da narração histórica


(Texto do 2º Livro dos MACABEUS)


===============================================
+++++++++++++++++++++++++++++++++++




000000000000000000000000000000000000000000000
Local onde se processa este Blogue


http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf




00000000000000000000000000000



Este texto deverá  será  publicado em





27 de Fevereiro de 2014

ANTÓNIO FONSECA

Nº 1940 - 2ª PÁGINA - O ANTIGO TESTAMENTO - 2º LIVRO DOS MACABEUS - SEGUNDA PARTE - (14) - 26 DE FEVEREIRO DE 2014

_________________ __________________
=======================
O ANTIGO TESTAMENTO
26 DE FEVEREIRO DE 2014
Nº 1940 - 2 ª PÁGINA
antoniofonseca1940@hotmail.com
2014

miscelania 002

Mapa Antigo de ISRAEL
miscelania 124
Distribuição de Israel após a sua saída do EGIPTO

Nº 1940


»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Caros Amigos:
Após a Comunicação feita em título e verificando-se que retomei a publicação diária desta página sobre o Texto incluso na BÍBLIA SAGRADA – n’O ANTIGO TESTAMENTO, que venho publicando desde 12 de Novembro de 2012, há quase ano e meio, à razão de 1 ou 2 Capítulos por dia de todos os livros que o compõem (que são 42, como se sabe) e dos quais já consegui editar 22 (praticamente metade…).
Reconheço que é um trabalho cansativo e que requer muita disposição de espírito e muito cuidado na transcrição de todas as palavras que contêm os textos que me propus levar a cabo. Não fora as frequentes e malfadadas avarias que têm causado muitas interrupções no meu computador, possivelmente estaria já um pouco mais adiantado, embora soubesse à partida que iria ser uma tarefa bastante difícil para levar a cabo com os poucos conhecimentos técnicos que possuo, para não falar da idade, que se Deus quiser, de hoje a três dias de 74 anos - mas, graças a Deus, tudo isso tem sido ultrapassado com a Sua ajuda e a minha Fé em que poderei terminar esta tarefa – dure o tempo que durar, – pois Deus me tem dado Saúde e Força para a continuar.
A partir de agora, vou centralizar-me apenas na transcrição dos textos, deixando de mencionar as palavras que durante esse longo tempo, têm antecedido a mesma. Mencionarei apenas os Livros já publicados e os que faltam, em cada dia.
Assim, pois já foram aqui publicados até agora, os textos dos seguintes livros:
GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO, JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º e 2º de SAMUEL, 1º Reis e 2º Reis, 1º e 2º dos Paralipómenos ou Crónicas, ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER, 1º dos MACABEUS, …
Faltando, pois publicar, os seguintes:
2º dos MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).
Como dizia nas edições anteriores,
Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não! Só Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver! Sei, no entanto que se poderá dizer: trata-se de uma  tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*). e, SE CALHAR, É… Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma. Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.
Se no entanto, o vier a conseguir, darei muitas Graças a Deus.
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos,o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.
Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos, no dia da sua Ascensão ao Céu:
IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI  TODOS OS POVOS”.


É apenas isto realmente, que eu estou tentando fazer. AF.
+++++++++++++++++++++++
Mãos à obra, pois, continuemos:


ANTIGO TESTAMENTO


2º Livro dos MACABEUS
Reino Asmoneu - Simão
Reino dos Asmoneus – SIMÃO e JOÃO HIRCANO, seu filho











SEGUNDO LIVRO DOS MACABEUS

SEGUNDA PARTE

   Antíoco Epifânio - IV
Antíoco Epífanes (o Epifânio)

14 – PAZ COM NICANOR


Três anos mais tarde, Judas e os seus amigos souberam que Demétrio (1 Mac 7, 1), filho de Seleuco, tinha desembarcado em Tripoli com um poderoso exército e uma grande esquadra; soube, também, que o país caíra nas suas mãos  e que havia dado a morte a Antíoco e ao seu tutor Lísias. Entretanto, um certo Alcimo outrora sumo sacerdote, mas voluntariamente contaminado, por ocasião da introdução dos costumes pagãos, considerando que já não lhe restava nenhuma esperança de salvação, nem possibilidade de jamais se aproximar do altar, veio ter com o rei Demétrio, no ano cento e cinquenta e um. Presenteou-lhe uma coroa de ouro, uma palma e, além  disso, alguns ramos e oliveira, oferecidos no templo. Naquele dia, contudo , não lhe disse nada. Mas aproveitou a ocasião propicia para executar a sua maldade, quando foi chamado ao conselho por Demétrio e interrogado sobre as disposições  e intentos dos judeus: Respondeu ele: «Aqueles judeus, que se chamam assideus, à frente dos quais se encontra  Judas Macabeu, fomentam a guerra e a sedição e impedem que o reino  goze de paz. E eu mesmo, despojado da minha dignidade hereditária, quero dizer, do sumo sacerdócio, vim agora aqui, primeiramente por ser fiel aos interesses do rei, e, depois, para zelar pelo bem dos meus compatriotas, pois, pela temeridade dos que citei, toda a nossa nação se encontra  em ruínas. Quando fores informado de todas estas coisas, ó rei, pela benevolência que testemunhas  a todos, toma as medidas necessárias , para a salvação do nosso país e da nossa raça ameaçada. Enquanto  Judas estiver vivo, é impossível que ali haja paz». 
Dito isto, os restantes amigos do rei, hostis à causa  de Judas, excitaram ainda mais a cólera de Demétrio. Este designou imediatamente Nicanor, ex-comandante do corpo de elefantes, e promoveu-o a general da Judeia, ordenando-lhe que partisse a fim de matar Judas, dispersar as suas tropas  e instalar Alcimo como sacerdote do grande templo. Então, os gentios, que por temor a Judas,  tinham fugido da Judeia, agruparam-e ao lado de Nicanor, imaginando que as misérias e as perdas dos judeus seriam para eles prosperidade. Os judeus, ao ouvirem falar da expedição de Nicanor e do ataque dos gentios, cobriram a cabeça de pó e rezaram Àquele que elegeu o Seu povo para sempre e, jamais deixará de socorrer, de modo visível, a sua herança. Às ordens do seu chefe, o exército avançou imediatamente  e encontrou o inimigo perto da aldeia de Dessau. Simão, irmão de Judas, havia começado o combate com Nicanor, mas sofreu um pequeno revés com a repentina chegada de novos inimigos. Contudo, Nicanor, conhecendo a coragem dos homens de Judas e a grandeza de ânimo com que eles se atiravam ao combate pela pátria, temeu  expor a sua sorte à decisão da batalha. Assim enviou à frente Possidónio, Teodoro e Matatias, para apresentar e receber proposições de paz. As propostas de paz foram por muito tempo examinadas: o general comunicou-as às tropas e, uniformemente, foram aceites. Fixaram um dia para que os chefes conferenciassem, secretamente, entre si. De um lado e do outro, avançou um carro e colocaram duas cadeiras de honra (1 Mac 7, 27). Judas postou homens armados em lugares estratégicos, prontos para qualquer eventualidade, se os adversários cometessem alguma perfídia. A conferência dos chefes foi satisfatória (1 Mac 7, 39). Nicanor passou a residir em Jerusalém, sem perturbar ninguém e despediu aquela multidão de tropas que havia trazido consigo. Procurava constantemente a companhia de Judas, com uma amizade sincera (1, Mac 7, 27). Instou para que ele se casasse e tivesse filhos. Judas casou-se, gozou de tranquilidade e gozou da vida. Verificando Alcimo os sentimentos recíprocos de ambos os chefes, investigou as cláusulas do tratado e dirigiu-se a Demétrio, acusando Nicanor de conjuração contra o estado, porque havia designado Judas seu sucessor, o qual era inimigo do reino. O rei, exasperado e excitado pelas calúnias deste malvado, escreveu a Nicanor, dizendo-lhe que estava descontente com os tratados feitos e ordenando-lhe que enviasse Macabeu preso, o mais depressa possível, para Antioquia. Recebendo esta noticia, Nicanor ficou consternado e triste por ter de violar tratados feitos com Judas, sem que houvesse recebido dele alquerque agravo. Mas, não podendo contrariar as ordens do rei, procurava ocasião para executar ardilosamente a ordem recebida (1 Mac 7, 29).
Ameaças de Nicanor - Reparando Macabeu que Nicanor se mostrava mais rude para com a sua pessoa e que as suas relações não eram tão amigáveis como de costume, pensou que este procedimento era mau presságio. Reunindo, pois, um grupo dos seus partidários ocultou-se de Nicanor (1 Mac 7, 26). Logo que soube que havia sido logrado por Judas, dirigiu-se ao grande e sublime templo, no momento em que os sacerdotes ofereciam o fisiocracia e ordenou-lhes que entregassem esse homem (1 Mac 7, 33). Os sacerdotes, porém, juraram-lhe que nada sabiam  do paradeiro do homem que procurava . Então, estendendo a mão para o templo (1 Mac 7, 47), jurou: «Se não me entregardes Judas preso, arrasarei este templo de Deus, destruirei o altar e no mesmo lugar edificarei um magnifico templo a Baco». E dito isto, retirou-se. Os sacerdotes, então, ergueram as mãos para o céu e invocaram Aquele que sempre pelejou pelo Seu povo, dizendo: « Senhor do universo, Vós que de nada necessitais, quiseste possuir entre nós um templo para Vossa habitação. Preserva, pois, Santíssimo Senhor, para sempre, livre de toda a profanação, esta casa que há pouco foi purificada».


Morte de Razis
 -  Aconteceu também que Razis, um dos anciãos de Jerusalém, foi denunciado a Nicanor. Era um homem dedicado para com os seus concidadãos, de grande reputação, ao qual chamavam pai dos judeus, por causa da sua benevolência. Anteriormente, por ocasião da resistência ao paganismo, fora acusado de judaísmo e, pelo judaísmo, expusera o seu corpo e a sua vida. Nicanor, que pretendia dar prova da sua hostilidade para com os judeus, enviou mais de quinhentos homens a fim de o prender. Julgava, que, prendendo-o, causaria aos judeus um gravíssimo dano. Mas, no momento em que os soldados se iam apoderar da torre da casa e forçar a entrada, e dada a ordem de atear fogo e incendiar as portas, Razis, estando para ser preso, feriu-se com a espada, preferindo morrer nobremente antes que cair nas mãos dos ímpios e receber ultrajes indignos da sua nobrezia. Mas, como ma precipitação com que se feriu a ferida não fosse mortal e os soldados invadissem já a sua casa, resolutamente corcireu para cima do muro e, com coragem, precipitou-se de modo a cair sobre eles. Estes afastaram-se com rapidez e Razis caiu no espaço deixado vazio. E como ainda respirasse, cheio de ardor, ergueu-se e, embora o seu sangue jorrasse como numa fonte das suas horríveis feridas, atravessou, correndo, pelo meio da multidão. E subindo para uma rocha escarpada, e já exangue, arrancou as entranhas com as suas próprias mãos e lançou-as sobre os seus inimigos, pedindo ao Senhor da vida e do espírito que lhas restituísse um dia. E acabou a vida desta maneira.



 

(Texto do 2º Livro dos MACABEUS)


===============================================
+++++++++++++++++++++++++++++++++++




000000000000000000000000000000000000000000000
Local onde se processa este Blogue


http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf




00000000000000000000000000000



Este texto deverá  será  publicado em





26 de Fevereiro de 2014

ANTÓNIO FONSECA

VideoBar

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

SITI CATTOLICI ITALIANI