OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Nº 1904 - 2ª PÁGINA - O ANTIGO TESTAMENTO - LIVRO DE ESTER - (8 e 9) - 21 de Janeiro de 2014

Desejo chamar a vossa atenção para o texto que escrevi na 1ª página “SANTOS DE CADA DIA” sobre a suspensão e o reinicio dos mesmo, desde 16 de Dezembro de 2013. Obrigado.

O ANTIGO TESTAMENTO

21 de Janeiro de 2014

Nº 1904  -  2ª PÁGINA

antoniofonseca1940@hotmail.com
2013

iSRAEL 1

Mapa da Distribuição das Tribos em ISRAEL

Nº 1903

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Caros Amigos:

Conforme poderão verificar, se o desejarem, poderão consultar a edição deste Blogue, de 12 de Novembro de 2012, na qual iniciei  - diariamente – a transcrição dos textos descritos na Bíblia Sagrada – por Capítulos (e livros).

Simplesmente resolvi, de repente, começar a editar todo o texto do

ANTIGO TESTAMENTO

que, como é sabido - é composto por uma série de vários livros:

Os primeiros considerados como LIVROS HISTÓRICOS, os quais vão desde o Pentateuco (atribuído a Moisés),que compreende o Génesis, o Êxodo, o Levítico, os Números e o Deuteronómio, e a seguir, Josué, Juízes, Rute, Livros dos Reis (2) que se completam com os 2 livros dos Paralipómenos ou Crónicas. Seguem-se depois Esdras e Neemias, Tobias, Judite, Ester e o Livro dos Macabeus.

Seguem-se os LIVROS DIDÁCTICOS com os livros de Job, Livro dos Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cântico dos Cânticos, Sabedoria e Eclesiástico;

e por fim os LIVROS PROFÉTICOS: Isaías, Jeremias, Baruc, Ezequiel, Daniel, Oseias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miqueias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias.

São pois 42 o número total dos livros sobre o Antigo Testamento que tenciono transcrever

até que Deus mo permita, evidentemente…

Para já – neste momento já consegui transcrever os capítulos referentes aos livros

GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO, JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º e 2º de SAMUEL, 1º Reis e 2º Reis, 1º e 2º dos Paralipómenos ou Crónicas, ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE

(Uff... É obra…)

num total de 400 páginas, ficando a faltar apenas 690 capítulos…!!! (mais ou menos) referentes aos restantes, que são apenas os:

ESTER, 1º E 2. MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).

- Sejamos optimistas –.

Ainda agora é de manhã e alguns dos amigos que conheci há mais de 60 anos, já atingiram os 90 ou quase 100 (dois pelo menos) e ainda estão aí para as curvas. Ora, eu ainda só tenho 73 e se Deus quiser hei-de também chegar a uma idade razoável.

!!!SÃO APENAS POUCO MAIS DE 40 LIVROS = 1260 PÁGINAS …!!! (coisa pouca…)

Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não!

Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver!

Sei, no entanto que se poderá dizer:

trata-se de uma

tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*).

e, SE CALHAR, É…

Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma. Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.

Se no entanto, o vier a conseguir, darei muitas Graças a Deus.

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos,o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.

Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos,

no dia da sua Ascensão ao Céu:

IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI

TODOS OS POVOS”.

É apenas isto realmente, que eu estou tentando fazer. AF.

+++++++++++++++++++++++

iSRAEL ANTIGO

Mapa de Israel antigo

Mãos à obra, pois, continuemos:

ANTIGO TESTAMENTO

Livro de ESTER

Tobias removendo as entranhas do peixe

Tobias desentranhando o peixe que o atacou, acompanhado pelo Arcanjo São Rafael

LIVRO DE ESTER

8  -  EXALTAÇÃO DE MARDOQUEU

Naquele mesmo dia Assuero deu à rainha Ester a casa de Aman, o opressor dos judeus; e Mardoqueu apresentou-se diante do rei, porque Ester lhe manifestara o parentesco que a ele a unia (Esd 6, 11). O rei tirou o seu anel, que retomara de Aman, e deu-o a Mardoqueu. Ester colocou Mardoqueu à frente da casa de Aman.

Ester voltou de novo à presença do rei e falou-lhe. Prostrada a seus pés, desfeita em lágrimas, suplicava-lhe impedisse o efeito da realização das maldades de Aman, o agatita, e  realização dos seus projectos contra os judeus. O rei estendeu o ceptro de ouro a Ester, que se pôs de pé diante dele e lhe disse: «Se ao rei parecer bem e justo, e se achei graça aos vossos olhos, que se revoguem por escrito as cartas, que Aman filho de Amedata, o agatita, inspirara e redigira para exterminar os judeus de todas as províncias do reino».

«Como poderia ver eu a desgraça que espera o meu povo, e como poderia assistir ao extermínio da minha nação?» O rei Assuero  respondeu à rainha Ester e ao judeu Mardoqueu. «Dei a Ester a casa de Aman e fiz perecer esse homem por levantar a mão contra os judeus. Escrevei, portanto, vós mesmos em favor dos judeus, como bem vos parecer em nome do rei  selai com  o selo real, porque toda a ordem escrita em nome do rei e selada com  seu selo é irrevogável».

Foram então, chamados os secretários do rei, no dia vinte e três do terceiro mês, que é o mês de Sivan (Bar 1, 8). E eles, conforme as instruções de Mardoqueu, escreveram aos judeus, aos sátrapas, aos governadores e aos chefes das cento e vinte e sete províncias situadas entre a Índia e a Etiópia, a cada província na sua escritura, a cada nação na sua própria escritura e língua. Redigiram-se, em nome do rei Assuero, e marcaram-se com o selo real, as cartas que foram expedidas por correios montados em cavalos, procedentes das cavalariças reais. Nelas, o rei outorgava aos judeus em qualquer cidade que residissem, o direito de se reunirem para defenderem a sua vida, de destruir, matar e fazer perecer, em cada província do reino, todos os que se armassem para os atacar, com as suas mulheres e filhos, e também, o direito de se apoderarem dos seus bens. E fixou-se num só dia, em todas as províncias do rei Assuero, a saber, no dia treze do duodécimo mês, chamado Adar.

Uma cópia do édito que devia ser promulgado como lei em cada província, foi enviada a todos os povos, a fim de que os judeus estivessem preparados, naquele dia, para se vingarem dos seus inimigos. Os correios, montados em cavalos as cavalariças reais, partiram a toda a pressa e cumpriram diligentemente a ordem do rei. O édito foi imediatamente publicado em Susa a capital.

Mardoqueu saiu do palácio do rei, com uma veste real, azul e branca, com uma grande coroa de ouro e um manto de linho e púrpura. A cidade de Susa alegrou-se com as manifestações de júbilo. Houve para os judeus, idade, onde quer que chegasse o édito real, houve entre os judeus felicidade, alegria, luz e canto de triunfo. Em cada província, em cada cidade, onde quer que chegasse o édito real, houve entre os judeus gozo, banquetes e regozijo. Mitos, no país, fizeram-se judeus tal era o temor que lhes inspiravam.

 

  9

.

9  -  VINGANÇA DOS JUDEUS -   No duodécimo mês, chamado Adar, no dia treze do mês, data em que se cumpria o édito do rei e em que os inimigos dos judeus pensavam exterminá-los, aconteceu tudo ao contrário, e os judeus dominaram os seus inimigos. Reuniram-se em todas as cidades, em todas as províncias do rei Assuero para levantarem a mão contra aqueles que desejavam a sua perda.  Ninguém lhes pôde resistir, porque o terror se apoderara de todos. E todos os chefes das províncias os sátrapas, os governadores, os funcionários do rei, apoiaram os judeus, pelo temor que lhes inspirava Mardoqueu. Porque este ocupava um alto lugar no palácio real e a sua fama espalhara-se por todas as províncias, onde a sua influência crescia dia a dia.

Os judeus feriram todos os seus inimigos a golpes de espada, mataram e exterminaram os seus opressores e trataram-nos como os seus inimigos quiseram proceder com eles (Ex 21, 23-27). Em Susa, capital, mataram quinhentos homens. Fizeram igualmente perecer Farsandata, Delfon, Esfata, Forata, Adalia. Aridata, Fermesa, Arisai, Aridai e Jesata, os dez filhos de Aman, filho de Amedata, o opressor dos judeus. Mas abstiveram-se de toda a pilhagem.

Nesse dia chegou ao conhecimento do rei o número de vítimas em Susa a capital, e o rei disse a Ester: «Em Susa, na capital, os judeus mataram quinhentos homens e os dez filhos de Aman. Que terão feito nas outras províncias do rei? Que mais queres? Ser-te-à concedido. Tens mais algum desejo? Ser-te-à satisfeito». Ester respondeu: «Se ao rei parecer bem, seja permitido aos judeus de Susa agir também amanhã conforme o decreto de hoje, e que se suspendam numa forca os dez filhos de Aman». O rei deu ordem para que assim se fizesse. O édito foi publicado em Susa e suspenderam na forca os dez filhos de Aman. Os judeus de Susa reuniram-se de novo no dia catorze do mês de Adar, e mataram na cidade trezentos homens. Mas também não se deram à pilhagem.

Os outros judeus, espalhados pelas províncias do rei, juntaram-se para defender as suas vidas e livrar-se dos ataques dos seus inimigos. Mataram setenta e cinco mil, sem contudo, se entregarem à pilhagem.

Isto sucedeu no dia treze do mês de Adar. No dia catorze repousaram e fizeram dele um dia de banquetes e de alegria. Quanto aos judeus de Susa, que se juntaram nos dias treze e catorze, repousaram no dia quinze, fazendo dele um dia de banquetes e de alegria.

Por isso os judeus do campo, que habitavam nas cidades não fortificadas, faziam do dia catorze do mês de Adar, um dia de banquetes, e de festa, dia em que enviavam presentes uns aos outros.

A festa de Purim  - Mardoqueu escreveu todos estes acontecimentos. Enviou cartas a todos os judeus das províncias do rei Assuero, próximas ou longínquas, para lhes ordenar que celebrassem cada ano o dia catorze e o dia quinze do m^s de Adar, como dias em que foram postos a salvo dos ataques dos seus inimigos, e celebrar o mês em que a sua tristeza foi mudada numa grande alegria e sua desolação em felicidade. Deviam pois, nesses dias, fazer alegres banquetes, enviar presentes uns aos outros e distribuir mercês aos pobres.

Os judeus comprometeram-se a fazer aquilo que já tinham começado e que Mardoqueu lhes ordenava; porque Aman, filho de Amedata, o agatita, opressor dos judeus, resolvera exterminá-los e lançar-lhes o PUR, isto é a sorte, para os exterminar e destruir. Mas Ester apresentou-se diante do rei,e este ordenou, por escrito, que o maligno projecto tramado contra os judeus, recaísse sobre a cabeça do seu autor (Sl 7, 16) e que este e os seus filhos fossem suspensos na forca. É por isso que eles chamam a esses dias Purim, da palavra Pur.

Conforme o conteúdo dessa carta, segundo o que eles mesmo viram e lhes acontecera, os judeus instituíram e estabeleceram para eles, para a sua posteridade e para todos os que a eles se uniram, o costume irrevogável de celebrar anualmente esses dois dias, na forma prescrita e no tempo marcado. Esses dias eram recordados e celebrados de geração em geração, em cada família, em cada província e em cada cidade. Jamais poderiam ser abolidos esses dias dos Purim entre os judeus, nem se devia apagar a sua recordação entre os seus descendentes.

A rainha Ester, filha de Abigail, e o judeu Mardoqueu, escreveram uma segunda vez com insistência, para confirmar a carta acerca dos Purim, e enviaram as cartas a todos os judeus das cento e vinte e sete províncias do rei Assuero com palavras de paz e de fidelidade; recomendavam a celebração desses dias dos Purim no tempo fixado, como o judeu Mardoqueu e a rainha Ester os instituíram, para eles e para os seus descendentes, com os jejuns e as lamentações. Assim, a ordem de Ester confirmou a instituição dos Purim, e tudo isso foi escrito no livro.

 

(Texto do Livro de ESTER)

Kingdoms_of_Israel_and_Judah_map_830.svg

Reinos de Judá após a separação

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

000000000000000000000000000000000000000000000

LOCAL

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf

00000000000000000000000000000

Este texto deveria ter sido publicado em

21 de JANEIRO DE 2014 – 10.15 h

ANTÓNIO FONSECA

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf; http:// wikipedia.org.

Nº 1902 - 2ª PÁGINA - O ANTIGO TESTAMENTO - LIVRO DE ESTER - (5) - 21 de Janeiro de 2014

Desejo chamar a vossa atenção para o texto que escrevi na 1ª página “SANTOS DE CADA DIA” sobre a suspensão e o reinicio dos mesmo, desde 16 de Dezembro de 2013. Obrigado.

Ainda uma outra nota:

A numeração que encabeça o título é a correspondente ao respectivo dia – em que deveria ter sido publicada.

O ANTIGO TESTAMENTO

21 de Janeiro de 2014

Nº 1902  -  2ª PÁGINA

antoniofonseca1940@hotmail.com
2014

iSRAEL 1

Mapa da Distribuição das Tribos em ISRAEL

Nº 1902

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Caros Amigos:

Conforme poderão verificar, se o desejarem, poderão consultar a edição deste Blogue, de 12 de Novembro de 2012, na qual iniciei  - diariamente – a transcrição dos textos descritos na Bíblia Sagrada – por Capítulos (e livros).

Simplesmente resolvi, de repente, começar a editar todo o texto do

ANTIGO TESTAMENTO

que, como é sabido - é composto por uma série de vários livros:

Os primeiros considerados como LIVROS HISTÓRICOS, os quais vão desde o Pentateuco (atribuído a Moisés),que compreende o Génesis, o Êxodo, o Levítico, os Números e o Deuteronómio, e a seguir, Josué, Juízes, Rute, Livros dos Reis (2) que se completam com os 2 livros dos Paralipómenos ou Crónicas. Seguem-se depois Esdras e Neemias, Tobias, Judite, Ester e o Livro dos Macabeus.

Seguem-se os LIVROS DIDÁCTICOS com os livros de Job, Livro dos Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cântico dos Cânticos, Sabedoria e Eclesiástico;

e por fim os LIVROS PROFÉTICOS: Isaías, Jeremias, Baruc, Ezequiel, Daniel, Oseias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miqueias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias.

São pois 42 o número total dos livros sobre o Antigo Testamento que tenciono transcrever

até que Deus mo permita, evidentemente…

Para já – neste momento já consegui transcrever os capítulos referentes aos livros

GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO, JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º e 2º de SAMUEL, 1º Reis e 2º Reis, 1º e 2º dos Paralipómenos ou Crónicas, ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE

(Uff... É obra…)

num total de 496 páginas, ficando a faltar apenas 696 capítulos…!!! mais ou menos) referentes aos restantes, que são apenas os:

ESTER, 1º E 2. MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).

- Sejamos optimistas –.

Ainda agora é de manhã e alguns dos amigos que conheci há mais de 60 anos, já atingiram os 90 ou quase 100 (dois pelo menos) e ainda estão aí para as curvas. Ora, eu ainda só tenho 73 e se Deus quiser hei-de também chegar a uma idade razoável.

!!!SÃO APENAS POUCO MAIS DE 40 LIVROS = 1260 PÁGINAS …!!! (coisa pouca…)

Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não!

Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver!

Sei, no entanto que se poderá dizer:

trata-se de uma

tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*).

e, SE CALHAR, É…

Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma. Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.

Se no entanto, o vier a conseguir, darei muitas Graças a Deus.

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos,o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.

Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos,

no dia da sua Ascensão ao Céu:

IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI TODOS OS POVOS”.

É apenas isto realmente, que eu estou tentando fazer. AF.

+++++++++++++++++++++++

iSRAEL ANTIGO

Mapa de Israel antigo

Mãos à obra, pois, continuemos:

ANTIGO TESTAMENTO

Livro de ESTER

Ester QUE FOI MULHER DE assuero-Castagno

ESTER que foi mulher de ASSUERO

LIVRO DE ESTER

 

5 – INTERVENÇÃO DE ESTER  -  No terceiro dia, Ester vestiu-se com os seus trajes reais e apresentou-se no átrio interior do palácio, diante do aposento real. O rei estava sentado no seu trono, frente à porta da entrada do edifício. Logo que o rei viu a rainha no átrio, Ester achou graça aos seus olhos, de sorte que lhe estendeu o ceptro de ouro que tinha na mão. Ester aproximou-se e beijou a ponta do ceptro real.

O rei disse-lhe: «Que tens, rainha Ester, e que queres? Mesmo que pedisses metade do meu reino, to daria» (Mc 6, 23). Ester respondeu-lhe: «Se ao rei parecer bem, venha hoje com Aman ao banquete que lhe preparei». O rei disse: «Apressai-vos a chamar Aman para atender o desejo de Ester».

O rei foi, pois, com Aman ao banquete que Ester tinha preparado. Enquanto se bebia o vinho, o rei disse à rainha: «Qual é o teu pedido? Tudo te será concedido. Que desejas? Mesmo que fosse a metade do meu reino, recebê-lo-ias». Ester respondeu-lhe: «Eis o meu desejo e o meu pedido: Se achei graça aos olhos do rei, e se lhe agrada aceder ao meu pedido e satisfazer o meu desejo, que o rei e Aman tornem a vir ao banquete que lhes preparei. Amanhã darei resposta à pergunta do rei».

Aman voltou naquele dia gozoso e alegre do coração (1 Rs 8, 66). Mas à vista de Mardoqueu que, diante da porta do rei, não se levantou nem se moveu à sua passagem, encheu-se de furor contra ele. Soube, entretanto, conter-se e retirou-se para a sua casa. Então, chamou os seu amigos e Zarés, sua mulher, e falou-lhes do esplendor das suas riquezas, do número dos seus filhos, de tudo o que o rei fizera para o exaltar e do lugar que lhe conferira sobre todos os principes e todos os servidores reais. E acrescentou: «Fui o único a quem a rainha Ester admitiu com o rei ao banquete que ela deu e convidou-me ainda para amanhã juntamente com o rei. Mas tudo isto não é nada para mim, enquanto vir esse judeu Mardoqueu sentado à porta do reiZarés, sua mulher, e todos os seus amigos, disseram-lhe: «Prepara uma forca de cinquenta côvados de altura, e amanhã cedo pede ao rei que nela seja suspenso Mardoqueu. Depois irás satisfeito ao banquete com o rei». Este conselho agradou a Aman, o qual mandou levantar a forca.

(Texto do Livro de ESTER)

Ester QUE FOI MULHER DE assuero-Castagno

                          Mapa dos reinos de Judá e Jerusalém e de Israel (após a separação)

000000000000000000000000000000000000000000000

Local onde é feito este Blogue

LOCAL

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf

00000000000000000000000000000

Este texto deveria ter sido publicado em

21 de JANEIRO de 2014 – 10.15 h

ANTÓNIO FONSECA

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf; http:// wikipedia.org.

Nº 1901 - 1ª PÁGINA - (21-14) - SANTOS DE CADA DIA - 21 de Janeiro de 2014 - 6º ano

INÊS, Santa

Virgem e Mártir (séc. III/IV)

Memória de Santa INÊS, virgem e mártir, que ainda jovem, deu em Roma o supremo testemunho da fé e consagrou com o martírio o fulgor da castidade. De facto, venceu a tenra idade e o tirano, conquistou profunda admiração entre os gentios e mereceu a glória ainda maior junto de Deus. Neste dia celebra-se a sepultura do seu corpo. 

PÚBLIO, Santo

Bispo e Mártir (séc. II) 

Comemoração de São PÚBLIO, bispo de Atenas, que deu testemunho de Cristo com o martírio.

FRUTUOSO, AUGÚRIO e EULÓGIO, Santos

Bispo e diáconos - Mártires - (259) 

Em Tarragona, na Hispânia Citerior, a paixão dos santos FRUTUOSO, bispo, AUGÚRIO e  EULÓGIO, seus diáconos, que no tempo dos imperadores Valeriano e Galieno, depois da sua profissão de fé perante o procurador Emiliano, foram conduzidos ao anfiteatro, onde o bispo proferiu com, voz clara para os cristãos presentes uma oração pela paz da Igreja, sendo todos em seguida lançados às chamas e, rezando de joelhos, consumaram o martírio.

PÁTROCLO, Santo

Mártir (séc. III)  

Em Troyes, na Gália Lionense, actualmente França, São PÁTROCLO, mártir.

EPIFÂNIO, Santo

Bispo - (496)

Em Pavia, na Ligúria, actualmente na Lombardia, região da Itália, Santo EPIFÂNIO, bispo que, durante a invasão dos bárbaros, trabalhou incansavelmente pela reconciliação dos povos, pela redenção dos cativos, bem como pela reconstrução da cidade destruída.   

MEINRADO, Santo

Cenobita e eremita  -  (1861)

Nos montes próximos do lago de Zurique, na actual Suíça, São MEINRADO, presbítero que, levando primeiro vida cenobítica e depois eremítica, foi morto pelos salteadores. 

ZACARIAS (Angélico), Santo

Cenobita  - (950)

No monte Mercúrio, na Lucânia, na actual Basilicata, região da Itália, São ZACARIAS, chamado Angélico, mestre da vida cenobítica. 

EDUARDO STRANSHAM e NICOLAU WHEELER, Santos

Presbíteros e mártires (1586)

Em Londres, na Inglaterra, os beatos EDUARDO STRANSHAM e NICOLAU WHEELER, presbíteros e mártires que, no reinado de Isabel I, foram condenados à morte por serem sacerdotes, sofrendo o martírio na praça de Tyburn. 

ALBANO ROE e TOMÁS GREEN, Santos

Presbíteros e mártires - (1642)

Em Londres, na Inglaterra, Santo ALBANO ROE, da Ordem de São Bento, e TOMÁS GREEN, presbíteros e mártires, que no reinado de Carlos I, depois de dezassete anos no cárcere, o primeiro, e catorze anos, o segundo, já anciãos foram suspensos ao mesmo tempo no patíbulo de Tyburn. 

JOSEFA MARIA DE SANTA INÊS, Beata

Virgem - (1696)

No mosteiro de Beniganim, no território de Valência, Espanha, a beata JOSEFA MARIA DE SANTA INÊS, virgem da Ordem dos Descalços de Santo Agostinho.

JOÃO BAPTISTA TURPIN DU CORNIER ~

e 13 companheiros, Beatos

Presbíteros e mártires (1794)

Em Laval, na França, os beatos presbíteros JOÃO BAPTISTA TURPIN DU CORNIER e 13 companheiros JOÃO BAPTISTA TRIQUERIE, da Ordem dos Frades Menores; JOÃO MARIA GALLOT, JOSÉ PELLÉ, RENATO LUÍS AMBROISE, JULIÃO FRANCISCO MORVÍN DE LA GERARDIÈRE, FRANCISCO DUCHESNE, TIAGO ANDRÉ, ANDRÉ DULION, LUÍS GASTINEAU, FRANCISCO MIGORET LAMBARDIÉRE, JULIÃO MOULÉ, AGOSTINHO MANUEL PHILIPPOT e PEDRO TOMÁS, mártires, que durante a Revolução Francesa, foram decapitados na guilhotina por causa da sua firme fidelidade à Igreja Católica

JOÃO YI YUN-IL, Santo

Mártir (1867)

No território de Daegu, na Coreia, São JOÃO YI YUN-IL, mártir, que sendo pai de família, agricultor e catequista, superou o espancamento e a fractura dos membros, permaneceu firme na fé cristã e aceitou com serenidade o martírio ao ser decapitado, como última vítima da grande perseguição desencadeada nesta nação. 

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Caros Amigos:

Por motivos que mais dia menos dia, voltarei a explicitar, este blogue esteve suspenso durante algum tempo, mais propriamente a partir do passado dia 16 de Dezembro. Algumas tentativas fiz para que continuasse a ser publicado, nos moldes que vinha efectuando, mas esses esforços foram baldados, tanto mais que apesar de ter agendado, esta página até ao fim do ano, no WINDOWS LIVE WRITER, não consegui de modo nenhum recuperar esses escritos.

Agora que parece ter retomado a normalidade (16 de Janeiro – exactamente um  mês depois…) resolvi proceder à indicação dos Santos celebrados desde o passado dia 1 do corrente e publicá-los imediatamente após a sua feitura, pelo que provavelmente (e de certeza) serão publicados vários dias num dia apenas, até chegar à data certa.

Quanto às outras páginas que fazem parte deste blogue, que também estavam agendadas e desapareceram, procederei exactamente da mesma maneira (ainda não sei quando,) mas, logo que termine ou ponha em dia a 1ª página.

Acontece, portanto, – GRAÇAS A DEUS  -  que  já consegui colocar em dia, a publicação desta Página – SANTOS DE CADA DIA e a partir de hoje, vou ver se tenho possibilidade de, continuar a agendar os textos correspondentes ao que falta decorrer até ao próximo dia 31. Mantenho para já o mesmo figurino.

_____________________________________

Os meus cumprimentos e agradecimentos pela atenção que me dispensarem.

ANTÓNIO FONSECA

In

MARTIROLÓGIO ROMANO

Conferência Episcopal Portuguesa  -  MMXIII