OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Nº 1929 - 2ª PÁGINA - O ANTIGO TESTAMENTO - PRIMERA PARTE - (4) - 14 de Fevereiro de2014

Apesar de já ter entrado no mês de Fevereiro (.. ainda não estou em dia…) continuo a  chamar a vossa atenção para o texto que escrevi na 1ª página “SANTOS DE CADA DIA” sobre a suspensão e o reinicio dos mesmo, desde 16 de Dezembro de 2013. Obrigado.

O ANTIGO TESTAMENTO

15 de Fevereiro de 2014

Nº 1929  -  2ª PÁGINA

antoniofonseca1940@hotmail.com
2014

miscelania 002

Mapa Antigo de ISRAEL

miscelania 124

Distribuição de Israel após a sua saída do EGIPTO

Nº 1929

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Caros Amigos:

Conforme poderão verificar, se o desejarem, poderão consultar a edição deste Blogue, de 12 de Novembro de 2012, na qual iniciei  - diariamente – a transcrição dos textos descritos na Bíblia Sagrada – por Capítulos (e livros). Simplesmente resolvi, de repente, começar a editar todo o texto do

ANTIGO TESTAMENTO

que, como é sabido - é composto por uma série de vários livros: Os primeiros considerados como LIVROS HISTÓRICOS, os quais vão desde o Pentateuco (atribuído a Moisés),que compreende o Génesis, o Êxodo, o Levítico, os Números e o Deuteronómio, e a seguir, Josué, Juízes, Rute, Livros dos Reis (2) que se completam com os 2 livros dos Paralipómenos ou Crónicas. Seguem-se depois Esdras e Neemias, Tobias, Judite, Ester e o Livro dos Macabeus. Seguem-se os LIVROS DIDÁCTICOS com os livros de Job, Livro dos Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cântico dos Cânticos, Sabedoria e Eclesiástico; e por fim os LIVROS PROFÉTICOS: Isaías, Jeremias, Baruc, Ezequiel, Daniel, Oseias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miqueias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias.

São pois 42 o número total dos livros sobre o Antigo Testamento que tenciono transcrever

até que Deus mo permita, evidentemente…

Para já – neste momento já consegui transcrever os capítulos referentes aos livros GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO, JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º e 2º de SAMUEL, 1º Reis e 2º Reis, 1º e 2º dos Paralipómenos ou Crónicas, ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER,

(Uff... É obra…)

num total de 410 páginas, ficando a faltar apenas 680 capítulos…!!! (mais ou menos) referentes aos restantes, que são apenas os:

1º E 2. MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).

- Sejamos optimistas –.

Ainda agora é de manhã e alguns dos amigos que conheci há mais de 60 anos, já atingiram os 90 ou quase 100 (dois pelo menos) e ainda estão aí para as curvas. Ora, eu ainda só tenho 73 e se Deus quiser hei-de também chegar a uma idade razoável.

!!!SÃO APENAS POUCO MAIS DE 40 LIVROS = 1260 PÁGINAS …!!! (coisa pouca…)

Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não! Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver! Sei, no entanto que se poderá dizer:

trata-se de uma  tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*). e, SE CALHAR, É…

Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma. Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.

Se no entanto, o vier a conseguir, darei muitas Graças a Deus.

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos,o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.

Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos,

no dia da sua Ascensão ao Céu:

IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI 

TODOS OS POVOS”.

É apenas isto realmente, que eu estou tentando fazer. AF.

+++++++++++++++++++++++

Mãos à obra, pois, continuemos:

ANTIGO TESTAMENTO

2º Livro dos MACABEUS

Reino Asmoneu - Simão

Reino dos Asmoneus – SIMÃO e JOÃO HIRCANO, seu filho

SEGUNDO LIVRO DOS MACABEUS

PRIMEIRA PARTE

4  -  ONÍAS PONTÍFICE

Simão, delator do tesouro e da sua pátria, caluniava Onías, afirmando ser ele quem se tinha lançado sobre Heliodoro e ser, portanto, o autor desses males. Chamava traidor do reino ao benfeitor da cidade, ao defensor dos seus concidadãos, ao ardoroso observante das leis. Este ódio ia tão longe que alguns partidários de Simão chegaram a cometer homicídios. Considerando Onías o perigo de tais rivalidades e vendo o governador da Celesíria, Apolónio, filho de Menesteu, secundar os malignos desígnios de Simão apresentou-se ao rei, não para acusar os seus concidadãos, mas unicamente com o fim e velar pelos interesses públicos e privados  de todo os seu povo. Via muito bem que, em uma intervenção do rei, seria impossível estabelecer a paz e pôr termo às loucuras de Simão.

Mas depois da morte de Seleuco, tendo subido ao trono Antíoco Epífanes, Jasão, irmão de Onías, começou a ambicionar o cargo de sumo sacerdote. Numa entrevista com o rei, prometeu-lhe trezentos e sessenta talentos de prata e oitenta talentos de outras rendas, juntamente com outros cento e cinquenta talentos se lhe fosse dada autorização para fundar um ginásio e uma efebia, e de inscrever os moradores de Jerusalém como cidadãos de Antioquia.

Com  a aprovação real e a obtenção do poder. Jasão arrastou os seus concidadãos para o helenismo. Aboliu os privilégios obtidos do poder real de João, pai de Eupolemo, que foi enviado aos romanos para concluir um pacto de aliança e de amizade, e introduziu ímpios costumes, dissolvendo s leis nacionais (1 Mac 8, 17). Teve o atrevimento de erigir um ginásio ao pé da própria acrópole e de obrigar os jovens das mais nobres famílias a educarem-se sob o pétaso. Por causa da inaudita perversidade do ímpio Jasão, que de nenhum modo era pontífice, o helenismo obteve tal sucesso e os costumes pagãos tão grande actualidade, que os sacerdotes descuidavam o serviço do altar, menosprezavam o templo, negligenciavam os sacrifícios, corriam. fascinados pelo disco, a tomar parte na palestra e nos jogos proibidos. Não faziam caso das honras da pátria, apreciavam mais os títulos helénicos. Por esta razão sobreveio-lhes  uma grande calamidade, porque aqueles mesmos, cuja forma de vida invejavam e a quem queriam imitar em tudo, voltaram-se contra eles e foram os seus inimigos e opressores. O seguinte facto mostrará que não é fácil violar as leis divinas  sem castigo (Gn 44, 16; Nm 32, 23; Is 59, 12). Ao celebrarem-se em Tiro os jogos quinquenais, com  assistência do rei, o ímpio Jasão enviou, de Jerusalém, um grupo de antioquenos portadores de trezentas dracmas para o sacrifício de Hércules. Mas os próprios que as levavam acharam inconveniente gastá-las nos sacrifícios e jogaram ser melhor empregá-las noutras despesas. A vontade de Jasão era que as dracmas fossem destinadas ao sacrifício de Hércules, mas, a instâncias dos portadores, foram destinadas à construção das galeras.

Tendo sido enviado ao Egipto, Apolónio, filho de Menesteu, por ocasião da entronização do rei Ptolomeu Filometeor, Antíoco veio a saber que esse rei se lhe tornara hostil e procurou pôr-se em segurança. Chegado a Jope, dirigiu-se a Jerusalém, onde foi recebido magnificamente por Jasão e por toda a cidade, fazendo a sua entrada à luz de fachos e de aclamações. Dali partiu para a Fenícia com o seu exército.

Passados três anos, Jasão enviou Menelau, irmão de Simão, acima mencionado, para levar dinheiro ao rei e tratar de certos negócios urgentes; mas,uma vez, admitido à presença do rei, Menelau lisonjeou-o, exaltando a grandeza do se poder e, oferecendo-lhe trezentos talentos a mais do que Jasão, obteve para si o pontificado. Assim, com as credenciais do rei, voltou aquele homem, que nada tinha que o fizesse ser digno do sacerdócio, antes pelo contrario, sentimentos de tirano cruel e de fera selvagem. Deste modo, Jasão, que havia suplantado o seu irmão, foi por sua vez suplantado  por outro e forçado a fugir, para a terra dos amonitas. Mas Menelau, uma vez na posse do poder, não se preocupou em entregar ao rei o dinheiro que lhe havia prometido, apesar das reclamações de Sóstrado, governador da Acrópole, encarregado da cobrança dos impostos; por este motivo ambos foram intimados  a comparecer diante do rei. Menelau designou para o substituir, como sumo sacerdote, se irmão Lísimaco. Sóstrado  deixou Cratos, chefe dos cipriotas. Entretanto, os habitantes de Tarso (Act 9, 11) e de Malos revoltaram-se, porque a sua cidade fora entregue a Antioquides, concubina do rei. Partiu, pois o rei a toda a pressa, a fim de os apaziguar deixando Andrónico, um dos seus dignitários, encarregado do governo. Menelau julgou a ocasião propicia e reconciliou-se com Andrónico,oferecendo-lhe certos objectos de ouro roubados ao templo; outros vendeu-os em Tiro e nas cidades vizinhas. Quanto teve a certeza de tudo isto, Onías, que se encontrava retirado no território inviolável de Dafné, perto de Antioquia, repreendeu-o. Mas Menelau chamou à parte Andrónico e pediu-lhe que matasse Onías. Andrónico dirigiu-se, pois, para junto dele, enganou-o com astúcia deu-lhe garantias, que confirmou com juramento, persuadiu-o a deixar o seu asilo e no momento em que ele saiu, matou-o sem olhar à justiça.

Não só aos judeus, mas também muitos estrangeiros ficaram indignados e consternados com esta morte injusta, quando o rei voltou das cidades da Cilícia, tanto os judeus da cidade, como os gregos contrários à violência, vieram inquirir o motivo do iníquo assassinato de Onías. Antíoco ficou profundamente abatido e, tocado de compaixão, chorou, recordando a sabedoria  e a grande moderação de Onías. E, sacudido por uma cólera violenta, espojou imediatamente Andrónico das suas púrpuras, rasgou-lhe as vestes e mandou-o levar através de toda a cidade, até ao lugar onde tinha assassinado sacrilegamente Onías. Ai foi executado aquele criminoso, dando-lhe o Senhor o merecido castigo. Ora, em Jerusalém, Lisímaco, aconselhado por Menelau, cometeu muitos roubos sacrílegos e, divulgando o rumor, o povo amotinou-se contra ele porque muitos objectos de ouro haviam desaparecido. Excitada e enfurecida a multidão, Lisímaco armou perto e três mil homens sob a chefia de um certo Tirano, homem avançado em idade e não menos em crueldade, e começou a cometer violências. Mas o povo, ao ter conhecimento de que Lisímaco os atacava, uns pegaram em pedras, outros em paus, alguns em cinza que ali havia e, confusamente, os arremessaram contra os homens de Lisímaco. Deste modo, muitos ficaram feridos, alguns foram mortos e os restantes fugiram; o próprio sacrílego ficou morto junto do gasofilácio.

Por todas estas desordens, foi instaurado um processo contra Menelau. Tendo o rei chegado  a Tiro, três enviados da assembleia de anciãos apresentaram a acusação perante ele. Mas Menelau, vendo-se perdido, prometeu grande soma de dinheiro a Ptolomeu, filho de Dorímenes, para que ele lhe granjeasse o favor do rei. Com efeito , Ptolomeu, levando o rei para debaixo de um peristilo, como se fosse para tomar ar fresco, fê-lo mudar de parecer. Deste modo, Menelau, embora responsável por todo o mal, foi absolvido, pelo rei, de todas  as acusações que pesavam  sobre ele, e condenados à morte os infelizes que, num tribunal, mesmo que fosse dos citas, teriam sido julgados inocentes. Assim os que haviam sustentado os interesses da cidade, do povo e dos objectos sagrados, foram castigados imediatamente , contra toda  justiça. Até os próprios tírios, horrorizados  com este crime, lhe deram magnificas sepulturas. Entretanto, Menelau, por causa da avareza dos governantes, permanecia no poder e crescia em malícia, convertido em feroz perseguidor dos seus concidadãos. .

 

João Hircano filho de Simão - moedas

Moedas cunhadas por JOÃO HIRCANO, filho de SIMÃO 

a quem sucedeu após a sua morte por PTOLOMEU

(Primeiro Texto do 2º Livro dos MACABEUS)

===============================================

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

000000000000000000000000000000000000000000000

Local onde se processa este Blogue

miscelania 003

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf

00000000000000000000000000000

Este texto deveria ter sido publicado em

15 de FEVEREIRO DE 2014 – 10.15 h

ANTÓNIO FONSECA

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf; http:// wikipedia.org.

Nº 1928 - 2ª PÁGINA - O ANTIGO TESTAMENTO - 2º LIVRO DOS MACABEUS - PRIMEIRA PARTE - (3) - 14 de Fevereiro de 2014

Apesar de já ter entrado no mês de Fevereiro (.. ainda não estou em dia…) continuo a  chamar a vossa atenção para o texto que escrevi na 1ª página “SANTOS DE CADA DIA” sobre a suspensão e o reinicio dos mesmo, desde 16 de Dezembro de 2013. Obrigado.

O ANTIGO TESTAMENTO

14 de Fevereiro de 2014

Nº 1928  -  2ª PÁGINA

antoniofonseca1940@hotmail.com
2014

miscelania 002

Mapa Antigo de ISRAEL

miscelania 124

Distribuição de Israel após a sua saída do EGIPTO

Nº 1928

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Caros Amigos:

Conforme poderão verificar, se o desejarem, poderão consultar a edição deste Blogue, de 12 de Novembro de 2012, na qual iniciei  - diariamente – a transcrição dos textos descritos na Bíblia Sagrada – por Capítulos (e livros). Simplesmente resolvi, de repente, começar a editar todo o texto do

ANTIGO TESTAMENTO

que, como é sabido - é composto por uma série de vários livros: Os primeiros considerados como LIVROS HISTÓRICOS, os quais vão desde o Pentateuco (atribuído a Moisés),que compreende o Génesis, o Êxodo, o Levítico, os Números e o Deuteronómio, e a seguir, Josué, Juízes, Rute, Livros dos Reis (2) que se completam com os 2 livros dos Paralipómenos ou Crónicas. Seguem-se depois Esdras e Neemias, Tobias, Judite, Ester e o Livro dos Macabeus. Seguem-se os LIVROS DIDÁCTICOS com os livros de Job, Livro dos Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cântico dos Cânticos, Sabedoria e Eclesiástico; e por fim os LIVROS PROFÉTICOS: Isaías, Jeremias, Baruc, Ezequiel, Daniel, Oseias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miqueias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias.

São pois 42 o número total dos livros sobre o Antigo Testamento que tenciono transcrever

até que Deus mo permita, evidentemente…

Para já – neste momento já consegui transcrever os capítulos referentes aos livros GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO, JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º e 2º de SAMUEL, 1º Reis e 2º Reis, 1º e 2º dos Paralipómenos ou Crónicas, ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER,

(Uff... É obra…)

num total de 410 páginas, ficando a faltar apenas 680 capítulos…!!! (mais ou menos) referentes aos restantes, que são apenas os:

1º E 2. MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ); ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC, EZEQUIEL, DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).

- Sejamos optimistas –.

Ainda agora é de manhã e alguns dos amigos que conheci há mais de 60 anos, já atingiram os 90 ou quase 100 (dois pelo menos) e ainda estão aí para as curvas. Ora, eu ainda só tenho 73 e se Deus quiser hei-de também chegar a uma idade razoável.

!!!SÃO APENAS POUCO MAIS DE 40 LIVROS = 1260 PÁGINAS …!!! (coisa pouca…)

Poderei porventura dar conta do recado? Se calhar, não! Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver! Sei, no entanto que se poderá dizer:

trata-se de uma  tarefa ciclópica, impossível., etc., para os meus 73 anos (*). e, SE CALHAR, É…

Desconheço se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma. Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.

Se no entanto, o vier a conseguir, darei muitas Graças a Deus.

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos,o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir o caminho até Ele.

Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos,

no dia da sua Ascensão ao Céu:

IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI 

TODOS OS POVOS”.

É apenas isto realmente, que eu estou tentando fazer. AF.

+++++++++++++++++++++++

Mãos à obra, pois, continuemos:

ANTIGO TESTAMENTO

2º Livro dos MACABEUS

Reino Asmoneu - Simão

Reino dos Asmoneus – SIMÃO e JOÃO HIRCANO, seu filho

SEGUNDO LIVRO DOS MACABEUS

PRIMEIRA PARTE

3  -  PRESERVAÇÃO DO TESOURO DO TEMPLO

Ño tempo em que a cidade santa gozava de perfeita paz e as leis se observavam com exactidão por causa da piedade e rectidão do sumo sacerdote Onías, o templo era respeitado, mesmo pelos reis estrangeiros. Estes honravam o santuário e enriqueciam-no com os mais ricos presentes. Assim, Seleuco, rei da Ásia, custeava , com as suas rendas pessoais, todas as despesas necessárias à liturgia dos sacrifícios.

Mas, um certo Simão,da tribo de Benjamim, nomeado prefeito do templo, entrou em desacordo com o sumo sacerdote, por causa da fiscalização do mercado público. Como não pudesse vencer a resistência de Onias, foi procurar Apolónio de Társis, que, nessa época, governava a Celesíria e a Fenícia. Declarou-lhe que o tesouro do templo estava cheo de indizíveis riquezas, cujo número era incalculável, sem nada terem a ver com os gastos dos sacrifícios, e que ele encontraria meio de fazer entrar tudo isso no erário real (1 Mac 14, 49).

Indo ter com o rei, Apolónio advertiu-o sobre as riquezas que lhe haviam sido referidas.Este, tomando uma decisão, enviou o seu intendente Heliodoro com a ordem de se apoderar dessas riquezas . Heliodoro pôs-se imediatamente a caminho sob pretexto de visitar as cidades  de Celesíria e da Fenícia, mas na realidade, para executar a ordem do rei. Tendo chegado a Jerusalém, foi amigavelmente recebido pelo sumo sacerdote da cidade, a quem transmitiu as revelações recebidas e comunicou o sentido da sua visita, perguntando-lhe se tudo isso correspondia à realidade. O sumo sacerdote fez-lhe ver que se tratava de depósitos das viúvas e dos órfãos e de uma quantia que pertencia a Hircano, filho de Tobias, varão muito eminente, contrariamente às calúnias feitas pelo ímpio Simão, e que a soma total do dinheiro era de quatrocentos talentos de ouro. Era completamente impossível defraudar os que haviam depositado confiança na santidade do lugar e no carácter sagrado e inviolável do templo, venerado em toda a terra. Mas, Heliodoro, em virtude das ordens do rei, respondeu que estas riquezas, deviam ser transportadas necessariamente para o tesouro real. E, no dia por ele fixado, entrou com a intenção de se apoderar de tais riquezas.

A partir dessa hora, espalhou-se por toda a cidade uma grande consternação. Revestidos com as suas vestes sacerdotais e prostrados diante do altar, os sacerdotes suplicavam Àquele que está no céu e fez a lei sobre os depósitos (Ex 22, 7) que os conservasse para aqueles que os tinham depositado. Ninguém podia olhar para o rosto do sumo sacerdote sem se sentir compungido, porque o seu aspecto e a cor do seu semblante manifestavam a angústia da sua alma. O temor que o havia tolhido agitava o seu corpo com um tremor, que mostrava o seu sofrimento íntimo do seu coração. Diante da profanação que ameaçava o templo, o povo saía em tropel das casas, a fim de se juntar à prece comum. As mulheres, cingidas de saco até à altura dos seios; enchiam as ruas; a donzelas, retidas  nas casas, corriam, umas para as portas, outras para as muralhas, outras olhavam furtivamente pelas janelas. Todas erguiam as mãos para o céu e suplicavam. Causava dó observar toda a confusão deste povo abatido e a angústia e que jazia o sumo sacerdote

Todos imploravam a protecção do Deus Omnipotente para que conservasse invioláveis os depósitos aos seus depositantes. Heliodoro por sua vez, estava disposto a consumar o seu propósito. Achava-se ele, com os seus homens armados, junto do gasofilácio, quando o Senhor dos espíritos e Rei de absoluto poder, de tal forma Se manifestou que todos os que haviam ousado entrar no templo, que eles desfaleceram de espanto, atemorizados diante da majestade de Deus. Viram, montado num cavalo ricamente ajaezado, acometendo furiosamente, um cavaleiro de terrível aspecto que atirava as patas dianteiras do cavalo sobe Heliodoro.. Aquele que o montava parecia ter uma armadura de ouro. Ao mesmo tempo apareceram outros dois jovens fortes, cheios de majestade, magnificamente vestidos, os quais, colocando-se um a cada lado de Heliodoro, o açoitavam sem cessar  e descarregavam sobre ele repetidos golpes,.Heliodoro caiu mediatamente por terra e foi envolvido por espessas trevas; Os seus companheiros ergueram-no e depositaram-no numa liteira. E ele, que pouco antes, com a escolta numerosa e guardas pessoais entrava no gasofilácio, era agora levado, incapaz de se ajudar a si mesmo, manifestado-se visivelmente o poder de Deus. Enquanto ele se encontrava estendido e ferido pela virtude de Deus, sem fala e sem esperança alguma de saúde, os habitantes de Jerusalém bendiziam o Senhor que havia.glorificado o Seu templo. O santuário,pouco antes cheio de confusão e de tumulto, transbordava de alegria e regozijo, graças à intervenção do Senhor Omnipotente.

Então alguns companheiros de Heliodoro suplicaram a Onías  invocasse o Altíssimo para que lhe restituísse a vida, prestes, a apagar-se. O sumo sacerdote, temendo que o rei suspeitasse que os judeus houvessem organizado um atentado contra Heliodoro, ofereceu um  sacrifício por ele. E enquanto o pontífice oferecia o sacrifício de propiciação, os mesmos jovens apareceram a Heliodoro, vestidos com as mesmas vestes.. Aproximaram-se dele e disseram-lhe: «Sê grato ao sumo sacerdote Onías, porque é por causa dele que Deus te dá a vida. Confessa, diante  de todos, o Seu poder, tu que foste castigado por Deus». Ditas estas palavras desapareceram.

Depois de oferecer um sacrifício ao Senhor, de fazer abundantes votos ao que Lhe tinha poupado a vida e agradecer a Onías, Heliodoro regressou com as suas tropas para junto do rei. Testemunhava, diante de todos, os prodígios operados pelo grande Deus, aos seus olhos . Como o rei lhe perguntasse  qual o homem que julgava pudesse enviar mais uma vez a Jerusalém, Heliodoro respondeu: «Se tens algum inimigo, ou quem conspire contra ti, envia-o lá, e ele, se conseguir  escapar, regressará bem castigado, porque na verdade, naquele lugar  há uma força divina.que habita no céu e está presente naquele templo.Protege e arruína mortalmente os que entram nele com más intenções».

Foi isto, em suma, o que se passou a respeito de Heliodoro e do mesuro sagrado que foi preservado.

 

.João Hircano filho de Simão - moedas

Moedas cunhadas por JOÃO HIRCANO, filho de SIMÃO 

a quem sucedeu após a sua morte por PTOLOMEU

(Primeiro Texto do 2º Livro dos MACABEUS)

===============================================

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

000000000000000000000000000000000000000000000

Local onde se processa este Blogue

miscelania 002

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf

00000000000000000000000000000

Este texto deveria ter sido publicado em

14 de FEVEREIRO DE 2014 – 10.15 h

ANTÓNIO FONSECA

http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf; http:// wikipedia.org.

Nº 1926 - (45-14) - 1ª Página - SANTOS DE CADA DIA - 14 de Fevereiro de 2014 - 6º ANO

Nº 1926  -  (45-14)
14  de Fevereiro de 2014
SANTOS DE CADA DIA
6º ANO
miscelania 125
CIRILO e METÓDIO, Santos
Monge e Bispo  (869 e 885)
Festa dos santos CIRILO, Monge e METÓDIO, Bispo. Estes irmãos naturais de Tessalónica, enviados para a Morávia pelo bispo Fócio de Constantinopla, ali pregaram a fé cristã e criaram um alfabeto próprio para traduzir da língua grega para a língua eslava os livros sagrados. Quando vieram a Roma, CIRILO que antes se chamava Constantino, fez-se monge e, aí, atingido por uma enfermidade, neste dia adormeceu no Senhor. METÓDIO, ordenado pelo papa Adriano II bispo de Sirmium, hoje Sremska Mitrovica, na actual Sérvia, evangelizou incansavelmente a Panónia, onde sofreu muitas hostilidades, mas foi sempre apoiado pelos Pontífices Romanos. Recebeu a recompensa dos seus trabalhos em Velehrad, na Morávia, no dia 6 de Abril.
VALENTIM, Santo
Mártir  -  (data incerta)
Em Roma, na Via Flamínia, junto à ponte Mílvio,São VALENTIM, mártir. e eremita.
VITAL, Santo
Presbitero e mártir  -  (data incerta)
Em Spoleto, na Úmbria, região de Itália, São VITAL, imortalizado pela integridade da fé e pela imitação de Cristo. 
ZENÃO, Santo
Mártir  -  (data incerta)
Em Roma, no cemitério de Pretextato, junto à via Ápia, São ZENÃO, mártir.
BASSIANO, TONIANO, PROTO, LÚCIO, CIRIÃO, AGATÃO, MOISÉS, DIONÍSIO e AMÓNIO, Santos
Presbíteros – (data incerta) 
Em Alexandria, no Egipto, a comemoração dos santos mártires BASSIANO, TONIANO, PROTO, LÚCIO que foram lançados ao mar; CIRIÃO, presbítero, AGATÃO, exorcista, MOISÉS, que foram queimados no fogo; DIONÍSIO e  AMÓNIO, que passados ao fio da espada, alcançaram a glória eterna.
ELEUCÁDIO, Santo
Bispo – (séc. III)
Em Ravena, Flamínia, hoje na Emília-Romanha, região de Itália, Santo ELEUCÁDIO, bispo. 
AUXÊNCIO, Santo
Presbitero e Arquimandrita.- (séc. V)
No monte Skopa, na Bitínia, hoje na Turquia, Santo AUXÊNCIO, presbítero e arquimandrita,que, desse lugar eminente, como de uma cátedra, apregoava a fé calcedonense com a potente voz das suas virtudes. 
NOSTRIANO, Santo
Bispo - (450)
Comemoração de São NOSTRIANO, bispo de Nápoles, na Itália.
ANTONINO, Santo
Abade - (1830)
Em Sorrento, na Campânia, região da Itália, Santo ANTONINO, abade que, depois de ter sido destruído pelos Lombardos o seu mosteiro, se retirou para a solidão.
JOÃO BAPTISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA, Santo
Presbitero - (1613)
Em Córdova na Espanha, São JOÃO BAPTISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA, presbítero da Ordem da Santíssima Trindade, que empreendeu a renovação da Ordem e a defendeu con ingente ardor no meio de graves dificuldades e ásperas tribulações.
VICENTE VILAR DAVID, Beato
Mártir - (1937)
Em Valência, na Espanha, o Beato VICENTE VILAR DAVID, mártir que durante a perseguição religiosa, acolheu em sua casa sacerdotes e religiosas e preferiu morrer a negar a fé.
 ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
miscelania 005 miscelania 008 miscelania 006
Caros Amigos:
Por motivos que mais dia menos dia, voltarei a explicitar, este blogue esteve suspenso durante algum tempo, mais propriamente a partir do passado dia 16 de Dezembro. Algumas tentativas fiz para que continuasse a ser publicado, nos moldes que vinha efectuando, mas esses esforços foram baldados, tanto mais que apesar de ter agendado, esta página até ao fim do ano, no WINDOWS LIVE WRITER, não consegui de modo nenhum recuperar esses escritos.
Agora que parece ter retomado a normalidade (16 de Janeiro – exactamente um  mês depois…) resolvi proceder à indicação dos Santos celebrados desde o passado dia 1 do corrente e publicá-los imediatamente após a sua feitura, pelo que provavelmente (e de certeza) serão publicados vários dias num dia apenas, até chegar à data certa.
Quanto às outras páginas que fazem parte deste blogue, que também estavam agendadas e desapareceram, procederei exactamente da mesma maneira (ainda não sei quando,) mas, logo que termine ou ponha em dia a 1ª página.
ENTRAMOS AGORA EM FEVEREIRO – E DURANTE ALGUNS DIAS (PENSO EU…) VOU CONTINUAR COM O SISTEMA QUE INICIE EM 16 DE JANEIRO ÚLTIMO.
LOGO QUE VERIFIQUE SER POSSÍVEL, DEVO VOLTAR AO SISTEMA ANTIGO OU MELHORAR A SUA EXECUÇÃO, DADO QUE ISSO NÃO DEPENDE APENAS DA MINHA VONTADE, MAS TAMBÉM DOS MEIOS TÉCNICOS QUE ESTOU UTILIZANDO, OS QUAIS AINDA NÃO ESTÃO A CEM POR CENTO.
miscelania 004
_____________________________________
Local onde se processa este blogue, na cidade do Porto
miscelania 007
Os meus cumprimentos e agradecimentos pela atenção que me dispensarem.
ANTÓNIO FONSECA
In
MARTIROLÓGIO ROMANO
Conferência Episcopal Portuguesa  -  MMXIII
http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf; http:// wikipedia.org.