OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Nº 2434 - (184-2015) N- SANTOS DE CADA DIA - 3 DE JULHO DE 2015 - 7º ANO

Caros Amigos:
Desejo a todos os meus leitores

UM BOM ANO DE 2015

Nº 2434  -  (184-2015) 

3 DE JULHO DE 2015

SANTOS DE CADA DIA

7º ANO



 miscelania 008

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

**********************************************************
Comemorar e lembrar os
Santos de Cada Dia
é dever de todo o católico,
assim como procurar seguir os seus exemplos
___________________________________________________________________________
===========================================

===========================================
TOMÉ, Santo 
Apóstolo e Discípulo de JESUS - séc. I

Festa de São TOMÉ, Apóstolo, que não acreditou nos outros discípulos ao anunciarem-lhe que Jesus tinha ressuscitado; mas quando Jesus lhe mostrou o lado trespassado, exclamou: «Meu Senhor e meu Deus». Com esta fé, segundo a tradição, evangelizou os povos da Índia.


ANATÓLIO, Santo

Comemoração de Santo ANATÓLIO, bispo da Laodiceia, hoje Lataquia - Síria - séc. III)

MEMNÃO, Santo  

Centurião que se converteu por São SEVERO e por isso foi martirizado - Bízia hoje Wiza - Turquia

MARCOS e MOCIANO, Santos

Mártires - Mésia hoje situada entre a Roménia e Bulgária - (séc. IV)

HELIODORO, Santo


Bispo - Altino - Venécia hoje no Véneto - Itália - que foi instruído por São VALERIANO DE AQUILEIA e viveu na companhia de São CROMÁCIO e São JERÓNIMO - séc. IV
 
ANATÓLIO, Santo

Bispo de Constantinopla, hoje Istambul hoje Turquia - (458)

LEÃO II, Santo


Papa - (683)

RAIMUNDO GAYRARD, Santo


Mestre-escola que após a morte da esposa se entregou a obras de caridade, fundou um hospício e foi admitido como cónego na basílica de São SATURNINO - Toulouse junto ao rio Garonne - França - (1118)


JOSÉ NGUYEN DINH UYEN, Santo

Catequista e mártir - Hung Yen - Tonquim - Vietname - (1838)


FILIPE PHAN VAN MINH, Santo

Presbitero e mártir  -  Vinh Long - Cochinchina - Vietname - (1853)


MARIA ANA MOGAS FONTCUBERTA, Beata

Virgem fundadora da Congregação das Irmãs da Mãe do Divino Pastor - Fuencarral - bairro de Madrid - Espanha - (1886)

 
PEDRO ZHAO MINGZHEN e 
JOÃO BAPTISTA ZHAO MINGXI, Santos

Dois irmãos mártires - Dongyangtai  - Shenxian  - Hebei  - China  -  (1900)








_____________________________________

Local onde se processa este blogue, na cidade do Porto
miscelania 003
Os meus cumprimentos e agradecimentos pela atenção que me dispensarem.

Textos recolhidos

In

MARTIROLÓGIO ROMANO
Ed. Conferência Episcopal Portuguesa - MMXIII

e
sites: Wikipédia.org; Santiebeati.it; es.catholic.net/santoral e outros




Blogue: SÃO PAULO (e Vidas de Santos) http://confernciavicentinadesopaulo.blogspot.com

ANTÓNIO FONSECA

Nº 2428 - O ANTIGO - TESTAMENTO - LIVRO DE DANIEL - (6) - 27 DE JUNHO DE 2015 - 7º ANO

Caros Amigos:
Desejo que o


ANO DE 2015

seja especial para todos vós,
tal como o desejo para mim.




O ANTIGO TESTAMENTO

27 DE JUNHO DE 2015

Nº 2428 - 2 ª PÁGINA

antoniofonseca1940@hotmail.com

Caros Amigos:



«IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI TODOS OS POVOS», 

pelos meios de que disponho. 

Durante esta transcrição tenho aprendido muita coisa que desconhecia e, que de certeza, também era e é desconhecida de muitos milhões de almas por este mundo fora. 
Não chego a todos, evidentemente, mas nem que consiga apenas tocar no coração de um só, 
sentir-me-ei compensado. 
Até que DEUS o permita vou continuar esta descrição e espero completá-la no pleno uso das minhas faculdades.
Obrigado a todos os que me seguem.

Sigamos, então, em frente:


miscelania 002

Mapa Antigo de ISRAEL - ANTIGO TESTAMENTO

miscelania 124
























Em cima mapas após a saída do Egipto e após a independência em 1948





Jerusalém actual

****************************************************
Caros Amigos:
Terminada no (dia 21-6-2015)
a transcrição do livro de EZEQUIEL
hoje (22 de JUNHO de 2015)
início um novo livro: DANIEL com a respectiva Introdução e Resumo, ficando por isso a faltar menos 1 livro até ao fim.
 ASSIM DEUS ME AJUDE. a terminar esta tarefa.
Apesar de continuar a ser um trabalho cansativo e que requer muita disposição de espírito e muito cuidado na transcrição de todas as palavras que contêm os textos que me propus levar a cabo. Não fora as frequentes e malfadadas avarias que têm causado muitas interrupções no meu computador, possivelmente estaria já um pouco mais adiantado, embora soubesse à partida que iria ser uma tarefa bastante difícil para levar a cabo com os poucos conhecimentos técnicos que possuo, para não falar da idade, que conforme é sabido e Graças a Deus, atingi no passado dia 20 de Fevereiro os 75 anos - tudo isso tem sido ultrapassado com a Sua ajuda e a minha Fé em que poderei terminar esta tarefa – dure o tempo que durar, – pois Deus me tem dado Saúde e Força para a continuar.
Como já tive oportunidade de dizer anteriormente continuo a mencionar  os Livros já publicados e os que faltam, em cada dia.
Assim, pois já foram aqui publicados até agora, os textos dos seguintes livros:

GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO, JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º e 2º de SAMUEL, 1º Reis e 2º Reis, 1º e 2º dos Paralipómenos ou Crónicas, ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER, 1º dos MACABEUS, 2º dos MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ), ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC,  EZEQUIEL

Faltando, pois publicar, os seguintes:

 DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).

Como dizia nas edições anteriores,
Poderei porventura dar conta do recado? 
Se calhar, não! Só Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver! 
Sei, no entanto que se poderá dizer: trata-se de uma  tarefa ciclópica, impossível., etc.., para os minha IDADE, e, SE CALHAR, É… 
Continuo a desconhecer se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma. Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.
Se no entanto, o vier a conseguir, darei muitas Graças a Deus.

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»


Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se  encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos, – o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir
caminho até Ele.


Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos, no dia da sua Ascensão ao Céu:

IDE POR TODO O MUNDO E
ENSINAI  TODOS OS POVOS”.

É apenas isto realmente, que eu estou tentando fazer. AF.


+++++++++++++++++++++++

Mãos à obra, pois, continuemos:

ANTIGO TESTAMENTO



Profeta DANIEL



Daniel na Cova dos Leões



LIVRO DE DANIEL




*********************************************************



6

A FIDELIDADE A DEUS. 
DANIEL DOMINA OS LEÕES



E Dario, o Medo, recebeu o reino com a idade de cerca de sessenta e dois anos. 
Agradou a Dario, o Medo, constituir e distribuir por todo o reino cento e vinte sátrapas, submetidos a três ministros (dos quais um era Daniel) a quem eles tivessem de prestar contas, a fim de que os interesses do rei não fossem lesados (5, 7; 16, 29). 
Ora Daniel, em virtude da superioridade do seu espírito, distinguia-se dos ministros e sátrapas e o rei pensava em pô-lo à testa de todo o reino. 
Por isso, os ministros e os sátrapas procuravam o meio de acusar Daniel quanto à sua administração. 
Mas não puderam descobrir qualquer pretexto ou falta, porque era íntegro e nada se encontrava nele de errado ou repreensível. 
Disseram, pois, esses homens: 
«Não encontraremos algum motivo de acusação contra este Daniel, senão no que diz respeito à lei do seu Deus». 
Então ministros e sátrapas em tropel, vieram ter com o rei e disseram-lhe: «Rei Dario, longa vida ao rei! 
Os ministros do reino, os prefeitos, os sátrapas, os conselheiros e os governadores, estão todos de acordo que seja publicado um édito real para intimar esta proibição
Todo aquele que, no prazo de trinta dias, dirigir súplicas a qualquer deus ou homem, que não seja a ti, sire, será lançado na cova dos leões
Promulga, pois, sire, esta proibição e manda fazer dele um documento, a fim de que, conforme a lei dos Medos e dos Persas, que é irrevogável, não possa ser anulada (Est 1, 19). 
Como consequência, o rei Dario fez redigir o documento que levava esta proibição.  
Ao saber desta novidade, Daniel entrou em casa, a qual tinha, na câmara alta, janelas que abriam para os lados de Jerusalém. 
Como até aí, ele continuou a rezar e a louvar a Deus de joelhos, três vezes ao dia (1 Rs 8, 48; Sl 27, 2; 138, 2). 
Então estes homens acorreram, alvoroçados, e encontraram Daniel em oração, invocando o seu Deus
Dirigiram-se imediatamente a casa do rei e disseram-lhe a propósito do decreto real de proibição. 
«Não promulgaste, tu, sire, uma proibição declarando que, quem no período de trinta dias invocasse algum deus ou homem, que não fosses tu, seria lançado na cova dos leões?»  
«Com certeza, respondeu o rei, conforme a lei dos Medos e dos Persas, que não pode ser modificada». 
«Pois bem - prosseguiram eles - Daniel, o exilado de Judá, não teve consideração nem pela tua pessoa, nem pelo teu decreto: Três vezes ao dia faz a sua oração». 
Ao ouvir estas palavras , o rei, muito pesaroso, tomou a peito, apesar de tudo, a salvação de Daniel e nisso se empregou até ao pôr do sol. 
Porém, os mesmos homens, em tropel, vieram novamente procurá-lo: 
«Sabei, sire, - lhes disseram - que a lei dos Medos e dos Persas não sofre qualquer revogação a uma proibição ou a um decreto publicado pelo rei». O rei, então, mandou levar Daniel e lançá-lo na cova dos leões. 
«Que o Deus que tu adoras com tamanha fidelidade - lhe disse - Ele mesmo cuide de te libertar!» 
Trouxeram uma pedra, que rolaram sobre a abertura da cova; o rei selou-a com o seu cunho e o dos grandes, para que nada fosse modificado em atenção a Daniel.
Entretanto no seu palácio, o rei passou a noite sem comer nada e sem que mandasse vir para junto dele alguma concubina; não conseguiu fechar os olhos. 
De madrugada, levantou-se e partiu a toda a pressa para a cova dos leões. Quando estava próximo, com uma voz muito magoada chamou Daniel. «Daniel - lhe dizia - servo do Deus vivo, o teu Deus que adoras com tanta fidelidade teria podido libertar-te dos leões?» 
Daniel respondeu-lhe: 
«Sire, longa vida ao rei. O meu Deus enviou o Seu Anjo e fechou as fauces dos leões, que não me fizeram qualquer mal, porque a seus olhos estava inocente e para contigo, sire, tão pouco cometi alguma falta» (3, 95; 1 Mac 2, 60; Sl 32, 7; Heb 11, 33). 
O rei, então, cheio de alegria, ordenou que tirassem Daniel da cova. 
Daniel foi, pois, tirado sem qualquer vestígio de ferimento, porque tinha tido fé no seu Deus (3, 92). 
Por ordem do rei, trouxeram, os acusadores de Daniel e atiraram-nos à cova dos leões, eles, as mulheres e os filhos. 
Ainda não haviam tocado o fundo da cova e já os leões os tinha agarrado e lhes haviam triturado os ossos.  
Então o rei Dario escreveu: 
«A todos os povos, a todas as nações e à gente de todas as línguas que habitam a face da terra, paz e prosperidade! 
Promulgo este decreto: 
Que em toda a extensão do meu reino se tema e trema diante do Deus de Daniel, porque Ele é o Deus vivo, que subsiste eternamente: o Seu reino jamais será destruído e o Seu domínio é perpétuo (4, 31). 
Ele salva e Ele liberta, faz milagres e prodígios, no céu e na terra: Foi Ele Quem livrou Daniel das garras dos leões».  
É assim que Daniel prosperará durante o reinado de Dario e durante o de Ciro, o persa.




















 TEXTO DO 
LIVRO DE DANIEL
 Início da transcrição deste texto 22 de Junho




===================================

000000000000000000000000000000000000000000000

Local onde se processa este Blogue


miscelania 003

********************************

00000000000000000000000000000
Este texto deverá ser publicado 
(EM PRINCÍPIO...) em
27 de JUNHO de 2015








http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf; http://wikipedia.org

Nº 2427 - O ANTIGO TESTAMENTO - LIVRO DE DANIEL - (5) - 26 DE JUNHO DE 2015 - 7º ANO

Caros Amigos:
Desejo que o


ANO DE 2015

seja especial para todos vós,
tal como o desejo para mim.




O ANTIGO TESTAMENTO

26 DE JUNHO DE 2015

Nº 2427 - 2 ª PÁGINA

antoniofonseca1940@hotmail.com

Caros Amigos:



«IDE POR TODO O MUNDO E ENSINAI TODOS OS POVOS», 

pelos meios de que disponho. 

Durante esta transcrição tenho aprendido muita coisa que desconhecia e, que de certeza, também era e é desconhecida de muitos milhões de almas por este mundo fora. 
Não chego a todos, evidentemente, mas nem que consiga apenas tocar no coração de um só, 
sentir-me-ei compensado. 
Até que DEUS o permita vou continuar esta descrição e espero completá-la no pleno uso das minhas faculdades.
Obrigado a todos os que me seguem.

Sigamos, então, em frente:


miscelania 002

Mapa Antigo de ISRAEL - ANTIGO TESTAMENTO

miscelania 124
























Em cima mapas após a saída do Egipto e após a independência em 1948





Jerusalém actual

****************************************************
Caros Amigos:
Terminada no (dia 21-6-2015)
a transcrição do livro de EZEQUIEL
hoje (22 de JUNHO de 2015)
início um novo livro: DANIEL com a respectiva Introdução e Resumo, ficando por isso a faltar menos 1 livro até ao fim.
 ASSIM DEUS ME AJUDE. a terminar esta tarefa.
Apesar de continuar a ser um trabalho cansativo e que requer muita disposição de espírito e muito cuidado na transcrição de todas as palavras que contêm os textos que me propus levar a cabo. Não fora as frequentes e malfadadas avarias que têm causado muitas interrupções no meu computador, possivelmente estaria já um pouco mais adiantado, embora soubesse à partida que iria ser uma tarefa bastante difícil para levar a cabo com os poucos conhecimentos técnicos que possuo, para não falar da idade, que conforme é sabido e Graças a Deus, atingi no passado dia 20 de Fevereiro os 75 anos - tudo isso tem sido ultrapassado com a Sua ajuda e a minha Fé em que poderei terminar esta tarefa – dure o tempo que durar, – pois Deus me tem dado Saúde e Força para a continuar.
Como já tive oportunidade de dizer anteriormente continuo a mencionar  os Livros já publicados e os que faltam, em cada dia.
Assim, pois já foram aqui publicados até agora, os textos dos seguintes livros:

GÉNESIS, ÊXODO, LEVÍTICO, NÚMEROS, DEUTERONÓMIO, constantes do PENTATEUCO, JOSUÉ, JUÍZES, RUTE, 1º e 2º de SAMUEL, 1º Reis e 2º Reis, 1º e 2º dos Paralipómenos ou Crónicas, ESDRAS, NEEMIAS, TOBIAS, JUDITE, ESTER, 1º dos MACABEUS, 2º dos MACABEUS (Livros históricos); JOB, SALMOS, PROVÉRBIOS, ECLESIASTES, CÂNTICO DOS CÂNTICOS, SABEDORIA, ECLESIÁSTICO (Livros Sapienciais ), ISAÍAS, JEREMIAS, JEREMIAS – Lamentações, BARUC,  EZEQUIEL

Faltando, pois publicar, os seguintes:

 DANIEL, OSEIAS, JOEL, AMÓS, ABDIAS, JONAS, MIQUEIAS, NAUM, HABACUC, SOFONIAS, AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS (Profetas).

Como dizia nas edições anteriores,
Poderei porventura dar conta do recado? 
Se calhar, não! Só Deus o sabe e decerto providenciará o que lhe aprouver! 
Sei, no entanto que se poderá dizer: trata-se de uma  tarefa ciclópica, impossível., etc.., para os minha IDADE, e, SE CALHAR, É… 
Continuo a desconhecer se conseguirei executar esta tarefa e sei os limites que poderão antepor-se-me, mas CREIO EM DEUS TODO-PODEROSO que não me desamparará em ocasião alguma. Com Fé e perseverança tudo se consegue e portanto irei até onde Deus me permitir, rezando todos os dias para que eu possa Evangelizar com os meios que tenho à disposição, durante o tempo que Deus Nosso Senhor Jesus Cristo entender.
Se no entanto, o vier a conseguir, darei muitas Graças a Deus.

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»


Como afirmei inicialmente, Envolvi-me nesta tarefa, pois considero ser um trabalho interessante, pois servirá para que vivamos mais intensamente a Vida de Jesus Cristo que se  encontra sempre presente na nossa existência, mas em que poucos de nós (eu, inclusive) tomam verdadeira consciência da sua existência e apenas nos recordamos quando ouvimos essas palavras na celebração dominical e SOMENTE quando estamos muito atentos, – o que se calhar, é raro, porque não acontecendo assim, não fazemos a mínima ideia do que estamos ali a ouvir e daí, o desconhecimento da maior parte dos cristãos do que se deve fazer para seguir
caminho até Ele.


Como Jesus Cristo disse, aos Apóstolos, no dia da sua Ascensão ao Céu:

IDE POR TODO O MUNDO E
ENSINAI  TODOS OS POVOS”.

É apenas isto realmente, que eu estou tentando fazer. AF.


+++++++++++++++++++++++

Mãos à obra, pois, continuemos:

ANTIGO TESTAMENTO



Profeta DANIEL



Daniel na Cova dos Leões



LIVRO DE DANIEL




*********************************************************


5


 MORTE TRÁGICA DO REI BALTAZAR



O rei Baltasar deu um banquete a mil dos seus grandes na presença dos quais bebeu vinho. 
Excitado pela bebida, mandou trazer os vasos de ouro e prata, que o pai Nabucodonosor tinha tirado do templo de Jerusalém, a fim de que o rei, os seus grandes, as mulheres e as concubinas, deles se servissem para beber. Trouxeram, pois, os vasos de ouro que haviam sido roubados do templo de Deus, em Jerusalém. 
O rei, os seus grandes, as mulheres e as concubinas beberam por eles e depois de terem bebido o vinho, iniciaram o louvor aos deuses de ouro, de prata, de bronze, de ferro, de madeira e de pedra. 
Neste momento, apareceram dedos de mão humana, que escreviam defronte do candelabro sobre o reboco da parede do palácio real. 
O rei, à vista do extremo da mão que escrevia, mudou de cor, pensamentos terríveis o assaltaram, os músculos dos rins do mesmo perderam o vigor e os joelhos entrechocavam-se. 
Gritou violentamente que mandassem vir os feiticeiros, os caldeus e os astrólogos. 
E disse-lhes: 
«Aquele que decifrar esta inscrição e me der o sentido da mesma, será revestido de púrpura, levará ao pescoço um colar de ouro e tomará o terceiro lugar no governo do reino». 
Entravam na sala todos os sábios do rei mas foram incapazes de ler esta inscrição e de dar ao rei o sentido dela (cf 2, 27; 4, 4; Gn 41, 8). 
Baltasar ficou aterradíssimo, a sua face mudou de cor e os seus grandes estavam consternados.  
A rainha, porém, tendo conhecimento das palavras do rei e dos grandes, entrou na sala do banquete, tomou a palavra e disse: 
«Sire, longa vida ao rei! 
Que os teus pensamentos não te aterrem e não mudes assim de cor. 
Há no teu reino um homem em quem reside o espírito dos deuses santos. 
Em vida de teu pai havia nele uma luz, uma inteligência e uma sabedoria semelhantes à sabedoria dos deuses. 
Por isso, o rei Nabucodonosor, teu pai, o constituíra chefe dos escribas, dos magos, dos caldeus e dos astrólogos, porque um espírito superior, uma ciência e uma inteligência para interpretar os sonhos, para explicar os enigmas e resolver as dificuldades se tinham encontrado nele.  Daniel, a quem o rei havia dado o nome de Baltasar. 
Que se chame, pois, Daniel: ele resolverá o sentido da inscrição».
Daniel foi então levado à presença do rei, que lhe disse: 
«És tu, de facto, Daniel, deportado de Judá, a quem meu pai trouxe da Judeia para aqui
Ouvi dizer a teu respeito que o espírito dos deuses está em ti e que em ti se encontram uma luz, uma inteligência e uma sabedoria superiores
Acabam de apresentar diante de mim os sábios e os feiticeiros para lerem esta inscrição e descobrir o seu sentido.  
Não puderam dar-me o significado destas palavras.  
Ora asseguraram-me que tu és mestre na arte das interpretações e das resoluções de enigmas.  
Se tu, pois, podes ler o que está escrito e me dás a sua interpretação, serás revestido de púrpura, trarás ao pescoço um colar de ouro e tomarás o terceiro lugar no governo do reino».  

Daniel respondeu ao rei: 
«Guardai as vossas dádivas; dai-as a outro! Contudo eu lerei ao rei o texto e dar-lhe-ei o significado dele (2 Rs 5, 16; Act 8, 20).  
Ó rei, o Deus Altíssimo havia dado a Nabucodonosor, teu pai, a realeza a grandeza, a glória e a majestade. 
Em razão desta grandeza que lhe tinha conferido, todos os povos, todas as nações e gentes de todas as línguas tremiam de medo diante dele. Matava aquele que queria, como deixava com vida aquele que queria; exaltava ou humilhava quem ele desejava. 
Mas tendo-se enaltecido o seu coração e tendo-se endurecido o seu espírito até à presunção, foi deposto do trono e despojado da glória. 
Foi expulso dentre os seres humanos e, tornando-se o coração dele semelhante ao das bestas, ficou na companhia dos burros selvagens, apascentando-se de erva como os bois; e o seu corpo foi ensopado pelo orvalho do céu, até que reconheceu que o Deus Altíssimo domina sobre a realeza dos homens e a ela eleva quem bem Lhe parece.  
Tu, Baltazar, filho dele, embora conhecendo tudo isto, não humilhaste o teu coração. 
Mas levantaste-te contra o Senhor do Céu; trouxeram-te os vasos do Seu templo, pelos quais bebestes vinho, tu, os teus grandes, as tuas mulheres e concubinas. 
Tributaste louvores aos deuses de prata, de ouro, de bronze, de ferro, de madeira e de pedra, cegos, surdos e impassíveis, em vez de glorificares ao Deus que tem na mão o teu sopro de vida e que dirige todo o teu destino (Tob 7, 20; Job 12, 10; Act 17, 28).  
Por isso, te foi enviada da Sua parte esta extremidade da mão e foram traçadas estas palavras: 
MENÉ, THEQUÉL e PHARSIN
Eis o sentido destas palavras: 
MENÉ: Deus contou (os anos) do teu reinado e pôs-lhes um termo. THEQUÉL: foste pesado na balança e encontrado muito leve. 
PHARSIN: O teu reino vai ser dividido e entregue aos Medos e aos Persas».  
Então, por ordem de Baltazar, Daniel foi revestido de púrpura; puseram-lhe ao pescoço um colar de ouro e publicou-se que teria o terceiro lugar na governação do reino.  
Na mesma noite foi morto Baltazar, rei dos caldeus.






























 TEXTO DO 
LIVRO DE DANIEL
 Início da transcrição deste texto 22 de Junho




===================================

000000000000000000000000000000000000000000000

Local onde se processa este Blogue


miscelania 003

********************************

00000000000000000000000000000
Este texto deverá ser publicado 
(EM PRINCÍPIO...) em
26 de JUNHO de 2015








http://es.catholic.net; http://santiebeati.it; http://jesuitas.pt; http://bibliaonline.com.br/acf; http://wikipedia.org