Nº 3085 - SÉRIE DE 2017 - (111) - SANTOS DE CADA DIA - 21 DE ABRIL DE 2017 - DÉCIMO ANO DE PUBLICAÇÃO

Feliz Ano de 2017




Interior da Igreja da Comunidade de São Paulo do Viso









Caros Amigos:




Foto actual do autor




Nº 3085



Série - 2017 - (nº 111)

21 de ABRIL de 2017


SANTOS DE CADA DIA

10º   A N O



 miscelania 008



LOUVADO SEJA PARA SEMPRE 
NOSSO SENHOR JESUS CRISTO 
E SUA MÃE MARIA SANTÍSSIMA



**********************************************************

Todos os Católicos com verdadeira Fé, 
deverão Comemorar e Lembrar 
os Santos e Beatos de cada dia, além de procurar seguir os seus exemplos

___________________________________________________________________________

===========================================

===========================================



ANSELMO, Santo
     


Santo ANSELMO bispo e doutor da Igreja que, originário de Aosta no Piemonte, Itália, foi monge e depois abade no mosteiro de Bec, na Normandia, França, onde ensinou os seus irmãos religiosos e a progredir no caminho da perfeição e a procurar a Deus com a da fé: transferido depois para a insigne sede episcopal de Cantuária, Inglaterra, lutou valorosamente pela liberdade da Igreja, suportando por isso várias adversidades e o exílio. (1109)


Texto do livro SANTOS DE CADA DIA  da Editorial A. O. de Braga:

Nasceu Santo ANSELMO em Aosta - Piemonte, pelo ano de 1033. Seus pais foram o Conde Gondulfo e uma senhora chamada Ermemberga, a quem veio a dever a educação cristã. Teve como mestres um clérigo e depois os beneditinos de Aosta; recordará depois com saudade o que assim aprendeu. 
Encantador, bem disposto, a todos agradável nem sempre foi edificante. Pelos vinte anos, tendo perdido a mãe e sendo o pai intratável, ANSELMO saiu do castelo familiar com um criado e um burro, indo para França sem intenção de voltar. Seis anos se entregou lá ao estudo e à «procura do prazer». Na Normandia bateu à porta do Mosteiro de Bec, para completar os estudos. Era lá professor Lanfranc, de quem se dizia que sabia gramática como Herodiano, a dialéctica como Aristóteles, a retórica como Cícero e Sagrada Escritura como São JERÓNIMO e Santo AGOSTINHO.
Ao terminar a formação cientifica, ANSELMO resolveu fazer-se também monge. Tinha 27 anos. Pouco depois, o seu mestre Lanfranc era elevado à sé arquiepiscopal de Cantuária e ANSELMO teve de suceder-lhe na cátedra como o discípulo mais distinto. E por morte de Herluíno, abade do mosteiro de Bec, o jovem mestre foi eleito para Superior da abadia. A norma do seu governo foi mansidão e bondade. A um abade excessivamente rigoroso, que se queixava do espírito da rebeldia dos súbditos, escreveu: «Como quereis que reinem na vossa casa a paz e a disciplina, se apenas alimentais os vossos filhos com fel e amargura?».

(...)  (...)  (...)

Santo ANSELMO foi um santo e o primeiro teólogo-filósofo. Como Santo AGOSTINHO e todos os grandes talentos, buscou sempre a paz da alma na união com Deus. (...) 
(...)  E a seguir dirige-se a Deus e fala-lhe do seguinte modo: 
«Senhor, desejo conhecer a Tua vontade, a Tua verdade que o meu coração crê e que ama a minha alma; não quero compreender para crer, mas crer para compreender, pois sei muito bem que sem a fé não compreenderia nada de nada».
.




Conrado de Parzham 
(João Brindorfer), Santo




Em Altotting, na Baviera, Alemanha, São CONRADO DE PAZHAM (João Brindorfer) religioso da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos que desempenhou humildemente o ofício de porteiro durante mais de quarenta anos, com grande generosidade para com os pobres e nunca despedindo algum necessitado sem oportunas palavras de conforto cristão. (1891)


Texto do livro SANTOS DE CADA DIA  da Editorial A. O. de Braga:

Nasceu em Pazham - Baixa Baviera, em 1818 e morreu em Altotting (na mesma Baviera) a 21 de Abril de 1894. Trabalhou na quinta da família até à idade de 30 anos, quando se foi apresentar aos capuchinhos que se ocupavam do santuário de Nossa Senhora de Altotting. estes receberam-no com o irmão leigo e fizeram-no porteiro. cargo em que o mantiveram sempre. Acolhia, como se fosse Cristo, todos os quem se apresentavam: fornecedores, visitantes e peregrinos. Muitos religiosos e religiosas confessaram dever a própria vocação a palavras do santo. Um beneditino fez a conta: à razão de 40 badaladas por dia, CONRADO fez mais de meio milhão de actos de virtude na sua vida.




Maximiano de Constantinopla, Santo



Texto do livro SANTOS DE CADA DIA  da Editorial A. O. de Braga:

MAXIMIANO natural de Roma, de família rica e poderosa, saiu da sua terra natal para se dirigir para Constantinopla, onde o seu amor pela virtude e a afabilidade lhe ganharam o afecto de todos. O patriarca SISÍNIO ordenou-o sacerdote. Quando, a seguir à condenação de Nestório, ele foi nomeado patriarca, estava já velho e esgotado pelas suas mortificações; uma piedade profunda e o carácter agradável e sossegado pareceram convenientes para as disputas acabarem. escreveu a CIRILO DE ALEXANDRIA para lhe pedir socorro de orações; na resposta, este prestou homenagem à pureza da fé, à sabedoria e à prudência de MAXIMIANO e prometeu-lhe o auxílio do Senhor. O papa CELESTINO I, informado da nomeação, felicitou os padres do Concílio de Éfeso pela escolha feita. Esse homem  desprovido de qualquer artificio era exactamente o sucessor indicado para SISÍNIO de santa memória, que tanto se notabilizara pela simplicidade da fé. MAXIMIANO pastor fiel e prudente, possuía tudo o que se requer para reunir ovelhas dispersas.


CIRILO atribuiu o restabelecimento da paz na Igreja às orações de homem tão santo. Mas este, depois de ocupar a sé patriarcal durante dois anos e cinco meses, faleceu subitamente em quinta-feira santa, 12 de Abril de 434.
Os Gregos honram a memória de MAXIMIANO a 21 de Abril talvez por ter sido o dia do enterro, ou porque esta data indica a trasladação do corpo para a Igreja dos Santos Apóstolos.



APOLÓNIO, Santo


 Em Roma, a comemoração de Santo APOLÓNIO filósofo e mártir que, no tempo do imperador Cómodo, perante o prefeito Perénio e todo o Senado, fez uma clarividente apologia da fé cristã, confirmando-a depois , ao ser condenado à morte, com o testemunho do seu sangue. (185)



ARISTO, Santo


Em Alexandria, no Egipto, Santo ARISTO presbitero e mártir. (data incerta)

ANASTÁSIO, Santo



No monte Sinai, Santo ANASTÁCIO hegúmeno, que defendeu incansavelmente a verdadeira fé contra os monofisitas e escreveu muitos sermões úteis para a salvação das almas. (700)



MELRÚBIO, Santo


No mosteiro de Aplecross, Escócia São MELRÚBIO abade que sendo natural da Irlanda e tornando-se monge em Bangor, fundou um mosteiro de missionários, onde, durante 50 anos difundiu a luz da fé ao povo desta região. (722)



JOÃO SAZIÁRI, Beato



Em Cágli, no Piceno hoje nas Marcas, Itália, o beato JOÃO SAZIÁRI religioso da Ordem Terceira de São Francisco. (1371)

BARTOLOMEU CÉRVERE, Beato


Em Cervere, junto de Fossano, no Piemonte, Itália, o beato BARTOLOMEU CÉRVERE presbitero da Ordem dos Pregadores e mártir, que depois de ter combatido arduamente pela fé católica a confirmou ao morrer trespassado pela lança. (1466)



ROMÃO ADAME, Santo


Em Nochistlan, Guadalajara, México, São ROMÃO ADAME presbitero e mártir que, durante a perseguição contra a Igreja sofreu o martírio por confessar a fé em Cristo Rei. (1927)




... E AINDA  ...

JOÃO DE RIANO, Beato


Di origine spagnola, il Beato Giovanni de Riano, studiò all’Università di Parigi. Rientrato in Spagna, alla morte dei genitori entrò nel ocnvento mercedario di Barcellona, dove praticò tutte le virtù con una profonda umiltà. Nominato redentore venne inviato in Africa accompagnando i cavalieri dell’Ordine, ad Algeri liberò 150 schiavi. Convertì alla fede di Cristo molti mori e giudei e si dice che nella città di Baza in Spagna, resuscitò due bambini. Famoso per i miracoli morì santamente all’età di 70 anni nel 1285.
L’Ordine lo festeggia il 21 aprile



miscelania 003
»»»»»»»»»»»»»»»»
&&&&&&&&&&&
Local onde se processa este blogue, na cidade do Porto





Os meus cumprimentos e agradecimentos pela atenção que me dispensarem.

Textos recolhidos

In




MARTIROLÓGIO ROMANO
Ed. Conferência Episcopal Portuguesa - MMXIII

e através dos sites:


 Wikipédia.org; Santiebeati.it; es.catholic.net/santoral, 
e do Livro SANTOS DE CADA DIA, da Editorial de Braga, além de outros, eventualmente 

"""""""""""""""

Também no que se refere às imagens que aparecem aqui no fim das mensagens diárias, são recolhidas aleatoriamente ou através de fotos próprias que vou obtendo, ou transferindo-as das redes sociais e que creio, serem livres. 
Quanto às de minha autoria, não coloco quaisquer entraves para quem quiser copiá-las














Igreja antiga do Carvalhido - Porto


Blogue: 

 SÃO PAULO (e Vidas de Santos)
http://confernciavicentinadesopaulo.blogspot.com

Comentários