OS MEUS DESEJOS PARA TODOS

RecadosOnline.com

quarta-feira, 19 de abril de 2017

IGREJAS DO PORTO - NOVA PÁGINA - (78) - 19 DE ABRIL DE 2017

Meus Amigos:

Como já afirmei aqui no passado dia 1 de Fevereiro, tomei a iniciativa de publicar aqui uma descrição das Igrejas, Capelas e Oratórios que existem na cidade do Porto. Vou-me socorrer de várias fontes, nomeadamente Wikipedia, do livro Porto e as Igrejas editado pela Câmara Municipal do Porto em 2015, e possivelmente de outras fontes. 
Não quero fazer uma enciclopédia, nem nada que se pareça e não vou fazer plágios. Sempre que publicar algo sobre este assunto, darei nota das fontes a que recorrer, respeitando sempre a deontologia e os direitos de Autor.. 
A maior parte das Igrejas e Capelas (e suas histórias) que vão ser aqui mencionadas, nunca as visitei e decerto também, muitos de vós, não conhecem. 
Apesar da minha idade - ser já um pouco avançada - e dado que publicarei diariamente apenas uma monografia (ou História), tenciono completar todo este trabalho, se Deus me der vida e saúde.

Para já vou começar este trabalho-missão, através da transcrição dos textos do Livro 
"O Porto e as Igrejas" por ordem de paróquias.



Vigararia PORTO POENTE

Paróquia da SÉ - NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO


78.  Igreja de SANTA CLARA


    
Terreiro da Sé








Interior da Igreja de SANTA CLARA





Tecto da nave da Igreja de Santa Clara





Considerada um dos melhores exemplares das denominadas Igrejas forradas a ouro do barroco joanino, Santa Clara conserva a sua estrutura arquitectónica gótica que remonta ao século XV. Foi sofrendo alterações ao longo dos séculos mantendo, no entanto, a sua planimetria original, sendo a grande mudança na percepção do templo. Assim e, estravazando o âmbito dos retábulos, a talha dourada "invadiu" a Igreja revestindo e salientando as estruturas arquitectónicas. 
A talha dourada revela um movimento cenográfico e uma decoração exuberante onde se exibem, entre outras, as imagens de São FRANCISCO e de SANTA CLARA
São de realçar os azulejos do coro com um painel figurativo prolícromo representando uma alegoria.
Tal como convinha a uma Igreja de um mosteiro feminino, a entrada principal encontrava-se na fachada lateral. 
Este portal, em arco de volta perfeita, flanqueado por pilastras e tondi, com entablamento a suportar o friso de três nichos que antecede o remate ameado, conjuga elementos tardo-góticos e renascentistas.

                         



Do Livro O PORTO E AS IGREJAS




ANTÓNIO FONSECA

Nº 3083 - SÉRIE DE 2017 - (109) - SANTOS DE CADA DIA - 19 DE ABRIL DE 2017 - DÉCIMO ANO DE PUBLICAÇÃO

Feliz Ano de 2017




Interior da Igreja da Comunidade de São Paulo do Viso









Caros Amigos:




Foto actual do autor




Nº 3083



Série - 2017 - (nº 109)

19 de ABRIL de 2017


SANTOS DE CADA DIA

10º   A N O



 miscelania 008



LOUVADO SEJA PARA SEMPRE 
NOSSO SENHOR JESUS CRISTO 
E SUA MÃE MARIA SANTÍSSIMA



**********************************************************

Todos os Católicos com verdadeira Fé, 
deverão Comemorar e Lembrar 
os Santos e Beatos de cada dia, além de procurar seguir os seus exemplos

___________________________________________________________________________

===========================================

===========================================



LEÃO IX, Santo
     



Em Roma, junto de São PEDRO , São LEÃO IX papa que, depois de defender valorosamente a Igreja como bispo de Toul durante 25 anos foi eleito para a sede romana, onde, em cinco anos convocou vários sínodos para reformar a vida do clero e extinguir a simonia. (1054)
Texto do livro SANTOS DE CADA DIA  da Editorial A. O. de Braga:

Filho do conde Hugo de Nordgan, nasceu a 21 de Junho de 1002 na Alsácia e foi baptizado com o nome de BRUNO. Veio a ser cónego e depois bispo de Toul. A dieta de Worms de 1048 - em que tomaram parte, além do imperador e dos grandes do Império, representantes da Igreja Romana - elegeu-o Papa. Mas BRUNO não quis aceitar a dignidade pontifícia antes de saber se o povo romano e o clero o aceitavam. Foi por isso a Roma vestido de peregrino e a 2 de Fevereiro de 1049 confirmaram a sua eleição, cativados pela humildade, grandeza de ânimo e fé que viam.

(...)  (...)  (...)

Muitas utas e amarguras profundas acabaram com a veste nupcial única da Esposa de Cristo e acabaram com a vida do Papa, que faleceu a 19 de Abril de 1054 (com 52 anos apenas). Foi venerado pelos contemporâneos como Santo. É incontestavelmente uma das grandes figuras do Pontificado de Roma.



Vicente de Colibre, Santo




Texto do livro SANTOS DE CADA DIA  da Editorial A. O. de Braga:

Diocleciano (284-305), no começo do Império, dalgum modo respeitava o glorioso nome cristão, não porque estimasse os seguidores de Cristo, mas, porque os cristãos respeitavam muito as autoridades constituídas, sentia segurança ao lado deles
 (...)
Todas as províncias do Império sentiram a horrorosa tempestade dos perseguidores Diocleciano e Maximiano e entre elas particularmente a Hispânia. Numa povoação catalã chama COLIBRE vivia um cristão perfeito; este zelosíssimo discípulo de Jesus Cristo chamava-se VICENTE.
O governador geral da Hispânia, Daciano, chegou a esta povoação onde VICENTE lhe foi apresentado. Procurou, mas sem resultado, fazer com que ele abjurasse a fé cristã que professava. Persuadido que era invencível tanta firmeza, mandou-o atormentar crudelíssimamente, concluindo-se os tormentos com a morte. Assim conquistou VICENTE a palma vitoriosa dos mártires, no ano de 291.



Ema, Santa



Texto do livro SANTOS DE CADA DIA  da Editorial A. O. de Braga:

O hagiógrafo não tem ordinariamente senão que dizer bem dos pais do seu herói. Não é o caso de Adélia, mãe de Santa EMA que era mulher insuportável. Descendia do famoso Witikind, rei dos Saxões, que resistiu dez anos (775-785) a Carlos Magno. Este viu-se obrigado a dirigir 32 campanhas para vencer o terrível inimigo. Quando o prendeu e o levou a que se baptizasse, a alegria foi em toda a parte tão grande que o Papa ADRIANO preceituou três dias de procissões em toda a cristandade.
Menos feliz que Carlos Magno, o marido de Adélia nunca dominou a desnaturada esposa. Menos mal que na filha EMA , possuidora de todas as virtudes, encontrou alivio para os seus dissabores conjugais. O conde Ludgero, com  quem EMA se casou, tinha melhor índole. Desta união nasceu ainda IMAD, que sucedeu a seu tio materno, como bispo de Paderborna (Vestefália).
Enviuvando muito cedo EMA consagrou os 40 últimos anos de vida a socorrer os infelizes e a construir mosteiros e igrejas. Foi sobretudo a diocese de Brema a beneficiar das suas generosidades. A uma das mais célebres abadias que fundou deu o nome do marido, antepondo-lhe a designação de santo. Foi na igreja de São LUDGERO que ela repousou na morte. Quando mais tarde lhe abriram o túmulo, o corpo da nossa santa estava reduzido a cinzas, menos a mão direita, que tantos benefícios espalhara . Assim diz a tradição. Morreu a Santa a 19 de Abril de 1045.

Nota: - Para as chagas gloriosas de N. S. J. C. celebradas hoje pelos Padres Passionistas pode servir dalgum modo o texto reproduzido em primeiro lugar a 7 de fevereiro, neste mesmo Livro.




HERMÓGENES, CAIO, EXPEDITO e companheiros



Texto do livro SANTOS DE CADA DIA da Editorial A. O. de Braga:

Estes e mais três nomes, que se leem no Martirológio romano, foram tirados ao Martirológio Jeronimiano. Colocou-se o martírio destes cristãos em Melitene, na Arménia, mas não existe a propósito nenhum pormenor.
A atenção veio a incidir bastante tarde sobre um deles, EXPEDITO. Nem sequer o nome, segundo observa um hagiógrafo, pode apresentar-se com certeza: um copista terá escrito Expeditus, em vez de Elpídius que apresentam vários manuscritos. Seja como for, a Alemanha do século XVII esmerou-se em torná-lo padroeiro das causas que se vão arrastando. Alguns artistas desse país representaram este santo a esmagar com o pé um corvo; partiram da ideia de vários padres latinos parecerem tomar esta ave como emblema dos atrasos intermináveis; procrastinatio, adiamento, parece quadrar bem ao corvo, a gritar sem fim Cras! Cras! que significa amanhã. Numa palavra, Santo EXPEDITO foi invocado no sul da Alemanha para se conseguir o pronto despacho das questões: construiu-se-lhe uma lenda, apresentaram-no como advogado e patrono das causas urgentes, pois, diz-se, mais facilmente se obtém a graça urgente dum santo que tem o nome de EXPEDITO, do que com qualquer outro. Numa palavra, este culto, bastante extravagante, melhor se dirá que está viciado a partir da sua origem.



MAPÁLICO, BASSO, FORTÚNIO, PAULO, FORTUNATA, VITORINO, VÍTOR, HERÉMIO, CRÉDULA, HEREDA, DONATO, FIRMO, VENUSTO, FRUTO, JÚLIA, MARCIAL e ARISTÃO, Santos


Na África Pro-consular, São MAPÁLICO mártir que, durante a perseguição do imperador Décio, movido pela piedade familiar, recomendou que à sua mãe e à sua irmã, impelidas sob tortura à apostasia, fosse concedida a paz eclesiástica, enquanto ele foi levado ao tribunal e coroado com o martírio. A ele se associa a memória de muitos outros santos mártires, que deram testemunho da sua fé em Cristo, entre os quais BASSO na pedreira, FORTÚNIO no cárcere, PAULO no tribunal, FORTUNATA, VITORINO, VÍTOR, HERÉMIO, CRÉDULA, HEREDA, DONATO, FIRMO, VENUSTO, FRUTO, JÚLIA, MARCIAL e ARISTÃO todos eles mortos de fome no cárcere. (250)



MARTA, Santa



Na antiga Pérsia, Santa MARTA virgem e mártir, que, no tempo do rei Sapor II, sofreu o martírio no dia seguinte ao assassínio do seu pai PUSÍCIO no dia da Ressurreição do Senhor. (341)



JORGE, Santo

Em Antioquia da Pisídia, hoje na Turquia, São JORGE bispo que morreu no exílio por defender o culto das sagradas imagens. (818)

GEROLDO, Santo



Em Friesen, Alpes da Baviera, Alemanha São GEROLDO eremita que, segundo a tradição, viveu em regime de rigorosa penitência na região de Voralberg. (978)



ELFEGO, Santo



Na margem do Tamisa, junto de Greenwich, Inglaterra, a paixão de Santo ELFEGO bispo de Cantuária e mártir, que, durante a devastação sangrenta dos Dinamarqueses na cidade, se ofereceu a si mesmo para poupar o seu povo e, recusando ser resgatado por dinheiro foi cruelmente ferido com ossos de animais e finalmente degolado. (1012)

BERNARDO PENITENTE, Santo


No mosteiro de Saint-Bertin, territorio de Therouanne, França, o passamento de São BERNARDO PENITENTE que, para expiar com rigorosa penitência os pecados da juventude, decidiu partir para o exílio e, descalço, com vestes de feltro e contentando-se com parco alimento, seguiu incansavelmente em peregrinação para a terra Santa. (1182)

JAIME DUKETT, Beato


Em Londres, Inglaterra, o beato mártir JAIME DUKETT homem casado, que denunciado por vender na sua livraria livros católicos, esteve preso durante 9 anos e foi enforcado no reinado de Isabel I, juntamente com o seu denunciante, a quem, prestes a morrer, incitou a aceitar a morte pela fé católica. (1602)


... E AINDA  ...

CORRADO (Miliani) de ASCOLI, Beato


Corrado Miliani nacque ad Ascoli Piceno nel settembre 1234 da una delle più illustri famiglie ascolane. Ancora in giovane età, era solito inginocchiarsi ai piedi del suo giovane conterraneo Girolamo Massi per porgli i propri omaggi. Interrogato sul motivo di questa sua strana abitudine, Corrado replicò affermando che già vedeva profeticamente le Chiavi di Pietro, emblema del Romano Pontefica, nelle mani del ancor giovane suo amico, nonostante nessuno potesse in alcun modo immaginare per lui una così grande carriera ecclesiastica

EMA DA SAXÓNIA, Santa

Nel monastero di S. Ludgero a Werden, nella Ruhr, presso Dusseldorf, inspiegabilmente lontano dalla Sassonia, si conserva una reliquia della santa: una mano prodigiosamente intatta.
Un cronista tedesco dello stesso secolo, Adamo di Brema, nella sua Storia ecclesiastica, ci dà notizia di una "nobilissima senatrix Emma", sorella di Meinwerk, vescovo di Paderborn (morto nel 1036) e moglie del conte Ludgero di Sassonia. Rimasta vedova, ancor giovane e bella, ricca e senza figli, non ambì a seconde nozze e si mantenne costante nel suo nuovo programma di vita, fondato sulla totale dedizione alle opere di carità


EXPEDITO DE MELITENE, Santo



Le notizie riguardanti S. Espedito si ricavano solamente dai martirologi ed è pertanto impossibile avere dettagli più precisi sulla sua esistenza. Il Martirologio Geronimiano (che risale, nella sua originaria formulazione, alla prima metà del V secolo) commemora il martire Espedito in due date: il 18 aprile (“Romae Eleutheri episcopi et Anthiae matris eius et Parthenii, Caloceri, Fabii, Proculi, Apollonii, Fortunati, Crispini, EXPEDITI, Mappalici, Victorini, Gagi”) ed il 19 aprile (“In Arminia Militana civitate Hermogeni, Gagi, EXPEDITI, Aristonici, Rufi, Galatae una die coronatorum”). La prima data sembra però essere frutto di un errore: si può facilmente dimostrare che i nomi dei presunti compagni di martirio del 18 aprile sono solo ripetizioni di nomi di altri santi. A questo proposito occorre ricordare che gli errori (modificazioni di date, luoghi, ecc.) sono molto frequenti nei martirolog

VARNÉRIO DE OBERWESEL, Santo


Santo renano del secolo 13°, appartenne come Simonino di Trento e Guglielmo di Norwich al gruppo dei fanciulli martiri che sarebbero stati immolati da ebrei. Figlio di un vignaiolo, Werner sarebbe stato ucciso a Oberwesel nel 1287, venendo appeso a una colonna a testa in giù e svenato. La voce di questo assassinio rituale , vera o falsa, scatenò sanguinose rappresaglie contro le communità ebraiche nella valle del Reno. Canonizzato nel 1428, s. Werner ebbe culto dapprima nella diocesi di Treviri, particolarmente a Bacharach sul Reno, dove gli fu consacrata una cappella. E' il protettore dei vignaioli del Reno, della Borgogna e dell'Alvernia. Festa, 19 aprile


miscelania 003
»»»»»»»»»»»»»»»»
&&&&&&&&&&&
Local onde se processa este blogue, na cidade do Porto





Os meus cumprimentos e agradecimentos pela atenção que me dispensarem.

Textos recolhidos

In




MARTIROLÓGIO ROMANO
Ed. Conferência Episcopal Portuguesa - MMXIII

e através dos sites:


 Wikipédia.org; Santiebeati.it; es.catholic.net/santoral, 
e do Livro SANTOS DE CADA DIA, da Editorial de Braga, além de outros, eventualmente 

"""""""""""""""

Também no que se refere às imagens que aparecem aqui no fim das mensagens diárias, são recolhidas aleatoriamente ou através de fotos próprias que vou obtendo, ou transferindo-as das redes sociais e que creio, serem livres. 
Quanto às de minha autoria, não coloco quaisquer entraves para quem quiser copiá-las














Igreja antiga do Carvalhido - Porto


Blogue: 

 SÃO PAULO (e Vidas de Santos)
http://confernciavicentinadesopaulo.blogspot.com

terça-feira, 18 de abril de 2017

IGREJAS DO PORTO - NOVA PÁGINA DE 2017 - (77) - 18 DE ABRIL DE 2017

Meus Amigos:

Como já afirmei aqui no passado dia 1 de Fevereiro, tomei a iniciativa de publicar aqui uma descrição das Igrejas, Capelas e Oratórios que existem na cidade do Porto. Vou-me socorrer de várias fontes, nomeadamente Wikipedia, do livro Porto e as Igrejas editado pela Câmara Municipal do Porto em 2015, e possivelmente de outras fontes. 
Não quero fazer uma enciclopédia, nem nada que se pareça e não vou fazer plágios. Sempre que publicar algo sobre este assunto, darei nota das fontes a que recorrer, respeitando sempre a deontologia e os direitos de Autor.. 
A maior parte das Igrejas e Capelas (e suas histórias) que vão ser aqui mencionadas, nunca as visitei e decerto também, muitos de vós, não conhecem. 
Apesar da minha idade - ser já um pouco avançada - e dado que publicarei diariamente apenas uma monografia (ou História), tenciono completar todo este trabalho, se Deus me der vida e saúde.

Para já vou começar este trabalho-missão, através da transcrição dos textos do Livro 
"O Porto e as Igrejas" por ordem de paróquias.



Vigararia PORTO POENTE

Paróquia da SÉ - NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO


77.  Sé ou CATEDRAL DO PORTO


    
Terreiro da Sé







Interior Sé ou CATEDRAL DO PORTO







A Igreja chamada Sé ou Catedral do Porto tem esta designação por ser a Igreja do Bispo Diocesano
É o espaço onde o Bispo preside às grandes celebrações litúrgicas e exerce o seu múnus de magistério doutrinal. 
Daí o nome de Igreja-Mãe da Diocese
A sua construção remonta ao século XII e mais propriamente aos anos mais próximos do início da nossa nacionalidade. 
Grandes foram as ajudas e doações feitas para a sua construção, sendo de destacar a generosidade de Dona Mafalda - esposa de Dom Afonso Henriques - que fez a oferta das suas jóias a Nossa Senhora da Silva com esse objectivo (painel desse altar). 
É um edifício de estilo românico, demonstrando influência francesa (arquitectura de Limoges) e que veio a sofrer grandes remodelações no período barroco (séculos XVII-XVIII). 
O material predominante da construção é granito. O interior apresenta a forma de cruz latina de três naves escalonadas e cinco tramos, transepto saliente e ampla capela-mor rectangular. 
Os arcos assentam em pilastras fasciculadas. 
As paredes da capela-mor são revestidas de mármores coloridos sendo ainda de destacar os quatro janelões com pinturas de perspectiva realizadas pela mão do italiano, Nicolau Nasoni (que aí tem a sua assinatura) e depois se tornou um grande arquitecto. 
No transepto, lado esquerdo, encontra-se a capela do Santíssimo Sacramento com o seu altar de prata executado em sucessivas fases desde 1632 até ao século XIX
No lado sul da Catedral, ergue-se o grandioso claustro gótico do século XIV com azulejos do século XVIII; e no lado norte, a loggia ou galilé do século XVIII, obra de Nicolau Nasoni
Todo o edifício conserva o aspeto de uma igreja-fortaleza, com ameias. 
Nos anais dos eventos pátrios mais memoráveis ocorridos na Catedral do Porto há que referir o casamento de Dom João I com Dona Filipa de Lencastre em 1387 (representado no painel de azulejos do lado sul da Estação de São Bento) e ainda o baptismo do Infante Dom Henrique
Visite  e deixe-se deslumbrar pela grandiosidade e beleza de algo que nos transporta até ao Divino.
                         



Do Livro O PORTO E AS IGREJAS




ANTÓNIO FONSECA

Nº 3082 - SÉRIE DE 2017 - (108) - SANTOS DE CADA DIA - 18 DE ABRIL DE 2017 - DÉCIMO ANO DE PUBLICAÇÃO

Feliz Ano de 2017




Interior da Igreja da Comunidade de São Paulo do Viso









Caros Amigos:




Foto actual do autor




Nº 3082



Série - 2017 - (nº 108)

18 de ABRIL de 2017


SANTOS DE CADA DIA

10º   A N O



 miscelania 008



LOUVADO SEJA PARA SEMPRE 
NOSSO SENHOR JESUS CRISTO 
E SUA MÃE MARIA SANTÍSSIMA



**********************************************************

Todos os Católicos com verdadeira Fé, 
deverão Comemorar e Lembrar 
os Santos e Beatos de cada dia, além de procurar seguir os seus exemplos

___________________________________________________________________________

===========================================

===========================================



PERFEITO, Santo
     



Em Córdova, na Andaluzia, Espanha, São PERFEITO presbitero e mártir que, por ter combatido a doutrina de Maomé e professado firmemente a fé em Cristo, foi encerrado no cárcere e depois passado ao fio da espada pelos Mouros. (850)
Texto do livro SANTOS DE CADA DIA  da Editorial A. O. de Braga:

PERFEITO é o primeiro mártir da perseguição muçulmana na Córdova dos Califas. Já pelo ano de 824 tinham sido martirizados dois cristãos oriundos de Sevilha, mas a série grande dos mártires, imolados em Córdova pelo furor de Abderramão II e Moamed, começa em 850 com São PERFEITO. Por isso Santo EULÓGIO ao contar a história deles, apresenta uma introdução majestosa, a recordar o modo como o Martirológio Romano anuncia o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo:
«Reinando para sempre Nosso Senhor Jesus Cristo, no ano da sua Encarnação 850, da era (espanhola) 888; do consulado de Abderramão, 29; no tempo em que tinha na Espanha aumentado em riqueza e dignidade o povo árabe, ocupando por duro privilégio quase toda a Ibéria; quando Córdova (chamada antigamente Patrícia e sendo hoje cidade régia) chegou ao ápice do seu esplendor..., gemendo a Igreja ortodoxa sob o seu duríssimo jugo, e achando-se em perigo de morte, nasceu em Córdova o presbitero PERFEITO, de santa memória, educado sob a direcção de pedagogos da basílica de Santo ACISELO, onde aprendeu as sagradas disciplinas, distinguindo-se pela erudição literária e conhecimentos de língua árabe»
Segue-se depois um texto, um pouco longo, (contando a vida de São PERFEITO) que de momento não me é possível transcrever, por falta de tempo e do qual menciono apenas alguns trechos da sua parte final: 
PERFEITO tinha passado vários meses na cadeia: ... confirmou as maldições contra Maomé e fez profissão da sua fé em Cristo. ... Alguns dos presentes enfureceram-se contra o seu corpo, pisando-lhe o sangue. Mas Deus desafrontou a honra do mártir. No rio havia um enxame de pequenas embarcações; uma delas, com 8 tripulantes afundou-se e afogaram-se 2 deles. Também o seu juiz morreu pouco depois, com o Santo predissera, obrigado a tomar um veneno que destinara para o sultão.



Maria da Encarnação 
(Bárbara Avrillot), Beata



Em  Pontoise, Paris, França, a Beata MARIA DA ENCARNAÇÃO (Bárbara Avrillot) exemplar mãe de família e mulher de admirável piedade, que introduziu o Carmelo em França e fundou 5 mosteiros, até que, após a morte do esposo, ela própria professou a vida religiosa. ((1618)

Texto do livro SANTOS DE CADA DIA  da Editorial A. O. de Braga:


 BERTA AVRILLOT nascida em 1565, casou-se aos 16 anos com Pedro Acarie, que pertencia como ela a uma antiga família parisiense. dessa união nasceram seis filhos. Desde os 22 anos e durante toda a vida, teve raptos e êxtases. Obedecendo a Santa TERESA que lhe apareceu, mandou vir para França religiosas espanholas da sua reforma e fundou, para elas, e para quem as seguisse, quatro conventos.
(...)
(...)
(...)
Na Quinta-feira Santa desse ano de 1618, recebeu o sagrado Viático e na Quarta-feira de Páscoa (8 dias depois) entregou a sua alma ao Senhor. Nesse momento o director espiritual da casa parou de rezar o Subvenite e disse: «Neste momento que vos falo, a defunta goza já da vista de Deus». Foi beatificada por Pio VI.



Tiago de Oldo, Beato





Em Salt, no Quebec, Canadá, Santa CATARINA TEKAWITHA virgem , oriunda dos índios nativos e baptizada num dia de Páscoa que, apesar de muitas ameaças e vexames ofereceu a Deus a virgindade que ainda antes da conversão sempre procurou conservar. (1680)



Texto do livro SANTOS DE CADA DIA  da Editorial A. O. de Braga:

TIAGO natural de Lódi, Itália, entregou-se depois da  morte do pai a toda a espécie de prazeres, em combinação com a mulher, tão frívola como ele. Uma peste, que atacou a sua cidade, obrigou-o a refugiar-se momentaneamente em casa do sogro. Entrou numa igreja dedicada a São MARCOS e viu-se repentinamente mudado. Com grande pasmo do sogro, TIAGO entregou-se desde esse momento a práticas de devoção. Manifestou-se o projecto de deixar a esposa para entrar na Ordem Terceira de São Francisco, mas opôs-se a mãe dele. Passado todavia algum e«tempo, ela consentiu, e mais: fez-se também ela terceira com  a sua nora.
TIAGO transformou então a casa num oratório que dedicou a São JULIÃO vendeu todos os seus bens , distribuiu o preço pelos,pobres e juntou a si vários companheiros. As obras que realizou excitou a inveja dos franciscanos: estes obrigaram-no a afastar-se deles. retirou-se para um arrabalde de Lódi. onde se encontrava uma igreja dedicada a São BASSIANO. passou lá uma vida muito austera, mas foi obrigado a aceitar algumas mitigações. N o meio das discórdias que agitavam Lódi, anunciou ele que a cidade seria devastada; deu exemplo e fuga, mas voltou para socorrer os prisioneiros, em cuja salvação se interessava. Contraiu uma doença , negou-se a recorrer a certos feitiços para recuperar a saúde, e teve uma santa morte em 1404.
O corpo foi sepultado no oratório de São JULIÃO,. Sete anos depois, foi encontrado sem nenhuma corrupção. Deem-se numerosos milagres à intercessão deste beato.





SABINA PETRILLI, Beata



Em Sena, na Etrúria, hoje Toscana, Itália, a beata SABINA PETRILLI virgem que fundou a Congregação das Irmãs de Santa Catarina de Sena, para socorrer as jovens indigentes e os pobres mais necessitados. (1923)

Texto do livro SANTOS DE CADA DIA da Editorial A. O. de Braga:

Nasceu a Serva de Deus a 29 de Agosto de 1851 em Sena, Itália, terra de Santa CATARINA BENINCASA (1347-1380) e de São BERNARDINO ALBIZZESCHI (1380-1444). Foi baptizada dois dias depois e, achando-se em perigo de vida recebeu o Crisma a 2 de Setembro de 1852.
Graças a Deus, viveu 76 anos, tendo partido para os braços do Pai a 18 de Abril de 1923. Tendo sido aprovado um milagre atribuído à sua intercessão, foi beatificada por JOÃO PAULO II no dia 24 de Abril de 1988.
AAS 768 81986) 121-5; DIP 6, 1528-9.





HERMÓGENES e ELPÍDIO, Santos


Em Melitene, na antiga Arménia hoje Turquia, os santos mártires HERMÓGENES e ELPÍDIO mártires. (séc. IV)



PUSÍCIO, Santo



Na Pérsia, hoje no Iraque, São PUSÍCIO mártir que, sendo superintendente dos artesãos do rei Sapor II por ter encorajado o presbitero ANANIAS que parecia hesitar, foi trespassado no pescoção e morreu no Sábado Santo, alcançando um lugar insigne entre a multidão dos mártires trucidados depois de São SIMEÃO. (341)



EUSÉBIO, Santo

Em Fano, no Piceno, hoje nas Marcas, Itália, Santo EUSÉBIO bispo que acompanhou o papa São JOÃO I enviado pelo rei Teodorico a Constantinopla seguido-o também, depois do regresso  no cárcere em que foram encerrados. (526)

LARIANO ou MOLÁSSIO, Santo



Em Leighlin, na Irlanda, São LARIANO ou MOLÁSSIO abade, que difundiu pacificamente na ilha a celebração da Páscoa segundo o costume romano. (638)



USMARO, Santo



No cenóbio de Llobes, no Hainaut, hoje Bélgica, Santo USMARO bispo e abade que propagou a regra de São Bento e conduziu o povo da região à fé cristã. (713)

ANTUSA, Santo



Em Constantinopla, hoje Istambul, Turquia, Santa ANTUSA virgem, filha do imperador Constantino Coprónimo, que empregou todos os seus bens para ajudar os pobres, redimir os escravos, restaurar igrejas e construir mosteiros, e recebeu do bispo São TARÁSIO o hábito religioso. (séc. VIII)

ATANÁSIA, Santa



Na ilha Egina, na Grécia, Santa ATANÁSIA viúva, depois eremita e hegúmena ilustre pela sua observância da disciplina monástica e grandes virtudes. (séc. IX)

JOÃO ISAURO, Santo



Também na ilha Egina, Grécia, São JOÃO ISAURO monge que foi discípulo de São GREGÓRIO DECAPOLITA e, no tempo do imperador Leão o Arménio, combateu valorosamente em defesa das sagradas imagens. (842)



IDESBALDO, Beato



Em Bruges, na Flandres, Bélgica, o beato IDESBALDO abade que, depois de ter ficado viúvo e ter exercido funções no palácio condal durante 30 anos, ingressou no mosteiro de Dune, que dirigiu santamente como terceiro abade durante 12 anos. (1167)


GALDINO, Santo


Em Milão, na Lombardia, Itália, São GALDINO bispo, que trabalhou diligentemente para restaurar a cidade devastada pela guerra e, depois de uma pregação contra os hereges, entregou o espírito a Deus. (1176)


ANDRÉ, Beato


Em Montereale, nos Abruzos, Itália, o Beato ANDRÉ presbitero da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho, que se dedicou à pregação na Itália e na França


ANDRÉ HIBERNON, Beato


Em Gandia, Valência, Espanha, o Beato ANDRÉ HIBERNON religioso da Ordem dos Frades Menores que, tendo sido na sua juventude, espoliado de todos os seus bens pelos ladrões, cultivou de modo admirável a pobreza. (1602)



JOSÉ MOREAU, Beato

Em Angers, França, o Beato JOSÉ MOREAU presbítero e mártir que, durante a revolução francesa, foi degolado em ódio à fé cristã na Sexta-feira da Paixão do Senhor. (1794)


LUCAS PASSI, Beato



Em Veneza, Itália, o Beato LUCAS PASSI presbitero e fundador da Congregação das Irmãs Mestras de Santa Doroteia. (1866)




ROMANO ARCHUTOWSKI, Beato



Em Majdanek, Lublin, Polónia, o Beato ROMANO ARCHUTOWSKI presbitero e mártir que, por causa da fé cristã, foi encerrado no cárcere pelos soldados estrangeiros e, exausto pela fome e pela enfermidade,   alcançou a glória eterna. (1943)

... E AINDA  ...

CALOGERO DE BRÉSCIA, Santo


La storia di San Calogero di Brescia, il cui nome è spesso riportato anche nella particolare forma di Calocero e che le fonti agiografiche chiamano anche col nome romano di Caio, si può desumere dagli atti dei santi Faustino e Giovita (Passio beatissimi martyris Faustini et Iovite - Epitome della I, II e III parte della "Legenda Maior") per opera dei quali si era convertito al Cristianesimo. Tutti e tre, infatti, erano soldati bresciani e probabilmente militavano nella medesima coorte poiché, allorché dovettero essere processati, vennero insieme trasferiti a Milano. Il processo si svolse presso le Terme d'Ercole ma nessuno dei tre abiurò la fede

ELEUTÉRIO e ANZIA, Santos

Gli Acta di Eleuterio, sia quelli greci (BHG, I, pp. 173-74, nn. 568-71b), sia quelli latini (BHL, I, p. 368, nn. 2450-52), sono molto leggendari. Secondo quelli greci, posteriori al sec. V, Eleuterio figlio di Anzia, vedova del console Eugenio, fu ordinato diacono e prete e consacrato poi vescovo da un certo Aniceto. Inviato come vescovo nell’Illirico, fu prelevato dal comes Felice per essere portato a Roma al giudizio dell’imperatore Adriano. Il colloquio, cominciato con promesse, finì con la condanna a morte di Eleuterio e di sua madre. Il martirio avvenne il 15 dicembre.



miscelania 003
»»»»»»»»»»»»»»»»
&&&&&&&&&&&
Local onde se processa este blogue, na cidade do Porto





Os meus cumprimentos e agradecimentos pela atenção que me dispensarem.

Textos recolhidos

In




MARTIROLÓGIO ROMANO
Ed. Conferência Episcopal Portuguesa - MMXIII

e através dos sites:


 Wikipédia.org; Santiebeati.it; es.catholic.net/santoral, 
e do Livro SANTOS DE CADA DIA, da Editorial de Braga, além de outros, eventualmente 

"""""""""""""""

Também no que se refere às imagens que aparecem aqui no fim das mensagens diárias, são recolhidas aleatoriamente ou através de fotos próprias que vou obtendo, ou transferindo-as das redes sociais e que creio, serem livres. 
Quanto às de minha autoria, não coloco quaisquer entraves para quem quiser copiá-las














Igreja antiga do Carvalhido - Porto


Blogue: 

 SÃO PAULO (e Vidas de Santos)
http://confernciavicentinadesopaulo.blogspot.com